História Não existe amor - Jikook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 51
Palavras 406
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), LGBT, Poesias, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não recomendando para pessoas sensíveis a massacres e mortes

Capítulo 1 - Suas últimas palavras


“Não existe amor

Nas ruas pichadas

Com as portas fechadas

Vazias de cor”

 

O barulho dos tiros ecoava pela escola, os gritos dos alunos me davam dor de cabeça e seu sangue escorria pelas minhas mãos.

 

 

“Os olhos sozinhos

Que pedem carinho

E fazem moinhos

De solidão”

 

Tentava estancar o sangue com a blusa que estava em sua cintura, as pessoas corriam e me mandavam fugir, as balas eram vistas por todo o chão manchado com a cor vermelha de muitos donos.

 

“Pele sem raça

Gente sem graça

Vida sem razão

Razão sem amor”

 

Mesmo sabendo que a qualquer momento resquícios do meu cérebro poderia ser espalhado por todo o chão eu continuava tentando te salvar com os meus poucos conhecimentos de enfermagem.

 

“O muro separa

O que um dia foi caro

E hoje se paga

Com o seu suor”

 

A polícia invadiu a escola começando a atirar contra os que carregavam metralhadoras ou qualquer outra arma.

 

“Eles estão prontos pra derrubar

Mas não sabem o que construir

Eles dão um tiro em seu coração

E pensam que não vai ferir”

 

Suas últimas palavras faziam meu coração se apertar cada vez mais e desejar que a bala estivesse em meu peito, fazendo meu coração parar aos poucos e o sangue escorrer pelo uniforme.

 

“Não existe amor

Não existe amor

Nos olhos cinzentos

Nos lábios amargos

Nos jardins sem flor”

 

Dizia pra mim mesmo que não iria ao seu velório ou dos meus outros amigos, que por algum milagre divino todos voltariam a vida ou que aquilo estivesse sendo apenas um pesadelo.

 

“Não existe amor

No toque gelado

No passo apressado

Aonde ele for”

 

Você disse que me amava antes de fechar os olhos para sempre, o seu sangue se misturava as minhas lágrimas.

 

“Não existe amor

Desde aquele dia

Minh'alma é vazia

E eu sou tão só”

 

Segurei sua mão e dei meu último beijo a você, prometi que estaria com você em qualquer lugar que ele fosse.

 

“E as bombas

Pararam pra banda passar

E os fogos

Cessaram pro povo cantar”

 

Larguei sua mão e sai correndo junto aos outros, seu sangue ainda escorria em minhas penas.

 

Ver você morrer em meus braços em meio a todos aqueles tiros e cadáveres de nossos amigos talvez tenha sido o pior momento da minha vida, talvez o “até que a morte nós separe” tenha acontecido antes do previsto.

 

De: Park Jimin 

Para: Meu único amor, Jeon Jungkook


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...