História Não diga que eu não tentei. - Capítulo 21


Escrita por: e Angel_Little

Postado
Categorias Stray Kids
Personagens Bang Chan, Han Ji-sung, Hwang Hyun-jin, Kim Seung-min, Kim Woo-jin, Lee Felix, Lee Min-ho, Personagens Originais, Seo Chang-bin, Yang Jeong-in
Tags Abo, Changlix, Changlixkids, Jeongmin, Minsung, Minsungkids, Woochan, Woochankids
Visualizações 9
Palavras 2.749
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Hentai, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shounen, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


MEU DEUS!!! GENTE, EU ESQUECI DE POSTAR UM CAPÍTULO QUE ESTÁ MUITO LONGE DOS ACONTECIMENTOS DE AGORA!! DESCULPEM! EU SOU BEM IMPRESTÁVEL!! AFFFFFF!! MAS RELEVEM ESSE CAPÍTULO.

Capítulo 21 - 1-11: "Vão dormir"


"잠 가라 !!!" 

- Lee Felix !!! - se alterou a pessoa na porta indo em nossa direção. 

- Jisung...isso não é...nada impuro... - tentei argumentar, mas não tinha como, Changbin em meu colo sem camisa já era a prova necessário. 

- Não sou trouxa meu fio, acha que não sei dos podres de vocês, já sei tudo, até do que você não lembra ! - advertiu Jisung com uma pose de triunfo. 

- Do Kyunsuk sei sim betinha, lembro de tudo sobre ele ! - rebati com uma falsa confiança, pois eu nem sabia sobre o passado dos meus pais, mas tinha que ganhar na discussão, não suporto perder. 

- Sabe nada seu metido a machão !!! Nem sabe quantas vezes sua bunda foi penetrada por Changbin !!! - Sim gente, não contei errado pra vocês não, Jisung disse mesmo aquilo e sem controvérsia, ele foi bem direto, e nem é a pior coisa que ele falou pra mim. 

- O QUEEE !!!!!!!!!!!!! - me exaltei empurrando Changbin do meu colo, fazendo o mesmo cair de costas no chão. 

-  Han Ji-sung !! Caralho mano, tu é um tremendo de um filha da puta !! O que eu disse sobre isso!!? - xingou Changbin que (se não fosse a dor nas costas, teria feito de tanta raiva que tinha) quase iniciou uma briga. 

- Ele falou que se lembra de tudo haver com o Kyunsuk, tá aí algo que o Kyunsuk participou !! - se explicou Jisung, mas mesmo assim Chang queria vê-lo morto. 

- Mas...Kyunsuk foi embora naquele final de ano do fundamental ! -  tentei converter a fala de Jisung, mas a verdade era algo que eu precisava, mas também temia. 

- Errado, você acha que foi lá, você sabe como aconteceu o acidente, mas não sabe como foi adiante, não sabe como ficou seu relacionamento com Chang, que naquela época, ainda era amizade. Mas depois que você entrou no ensino médio, Chang se apaixonou por você e você não, claro que ouve controvérsia de Chang, ele não aceitava, mas naquela noite... -  Jisung foi impedido de continuar a sua narrativa pela porta novamente sendo aberta. 

- FELIX !!!!! -  gritou Woojin com uma preocupação que nunca havia visto...ou talvez tinha. 

- Appa, se acalma, tá tudo bem, quem tá aqui é o Jisung. - o assegurei, mostrando a pessoa que causara um tremendo de um alarde por ter deixado a porta da frent aberta. 

- Jin, ele tá bem ! Toda aquela preocupação pra nada !! - resmungou Chan-appa irritado com algo, provavelmente sexo interrompido. 

- Ufa !! Desculpa pelo susto, mas você tem que ir dormir agora, Changbin também precisa, se Jisung quiser, pode dormir com o Kyunsuk, tem uma cama extra no armário, se quiser ir lá...ou talvez... - o interrompi antes dele completar a frase que eu já sabia qual seria. 

- Nada de querer nós colocar em quartos juntos!!! Já não basta ter o Chang aqui, agora Kyun e Sung também !!! Pelo amor appa, tenho que ter pelo menos uma escolha !! - reclamei com o sono se tornando presente. 

- I'm so sorry, i don't speak korean. - comentou Woojin ainda convencido de que sua idéia era boa. 

- Quer que eu repita !? Tá bom, nothing we want to put in rooms together !!! It's no longer enough to have Chang here, now Kyun and Sung too !!! For the love appa, I have to have at least one choice !! - repeti com um tom mais irritado que antes. 

- Tá, feliz Felix !? Agora fiquem quietos e vão dormir. AGORA !!! - ordenou Woojin que, quando ele é interrompido em algo que gosta, estava em fúria total, assim saindo com seu ômega, mas não antes de quase quebrar a porta com a força que usou. Quem ia apanhar no dia seguinte diga o nome ? Lee Felix ou se preferir coreano, Lee Yong-bok. 

- Ele já foi, agora continua !! - pedi com uma ansiedade que transbordava de mim, não que eu estivesse feliz, mas queria saber da história que eu havia esquecido. 

- Ouviu seu appa, vamos dormir agora e não levaremos surra depois. - sugeriu Jisung que, na maior cara de pau, deitou na cama onde Changbin estava. Vocês sabem como eu sou, adoro fazer cena. 

- EPA !!! Se vão transar façam isso em outra casa, você mesmo disse, DORMIR !!! - Não é que eu senti ciúmes, eu só não queria ver aquilo na minha própria hospitalidade. 

- Ixi fi, se quiser gemo até seus ouvidos rasgarem de dor, eu não me preocupo com você estar vendo, por mim faria isso fora das cobertas pra tu ver meu pacote dotado ! - retrucou Jisung que, como o grande amigo que ele é, passava a mão no corpo desnudo de Changbin. 

- SAI DAÍ SEU PORRA, SAI AGORA !!! - me alterei e eu não sei porque, mas era como se eu realmente sentisse ciúmes. 

- E por que deveria ? - perguntou Jisung com um tom de afrontamento. 

- Se não quiser ser castrado ! - o ameacei, mas o bicho era durão que chegava a dar dor de cabeça. 

- Você não teria coragem ! - desafiou Sung tirando sua mão atrevida do corpo de Changbin e ficando frente a frente comigo. 

- Se a sua omma teve coragem de te criar, então claro que eu tenho ! - Foi nessa hora que meu coração disparou e eu fui atrás. 

- VOLTA AQUI SUA BIXA MAL COMIDA !!! - se irritou Jisung que, rapidamente desceu as escadas e correu em minha direção. 

Eu e Jisung - com Changbin envolvido também, mas ele só ficou nas gargalhadas - ficamos como Tom e Jerry na sala, era muito divertido ter aquele tempo de " amizade " com eles, mesmo que Jisung estivesse querendo me matar, ele também ria junto de Chang, comigo os acompanhando, eu acabei tropeçando na minha própria perna e um Jisung sedento por dar tapas na bunda me agarrou, começando sua punição que ele tanto adorava fazer, minha bunda até latejava de dor pelos tapas fortes e abusivos que ele dava, eu tentei me soltar mas Changbin o ajudou, olha pra essa trairagem da porra, bando de traidores falsos. 

Até que tudo estava indo bem, mas quando ouvimos passos do andar de cima tudo foi pra pior, se Woojin nos pegasse daquele jeito nos deixaria sem os nosso bebês - lê-se celular - e sem coisas eletrônicas, até deixaria a gente sem doces e salgados, como pode isso ? Vocês perguntam como? Simples, nos transformando em escravos de sua autoridade, e olha, a autoridade dele era grande naquela casa, ele parece que é muito legal, certo? Mas ele é mais assustador que meu Chan-appa. Os passos estavam se aproximando da escada e os nossos corações bateram a mil, o medo era o que eu menos precisava, os passos estavam finalmente aos lances de escada, e quando finalmente a pessoa desceu as escadas, eu me arrepiei até a espinha. 

- Vocês...não vão dormir ? - perguntou a pessoa que coçava os olhos, já mostrando que ele estava dormindo antes de ser acordado. 

- Kyun !? Desculpa tê-lo acordado. - pedi me soltando da tortura do alfa e do beta estático por algum motivo. 

- Bok...posso dormir no seu quarto, me sinto tão sozinho... - pediu Kyunsuk com seus olhos entre abertos, sua bochecha inchada como a de uma criança, e seus lábios bem carnudos, atraindo a minha atenção...eu me excitei um pouco...eu era muito impuro e atirado. 

Changbin ia responder, com certeza ele ia dizer não, Chang não gostava do Kyunsuk desde que eu me lembro, no fundamental não era diferente, mas éramos mais próximos, mas eu...realmente não sabia, antes do mesmo falar não, eu fui mais rápido. 

- Claro Suk, não precisa pedir, pode até dormir na minha cama comigo. - Eu realmente tava irracional demais, mas o Kyunsuk tava tão fofo que não resisti a seu encanto. 

- O QUEEEEEEEEE !!!!!!!!!? - gritaram todos presentes naquele cômodo. E o medo de um Chan ou um Woojin descer as escadas com a fúria até o teto ! Crendeuspai ! 

- Ô CARALHO !! Meus pais querem dormir, se um deles descerem, todos tomam uma surra ! - os lembrei antes que o Brasil todo ouvisse os berros daquele bando de fogosos e escandalosos. 

- Mas Bok, você nunca deixou alguém dormir na mesma cama que você, nem seus appas conseguiram desde que você completou 7 anos. - questionou Kyun com um interrogação em sua cara de bebê. 

- Não é verdade...foi desde os 5 anos. Além do mais, você já ganhou o meu perdão por ser tão fofo com essa carinha de criança sonolenta ! - o acalmei, com minhas mãos apertando aquela bochecha gordinha, que rapidamente se encontrava corada. 

- KYAAH !!! Meu... - Jisung foi interrompido pelo meu olhar mortal, já sabendo o que ele iria falar. Vivo com ele a anos, ele me shippa com vários, então era óbvio que ele me shippava com o Kyunsuk. 

- Vamos para a cama agora, antes de uma silhueta em fúria aparecer na escada. - terminei aquela conversa puxando Kyunsuk comigo até o quarto. Não, aquilo não era para causar ciúmes no Chang, até porque vai que ele não me amava mais. 

Jisung teve outro ataque de shipper, Changbin ficou muito magoado com meu ato imprudente, mas ele que havia começado, ele permitiu que o Jisung o tocasse, aquela coisa já tocou em várias coisas que nem eu quero saber. Mas seus olhos de tristeza e desapontamento eram o que me deixou pensativo,  " Será que...eu tô com ciúmes...? " mas mesmo assim, eu não o confortei, ainda me lembrava do ocorrido do dia anterior, ou dias anteriores. 

Todos estávamos inquietos no quarto, queríamos por o papo em dia, sem falar no fato de Jisung saber de algo que ele nem participou no passado, como ele poderia saber quem era o Kyunsuk ? Changbin - ou eu - comentou sobre ? Desde quando Chang e Sung são tão amigos assim ? Minha cabeça martelava de perguntas que, mesmo se perguntasse, seriam incompletas para mim.  

- Eun Kyun Suk ! É verdade que eu transei com o Changbin antes do cio que passamos juntos !? - perguntei diretamente querendo a resposta daquilo para ontem. 

- VO-você passou o cio com o Changbin !? Mas você disse que não queria isso com alguém tão próximo como eu e o Bin ! Ainda mais um alfa, que você não especificou que não queria ter um caso com um, mas disse mesmo assim que não queria ! - bombardeou-me Kyun cheio de questões que me causariam uma dor de cabeça se eu não estivesse hipnotizado pela sua fofura. 

- Kyun, se acalma tá, eu...não fiz com sã consciência, eu não sei se gostei, mas sei que não optaria a fazer aquilo de novo ! - falei sem pensar deixando minha fala morrer no ar. 

Changbin ficou mais magoado que antes, seus olhos de tristeza me machucavam, parecia que eu era perfurado por uma adaga negra, não sabia o quão burro eu era a ponto de deixar a pessoa que mais me apoiou naquela época com o coração despedaçado por um ser tão irracional como eu. 

- Bok...você realmente detesta ficar com um alfa ? - perguntou Kyun ainda surpreendido com a minha burrice. 

- Não, na verdade eu...esquece !! - me embolei nas palavras pois ia dizer algo bem constrangedor pra mim. 

- Então você ficaria com um alfa ? - perguntou, mas desta vez foi Changbin, que estava menos deprimido, mas ainda sentia o quão cruel foi minhas palavras. 

- Sim !! Pronto falei, agora Kyun, responda a minha pergunta, é verdade ou não !? - voltei ao assunto que deveria ter sido o foco principal daquela conversa. 

- Bem...eu não queria falar disso pra você, mas é, vocês na verdade namoraram por meses, mas você perdeu a memória de repente, o Bin continuou a ir atrás de você, mas você não o reconhecia, o xingava, até batia nele como se ele fosse um estranho tocando em você. Eu diria que você perdeu a memória umas 3 vezes, é como se você tivesse medo de continuar a ver o quão o mundo era terrível, mas sempre voltava a tentar, bem, foi isso que seus pais disseram pra mim, agora o resto eu não sei, você tinha me ignorado naquela época, eu pensei que era por causa do ocorrido no fundamental, mas você não se lembrava de mim, até onde me lembro, você me denunciou novamente por eu estar na sua casa, mas...o Bin foi diferente, você o quis conhecê-lo, enquanto eu você não deu uma única chance... - conforme Kyun narrava, sua lágrimas geladas e sôfregas desciam pelo seu rosto com um sorriso de deboche, ou como se tudo que ele narrava fosse uma história engraçada, mas não era, tudo aquilo havia posto ele no sanatório novamente, o havia feito sofrer, aquela história era a nossa vida desgraçada. 

- Kyun...eu sinto muito, na verdade...no fundamental, eu pedi para que o deixassem continuar na escola, mas recusaram, falaram que aquilo era uma doença a ser corrigida imediatamente, eu não o denunciei, eu pedi para o deixarem ao meu lado, mas a queixa de alguém, que alegava um estupro de alguém da mesma classe, sobre você impediu isso, e aqui estamos, com uma puta desgraça de vida em mãos. - o acalmei sorrindo do mesmo jeito que Kyun, nossa vida era uma porra, mas pelo menos tínhamos um ao outro para mostrar que podemos superar essa porra juntos. Que blefe, bem ridículo né ? Sorry. 

- EI !! Nós também sofremos, Jisung e eu também tivemos problemas com suas loucuras, eu visitava o Kyunsuk no sanatório, mas não podia contar como você tava pois ele poderia achar que é tudo culpa dele, Jisung também teve que participar dessa mentira que tivemos que criar para você não desaparecer ! - falou Chang pasmo com o nosso momento de sofrimento sem eles. 

- Eu tive que fingir ser ômega do Chang pra você não querer me pegar !! É sério Felix, você queria esse corpo aqui penetrado pelo seu membro !! Sei que sou gostoso, mas podia ter se segurado, que nem esses aqui ! - comentou Jisung descontraindo o clima triste para divertido. 

- Cala a boca Jisung !!! - o advertimos gargalhando pelo seu comentário. 

Até que estávamos felizes, mesmo com o passado tenebroso e deplorável que tivemos, nos ainda mantínhamos a cabeça erguida para a esperança que, mesmo achando impossível, parecia estar próxima de vir para nós. Tudo tem uma hora boa e uma ruim, então, a hora boa já foi, a ruim meus amigos, foi uma das piores. 

- CARALHO SEUS PORRAS DE CU ARROMBADO !!! VÃO DORMIR CARALHO !! OUVIR ESSA CONVERSA DE FRUFRU É NOJENTO SABIA !! SEM FALAR QUE AMANHÃ TEM AULA, E SE FALTAREM, EU ENFIO UM PEDAÇO DE FERRO NO CU DE VOCÊS !!! ENTÃO PELA MILÉSIMA VEZ, VÃO DORMIR !!! - gritou Woojin que, mesmo estando no seu quarto, quase fez com que o Brasil ouvisse seu grito. 

O que fizemos ? Nos jogamos na cama, já que estávamos sentados no chão do quarto, não somos loucos pra tentar enfrentar o Woojin, vocês acham que aquele homem calmo, educado e cuidador é sempre assim ? Claro que não, o pior é quando acordam ele de um sonho que ele mais adora, quando ele está sonhando com dinheiro a última coisa que você quer e acordar o demônio ! Nos fizemos de tudo para não acordar o dragão novamente. Até que finalmente entramos no mundo dos sonhos. Mesmo parecendo que dormimos naturalmente, não foi bem isso, nós dormimos quando ouvimos passos em direção a nossa porta e depois eles foram cessados. E o medo de tirarmos a coberta do rosto - já que cobrimos o rosto de medo - e ver aquele homem com um sorriso de maníaco, eu aconselho vocês a trancarem a porta, fechar as janelas e deixar o celular carregando porque se Woojin vê-lo acordado, você será infértil só de ver seu olhar mortal de alfa. 

Pela primeira vez eu termino de narrar uma parte da minha história sem ter o suspense e a tensão que eu ponho no final. Mas quem sabe se o " amanhã " não tem o suspense. Ou talvez...a noite. 




Notas Finais


Aff mano, eu vou ter que mudar essas coisas depois, eu tô com o maior sono, socorro!! Eu preciso de um ajudante melhor.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...