História Não era para te amar - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Imagine, Imagine Suga, Jimin, Lobo, Min Suga, Min Yoongi, Park Jimin, Sobrenatural, Suga, Vampiro, Yoongi
Visualizações 341
Palavras 6.439
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiie peoples capítulo grande para compensar o meu sumiço.
Prepara o forninho ;) PORQUE ESSE CAPÍTULO TA AHHHHH MUITO LINDO

Música tema do capítulo: A Thousand Years- Cristina perri

Eu recomendo que escutem quando Yoongi for dançar com a S/n. Opa dei spoiler rsrs.

Sem mais delongas vamos ao capítulo

Boa leitura 🌸

Capítulo 17 - Capítulo 15- A thousand Years


Fanfic / Fanfiction Não era para te amar - Capítulo 17 - Capítulo 15- A thousand Years


21 de Março , Daegu

Sábado 05:30


                 Minha casa

Acordei devido devido ao meu lindo despertador que praticamente gritava no meu ouvido, levantei me espreguiçando e me levantei indo quase me arrastando para o banheiro. Porque eu acordei sedo mesmo num sábado? Ah porque eu sou uma retardada e porque hoje é o baile e a minha querida amiga e eu vamos escolher o vestido. Porque so hoje no dia do baile? Porque eu esqueci e não comprei antes a Dahye já comprou mas ela ia so me ajudar a escolher o meu que segundo ela tinha que combinar com o dela. Enfim.

Fiz minha higiene matinal e tomei um banho. Coloquei uma calça jeans e um blusão, porque hoje tava congelando, e muito louco mesmo o clima aqui em Daegu.

Ah esqueci de mencionar mas a Dahye e o Jungkook ficaram, Dahye passou ontem quase a noite toda conversando comigo sobre isso, apesar de ela querer contar ate os detalhes ao qual eu não quis saber ne. Ela ta tão feliz e radiante isso e normal depois de se entregar a quem ama?

- Acordada tão sedo S/n.

JESUS Tive um susto, não quase um ataque cardíaco!

Me virei com a mão no coração que batia feito louco dando de cara com Min Yoongi.

- Você ta louco é? Quer me matar do coração? Faz mas isso não. Respirei fundo e Yoongi sorriu para mim

- Desculpa. Mas a sua cara fica ilaria quando se assusta.

- O que faz aqui?

- Queria te ver. Deu de ombros

- Me ver? As 05:30 da manha Min Yoongi?

- Não preciso ter hora certa para vir te ver, e também queria te falar algo.

Ele se sentou na minha cama e eu me sentei do seu lado.

- Fala.

- Naquele dia que eu estava com a Minji na biblioteca.

- Hum...

Eu tento esquecer esse dia e ele vem me lembrar, boa Min Yoongi.

- Eu so fui com ela porque li a sua mente e vi o que ela queria fazer com você.

Arqueei a sobrancelha.

- Ela queria fazer mal a mim?

- Sim e deixa eu continuar... a Minji ela e uma Vampira.

Chocada, mas eu tinha uma leve impressão disso, so que eu estava achando que era loucura minha.

- E se lembra que eu disse como o seu sangue deixaria qualquer vampiro louco, então ela queria o seu sangue e ao mesmo tempo te odiava porque...

Yoongi parou de falar e eu o olhei

- Porque... incentivei

- Am nada esqueça, continuando eu falei para ela nem pensar em encostar um dedo em você ou eu a mataria mas ela não se sentiu intimidada, na verdade nos os Vampiros não temos medo de nada, porque sabemos que somos os seres mais poderosos do mundo. Ela viu que você vinha e me beijou, talvez para te afastar de mim.

- Deixa eu ver se entendi, a Minji e Vampira queria sugar o meu sangue e te beijou para me fazer raiva e isso?

- Sim. Então eu quero que se mantenha lonje dela por favor.

- Eu nem tenho vontade de me aproximar daquela vadi. Mordi o lábio- .... garota

Yoongi riu.

- Pode falar Vadia e o mais apropriado para ela.

Escutei o toque do meu celular e me levantei da cama o pegando e vendo o nome da Dahye na tela, atendi

- Oi

- Oi animada!?

- Nem um pouco

- Aish. Ela resmungou. - Mas você vai ficar ao ver todos aqueles vestidos e também quando vir o seu Crush lindo de terno entrando com você no baile.

Corei ao imaginar a sena, com certeza Yoongi ficaria ainda mas lindo do que já é, todo aquele povo do colégio deve ficar chocado ao ver eu chegando com o Yoongi o misterioso gato que não fala com ninguém.

- Ela já esta feliz. Me assustei quando Yoongi sussurou isso perto do meu ouvido onde o celular se encontrava.

- Yoongi! O reprendi.

- Ahh! Ele esta ai com você! Humm...

É começou

- Dahye que horas você vem? Mudei de assunto

- As 7:30 mas não muda de assunto não mocinha, o que vocês estão fazendo tão cedo? E no seu quarto?

- Ate Dahye

- Ei! Ela protestou mas eu desliguei escutando a risada de Yoongi.

- Agora ela vai pensar que estávamos fazendo coisas... inapropriadas. Eu disse ao Yoongi que abriu um sorriso petulante e extremamente sexy. Ai meu rá!

- Deixa que ela pense o que quiser.

- Não porque não estamos fazendo nada!

- Então você quer fazer? Ele disse com uma vos rouca e um sorriso de lado 

aproximou de mim e colou os nossos rostos.

Meu rosto estava quente e certeza que eu fazia cosplay de carramão.

Yoongi se afastou de mim soltando uma gargalhada.

- Você fica muito fofa com a bochechas vermelhas. Ele disse e eu quis muito bater nele aish!.

Escutei duas batidas na porta seguidas da vos da minha mãe.

- Bem.. já vou indo te vejo de noite. Yoongi disse e sumiu.

Minha mãe abriu a porta do quarto.

- Com quem você estava conversando? Perguntou olhando para todo o meu quarto

- Sozinha.

- Sozinha?

- É mãe, sabe quando não tenho com quem conversar falo sozinha.

- Você pode conversar comigo minha linda. Minha mãe me abraçou e eu retribui o seu abraço sorrindo

- Eu sei mãe.

- Olha eu já tenho que ir trabalhar fiz o café da manha e a Dahye chegou.

- Certo diz para ela subir. Mas mãe vai trabalhar no sábado?

- Reposição de aula filha. Eu já vou. Ela me deu um beijo no topo cabeça.

- Tchau mãe.

Minha mãe saiu do quarto e em segundos Dahye entrou sorrindo.

- Você vai contar tudo que rolou aqui com o Yoongi!

- Oi Dahye como vai, vou bem S/n e você?. Falei irônica

- Conta logo. Ela se jogou na minha cama

- Não rolou nada.

Ela me olhou arqueando uma sobrancelha.

- Eu to falando sério, ele já veio mais vezes aqui e nos apenas conversamos. E tem uma coisa que eu tenho que te contar, se prepara que e uma bomba.

- Diz. Ela se sentou

- A Minji e uma Vampira

Dahye arregalou os olhos surpresa.

- Não! Sério?

- Sim. E adivinha, ela quer o meu sangue. Soltei uma risada anasala, de nervoso mesmo! so em pensar que ela quer me matar e que eu sou um alvo super fácil.

- S/n e o que você vai fazer?! Nos não podemos contra um Vampiro, bem por você eu vou pra cima daquela Vadia.

Sorri e abracei a Dahye

- Eu também enfrentaria quem fosse por você sua vaca do meu coração.

- Ai eu vou chorar. Dahye disse.

- Ah não nada de lágrimas, nos não íamos as compras dona Dahye?

- Verdade. Ela se levantou animada. - Vamos achar um vestido top para você!

- Primeiro vamos tomar café da manha. Eu disse e saímos do meu quarto. No corredor encontramos Richard que saia do quarto secando os cabelos com uma toalha.

- Oi maninha oi Dahye. Ele disse

- Oi Richard. Dahye disse sorrindo

- Vocês vão sair? Ele perguntou

- Sim vamos comprar o meu vestido para o baile.

- Você tem uma irmã muito relaxada Richard, no dia do baile vamos comprar o vestido.

Richard riu enquanto eu revirava os olhos.

- Essa e a S/n sempre faz as coisas na última hora.

- Isso e mentira! Eu disse e eles me olharam com cara de tédio. - Tá e eu deixo mesmo.

- Eu posso ir? Richard perguntou e eu estranhei

- Porque você quer acompanhar duas garotas ao Shopping onde você ficará intediado? Dahye perguntou e Richard deu de ombros.

- Não tenho nada melhor para fazer, e aproveito e vou para o andar de jogos.

- Tá se quizer ir vá . Eu disse

Fomos os três para a cozinha e eu encontrei o meu pai sentado na mesa olhando algo no notebook dele.

- O senhor não foi trabalhar hoje? Perguntei lhe dando um beijo na bochecha.

- Não filha hoje e meu dia de folga.

Tomamos café da manha e meu pai nos levou ao shopping. Richard nos deixou quando encontrou um amigo e ambos foram jogar.

Dahye me arrastou para uma loja onde ela já era cliente e tinha comprado o vestido dela. Posso dizer que a loja não era nada simples e sim uma butique chique e concerteza o dinheiro que o meu pai me deu não daria para comprar nem um grampo daqui.

Mas a Dahye me ouviu quando pedi para irmos em outro lugar? Não.

Ela me arrastou pela loja olhando todos os vestidos que combinariam comigo.

- Posso ajuda-las senhoritas? Uma vendedora se aproximou de nos com um sorriso simpático.

- Oh sim. Dahye sorriu. - Estamos procurando um vestido para a minha amiga. Apontou para mim. - E eu quero que ela fique maravilhosa.

A vendedora sorriu me olhando.

- Venham comigo acho que tenho uns estilos que vão agradar muito a senhorita.

Seguimos a mulher que começou a nos mostrar vários estilos e cores diferentes eu estava achando todos muito bonitos então a Dahye me fez provar quase todos. Agora eu me olhava no espelho analisando o vestido azul que se encontrava no meu corpo 

O vestido era longo um pouco rodado nas laterais haviam desenhos de flores. Eu tinha achado bonitinho mas um pouco exagerado.

- Vem logo S/n! Escutei Dahye dizer do outro lado da cabine, sai do provador e Dahye que estava sentada em um pequeno sofá  me olhou de cima a baixo e negou com a cabeça.

- Azul não.

Bufei irritada. Esse era o quinto vestido que eu provava e Dahye dizia que não. Aff

- Aish Dahye vou escolher qualquer um, já cansei de provar tantos vestidos!

Ela se levantou e foi ate a vendedora

- Não gostamos desses estilos será que poderia trazer outros?

Nos não so você mesmo Dahye!

- Eu tenho um que e magnífico certeza que ficara lindo na sua amiga. A mulher disse sorrindo e saiu. E em segundos voltou trazendo um vestido vermelho. O peguei e voltei ao provador, tirei o outro vestido e coloquei esse e Wow ele era muito lindo. Vermelho longo com decote atrás em V ele tinha um pequeno decote na frente mas nada muito exagerado. Eu havia amado esse e espero que a Dahye também porque eu vou levar esse nem que ela não goste!

Sai do provador e Dahye me olhou com a boca entreaberta e com um sorriso enorme. Okay ela gostou!

- Amiga você esta maravilhosa!

A vendedora também sorriu aprovando assim como a Dahye.

- Vai ser esse! Dahye disse e a mulher assentiu.

Voltei ao provador e tirei o vestindo pondo a minha roupa. A mulher pegou o meu vestido. Mas pera! Esqueci de uma coisa muito, muito importante!

- Quando custa? Perguntei

- 500 Wons.

Eu quase cai dura ao ouvir isso, eu não tenho nem metade desse dinheiro. E porque pagar caro por um vestido que eu vou usar somente uma vez na minha vida!?

- Ah me desculpe mas eu...

- Nos vamos levar. Dahye me interrompeu e eu a olhei como se dissesse     " Ta louca, não tenho todo esse dinheiro não".

- Então so um momento por favor. A vendedora disse se afastando de nos

- Deixa por minha conta S/n e um presente.

- Não Dahye. Não posso deixar você pagar e muito caro.

- Dinheiro não e o problema. E além do mais você e minha amiga quase uma irmã S/n e eu quero te dar esse presente. Eu quero te ver arazando no baile e deixar todos de boca aberta e principalmente a vadia da Park Minji.

Eu ri

- Obrigado Dahye. Dei um abraço nela


10:00


Assim que cheguei em casa eu e Dahye fomos para o meu quarto e ficamos conversando. Ela disse que iria para casa e as 16:00 ela viria para nos arrumarmos juntas.

Já que a festa começava apenas as 18:00 horas.

- S/n vamos assistir um filme. Richard disse entrando no meu quarto

Assenti e sai do quarto e fomos para a sala.

- O que vamos assistir? Perguntei

- Que tal Jogos vorazes ?

Assenti e ele colocou o filme e assim que se sentou no sofá do meu lado coloquei meus pés em seu colo o vendo me olhar com o senho franzido.

- Mas e folgada em.

- Que isso irmãozinho, agora shiu que eu quero ver o filme.

Richard resmungou mas algumas coisas incompreensíveis por mim e depois eu prestei atenção apenas ao filme.

Depois que o filme acabou eu fui para o meu quarto e terminei algumas atividades que os professores passaram sexta, para depois não acumular tarefa.

Peguei o meu celular e coloquei na minha playlist e deixei tocando enquanto me despia e entrava no banheiro.

 Ate arrisquei uns passos de dança e quase cai de cara no chão, para variar.

Quando terminei o meu banho me enrolei na toalha e sai do banheiro e coloquei uma regata e um short, peguei o meu celular que agora não tocava mais minhas músicas e sim um toque diferente e vi que na tela tinha o nome de Jimin. Fazia um tempo que eu não o via ou soubesse alguma notícia sua.

Atendi a ligação e logo a sua vos em um tom bem animado soou.

- Hey S/n!

- Oi Jimin

- Como você está?

- Estou bem e você?

- Com saudade de você

Ah okay aquilo me pegou de surpresa. Não era ele que concordou comigo em apenas sermos amigos?

- Jimin..

- S/n Não pense que eu falo do lado sentimental e normal amigos sentirem falta um do outro.

Hum. Não sei não em

- Okay. E quando você vai vir para Daegu novamente?

- Daqui a três meses vai ter outro jogo ai.

- Ah é? Eu nem sabia

Ele riu

- Você estuda na escola e não sabe Sobre o jogo?

- Eu sou assim mesmo a última a saber das coisas.

Ficamos um tempo em silêncio, ainda era estranho conversar assim com o Jimin como amigos, talvez seja por eu não ter tanto intimidade com ele e o conhecer a pouco tempo. Então eu nunca tinha assunto a conversar com ele.

- Eu soube que hoje e o baile da sua escola. Ele quebrou o silêncio

- É.

- Queria ta ai para ver como você vai ficar mais linda do que já é.

Minhas bochechas enrubesseram.

- Cheguei!!! Escutei o grito da Dahye seguida da porta do meu quarto sendo aberta

- Quem foi que gritou? Jimin perguntou

- Ah e a minha amiga que chegou

Dahye me olhou e vi quando ela mexeu os lábios perguntando se era o Yoongi, eu balançei a cabeça negando

- Eu tenho que desligar agora Jimin

- Certo tchau S/n e tenha uma ótima noite

- Obrigado. Sorri. - Tchau Jimin

Desliguei o celular e vi Dahye me olhar com a testa franzida

- Essa tal de Jimin e aquele do dia que teve o jogo? O do time adversário?

- Esse mesmo.

Ela sorriu maliciosa para mim

- Hum... já ta assim tão próxima dele. Vocês tão ficando? Olha se for okay ele e lindo e muiiito gostoso mas eu ainda prefiro você e o Yoongi.

- Nos não estamos ficando Dahye, Jimin e apenas meu amigo.

- Hum... me olhou desconfiada e eu revirei os olhos.

- Nos não iamos nos arrumar Dahye? Perguntei mudando de assunto e ela sorriu indo ate uma bolsa que ela tinha trazido e eu vi um vestido em cima da minha cama, provavelmente seria o vestido dela. -Não S/n, como você e inteligente-.

- Então vamos começar. Ela disse animada


17:15


Eu me olhava no espelho admirando o ótimo trabalho que a Dahye fez, sério ela deveria ser maquiadora. O vestido vermelho que eu vestia me caia muito bem assim como os saltos também vermelhos, o meu cabelo estava solto e um pouco cacheado devido ao babyliz

- S/n você ta linda. Dahye disse e eu me virei a encarando

- Você também esta linda Dahye.

Dahye estava o oposto de mim toda Dark, maquiagem em tons escuros o vestido preto longo com um super decote na frente e os cabelos dela estavam soltos. Isso séria algo haver com o Jungkook?

- Eu sei que sou linda. Dahye sorriu e eu soltei uma risada anasalada.

- Muito convencida você mocinha.

Dahye pegou o celular dela e se aproximou de mim.

- Temos que registar esse momento. Dahye disse e fizemos uma pose tirando uma foto.

Em seguida seu celular vibrou

- O Jungkook ta chegando, ele e o Yoongi.

So em ouvir o nome de Min Yoongi eu sinto um friozinho na barriga.

- Então vamos lá para a sala. Eu disse e saímos do quarto e chegando na sala encontrei a minha mãe e o meu pai sentados no sofá assistindo tv.

Quando eles me viram minha mãe abriu um sorriso

- Minha filha como você esta linda. Minha mãe se levantou e veio me abraçar, retribui o seu abraço sorrindo.

- Obrigado mãe.

Meu pai me abraçou

- Minha menininha esta crescendo. Ele disse e eu ri

- Não e para tanto pai.

- Claro que sim, você esta ficando mais velha daqui a alguns meses você fara 18 anos. Já será uma adulta mas para mim sempre vai ser a minha menininha.

Senti meus olhos se encherem de lágrimas eu sou mesmo uma manteiga derretida, as palavras do meu pai mexeram comigo.

- Você sempre será a nossa menininha minha filha. Minha mãe disse e eu sorri tentando segurar as lágrimas.

- Gente sem choro hoje e um dia feliz. Dahye disse e todos nós sorrimos.

- Tem razão. Eu disse e me afastei do meu pai a tempo em que a campainha tocou e eu me senti muito nervosa Dahye sorriu quase dando pulinhos de alegria.

- Eles chegaram! Ela disse e minha mãe foi abrir a porta e no momento em que vi Min Yoongi extremamente lindo vestido em um terno preto senti minhas pernas bambas. O cheiro forte do seu perfume me deixou ainda mais abobalhada do que eu já estava e quando nossos olhares se encontraram eu engoli em seco e senti minhas mãos suarem.

Yoongi se aproximou de mim e sorriu e eu retribui ainda envergonhada

- Você esta maravilhosa. Ele disse e eu me senti ainda mais envergonhada

- O-Obrigado. Disse baixo fazendo Yoongi alargar o sorriso, ele sabia que eu estava queimando de vergonha. 

- Então... meu pai disse tirando a minha atenção de Min Yoongi e focando no meu pai e minha mãe que estava ao seu lado. O olhar do meu pai era duro em direção ao Yoongi e já a minha mãe sorria boba trocando olhares entre mim e Yoongi. - Min Yoongi espero que cuide muito bem da minha filha

Pera ele conhece o Yoongi?

- Claro senhor. Yoongi sorriu e me olhou em seguida e eu sorri fraco ainda envergonhada.

- Você tambem rapaz cuide da Dahye. Meu pai disse e so agora notei que Jungkook estava na sala ao lado de Dahye que segurava em seu braço, Jungkook assentiu com a cabeça e deu um beijo na bochecha de Dahye. Ahhh que fofos!

- E melhor irmos. Eu disse e todos concordaram.

- Tenham uma boa festa e se divirtam. Minha mãe disse antes que saissemos.

Uma BMW preta estava estacionada em frente a minha casa e eu franzi o senho esse carro era do Yoongi ou do Jungkook?

Mas quando Jungkook entrou do lado do motorista e Yoongi fomos sentar no banco de trás tive a certeza que o carro era do Jungkook.

Dahye e Jungkook conversavam entre si, conversas meio melosas mas okay.

- S/n. Yoongi me chamou e eu o olhei vendo o mesmo tirar algo do bolso do terno era uma caixinha pequena de madeira ele a abriu e tirou uma correntinha eu sorri. - Posso? Ele perguntou e eu assenti e Yoongi segurou em minha mão seu toque me causou arrepios. Ele colocou a correntinha no meu braço e sorri vendo alguns pingentes de safiras ao redor, era muito bonito.

- E muito lindo Yoongi, obrigado. Sorri olhando Yoongi que sorria de volta.

- Foi a minha mãe que me deu, ela disse que eu daria a uma pessoa especial que fizesse o meu coração bater mais forte, que mexesse com os meus sentimentos e me deixasse dependente dessa pessoa. É ela e você S/n.

Eu o olhava surpresa e com a boca um pouco entre-aberta. Eu era especial para Min Yoongi?

- Chegamos. Ouvi Jungkook dizer e vi que ele e Yoongi desceram do carro dando a volta no carro e abrindo a porta para nos duas que nos entre-olhamos e sorrimos. Uuhh que cavalheiros

Com certeza Yoongi leu minha mente porque sorriu de lado enquanto me estendia a sua mão a qual eu segurei

- Faço o que posso. Ele disse e eu ri

Entramos no Colégio que já estava lotado de pessoas e confeso que fiquei meio ranceosa quando alguns olhares pararam em mim, eu não deveria ter comprado um vestido tão chamativo que droga.

- Ei, não de importância para isso, eles estão te olhando porque você esta linda.

Yoongi passou a sua mão esquerda em minhas costas e segurou em minha cintura enquanto a sua mão direita segurava a minha mão entrelaçando os nossos dedos. Sorri com esse ato dele.

Entramos no auditório onde estava muito cheio com várias pessoas dançando e bebendo, e creio que não seja apenas refrigerante.

- Nossa eles capricharam esse ano em. Dahye disse vendo a decoração estava tudo muito lindo e igual ao conceito anos 80. Uma música que parecia ser do Elvis-se não me engano- tocava o que fez a Dahye soltar um gritinho alegre. - Eu amo essa música! E em seguida ela saiu puxando o Jungkook em direção ao meio de onde todos dançavam, Jungkook fez uma careta e reclamou mas Dahye nem ligou.

- Vamos procurar uma mesa. Yoongi sussurrou próximo ao meu ouvido para que escutasse devido a musica alta.

- Tá. Respondi e fomos andando pelo local encontramos uma mesa um pouco escondida e decidimos ficar lá. Nos sentamos e vi os meus amigos dançando. Jaegyun dançava de um modo engraçado enquanto a professora Sophia ria e tentava o imitar. Jihoon já não dançava muito e sim beijava a garota que estava com ele- a qual nunca havia visto-. Procurei com os olhos o meu irmão mas não o vi em lugar nenhum. E também não encontrei a Minji e me senti aliviada por isso. Ela que nem tente estragar a minha noite!

- Gostei do jeito que eles arrumaram aqui a época dos anos 80 foi a melhor. Yoongi disse e eu o fitei. Tinha ate me esquecido que ele já tinha passado por esse época e muito mais.

- Eu também achei legal e eu também gosto bastante das músicas estilos anos 80. Comentei

Vi uma espécie de bar que haviam feito e decidi pegar algo para beber.

- Yoongi vamos lá no bar. Eu disse e ele me olhou franzindo a testa

- Nem pense que vou deixar você beber. Prometi ao se Seu pai que iria cuidar de você

- Aff Yoongi eu beber não vai fazer você não cuidar de mim e também nem precisa disso não sou nenhuma criança

- Ah você e sim e eu sei disse.

Bufei irritada

- Ah okay senhor de 400 anos. Eu vou sim beber e você vai me acompanhar, Vampiros bebem bebidas alcoólicas ne? Perguntei franzindo o senho

- Bebem, mas isso agora não vem ao caso você não vai tomar nenhuma bebida alcoólica se quizer uma agua ou um suco

Ri forçadamente

- Você não manda em mim eu faço o que eu quizer! Disse irritada Yoongi me olhou e serrou os punhos.

- S/n Não me provoque! Disse entre-dentes

- Ah é? E o que você vai fazer? Perguntei rindo desafiadora ganhando um olhar sério e frio de Min Yoongi, okay não e muito sábio da minha parte irritar um vampiro, mas essa sou eu a otaria S/n. Mas caralho ele estava sendo muito careta fala sério!.

- Eu sou careta por querer o seu bem S/n? Ele perguntou

Puta que pariu , e esqueci mesmo que ele lê a tua mente otaria!

- Mas eu vou ficar bem olha so um co... ele me olhou sério e eu bufei e revirei os olhos me dando por vencida. - Okay.

Ele sorriu de lado para mim. Idiota.

- Então se não vamos beber vamos dançar, que eu não vou ficar aqui parada não.

Yoongi fez uma careta

- Eu não sei dançar S/n.

- Nem vem Min Yoongi, me proibiu de beber pelo menos dançar comigo você vai. Disse decidida e fiquei de pé o olhando Yoongi se levantou e eu sorri segurando em sua mão e indo em direção aquele monte de gente que dançava.

Tentei me soltar ao máximo me mexendo no ritmo da música e quase soltei uma gargalhada ao ver Yoongi dançar todo duro parecia um robô.

- Se solta Min Yoongi. Eu disse e ele revirou os olhos.

- Eu disse que não sei dançar.

Uma música um pouco mais calma começou a tocar e eu peguei as duas mãos de Yoongi a pondo em minha cintura, ele me olhou confuso mas nem liguei, envolvi meus braços em volta do seu pescoço.

- Apenas tente acompanhar os meus movimentos. Eu disse e Yoongi assim fez. Nossos olhos não desviaram um do outro em momento algum, parecia que estávamos conversando apenas pelo olhar e isso me causou um frio na barriga e uma festa de borboletas no meu estômago. Nossos rostos foram se aproximando aos poucos e minha respiração já estava agitada e eu me sentia nervosa, mas quando seus lábios iam tocar os meus a música acabou e acabamos por nos afastar. Outra música agitada começou a tocar e essa eu conhecia bem era Swalla do Jason Derulo 

- Amiga a nossa música. Dahye disse aparecendo da Nárnia do meu lado.

- Ah então fiquem vocês duas ai dançando que eu e o Yoongi vamos nos sentar. Jungkook avisou e antes que ele saísse Dahye deu um selinho em Jungkook que sorriu para ela, ah bateu uma invejinha. Yoongi me olhou sorrindo de lado e me puxou pela cintura me fazendo arregalar os olhos mas minha surpresa foi maior quando ele juntou os nossos lábios, esse contado durou alguns segundos depois ele se afastou e saiu junto com o Jungkook.

WTF?? Quê que deu nesse menino!?

- O que foi isso? Dahye perguntou sorrindo

- Não faço a mínima idéia. Dei de ombros

- Deixa para lá essa e a nossa hora. Ela disse e eu ri

Dahye começou a dançar no ritmo da música e eu a acompanhei. Nos divertimos muito dançamos umas três músicas e as vezes fingiamos cermos os cantores o que gerava muitas gargalhadas nossas e olhares para nós, devem achar que somos loucas ou estamos bêbadas.

Quando senti os meus lindos pezinhos doendo eu parei de dançar e Dahye já puxou Jungkook de novo para dançar, to com dó do garoto.

Voltei a minha mesa vendo Yoongi bebendo algo e PERA AI! tomei o copo dele.

- Ta doida mulher? Perguntou indignado

- Porque o senhorio esta bebendo?

- Porque eu quero?

Ri sem humor

- Ah querido se eu não posso você também não. Coloquei o copo sobre outra mesa e me sentei e na mesma hora tirei o salto alto sentindo alívio nos meus pés. Por isso que eu não gosto de salto! Prefiro tênis ou sapatilha.

- Cansou de dançar?

- Aham meus pés estão doendo

- Assim você não me obriga a dançar mais. Yoongi disse sorrindo e o olhei balançando a cabeça negativamente

- Eu dizendo que meus pes estão doendo e você acha bom?

Yoongi riu

- Eu não disse isso

- Mas e o que parece!

Derepente uma pergunta sobre todas essas coisas de vampiros vinheram a minha mente.

- Yoongi você e tipo um morto vivo né?

Ele me olhou indignado como se eu tivesse falado a pior coisa da face da terra.

- Quem te disse isso?

- Ue não e o que todos falam que vocês tão mortos e tudo mais.

- Claro que não estamos mortos! Isso e uma invenção muito futeu sobre nós, porque temos órgãos funcionando como qualquer pessoa e vivemos normalmente, se eu estivesse morto nem isso eu fazeria. Ele disse irritado. - Além do mais isso e coisa de zumbi e não vampiro

- Ah okay então vocês não estão mortos?

- Claro que não!

- Mas eu entendi isso quando assisti crepúsculo

Yoongi fez uma careta

- Fala sério, nunca vi um filme tão idiota como esse um vampiro que quando entra em contato com a luz do sol brilha igual a diamente, isso deveria ser uma ofensa a todos os vampiros.

Ri do seu comentário

- Mais o Eduard era bem bonitinho, apesar de eu shippar a bela com o Jacob.

- O lobisomen? Seres idiotas. Bufou

- Lobisomen existe mesmo?

- Sim.

Então isso quer dizer que todos os outros seres sobrenaturais existem

- Possivelmente

- Aish para de ler a minha mente! Falei emburrada e ele soltou uma gargalhada

- Desculpa e inevitável. Disse e depois sorriu. - E muito mais depois de saber que você pensa coisas pervertidas sobre mim.

Corei, virei um tomate, quero enfiar a minha cabeça em um burraco!

- P-Penso não! Porque eu tenho que gaguejar mesmo em?

- Você não pode mentir para mim sua mente te entrega.

- Se você não parar de ler a minha mente não falo mais com você! Falei irritada

- Duvido. Me olhou com um sorriso divertido e cerrei os olhos em sua direção

- Dúvida? Ah querido não duvide de mim que fico sem falar com você e nem olho mais na tua cara.

Ele se aproximou mais deixando seu corpo praticamente colado no meu, seu rosto a centímetros do meu e o seu olhar hipnotizante que parecia estar lendo ate a minha alma.

- Você não ficaria um minuto sem mim. Ele disse rouco com os lábios quase encostando nos meus. Eu já sentia meu corpo fervendo apenas com sua proximidade. Desci os olhos para o seus lábios que pareciam estarem me chamando. E quando senti ele encostar os seus lábios no meu eu instantaneamente fechei os olhos esperando pela sensação maravilhosa dos seus lábios nos meus mais essa sensação não veio e escutei a sua risada e abri os olhos o vendo sorrir debochado para mim. Ele me enganou!

- Seu idiota! Bati no seu ombro e ele soltou uma gargalhada. - Para de rir! Falei irritada

- Desculpa minha linda S/n.

Minha linda S/n. Ahhh NÃO FALA ASSIM NÃO HOMEM

Yoongi riu e me deu um beijo na bochecha e senti aquele local quente.

- S/n, Yoongi. Escutei alguém falar e vi Jaegyun e Jihoon vindo em minha direção.

- Eae Yoongi. Jaegyun disse cumprimentando Yoongi fazendo um toque de mão e Jihoon fez o mesmo.

- Wow como você ta linda. Jaegyun disse sorrindo

- Muito linda, você tem sorte Yoongi. Jihoon disse

- Tenho mesmo. Yoongi disse

- E como esta indo com a? Apontei com a cabeça para a Sophia e Jaegyun sorriu enquanto olhava para ela, a mesma conversava com alguns professores

- Tudo ótimo.

- Fico feliz Jaegyun. Eu disse sorrindo

- Então nos já vamos indo. Jihoon disse

- E eu não posso deixar a minha noona sozinha. Jaegyun disse olhando raivosamente para o professor que conversava com a professora Sophia. E la se foi ele atrás da sua noona e Jihoon atrás do seu par.

- Uhh essa festa ta boaa! Escutei a vos de Dahye em seguida de uma gargalhada. A mesma vinha ate nos praticamente carregada pelo Jungkook

- Era assim que você ia ficar. Yoongi disse e eu revirei os olhos, de novo com essa história.

- Oppa vamos beber mais. Dahye disse fazendo bico e Jungkook a colocou sentada na cadeira.

- Não Dahye você está bêbada fica ai quietinha. Jungkook disse

Dahye sempre foi fraca para bebidas, ela sempre tomava escondida quando os pais não viam ou em festas como essa uma vez ela quase me meteu em uma enrascada e quase nossos pais nos pegam bebendo, isso ia dar uma merda.

- Eu acho melhor levar ela para casa Jungkook. Eu disse

- Não, não, eu não quero ir! Ela dizia negando com a cabeça e de braços cruzados parecia uma criança birrenta, Dahye bêbada era impossível.

- Yoongi me ajuda aqui por favor. Jungkook disse bufando e desesperado

- Ah cara eu não vou fazer isso

- Fazer o que? Perguntei mas os dois nem ligaram pois continuavam a se encarar

- Se você não fizer ela não vai sair daqui. E eu estou tentando me controlar.

NÃO TO ENTENDENDO NADA E NINGUÉM LIGA NÉ!

Yoongi segurou o rosto de Dahye que olhava em seus olhos e derepente ela ficou paralisada parecendo hipnotizada.

- Você está cansada e quer ir para casa. Ele disse e Dahye balançou a cabeça positivamente. E depois Yoongi se afastou

- Jungkook vamos embora eu estou cansada. Dahye disse e eu fiquei com a boca entre-aberta sem acreditar no que eu estou vendo.

Yoongi controlou a mente da Dahye?

- Então vamos. Jungkook disse passando o braço pela cintura da Dahye e ela levantou.

- Tchau S/n. Tchau Yoongi. Jungkook disse saindo com Dahye. Ainda desacreditada olhei para Yoongi e ele me encarou e começou a rir

- Não precisa ficar assustada S/n.

- Você não me disse que sabia controlar mentes Yoongi. Tentei sussurrar baixo para que ninguém ouvisse. - Por acaso a mais coisas que eu não sei?

- Não S/n, e sobre isso que você viu, eu não costumo fazer isso não gosto de controlar a mente de ninguém. So fiz porque era necessário

- V-Você já fez isso comigo?

Ele me olhou incrédulo

- Claro que não S/n! Eu nunca faria isso com você, para te fazer o que eu quizer! Yoongi disse irritado

- Okay, okay desculpa. Segurei em sua mão e sorri para Yoongi que nem me olhava realmente irritado. - Ah Yoongi desculpa. Ei Suga

Ele me olhou assim que o chamei de Suga

- V-Você me chamou de que?

- Suga. Disse sorrindo envergonhada

Eu nunca havia o chamado assim foi um apelido que eu criei para Yoongi.

- É porque Suga?

- Ah porque você e branco igual a flocos de neve e um sorriso doce. Disse tudo de cabeça baixa. Yoongi segurou em meu queixo e o levantou me fazendo o olhar o mesmo sorria para mim.

- Eu gostei.

Eu tinha um sorriso bobo nos lábios.

- Você também tem que ter um. Ele disse. - Vou pensar em um para você, algo único so nosso.

- Agora uma música atendendo a pedidos. Alguém disse em um microfone e uma música muito conhecida por mim havia começado a tocar os seus primeiros acordes, ah eu amava essa música, A Thousand Years era uma das minhas musicas preferidas.

Yoongi ficou em pé e eu o olhei com a sobrancelha erguida o que ele..

- Me concede essa dança My lady. Yoongi estendeu a sua mão para mim com um sorriso doce nos lábios

Sorrindo igual boba que eu sou segurei em sua mão. Apenas uns três casais estavam dançando.


         Heart beats fast

     O coração acelerado


       Colors and promises

       Cores e promessas


       How to be brave

     Como ser corajosa?


 How can I love when I'm afraid to fall

Como posso amar quando estou com medo de cair?


Yoongi segurou em minha cintura com uma das mãos enquanto a outra se entrelaçava com a minha. Sorri envergonhada para Yoongi e abaixei brevemente o meu olhar voltando a olhar para Yoongi tendo seu olhar intenso me olhando profundamente os meus.


But watching you stand alone

 Mas vendo você sendo independente


All of my doubt suddenly goes away somehow

Todas as minhas dúvidas de repente vão embora de alguma forma


     One step closer

 Um passo mais perto


Eu estava com vergonha? Estava, eu estava nervosa e com as pernas bambas? Oh como estava, mas eu tentei focar apenas na musica linda que tocava e no par maravilhoso a minha frente.

Yoongi juntou mais os nossos corpos e começamos a nos movimentar em passos lentos, minha mão que estava em seu ombro levei ate a sua nuca acaraciando-a suavemente e senti Yoongi se arrepiar diante do meu toque. Seus olhos não desviavam de mim nenhum momento.


   I have died every day waiting for you

 Eu tenho morrido todos os dias esperando por você


Darling, don't be afraid, I have loved you for a thousand years

 Querida, não tinha medo, eu tenho te amado por mil anos


I'll love you for a thousand more

  E vou te amar por mais mil


Aproximei meu rosto do seu e encostei minha testa a sua e fechei os meus olhos. Yoongi envolveu minha cintura com seus braços juntando ainda mais os nossos corpos e eu passei meus braços pelo seu ombro envolvendo o seu pescoço.


Time stands still

 O tempo para


Beauty in all she is

Beleza em tudo o que ela é


I will be brave

 Eu serei corajoso


I will not let anything take away

Eu não deixarei nada levar embora


What's standing in front of me

O que está na minha frente


Abri os meus olhos e Yoongi me encarava com um brilho diferente no olhar eu podia ver carinho, amizade , amor.

Continuamos nos movendo lentamente ao ritmo da música e aquele olhar de mim Yoongi parecia me hipnotizar eu sentia meu coração querer sair do peito o famoso frio na barriga.

Every breath

Cada respiração


Every hour has come to this

Cada hora tem caminhado para isso


One step closer

 Um passo mais perto


Yoongi passou seus dedos pela minha bochecha fazendo um carinho ali e depois desceu seus dedos para o meu queixo aproximando seu rosto mais do meu encostando seu nariz ao meu.


I have died every day waiting for you

Eu tenho morrido todos os dias esperando por você


Darling, don't be afraid, I have loved you for a thousand years

 Querida, não tinha medo, eu tenho te amado por mil anos


I'll love you for a thousand more

 E vou te amar por mais mil


seus lábios macios encostarem nos meus os envolvendo, seus braços envolveram a minha cintura apertando a mesma e eu soltei um suspiro e entreabri a minha boca e no momento em que nossas línguas se tocaram eu senti um arrepio percorrer por todo o meu corpo e me senti como se estivesse flutuando.


And all along I believed I would find you

 E o tempo todo acreditei que te encontraria


Time has brought your heart to me

 O tempo trouxe o seu coração para mim


I have loved you for a thousand years

 Eu tenho te amado por mil anos


I'll love you for a thousand more

 E vou te amar por mais mil


Eu sabia bem que sensação era aquela, de se estar apaixonada e eu estava perdidamente apaixonada por Min Yoongi.


One step closer

Um passo mais perto


One step closer

Um passo mais perto


I have died every day waiting for you

 Eu tenho morrido todos os dias esperando por você


Darling, don't be afraid, I have loved you for a thousand years

Querida, não tinha medo, eu tenho te amado por mil anos


I'll love you for a thousand more

      E vou te amar por mais mil


Notas Finais


AHHHHHHHH ESSES DOIS QUE LINDOOOO ♡♡♡

Se preparem que o próximo esta cheio de surpresas

Comentem o que acharam, desculpem pelos erros.

Ah e a música do capítulo e também a música tema da fanfic ♡

Ate logo minhas lindas 🌸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...