1. Spirit Fanfics >
  2. Não Existe Família Perfeita! >
  3. Capítulo 8

História Não Existe Família Perfeita! - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, espero que vocês gostem desse capítulos.
Boa leitura.

Capítulo 8 - Capítulo 8


Fanfic / Fanfiction Não Existe Família Perfeita! - Capítulo 8 - Capítulo 8

~Deku~
Kacchan e eu já estavam indo pra sala, e quando chegamos todos estavam lá exceto os pais do Kazinho.
Kacchan: Cadê meus pais?
Rei: Está com seu pai no quarto do andar de cima, ele não tá bem.
O Kazinho correu para o andar de cima e eu fui atrás dele, chegando lá encontrei ele parado na porta então ele foi lentamente entrandono quarto e ficou do lado da cama e falou:
Kacchan: O senhor está bem?
Masaru: Sim estou.
Mitsuki: Não minta pra ele, diga a verdade(Falou gritando e com lágrimas nos olhos)
Kacchan: O que está acontecendo?
Masaru: Eu tenho um problema no coração, esse tempo todo escondi isso de você e sua mãe pois não queria preocupar vocês, mas hoje sua mãe descobriu tudo quando eu comecei a passa mal.
Kacchan: Você vai ficar bem! né?
Masaru: Me desculpe mas não, eu não vou ficar bem Katsuki.
Kacchan: Mas o senhor tem que ficar bem, você prometeu que ficaria do meu lado por muito tempo que brincaria com os meus futuros filhos.(começou a chorar).
Mitsuki me chamou com a mão e apontou para o Kazinho, eu entendi na hora e fui até ele é abracei ele.
Masaru: Sabe vocês são um belo casal, isso me lembra de mim e a sua mãe(Ele segurou a mão da Mitsuki), uma pessoa estrada e outra calma. Midoriya você vai cuidar bem do meu filho não vai?
Eu: Vou fazer isso com todo o meu amor.
Masaru: Sabe ele pode ser estrado, ciumento, irritante, exigente principalmente pela comida e desculpa por isso é culpa minha(risos), mas apesar de tudo ele vai proteger você, amar, dá carinho, essa coisas todas. Mitsuki meu amor, cuide de nosso menino e do namorado dele, saiba que eu sempre te amarei não importa pra onde eu var.
Mitsuki: Eu prometo fazer de tudo pra ajudar esses dois.(ela beijou ele)

Ele foi fechado os olhos as poucos, os dois choravam ante que uma coisa aconteceu depois de 15 minutos, o corpo do senhor Marasu começou a ter um tipo de convulsão e a se meche, nós nos afastamos e ele de um lado para o outro e veio correndo em minha direção, apenas fechei os olhos e escutei um barulho de tiro, quando abri os olhos vir a senhorita Bakugou com uma arma na mão e o corpo do senhor Marasu no chão.
Kacchan: Porque você fez isso?(gritou com ela)
Mitsuki: Ele não era mas o mesmo, ele se transformou e ir atacar o seu namorado, queria que ficasse parada?
Kacchan: Como pode saber disso?
Mitsuki: Eu trabalho a anos no hospital, dois dias atrás chegou a informação sobre isso então os medicos foram trinados pra essas ocasiões. Não ache que eu não me senti mal em fazer isso, eu amava o seu pai mas eu acabei de prometer pra ele que iria proteger vocês  e é isso que vou fazer.
Fui até ela e abracei a mesma que começou a chorar.
Mitsuki: Sabe Marasu estudou comigo no primeiro ano do ensino médio junto com sua mãe e a Rei. Éramos boas amigas, ela me ajudou com o Marasu na hora de dizer o que eu sentia, eu sinto muito que ela também tenha morrido.
Eu: Ela cuidou sozinha de mim desde que meu pai morreu e agora foi ela, eu me sentir tão sozinho.(comecei a chorar)
Kacchan: Você não está sozinho, tem nós dois agora pra cuidar de você.(ele me abraçou por trás)
Eu: Obrigado Kacchan, obrigado tia Mitsuki.
Kacchan: Eu que deveria agradecer por ter você em minha vida.
Eu: Eu te amo Kacchan
Kacchan: Eu também te amo.
Eu: Tia Mitsuki eu sei que não é um bom momento, mas eu queria pedir sua permissão para namorado com o Kacchan.
Mitsuki: Se ele te fizer feliz tudo bem, mas você também tem que fazer ele feliz. Eu fiquei impressionada quando vir esse moleque todo manhoso dentro de você.
Kacchan: Cala a boca sua velha.(Falou todo corado)
Mitsuki: Me respeita que eu sou sua mãe(deu um tapa na cabeça dele)
Eu: Ela tem razão Kacchan, pesa desculpa pra ela agora
Kacchan: Me... Me desculpe
Eu: Isso aí
Mitsuki: Eu gosto de ver ele fazer isso com você, pelo visto você ama mesmo ele pra fazer tudo igual um cachorrinho.(risos)
Kacchan: Sua velha... eu fasso isso não é por ele mas por mim mesmo não quero ficar brigado com você ou coisa do tipo. No momento sei que estamos rindo mas eu me pergunto o que vamos fazer com o corpo do papai?
Eu: Nós não podemos jogar ele fora, poderíamos fazer uma cremação.
Kacchan: Par mim tanto faz, eu só queria ele aqui.
Eu: Vou perguntar pra senhorita Rei sobre o assunto do corpo.
Kacchan: tudo bem.

(quebra de tempo)

No fim das contas nos colocamos o corpo do senhor Marasu em um espécie de gavetão, depois disso nos reunimos na sala.
Rei: Primeiramente gostaria de prestar meus sentimentos pela perda do Marasu. Segundo temos a divisão dos quartos, ninguém poderá dormir sozinho então dividiremos os quartos, tem quartos que estão um pouco bagunçado então vão tem que limpar.
Eu: Nós escolheremos o nosso colega de quarto?
Rei: Claro
Kacchan: Eu fico com o Deku.
Mitsuki: Rei se importa em dividir?
Rei: Não, não me importo. Então sobraram vocês três ficaram no último quarto já que é maior que o do Dabi, ou seja vão ter que limpar.
Natsuo: Sério Isso? que injustiça.
Shoto: Para de ser dramático, vamos terminar rápido isso.

~Shoto~

Eu queria ficar sozinho com o Natsuo, mas tinha que ser o Dabi pra atrapalhar. Já tínhamos acabando de limpar então eu falei:
Eu: Acho que eu vou tomar um banho agora
Natsuo: Não eu vou primeiro.
Dabi: Nada disso eu que vou primeiro sou o mais velho.
Eu: O que isso tem haver?
Dabi: Tudo, vocês têm que me respeita e obedecer então eu vou primeiro
Natsuo: Nada disso eu que vou.
Eu: Eu já falei que eu que vou.
Natsuo: aaaaa. Se continuamos assim ninguém vai tomar banho, então vamos nos três de uma vez.
Dabi: Pra mim tudo bem.
Eu:Eu...Eu não sei.
Natsuo: Vamos logo Shoto, assim poderíamos fazer como quando éramos crianças.
Eu: Mas agora não somos, isso me preocupa.
Dabi: Você já transou com um irmão qual seria a deferência em fazer com o seu outro?
Natsuo: O que? Ele é só meu.
Eu: Acho que não seria ruim!(falei em muito baixo então eles não ouviram)
Natsuo: Vamos logo só quero tomar meu banho.
Eu: Tudo bem.
O banheiro é grande tem uma banheira que cabe duas pessoas, um chaveiro, uma pia, um vaso sanitário, um grande espelho.
Eu liguei a torneira da banheira e após enche desligo a mesma, começamos a tirar nossas roupas, o Natsuo fui o primeiro a acabar e saiu correndo para o chuveiro. Eu terminei e entrei na banheira.
Dabi estava tendo um trabalho na hora de tirar o cinto então chamei ele com as mãos, o mesmo parou em minha frente eu aproximei minha mão do cinturão dele é facilmente tirei.
Eu: Sério que estava tendo um trabalho pra tirar isso? Baka.
Natsuo: Não tem nenhuma caixinha de som aqui?
Eu: Não me diga que você quer dançar enquanto toma banho!
Natsuo: Não é isso eu não danço na hora do banho, apenas gosto de ouvi músicas.
Eu: Esqueceu que não podemos fazer barulho, pra não atrai aquelas coisas.
Dabi: Ele tem razão.
Natsuo: tá bom assim mesmo
Eu: Dabi você não quer entrar na banheira?
Dabi: eu posso?
Natsuo: Só não faça nada com ele.
Dabi: Não vou fazer nada com ele
Eu: vem logo.
Ele tirou a cueca dele e mostrou seu membro.
Natsuo: Pelo visto é por causa da genética.(risos)
Eu: O que?
Natsuo: Olha pro Toya.
Eu olhei de cima a baixo enquanto ele entrava na banheira.
Eu: O que tem?
Natsuo: Não digo que não percebeu o membro grande dele sem está ereto.
O Dabi corou.
Eu: Não, não vir.
Natsuo: aaaaaa, você não se faça de idiota (ele veio em nossa direção), levanta aí Toya.
Dabi: Pra quer?
Natsuo: Apenas levanta!
Dabi levantou, Natsuo pegou no membro do mesmo.
Dabi: O que você está fazendo?
Natsuo: Vou fazer ele ver.
Começou a masturbar o Dabi.
Eu: Eu gosto tanto quando você fica estressado.
Natsuo: Cala a bola é diz que qualquer uma pessoa tem um pênis desse tamanho como o do Toya, ou o seu ou o meu. Isso é genética.
Dabi: É da genética querer pegar o irmão mais velho também?
Natsuo se afastou do Dabi e deu passos pra trás.
Natsuo: Não é isso.
Dabi: Você só veio me provocar e me deixar assim?(apontou pro seu membro)
Natsuo: Me desculpe eu não sei onde eu estava com a cabeça pra fazer isso.
Dabi: Tudo bem, mas se importa em eu usar o chuveiro agora é terminar com isso que você começou?
Natsuo: Não, não vejo problema, afinal isso é minha culpa.
Eu: Natsuo entra na banheira.
Natsuo: Tá bem.
Dabi saiu da banheira e foi pro chuveiro, Natsuo entrou se sentou, eu coloquei o meu pé no membro dele é começei a massagear.
Eu: Natsuo se eu falasse que estou gostando de outra pessoa o que você acharia?
Natsuo: Eu ficaria muito triste por você preferir outra pessoa do que eu, mas eu quero ver você feliz sei que se terminar comigo por essa outra pessoa vou ficar com um grande dor, mas ficarei feliz em ver você feliz.
Eu:Não se preocupe não vou terminar com você, mas você sabe que eu sou muito sincero então queria falar com você sobre isso.
Natsuo: Eu te amo
Eu: Eu também te amo.
Fui até ele e beijei o mesmo e sentei no colo dele precionado o membro dele contra minha entrada.
Natsuo: Shoto!
Dabi: Não acredito que vão fazer isso comigo aqui tentando fazer o meu pau voltar a ficar normal.
Eu: Se Você quiser eu posso ajudar.
Natsuo: Shoto, eu não acredito que falou isso, espera você entrou novamente no cio?
Eu: Cala a boca e me fode com força, vai Natsuo.

~Dabi~
Natsuo começou a fazer movimentos rápido e o Shoto só gemia, aquilo me deixou com mais tesão. De repente eu sentir um cheiro bom, doce. Não podia acreditar Shoto entrou no cio agora e eu não estou conseguindo me controlar.
Shoto: Dabi entra em mim também.
Natsuo: Como assim só eu não sou suficiente?
Shoto: Não... Não  é i..isso e..eu que...quero mas.
Eu: Eu realmente posso?
Shoto: P..pode
Eu: Então tudo bem.
Fui ante a banheiro que já estava seca, me posicionei na entrada dele, mas antes de penetra-lo o Natsuo fala:
Natsuo: Você não vai fazer isso vai.
Eu: Me desculpe mas vou.
Natsuo começou a beija o Shoto e eu entrei dentro dele, era tão quente e muito apertado. Shoto gemia de dor:
Natsuo: Tá vendo o que você fez
Eu: Cala a boca Natsuo, se mexer que eu não aguento mais.
Natsuo: Mas Shoto....(Foi interrompido)
Eu: Você não falou que faria de tudo pra me ver feliz? sabe a pessoa que eu estou gostando? É o Toya.
Natsuo começou a derramar lágrimas dos olhos e começou a se mover.
Natsuo: Depois disso vamos conversar.
Natsuo estava fazendo movimentos muito rápido.
Eu: Natsuo calma.
Natsuo: Calma o caralho, ele prefere você do que eu.
Eu: Eu Entendo você, sei o que está sentindo.
Natsuo: Não você não sabe.
Eu: Sim eu sei, porque eu também gosto dele.
Natsuo gozou dentro do Shoto, então o Shoto pressionou mais o meu membro me fazendo gozar.
Natsuo saiu de dentro do Shoto se lavou e foi pro quarto.
Eu: Shoto você está bem?
Shoto: É verdade que também gosta de mim?
Eu: Sim, eu sempre vir suas fotos nas redes sociais. Acho que acabei me apaixonado por você.
Shoto: Entendi, eu preciso conversar com ele, pode me ajudar?
Eu: Claro.
Ajudei ele a se limpar, saindo do banheiro vir Natsuo no sofá chorando. Coloquei o Shoto na cama
Shoto: Natsuo podemos conversar?
Natsuo: O que você quer? Não está bom ter me trocando por outro é me machucado?
Shoto: Você também me machucou bastante, estou todo doído.
Natsuo: Isso é culpa do Dabi por ter penetrado em você também.
Shoto: Pode ser por causa disso, mas você não foi gentil.
Natsuo: O que você queria, eu apenas estava tentando ser o mais rápido possível pra sair para deixar vocês dois juntos.
Shoto: Vem aqui agora!!!
Natsuo: Eu não vou se você quiser você vem aqui.
Shoto: Eu estou todo doído!
Natsuo: Não ligo.
Shoto levantou e caminhou com muita dificuldade até Natsuo, na metade do caminho ele caiu de joelhos e Natsuo correu para ajudar eu também fui ajudar.
Shoto: Natsuo eu te amo, mas eu comecei a gostar do Dabi também.
Natsuo: É isso faz com que você queira ele ao invés da pessoa que ama.
Shoto: Não é isso não quero ficar sem você, mas também quero ficar com o Dabi.
Natsuo: Daqui a pouco vai querer ficar com o Bakugou e o Midoriya.
Shoto: Não eu quero apenas vocês dois.
Natsuo: Eu não sei se posso aceitar isso, não consigo nem imaginar tem que dividi você.
Shoto: Entendo, mas você poderia pensar sobre o assunto?
Natsuo: Vou tentar.
Shoto: Tudo bem, eu queria ficar sozinho no quarto só por hoje, vocês poderiam sair?
Eu: Sim, nós vamos usar o do lado.
Natsuo: Eu não vou dormir com você.
Eu: Não se preocupe com isso. Boa noite Shoto.
Shoto: Boa noite pra vocês dois.
Saímos do quarto e fechamos a porta, Natsuo ia entrando no quarto do lado mas eu puxei ele é levei até o último do corredor.
Natsuo: O que é isso?
Eu: Você pode não gostar de mim do mesmo jeito que gosta do Shoto, mas saiba se for pra ver você feliz eu desisto do Shoto sem brigar por ele.
Natsuo: Sério? Então tudo bem, mas por que isso?
Eu: Eu não quero ver nenhum de vocês dois infelizmente por minha causa.
(Deitei na cama)
Natsuo: Toya eu admiro você por quere apenas ver a pessoas que gosta feliz. (também deitou na cama)
Eu: Lembro de quando éramos crianças você sempre teve ciúmes do Shoto, ninguém podia roubar toda atenção dele que você ficava com raiva e vinha pra perto de mim. Você nunca gostou de ficar sozinho ou que as pessoa não dessem atenção pra você.
Natsuo: Mas durante o tempo que estávamos juntos você sempre me ajudou com isso, quando a mamãe e você foram embora de casa fiquei triste.
Eu: Não foi bem ela é eu que formos embora, meio que o Enji levou vocês pro apartamento né?
Natsuo: Sim e verdade.
Eu: Eu sempre tentei ajudar vocês de longe, como por exemplo da vez que você se meteu brigou na frete da escola ou em uma briga com 9 anos conta aqueles "valentões" do parquinho.
Natsuo: Então foi você?!
Eu: Sim foi eu.
Natsuo: Eu fiquei pensando por semanas em quem séria a pessoa que me ajudou, não sabia se era um menino ou uma menina mas eu comecei a gostar de uma pessoa que eu ném sabia o rosto, também fiquei pensando em como seria beijar o meu salvador ou salvadora.
Eu: Natsuo, sobre o que o Shoto falou de ficar com nós dois o que você acha?
Natsuo: Toya eu não quero ficar brigando com você, mas eu não sei se quero dividir o Shoto.
Eu: Eu posso desfazer uma curiosidade sua?
Natsuo: Sim, porque não.
Comecei a aproximar nossos rostos
Natsuo: Toya o que você vai...
Encostei nossos lábios e comecei um beijo calmo, pedi passagem com a língua é ele concedeu ele explorava cada canto da minha boca, nos separamos por causa da falta de ar e criamos uma linha de saliva que se desfez.
Eu: Gostou?
Natsuo: O que foi isso?(falou confuso)
Eu: Um beijo do seu salvador, não gostou?
Natsuo: Eu gostei, mas eu não estaria traído o Shoto fazendo Isso?
Eu: Ele quer nós dois então tudo bem se fizemos esse tipo de coisa, ou seja você teria o dobro de prazer em um relacionamento a três
Natsuo: Eu não sei, não estou convencido.
Eu: Tudo bem, mas depois você vai ter que me retribuir okay?
Natsuo: Como assim?
Fiquei por cima dele e levantei a camisa dele começando a mexer em suas mamilos e a beija o seu abdômen até o umbigo, foi aí que eu tirei a bermuda dele junto da cueca é vir o membro dele ereto
Eu: Você se anima rápido né?!(comecei a masturbar ele)
Natsuo:Você vai me chupar ou não.
Eu: Já mudou de ideia?
Natsuo:Não sei.
Coloquei o membro dele na boca é começei a chupar lentamente enquanto mexia a língua.
Natsuo: Su..sua boca e tão...tão  boa, qua...quase m...melhor que o...o Shoto.
Fiz movimentos mais rápido fazendo ele chegar em seu ápice e se desfazer em minha boca, engolir tudo e fiquei passando a língua no pênis e testículos  dele.
Natsuo: Eu gostei bastante, acho que isso vai dar certo. (dormiu)
Eu: Boa noite pra você.
Beijei a bochecha dele me deitei e dormir ao lando dele.


Notas Finais


Desculpa qualquer erro de ortografia ou incoerência tentarei melhora e editar os mesmos.
Tchau e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...