História Não há um fim, - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Haechan, Mark
Tags Angst, Donghyuck Tá Um Babaca, Markhyuck, Taemark, Taemark Menção
Visualizações 33
Palavras 305
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Me desculpem qualquer erros, é nós

Capítulo 1 - Capítulo Único


Você me ligou às meia noite, e, em um ato rápido, atendi, logo ouvindo sua respiração pesada. Estava tarde, então me preocupei, perguntando-lhe rapidamente se algo havia acontecido.

Não demorou muito para você responder. Palavras como:

"Eu não te amo mais"

Eu quero acabar tudo com você"

"Vamos dar um fim"

Saíram de sua boca.

Em meio à elas, cheguei a me perguntar:

"Acabar com o que?"

Afinal, não tínhamos nada. Era o que você sempre me dizia. Como quer dá um fim à algo que nem começou? 

É, talvez, eu realmente não te entendo.

"Vamos ficar assim mesmo, Hyung. Nossa 'relação' já está boa desta maneira."

Sempre assim, sempre com a mesma desculpa; o mesmo motivo. Mas eu era muito idiota para perceber, muito idiota por você para não perceber e acabar tudo de uma vez.

Tentava, de alguma maneira, botar em minha cabeça que o que vivíamos era sim um relacionamento. Porém agora, com suas palavras, eu posso concluir que, realmente, não tínhamos nada.

Então te perguntei: "Como quer que haja um fim, para algo que sequer tenha começado?"

E você nada respondeu. Apenas desligou na minha cara, como a maioria das vezes que conversávamos por telefone.

Eu chorei, chorei muito. Derramei todas as lágrimas que em anos não conseguir derramar. 

Mas superei, eu te superei. Percebi que não te amava, e, mesmo que te amasse, você não merecia meu amor. Agora eu estava livre; não estava mais preso em suas mãos. Eu pude finalmente respirar tranquilo depois de anos ao seu lado.

Passaram-se meses, e eu encontrei um novo amor. Quem eu realmente iniciei um relacionamento.

Taeyong me mostrou o que é amar e ser amado, me mostrou um novo lado dos relacionamentos. Lado este que nunca cheguei a conhecer por sua causa.

Eu me sentia mais leve, o peso de todas suas palavras haviam saído; finalmente estava livre.


Notas Finais


Desfecho não é comigo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...