História Gangster - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Grillby, Mettaton, Muffet, Napstablook, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Alphyne, Chariel, Frans, Humantale, Mafiatale, Papyton, Sadomasoquismo, Sakurai-chan23, Undertale Frans
Visualizações 138
Palavras 1.362
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Lemon, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu não sei se o tamanho está bom e provavelmente o capítulo está chato! Então já vou pedindo desculpas pela demora e pelo capítulo.

A capa foi editada por mim!
Boa leitura bolinhos e bolinhas de milho e tchau tchau!

Capítulo 2 - Se já não formos


Fanfic / Fanfiction Gangster - Capítulo 2 - Se já não formos

Cidade Ebott ~ Boate Grillb's

  Frisk após terminar sua apresentação, desce do palco com assobios e palmas a acompanhando. A parda vai ate seu camarim e se troca. Caminha até a mesa das amigas e ve seu copo vazio. Lança um olhar mortal para Chara que se encolhe um pouco no sofá vermelho dizendo "desculpa" em um sussurro. Frisk pega seu copo e vai até o bar para pegar mais uma dose de uma de suas bebidas preferidas, Junever. Chegando lá pede para Grillbi encher o copo e uma porção de batatas fritas pequena, o mesmo o faz. Enquanto esperava, a de madeixas castanhas olha para o lado cruzando com brilhantes olhos azuis de um homem albino e ficou hipnotizada sem tirar seus olhos daquele azul tão puro quanto as águas cristalinas de uma cachoeira. Quando seu pedido chegou, saiu de seus devaneios, pegou o pedido, agradeceu e voltou para a ala VIP ainda pensando naquele azul.

{Quebra no tempo} P.O.V. Frisk ~ 12:00 PM

  Mamãe me ligou mandando irmos para casa. Disse apenas que deixaria as garotas em casa e logo iria. Chamei todas e fomos primeiro para a casa de Alphys. Quando então começou a tocar DNA do BTS Undyne se levantou do banco e começou a cantar loucamente, logo sendo acompanhada por todas nós. O vento gélido batia em nossos cabelos os fazendo esvoaçar pelo ar.

{Quebra no tempo}

  Chegando em casa fui para meu quarto e deixei minhas coisas lá, tomaria um banho depois. Desci e fui para a cozinha onde todos me esperavam para comer strogonoff. Me sentei no mesmo lugar de hoje de manhã e comecei a comer.

  - Então Frisk. - Meu pai me chama e eu olho para ele esperando que continue sua fala. - Você já sabe que é a herdeira da máfia não é? - Assenti em resposta. - Bom, eu e sua mãe então achamos melhor um treinamento antes com um dos nossos melhores agentes. - Olhei para ele incrédula. " Ele está me subestimando?".

  - OQUE? - Disse levantando um pouco o tom de voz.

  - Olha minha pequena, não quero que pense que estamos desacreditando de sua capacidade, nós só precisamos ter certeza ok!? - Minha mãe me explicou. Apenas deixando um suspiro.

  - Ok, mas que dia? E pelo amor de tudo que é mais sagrado! Não mande um agente convencido e que fique falando merda no meu ouvido toda hora! - Disse.

  - Vai ser amanhã as 9:00 AM E o agente que chamamos é bem legal! - Disse minha mãe com um sorriso divertido no rosto.

  - Você acha mesmo que ela gosta de piadas ruins? - Perguntou meu pai para minha mãe.

  - Claro! Frisk, por que o esqueleto sozinho estava triste? - Perguntou Toriel para mim enquanto segurava algumas risadas.

  - Ahn... não sei. - Disse.

  - Porque ele estava se sentindo muito OSSOlitario kkkkkk - Minha mãe começou a rir loucamente e eu acabei não segurando e rindo junto com Asriel.

  Depois de muitas risadas eu terminei de comer e fui para meu quarto tomar um banho. Entrei na suíte já indo para o chuveiro tirando a roupa quando olho para a banheira de hidromassagem ao meu lado, desisto do chuveiro e vou para a hidromassagem.

  Depois de um banho relaxante, me enrolei na toalha e fui para o quarto. Procurei uma roupa e quando separei, me sequei e depois me troquei. - uma regata cinza com "coffee is my boyfriend" estampado e um short jeans claro. - Fui até minha escrivaninha e liguei o computador. Quando ligou eu abri o jogo Yandere Simulator, eu amo esse jogo! Depois foi CS e finalmente! GTA V onde eu matei mais pessoas tentando dirigir do que com uma arma!

  P.O.V. Sans ~ 02/01/2018 ~ 7:30 AM

  Quando estava voltando para casa ontem de manhã, meu chefe me ligou e disse que eu teria que treinar a herdeira da máfia! Eu disse que não tinha problema nenhum mas se ela for do tipo mimada eu não vou nem chegar perto! Agora estou na minha cama dormindo até que meu celular começa a tocar! Eu um dia taco isso nas cataratas do Iguaçul! Porque aí eu quero ver ele tocar de novo!  Deslizo o dedo pela tela do celular fazendo o barulho incomandante cessar. Me levanto da cama e vou fazer minhas higienes. Eu até colocaria minha roupa costumeira mas eu tenho que trabalhar então né?! Desci para a cozinha, comi um misto quente junto com ketchup, é claro, e fui para para  a mansão dos Dremmurrs com minha moto. 

 ~ 30 minutos depois ~


  Quando cheguei, parei a moto ao lado do portão e falei que avia chegado pelo porteiro eletrônico. Não demorou muito e a mesma garota que eu vi na boate ontem saia da casa dos Dremmurrs. Não me diga que ela é filha deles?! O que ela fazia em um lugar daqueles com aquela idade? Oh claro! Aqui não tem restrição de idades na maioria dos lugares! Mas eu pensei que os Dremmurrs fossem mais cuidadosos com seus filhos, se bem que ela deve saber se defender. Então tá né?! O barulho do portão de ferro abrindo me faz acordar dos meus devaneios. Olho para o lado e ela para bem ali.

  - Olá, você sabe meu nome ou meus pais não lhe contaram? - Ela pergunta parecendo meio nervosa e evitando olhar em meus olhos. Deve ser porque eu esteja com o semblante sério. Quando fico sério as vezes tenho medo de mim mesmo!

  - Não, não me contaram o seu nome e provavelmente não contaram o meu. Sou Sans, Sans Skeleton. E você? - Disse tirando um pouco daquela seriedade de meu rosto e ficando mais relaxado.

  - Sou Frisk! Frisk Dremmurr! - Me deu um sorriso mínimo. - Nós vamos de moto? - perguntou olhando para a minha moto.

  - Sim! - disse - Você se importa?

  - Não! Mas eu posso me segurar em você? - Perguntou quando joguei um capacete para ela e subia na moto.

  - Claro! É bem melhor do que se segurar na moto. - Ela subiu e eu acelerei a moto, no mesmo momento ela agarrou-me com força e ficou assim até chegarmos no local de treinamento. - Chegamos. - Anunciei. O lugar onde iria treinar era em meio uma floresta, mais conhecida como Floresta Negra. Por que? Porque a muito tempo atrás uma guerra por poder entre os humanos e humanos com magia avia sido travada nessa mesma floresta. Muitos dizem ouvir os gritos de horror das pessoas e pelo que aparenta, uma alma poderosa lança magia negra, no caso tortura, em pessoas má intencionadas.

  Frisk retirou seu capacete e me seguiu até uma sala muito bem escondida. Quando entramos aviam todo tipo de armamento, armadilha, obstáculo, tudo! Tudo para ela se tornar a melhor líder possível.

  - Então, você já treinou com magia antes? - Perguntei olhando para ela que por sua vez olhou para mim.

  - Sim, bem, mais ou menos. Um dia eu irritei muito a minha irmã e acabou que ela me perseguiu pela casa inteira jogando facas em mim. '-') Por que? - Perguntou.

  - Queria saber em que nível começar, então primeiro os obstáculos e armadilhas e dependendo do seu desenvolvimento eu aumento o nível de magia que vou usar com você! - Expliquei.

  - Ok!

  {Quebra no tempo}

  O treino foi muito bom. Frisk tem uma memória boa. Descobriu como desviar de alguns ataques bem rápido. Ela é ágil, flexível e forte. Sua mira é quase a de um sniper além de um raciocínio rápido. Obviamente eu ganhei mas com um pouco mais de treino ela me coloca no chão. Nesse momento Frisk está tomando banho no banheiro que tem aqui, eu já tomei o meu. Nós estávamos suados e todos ralados. Curei Frisk e depois fiz o mesmo comigo. Ela saiu do banheiro com outra roupa que avia trago e fomos para sua casa enquanto contava piadas e ela morria de rir. Ela não é a filha mimada que eu pensava, ela é bem mais legal. Talvez sejamos bons amigos, isso se já não formos. 

Notas Finais


Eu sei! Uma porcaria! Desculpa!
Espero que tenham gostado. Até bolinhos e bolinhas de milho!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...