1. Spirit Fanfics >
  2. Não Escolhemos Quem Amar - Segunda Temporada >
  3. O Começo das Investigações a Fundo

História Não Escolhemos Quem Amar - Segunda Temporada - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


É melhor Arin se cuidar, pois Rob não irá descansar...

Capítulo 14 - O Começo das Investigações a Fundo


O pessoal da DP continua em minha casa após a reunião que tivemos. Brad continua intrigado com a teoria de Dheia; e Dave ainda está preocupado com o que aconteceu ontem. Percebi a preocupação de Dave e perguntei:

- Tá acontecendo alguma coisa Dave?

Dave contou o que Reagan aprontou e fiquei de queixo caído. Falei a ele que se ele precisar de ajuda, para ele contar comigo e com a Dheia, mas ao mesmo tempo fico preocupado porque tenho dois filhos pequenos e eles vão crescer ainda, só espero que eles não dêem trabalho para mim e para Dheia como a Reagan dá para ele e Linsey. Me aproximo de Linsey, a abraço e digo:

- Comadre, eu soube o que aconteceu. Se precisar de ajuda, podem contar comigo e com a Dheia.

- Obrigada compadre, pode deixar que vou contar com a sua ajuda. A Reagan está me deixando aos nervos, não sei o que fazer.

No momento estou consolando a madrinha do meu filho, mas ao mesmo tempo estou preocupado, porque a teoria de Dheia diz que Arin junto com Vanessa, Jimmy e Reagan estão envolvidos nesses casos de assassinato, pois Arin e Vanessa não demonstraram nenhum tipo de emoção nos velórios que os encontrei. E também tem o fato de Jimmy e Reagan estar junto com eles. Daí o sexto sentido de Dheia começou a ficar aguçado e ela comentou comigo sobre isso. Vou levar em consideração o que ela falou e começar a investigar.

Zacky junto com Syn, Talinda, Johnny, Michelle, Valary, Brooks e Linsey estavam conversando e bebendo uísque na sala de estar, já eu, Dheia, Dave, Brad e Dave estamos no jardim; eu e Matt estávamos jogando bola com Yasmin e Rafael. O cachorro estava deitado no colo de Dheia, pois estava cansado de tanto brincar com as crianças. Brad resolve puxar o assunto do caso com Dheia:

- Dheia, de quem você suspeita que esteja por de trás desses assassinatos tudinho?

- Olha Brad, não tenho garantia, mas tenho por mim que o Arin está por trás de tudo isso?

- Aquele que fazia bullying com todo mundo na escola?

- Esse mesmo.

Brad fica chocado no mesmo instante. Dheia diz que também acha que ele pretende se vingar, só não sei de quê, pois de quem já estamos desconfiando. Brad diz que ele vai me ajudar a investigar mais a fundo esse caso. Dave ouve a conversa e dá a opinião dele dizendo que Arin guarda bastante rancor de todos nós por conta do que aconteceu na nossa adolescência. Os três continuam a conversa até o findar do crepúsculo. Os que estavam na sala saem de lá e se despedem de mim e das crianças e vão embora. Dave e Linsey junto com Brad e Brooks se despedem das crianças com beijos e abraços e depois se despedem de mim e Dheia. Talinda junto com Matt se despedem das crianças e de nós e depois vão embora. Entramos, e Dheia manda as crianças irem tomar banho para jantar e depois vai para a cozinha preparar o jantar.

Depois das crianças, eu também fui tomar banho e após terminar o banho, fiquei sem camisa e coloquei uma bermuda. Depois, Dheia foi tomar banho e vestiu uma camiseta preta e shorts jeans, pois sempre no Arizona faz um calor do caralho quando é verão. Sentamos com as crianças e jantamos em silêncio e quando terminamos, Dheia foi lavar a louça e fui ajudar as crianças no dever de casa.

E após as crianças terminarem o dever de casa, elas vestem o pijama e vão dormir. E fui com Dheia para o nosso quarto; ficamos entre conversas e beijos até a hora em que caímos no sono.

Dois dias depois, após passar o período de luto, voltamos para a rotina de trabalho na DP, mas dessa vez foi tudo diferente. Eu e Brian resolvemos ir a fundo neste caso dos assassinatos, Brad resolveu nos ajudar enquanto a gente ainda não fala com o agente Tobias. Já os outros estão fazendo a sua patrulha nas ruas. Brian mais uma vez estava mexendo nas pastas atrás dos arquivos e realmente haviam desaparecido mesmo. Eu fico bastante intrigado e resolvo ligar para o agente Tobias, já que eu, Brian e Brad não vamos dar conta.

- Alô?!

- É o agente Tobias Sammet?

- É ele! Quem gostaria?

- Aqui é o diretor Robert Bourdon da DP de Phoenix. Estamos investigando um caso de assassinato que fez várias vítimas, e a maioria das vítimas são da família dos funcionários daqui. E para não ter provas, os arquivos somem daqui; e o detetive Synyster e o policial Delson estamos investigando a fundo esse caso, mas precisamos da sua ajuda para solucionarmos esse caso mais rápido.

- Sim, eu soube desses assassinatos. É por vaselina né? Vou chamar reforços e ajudar vocês nesse caso. Quando poderemos marcar a reunião?

- Para quando puder.

- Tudo bem diretor Bourdon. Até breve.

Encerro a ligação e comunico a Brian e Brad. Brian disse várias vezes que avisou e eu o mandei ir à merda. Eles riem e não reparamos que Jimmy estava ouvindo a nossa conversa de trás da porta e resolve ligar para Arin.

- O que é seu filho da puta?

- Sujou para a gente.

- O que foi dessa vez?

Jimmy avisa para Arin que vão chamar os agentes da FBI para investigar o caso e Arin marca uma reunião na casa dele para amanhã pela tarde.


Notas Finais


Cuidado meninos, pois Arin também não está pra brincadeira.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...