História Não Existem Casualidades - Alvitz - Capítulo 7


Escrita por:


Notas do Autor


Notas do autor:
Olá pessoal,
O que estão achando até agora?
Será que Pedro e Itziar vão conseguir as informações que querem?
Acho que nosso casal amado já estão apaixonadinhos, ou pelo menos atraídos um pelo outro, o que vocês acham? Nos contem, queremos saber a opinião de vocês!!!
Boa leitura!

Capítulo 7 - Capítulo 7


 Capítulo 7

Pedro

Enquanto Alvaro entrevistava Ugaitz, convidei Itziar para tomar um café no refeitório, que nesse momento deveria estar vazio, pois toda a equipe deveria estar ocupada se preparando para o espetáculo que seria apresentado em breve.

Quando chegamos ao refeitório, que na verdade era mais uma sala de descanso, ou seja, servia para as duas funções, indiquei as poltronas a ela, para que se sentasse, e perguntei se ela preferia café ou chá, ela preferiu um café, fui até a máquina, preparei dois cafés, e me sentei numa poltrona de forma que fiquei de frente para ela, assim poderíamos conversar melhor, e sossegados, já que realmente o local estava vazio, isso seria ótimo, pois pretendo descobrir mais sobre ela para contar ao meu hermanito.

Itziar

Pedro me convidou para um café, enquanto esperávamos a reunião acabar, eu aceitei de pronto, afinal a companhia de Pedro era muito agradável, ele é uma pessoa muito divertida, e me deixou muito à vontade desde que cheguei aqui.

Fomos para a sala de descanso que também funcionava com refeitório, me serviu um café, e então nos sentamos em algumas poltronas que haviam ali, não sabia por onde começar, pois eu queria de alguma forma saber mais sobre Alvaro, então decidi começar falando sobre teatro, que afinal, era nosso principal assunto em comum.

Itziar: Nossa a sala de descanso está vazia, estão todos de folga hoje?

Pedro: Não, não, estamos com uma peça em cartaz, devem estar todos se preparando para a apresentação, a peça inicia as 20h00, nesse momento devem estar repassando o texto, conferindo figurino, essas coisas.

Itziar: Que legal, espero não estar te atrapalhando, se precisar cuidar de alguma algo, fique à vontade.

Pedro: Imagina, eu cuido mais da parte de divulgação, patrocínio, a parte operacional deixo toda com o Alvaro.

Itziar: Faz tempo que vocês se conhecem?

Pedro: Sim, somos amigos desde sempre, para falar a verdade nem consigo me lembrar quando foi que nos conhecemos, somos como irmãos. E você tem irmãos?

Itziar: Sou filha única, mas tenho alguns amigos que também são como irmãos pra mim, um deles é o Ugaitz.

Pedro: E eu pensando que vocês eram marido e mulher, até agora não acredito na confusão que fiz, me perdoe bella, espero que não conte isso para seu namorado, senão bem capaz dele vir aqui me dar uma lição .(Joguei a isca, vamos ver no que dá).

Itziar: Imagina Pedro, não precisa se desculpar, eu também teria pensado isso se estivesse no seu lugar, você não tinha como adivinhar.

Pedro: Obrigado querida, mas não conte a seu namorado, não quero ficar com um olho roxo. (Disse sorrindo, tentando obter a resposta que eu queria, mas que ela parecia se esquivar).

Itziar: Fique tranquilo, isso não irá acontecer.

Notei que Pedro estava querendo saber se eu tinha namorado, só não entendi o motivo de seu interesse, mas achei melhor me esquivar, até saber o motivo dessa curiosidade.

Pedro: Quem bom, ufa, fiquei mais tranquilo... me conte, como está sendo sua estadia aqui em Madri?

Itziar: Na verdade chegamos hoje, almoçamos e viemos pra cá, ainda não tivemos tempo de dar umas voltas pela cidade.

Pedro: Mas então precisamos resolver isso, vocês são meus convidados para assistir a peça hoje, depois podemos sair para comer e beber, eu, você, Alvaro e Ugaitz, o que me diz?

Itziar: Claro, eu aceito, só preciso ver se meu amigo topa.

Pedro: Perfeito, também preciso ver se Alvaro está livre depois da peça.

Alvaro

Terminada a reunião, fomos procurar Pedro e Itziar, como já eram quase 18h00, imagino que toda a equipe esteja ocupada com os preparativos para a peça, então imagino que Pedro deve estar na sala de descanso, tomando um café, então convidei Ugaitz para um café e nos dirigimos até lá, e no momento que cheguei a porta, escutei Pedro falando meu nome, então entrei na conversa, fazendo graça, e chamando a atenção dos dois que estavam conversando, pelo jeito, bem à vontade.

Alvaro: Parece que escutei meu nome?

Pedro: Hermanito, você não morre mais, estava nesse exato momento, convidando Itziar e Ugaitz para assistisrem a peça logo mais, e também para sairmos nos quatro depois, o que você acha? Dei uma piscadinha pra ele.

Alvaro: Ótima ideia, e aí, vocês aceitam o convite?

Itziar

Não sei o que está acontecendo comigo, estava conversando tranquilamente com Pedro, e de repente meu corpo arrepiou todo apenas porque escutei uma voz, a voz dele, vindo da porta, e no mesmo instante meu corpo respondeu, não sei o que está acontecendo comigo, como isso é possível? Ainda bem que Pedro começou a conversar com ele, caso contrário, tenho certeza que eu começaria a gaguejar.

Pedro: Itziar já aceitou, só falta vocês dois confirmarem.

Alvaro: Claro, eu aceito.

Ugaitz: Eu também, inclusive já estávamos pensando em sair a noite para conhecer um pouco da cidade e comer alguma coisa.

Itziar: Então combinado rapazes, como imagino que vocês devem ter muitas coisas à preparar antes da peça, e logo logo o público começará a chegar, não quero atrapalhar, acho melhor voltarmos ao hotel, e depois voltamos, o que você acha? Perguntei olhando na direção de meu amigo.

Ugaitz: Perfeito Itziar.

Pedro: De jeito nenhum, vocês ficam, vamos conversar mais um pouco, afinal quero saber como foi a entrevista, e além do mais, os atores e o restante da equipe podem se virar muito bem sozinhos, essa peça já está em cartaz a algum tempo, está tudo sobre controle.

Alvaro

Não sei o que Pedro estava tramando, mas via em seu rosto aquela cara de menino travesso, mais tarde eu descubro. O importante agora era estar no mesmo local que Itziar, eu estava fascinado por ela, não sei dizer o que está acontecendo comigo, ela tem uma beleza diferente, não segue o padrão estipulado pela mídia, loira, olhos azuis, alta, nada disso, muito pelo contrário, não me levem a mal, não estou dizendo que ela é feia, não, de jeito nenhum, ela é linda, perfeita, tem uma beleza única, como disse, deve medir pouco mais de 1,60, tem lindos olhos castanhos, que quando encontram os meus, parecem ver a minha alma; o sorriso, é contagiante, cada vez que vejo aquele sorriso sinto vontade de sorrir também; o cabelo, é de um tom lindo,com algumas mechas loiras meio acobreadas, e um delicado piercing em seu nariz, tudo nela era perfeito; e por falar em perfeito, sua voz era linda, meio rouca, sexy, me faltam palavras para descrever, só sei dizer que cada vez que a ouço, meu corpo todo responde.

Preciso lembrar de agradecer ao Pedro por não deixar ela ir embora. O que está acontecendo comigo? Pretendo aproveitar ao máximo esse tempo com ela. Indiquei as poltranas para Ugaitz, que de pronto sentou ao lado de Itziar, e me restou sentar ao lado de Pedro, não que isso fosse de todo ruim, pois assim, poderia observá-la melhor, decorar cada detalhe dela, seus gestos, seu sorriso... pare com isso Alvaro Morte, está parecendo um bobo apaixonado, eu me repreendia, mas na verdade estava ficando quase impossível afastar esses pensamentos de minha cabeça.

Com muito esforço, consegui focar na conversa que estava acontecendo, bem ali, na minha frente.

Pedro: Então, como foi a entrevista, me contem pelo amor de Deus!

Perguntei rindo e tentando atrair a atenção do Alvaro, que neste momento estava com cara de bobo, encarando Itziar com um olhar de puro encantamento, acho que alguém se apaixonou a primeira vista.

Alvaro: Foi muito boa Pedro, Ugaitz já fez muito trabalhos, tem experiência tanto no teatro como na televisão, mas neste momento tem se dedicado mais a televisão, mas vou deixar que ele mesmo te conte sobre suas experiências.

Ugaitz: Sim, sim, no momento estou me dedicando bastante a TV, e atualmente trabalho na EITB no País Basco, inclusive apresentei um projeto novo para eles, e estou esperando uma resposta deles, até comentei com Alvaro que por enquanto não vou me comprometer com vocês e com a Companhia, pois preciso saber qual será a resposta deles lá, prefiro ser honesto.

Pedro: Claro! Entendo, você está certo, precisa avaliar todas as propostas para escolher a que é melhor nesse momento de sua carreira.

Alvaro: Vamos aguardar, você será muito bem vindo, caso decida se juntar a nós. E você Itziar, no que está trabalhando atualmente?

Itziar: Neste exato momento estou de férias, estava trabalhando numa peça infantil, que ficou em cartaz por 4 meses.

Pedro: Estendo o convite a você bella.

Notei que ela me olhou sem entender sobre o que eu estava falando, então decidi explicar melhor.

Pedro: O quê você acha de se juntar a nós aqui na Companhia? Também estamos precisando de atriz para nosso quadro efetivo.

Alvaro: Ótima ideia Pedro, pelo que fiquei sabendo, você é uma excelente atriz.

Itizar: Assim vocês me deixam sem graça, não sei o que meu amigo andou falando sobre mim, mas estou lisonjeada pelo convite, mas tenho alguns assuntos pendentes que preciso resolver antes de assumir qualquer compromisso.

Tenho certeza que neste momento meu rosto mostrava o quanto fiquei envergonhada com essa situação, só pude olhar para Ugaitz com uma cara que dizia, você me paga por me fazer passar por isso, sem falar que eu estava começando a me sentir um pouco desconfortável, pois o Alvaro não parava de me olhar, não que fosse ruim, mas o olhar dele parecia que enxergava minha alma, como pode uma coisa dessas? O maior problema é que meu corpo respondia ao olhar dele, sentia meu corpo quente, como se fosse entrar em combustão ao qualquer momento, além de causar muitas sensações também, realmente estava atraída por Alvaro.

Ugaitz: Ela é assim mesmo, fica sem jeito quando recebe elogios, mas tudo o que eu disse é verdade.

Comecei a rir, e levantei as mãos como quem se rende, tentando quebrar o clima tenso que se formou, posso estar enganado, mas pelo tempo que conheço minha amiga, algo está deixando ela desconfortável.

Pedro: Não acredito bella, precisa aprender a aceitar elogios! Iríamos adorar ter você aqui, sua alegria é contagiante, e tenho certeza que vocês dois se dariam muito bem com todos aqui.

Alvaro: Concordo, e reintero o convite, se mudar de ideia é só me procurar.

 


Notas Finais


Notas finais:
Pessoal, pedimos desculpas se tiver erros de ortagrafia, pois nem sempre conseguimos revisar antes de postar.
Esperamos de coração que estejam gostando, é nossa primeira fanfic, então ainda estamos aprendendo como expor todas as nossas ideias de forma escrita.
Para não estender muito essa parte, vamos pular a peça de teatro, e vamos direto a saída deles ok?
Nos deixem saber o que estão achando até agora, todos os comentários serão muito bem vindos.
Beijos no Coração, e até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...