História Não é o que parece - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts, Romance Colegial
Visualizações 7
Palavras 1.757
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Hentai, Musical (Songfic), Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Desculpem pelo atraso de episódios, estava sem internet

Capítulo 3 - Ep 3


Fanfic / Fanfiction Não é o que parece - Capítulo 3 - Ep 3

  

No episódio anterior

Sra.Min: Bom, os dois fizeram contrato no mesmo dia, não sei dizer quem fez primeiro porque já estou velha e não me recordo muito bem das coisas

Tae: Então o que você fará

Sra.Min: Nada – ele falou e eu e Taehyung nos olhamos – não tenho outro imóvel disponível no momento, vocês têm que decidir quem vai ficar no imóvel

SN/Tae: EU – Gritamos juntos

Sra.Min: Vou deixar vocês conversar – ela falou e saiu pela porta, nos deixando só.

SN: Não posso sair do imóvel, meus pais estão em Busan e eu não tenho pra onde ir – expliquei para o Taehyung

Tae: Meus responsáveis estão em Tókio, também não posso sair do imóvel – ele explicou, mas eu tive uma brilhante idéia

SN: Vamos morar junto – falei firme o fazendo me encarar

Tae: Que?

Agora

Blood sweat & tears  

Meu sangue, suor e lágrimas, minha última dança

Leve-os todos

Meu sangue, suor e lágrimas, minha respiração fria

Leve-os todos

Meu sangue, suor e lágrimas

 

Meu sangue, suor e lágrimas e

Meu corpo, mente, alma

Saiba perfeitamente que sou todo seu

É um feitiço que me pune

 

Pêssegos e creme

Mais doce que um doce

Bochechas de chocolate

E asas de chocolate

Mas suas asas são as de um demônio

Antes da sua doçura, há um gosto amargo, amargo

Beije-me, não importa o quanto doa, torne este laço mais forte

Até que não possa doer mais

Querida, tudo bem me embriagar, porque agora eu bebo de você

No fundo da minha garganta, está o uísque que é você

Agora

Ele pensou por um tempo e me respondeu

Tae: tá, mas você só via ficar até abrir vaga no dormitório feminino da escola ok? – ele falou estende sua mão para mim e eu a apertei

Taehyung chamou a proprietária, e falou que decidimos morar juntos

Sra.Min: Que bom que vocês chegaram a uma decisão – ela falou abrindo a porta, e nós passamos por ela e a mesma acenou para nós, e nos deu tchau.

SN: Tchau senhora Min – falei acenando de volta

Sra.Min: tchau minha querida – ela deu um sorriso e fechou a porta

Em casa

Tae: Já que vamos morar junto, precisamos por regras – ele falou pondo sua jaqueta no sofá

SN: concordo plenamente

Tae: primeira regra, não pode mexer nas coisas dos outros

SN: segunda regra, não entre no meu quarto

Tae: ok, terceira regra, você cuida da casa e eu cuido do resto

SN: O QUE? – exclamei – eu não sei cozinhar

Tae: aprende

SN: NÃO – falei e ele simplesmente deu um sorriso quadrado e um olhar de deboche

Tae: meu Deus, além de ser inútil, é uma tabua – ele falou e correu para o seu quarto trancando o mesmo

SN: ARGH – bufei e fui pro meu quarto trancando a porta – eu não sou uma tabua – falei baixo me analisando no espelho – sou? – perguntei a mim mesma – ARGH – bufei outra vez e me envolvi nos lençóis e adormeci

No dia seguinte, acordei um pouco cedo e quando fui para a cozinha, o Taehyung estava saindo de casa para o seu trabalho.

SN: Acordei tarde? – perguntei a mim mesma, mas olhei o relógio e vi que não – estranho falei a mim mesma, e meu estomago começou a roncar-AI, QUE FOME! – olhei a geladeira e tinham dois bolinhos – um é meu certo? Que gentileza dele 

Comi o bolinho e assiste dorama, e olhei para o relógio novamente, e fui me arrumar para ir ao colégio.

Ao estar pronta, me olhei no espelho antes de ir embora – eu sou uma tábua – falei e saí de casa.

Fui caminhando até a escola, sozinha, e coloquei uma música que por incrível que pareça, durou o trajeto todo.

WISTLE

Assobio

Hey boy
Faça-os assobiar como
uma bomba míssil, bomba
Toda vez que eu me mostrar, exploda uh
Faça-os assobiar como
uma bomba míssil, bomba
Toda vez que eu me mostrar, exploda uh

Você é tão bonita
Eu não consigo te esquecer
Seus olhos ainda
meu coração palpitar boom, boom

24, 365
Eu só quero estar com você
Durante o dia e à noite
Eu quero que você goste deste, ooh, ooh

Todos os caras me olham todos os dias
Todos eles pensam que podem me ter
Eu não quero um monte de coisas
Eu quero o teu coração
Corte o seu coração e me mostre
Confiança, às vezes, chic, chic
Tão quente, tão quente
Faça-me não saber o que fazer
Suavemente me chame
Como um assobio no meu ouvido

Não passe por mim
Se você não pode esquecer
nem eu, whoa
Meu coração para você é fogo
Meu coração está batendo tão rápido
Você pode ouvi-lo cada vez mais perto

Assobio
Uh assobio, assobio, assobio
(Você pode ouvir isso)
Assobio, assobio, assobio
Assobio
Uh assobio, assobio, assobio
(Você pode ouvir isso)
Assobio, assobio, assobio

Aguarde
Não diga nada
Apenas assobie para o meu coração
Esse som faz
meu coração palpitar boom, boom

Pensamentos são chatos
Os sentimentos são shh
Todos os dias durante todo o dia
Apenas fique ao meu lado, zoom, zoom

Uh, estou sempre no estilo
Eu sou chique, mas na frente de você, querido
Está ficando quente como uma ilha deserta
Quanto mais eu te conheço, mais meu coração badala
Pare de hesitar, venha para mim
Menino, é xeque-mate agora
Eu ganho este jogo (Uh-huh)
Eu escolhi você, eu vou te abraçar mais forte
antes que alguém
leve você para longe (Uh)

Não passe por mim
Se você não pode esquecer
nem eu, whoa
Meu coração para você é fogo
Meu coração está batendo tão rápido
Você pode ouvi-lo cada vez mais perto

Assobio
Uh assobio, assobio, assobio
(Você pode ouvir isso)
Assobio, assobio, assobio
Assobio
Uh assobio, assobio, assobio
(Você pode ouvir isso)
Assobio, assobio, assobio
Essa batida tenho me sentindo como

Espero que nós não
passemos como o vento
Não há necessidade de Muitas palavras
Agora só me leve
para o seu lado, ooh

Faça-os assobiar como
Uma bomba míssil, bomba
Toda vez que eu me mostrar, exploda uh
Faça-os assobiar como
Uma bomba míssil, bomba
Toda vez que eu me mostrar, exploda uh

...

Ao chegar à escola, avistei hobi e Sun, conversando, andei de mancinho em direção dos dois e assustei Hobi

i

SN: BUH! – exclamei, e hobi deu leve pulo para trás e pôs a mão no peito

 

Jh: Caralho SN, tu me assustou – ele falou rindo de si mesmo

 

Sun: haha, mas, SN, como estar sendo morar sozinha?- Queria eu morar sozinha

 

SN: tá sendo ótimo – falei, mas logo o sinal bateu anunciando que devíamos entrar

.

Na sala de aula, o professor deu sua aula chata de sempre, e depois de muito tempo, o sinal do recreio apitou, e fomos lanchar, quando saí de sala, de longe avistei várias meninas, envolta do Taehyung, afs.

 

Estava andando meio que sem rumo, já que minha amiga me abandonou pra olhar o Taehyung, quando alguém pôs a mão em meu rosto, quando eu virei, vi o Jungkook

  

SN: Kook! – falei e ele riu da minha expressão – você me assustou!

 

JK: que bom, por que essa era a intenção – olhei para ele emburrada – haha, fiquei sabendo que você está morando só, por que não me disse?

 

SN: achei desnecessário desculpe – falei e ele deu aquele sorriso de coelhinho encantador

JK: haha, tudo bem, já comeu alguma coisa – balancei a cabeça em sinal de não – então vamos comer, também estou com fome

SN: Não precisa Jungkook – falei, mas ele deu um sorriso e me ignorou

JK: o que você quer comer?

SN: N-Nada – falei

JK: uma fatia de bolo de morango, por favor – ele falou pra atendente, e fez-me comer aquele bolo com ele

No fim da aula

Despedi-me dos meus amigos e fui pra casa, e ao chegar lá, vejo o Taehyung procurando algo, e quando me viu, veio como bala em minha direção.

Tae: Vou ser bem direto, você comeu meu bolinho – senti meu corpo gelar naquele momento – RESPONDA – ele gritou e eu assenti - Regra número um: não pode mexer nas coisas do outro, você esqueceu?

SN: E-Eu pensei que era pra mim

Tae: eu não disse que era pra você ARGH – ele resmungou e virou para mim novamente Você te, dinheiro? – assenti – ótimo, vá comprar mais pra mim – ele falou e se jogou no sofá, como eu não queria deixa lo com mais raiva decide somente obedecer, entrei em meu quarto, tomei banho e, vesti uma roupa básica, um short e uma camisa, peguei o dinheiro e saí.

Andei por horas, literalmente, saí de casa eram 19h, agora são 21h, e ainda não encontrei este maldito bolinho – ARGH – resmunguei e olhei ao lado e vi uma loja aberta

SN: com licença, aqui tem bolinhos?

Atendente: naquela prateleira senhorita – assenti e paguei os malditos bolinhos  

SN: Graças a Deus, posso ir pra casa – olhei o relógio e o mesmo marcava 21h12min

Comecei a andar e senti que tinha alguém me seguindo, comecei a andar mais rápido, até que sinto um estranho puxar meu braço – AAAAAH

POV´S Taehyung

 Olhei no relógio, e já ia dá 22h

- Ué cadê essa garota – tentei ignorar, mas eu simplesmente não consegui, vesti um moletom por cima da camiseta, tranquei a casa e fui atrás da SN.

Andei em várias lojas, mas não a achei já um pouco cansado entrei em uma loja, e o atendente, me falou que ela havia entrado em uma rua e me disse o caminha, entrei na rua e não a encontrava

- cadê essa menina? – perguntei a mim mesmo, até que vejo a mesma chorando escondida atrás de uma estatua

Tae: SN? Você esta bem – ela me abraçou soluçando muito – C-Calma – a abracei, e quando ela me soltou, vi que a mesma estava com a roupa toda suja – O que aconteceu SN?

SN: Eu vim comprar seu bolinho, aí um cara começou a me seguir, ele segurou meu braço e... E – ela começou a soluçar de novo, a não será que... – eu fiquei com medo e me escondi

Tae: ah, só isso, Ufa, você me assustou – falei e levantei – vamos – comecei a caminhar, e percebi que a mesma não me seguia

SN: É meio embaraçoso dizer isso, mas eu machuquei meu pé quando me escondi às pressas – suspirei

Tae: Ok – fui até a mesma e a coloquei em minhas costas

SN: Ah meu Deus, Tae, seus bolinhos amassaram me desculpe – ela falou totalmente envergonhada, dei um sorriso

Tae: Não tem problema ok? Vamos cuidar desse pé, e depois resolvemos isso – ela me olhou confusa, mas assentiu

“Incrível como a gentileza vem em situações inesperadas”


Notas Finais


Bjs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...