1. Spirit Fanfics >
  2. Não Era Minha Intenção Se Apaixonar(Long-Fic Park Jimin) >
  3. Vamos nus dar mais uma chance?

História Não Era Minha Intenção Se Apaixonar(Long-Fic Park Jimin) - Capítulo 37


Escrita por:


Notas do Autor


espero que você gostem desse cap
boa leitura e bom final de semana 💖💖💖🐥

Capítulo 37 - Vamos nus dar mais uma chance?


Fanfic / Fanfiction Não Era Minha Intenção Se Apaixonar(Long-Fic Park Jimin) - Capítulo 37 - Vamos nus dar mais uma chance?

—jimin? o que você acha que tá fazendo? Hana, está tudo bem?—questionou a mãe do cantor se aproximando de mim olhando meu braço com a marca da mão do jimin —Voce machucou a garota como, se atreve a tratar assim a mãe do seu filho ? —retrucou a senhora park dando tapas no jimin

—Mãe calma eu não fiz por mal eu nunca quiz machucar a Hana — respondeu jimin me olhando.

Eu estava tão triste que não conseguia parar de chorar ,subi para o quarto da nossa filha coloquei a Mina no berço me sentei no chão abraçando minhas pernas e comecei a me lembrar da cena do jimin, pegando no meu braço e dizendo que iria embora sem ao menos olhar pra trás ,o pior de tudo e ter descobrido que ele não gosta mais de mim ,ele me odeia ,Eu perdi ele pra sempre ...

— Onde você anda com a cabeça Park jimin, vocês iam casar o que houve ?—questionou a mãe do jimin ainda na sala com o filho.

—Eu não sei, estou cansado de ouvir ela dizer que não me ama. Eu sei que você vai ficar do lado dela, Mas isso dói,doi tanto que eu não consigo mais ficar perto dela,Ela me machuca o tempo todo,com olhares com palavras ela me odeia ...—Respondeu jimin com lagirmas escorrendo no rosto.

—por que acha que ela deveria te amar depois de tudo que você fez jimin, você deixou outra mulher sentar no seu colo enquanto ignorava as mensagens dela você merece apanhar .

—ai mãe, para! para de me dar esses tapas eu não sou mais criança!!

—se não e por que se comporta como uma ? se quer realmente ter uma família vai ter que começar a viver como um homen

—Homen? eu me tornei integrante do BTS adolescente , carrego armys que não tinha vida antes de nus conhecer ...

—Aqui você e só o park jimin meu filho pai da Mina e talvez futuro esposo da Hana , se você continuar sendo imaturo, você vai perder tudo isso porque eu não vou apoiar um filho que sai cantando musicas com letras lendárias por aí e que em casa não passa de um macho escroto.

—Eu não sou macho escroto !

—Entao não me deixe com vergonha de ser sua mãe trate sua noiva com respeito assim como você trata as armys e o último aviso que eu te dou jimin.

O pai do jimin ficou olhando para o filho abismado enquanto a mãe dele fazia as malas com raiva .

—Mae você eo pai não iam ficar uma semana

—Nao eu não quero ficar nessa casa nem mais um minuto você se tornou um namorado tóxico e isso me decepciona muito.

Eu realmente estava disposta a apoiar o jimin e fingir que estava tudo bem mesmo não estando só pra ver ele sorrir mas, a senhora Park não tinha o mesmo pensamento

—posso entrar?—questiona a mãe do jovem cantor.

—claro ea casa do seu filho.

—Nao precisa mais fingir voce e meu filho não estao bem ...E eu me envergonho disso .

—Se envergonha ? me desculpa eu Nao achei que ...—disse me desabando em lágrimas.

—Eu sei que isso machuca mas não acha que já deu de tudo isso ?você está em um relacionamento abusivo

—O jimin não e assim ele só ...

—ele só precisa de um tempo?Ele vai mudar ?você ama ele ?

permaneci calada olhando para o chão enquanto a mãe dele abria meus olhos.

—Hana você está em um relacionamento tóxico e se você continuar nisso a única machucada será você , atendo pacientes como você todos os dias você precisa acordar e colocar um ponto final nisso, jimin e meu filho mas, você sabe que você também e como uma filha pra mim não quero te ver assim olha pra você ...

—O jimin ele não e assim ...ele e tudo ...

—tudo pra você ? Não Hana você precisa de amor próprio você mesmo se basta ...

—E se eu não quiser colocar um ponto final e não quiser acreditar que sem ele eu me basto?

a senhora park me olhou com um olhar decepcionado e completou

—Entao eu serei obrigada a dizer eu avisei— disse a senhora fechando a porta .

no fundo eu sabia que ela estava certa mas quando se está apaixonada nada e errado tudo pode se transformar e mudar inclusive o impossível.

a mãe do jimin desceu a escadas triste e jimin preocupado questionou

—Ela me odeia não ?

—Nao, ela te ama ,ama cegamente mesmo sabendo que esse relacionamento e tóxico e abusivo.

A mãe do jovem pegou as malas e jimin com os olhos lacrimejando completou

—Mãe eu não sou tóxico e.. vou provar ...

os pais do jimin olharam para ele decepcionados e eu com medo do jimin se irritar comigo tentei procurar a chave do quarto mas

jimin subiu as escadas e ficou me olhando da porta decepcionado.

—Voce me acha tóxico ?

permaneci calada enquanto jimin com raiva chutava a porta

—porque não me disse que era tão ruim pra você estar comigo?

—por que... como sempre eu achei que a culpa fosse minha...

—Sua ? porra o que eu fiz com agente —respondeu jimin colocando a mão na cabeça indignado

—voce não precisa ficar assim você ia embora então...por que está chorando agora

—Eu ia embora porque você estava me machucando,Mas não percebi que você também estava machucada ...

lágrimas desceram no meu rosto e sem dizer nada eu permaneci calada foi estranho nus sentarmos na cama e chorar Juntos por um longo tempo

— você está melhor ?—perguntou jimin aos suspiros.

—Nao sei..

—voce me ama —questionou jimin me olhando temendo a resposta ser negativa

respondi cabisbaixa balançando a cabeça positivamente dando a entender que sim

—E você ??—questionei olhando para o jimin também temendo a resposta

—te amo mais que tudo nessa vida ,eu sei que errei ,fiz chantagem coloquei a culpa em você quando eu era o culpado mas se você me perdoar pela última vez acho que... podemos tentar eu não quero que termine assim a promessa e terminarmos juntos velhinhos pra sempre ,me perdoa por ter beijado aquela garota, por deixar aquela outra sentar no meu colo eu sou um idiota...

olhei para o jimin ainda triste e nua abraçamos quando liberei perdão senti uma tonelada saindo meu peito um suspiro de alívio tomou conta da gente

—Voce quer tentar mais uma vez em uma ilha no Caribe?

—caribe ?—Questionei curiosa.

—se você não quiser tudo eu sei que vai levar um tempo, fui um idiota eu assumo.

—jimin,Eu quero —disse segurando as mãos dele —Eu ainda te amo,

—voce disse que me ama ?

—E... eu disse

— Eu te amo mais, mais que tudo nessa vida ...—disse jimin com um sorriso tímido me dando mais um abraço.

ENQUANTO ISSO NA BIG HIT

muita coisa mudou des da quela briga com Hope.

jiwoo tentou ao máximo Mater seu namoro com tae mas não teve jeito escolher entre trabalhar em Boston e ficar com Taehyung ela não pessou duas vezes e acabou desistindo deles. por outro lado os meninos não aguentavam mais Taehyung reclamando pelos cantos de que sentia falta do seu amigo hoseok. a ponto dos meninos conversarem com Taehyung e pedir o jovem pra falar com ele

—Hope será que podemos conversar?

—questionou Taehyung curioso.

—claro entra

—eu sinto muito sobre tudo eu não queria causar aquela confusão.

—tudo bem eu nem me lembro mais disso minha boca até sarou Taehyung começou a olhar Hope e teve uma ideia

—ta afim de sair e se divertir como antes ?

—porque não...

os dois pegaram um táxi e seguiram a caminha de uma boate alí perto , e chegando lá hoseok muda de ideia e convida o amigo para uma boate diferente

—Hope porque estamos aqui ?— questionou Taehyung sem entender nada

—porque não ? estamos solteiros certo?

—Certo —respondeu Taehyung virando um copo de vodka com limão suspirando fundo olhando algumas pessoas dançarem no pole dance.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...