1. Spirit Fanfics >
  2. Não importa, eu te amo( Jeon Jungkook) >
  3. Aquela maldita voz...

História Não importa, eu te amo( Jeon Jungkook) - Capítulo 26


Escrita por:


Capítulo 26 - Aquela maldita voz...


Fanfic / Fanfiction Não importa, eu te amo( Jeon Jungkook) - Capítulo 26 - Aquela maldita voz...

* 1 ano depois *

Já se passou um ano que eu, Jungkook e as crianças estamos aqui, meu inglês melhorou muito, é Luke já dá alguns passinhos, ele fica de frauda "andando" é o Jungkook atraz dele de cueca a Zoe é mais quietinha fica no meu colo é fica engatinhando, eu fico atraz dela, porque tenho medo dela subir nos moveis é acabar caindo, eles ainda dormem em quartos juntos, vamos separa-los só depois dos cinco anos.

Estávamos nois quadro na cidade numa praça com as crianças, brincando com elas e dois puliciais começam a encarar Jungkook, eu é ele achamos estranho e decidimos voltar pra casa mais quando nós levantamos eles nos chamam.

Polícial: A quanto tempo você mora aqui rapaz?-- ele pergunta a Jungkook que estava calmo.

Kook: a dois anos-- ele menti.

Polícias: É esses filhos são seus?-- ele pergunta.

Kook: Senhor eles são sim, me desculpa é que de onde eu vim, é falta de educação fazer perguntas tão intimas-- Jungkook fala com a intuição dele ir embora, mais ele apenas o encara desconfiado.

Polícial2: É impossível ser ele, aquele cara da coreia está fujido a um ano é ele não tem filhos é nem esposa -- ele disse me olhando.

- De quem vocês estão falando?-- pergunto me fazendo de desentida.

Polícial2: Um mafioso da coreia está fujido, porém não temos imagens dele muito nítidas, é meu parceiro achou que seu marido se parecia com ele-- ele disse me olhando.

- Impossível Somos chineses, sei que vocês podem se confundir, pelos olhos puxados, todos falam isso-- eu disse é eles riram saímos dali e voltamos pra ilha.

*Uma semana depois*

Kook: S/n...-- ele me chama e vou até ele com Zoe no colo aninado ela.

- Oi amor-- disse me sentando ao seu lado.

Kook: Estive pensando muito.... é....acho que vou voltar a Coreia e me entregar a polícia-- ele diz abaixando a cabeça é eu levanto incrédula no que acabei de ouvir.

- Jungkook? Você tá louco?!! Perdeu a cabeça? Como você se entregar, é me deixa com duas crianças, me deixar sozinha aqui!!-- digo alterada fazendo Zoe acordar é começar a chorar.

Kook: Justamente por isso que quero ir embora!-- ele disse se levantando-- não quero ser preso na frente dos meus filhos, melhor eu ir agora que eles estão pequenos é não vão se lembrar de mim!-- ele disse passando a mão pela cabeça enquanto Zoe ainda chorava, Luke que estava deitadinho no tapete felpudo, se levantou assustado e abraçou a perna de Jungkook.

Luke: Papai...-- ele disse atropelando as palavras, foram suas primeiras ao certo, ele estava com a voz de choro e ergueu as mãozinhas pedindo colo é assim Jungkook fez.

Kook: Oi filho, papai assustou você? Desculpa ta-- ele disse dando um beijo na sua testa é o colocando no cercadinho, Zoe já havia parado de chorar.

- Então Jungkook está decidido a isso?-- falo nervosa é ele apenas assente é sai me deixando ali sozinha, me sento no sofá com Zoe e começo a chorar com ela no colo, ainda incrédula no que Jungkook acabou de me dizer.

Levei Zoe  que voltou a dormir até seu quarto é deitei em seu bercinho é voltei pra, é peguei Luke que estava pulando no cercadinho, é fui arrumar mamadeira pra ele dormir, já tava de banho tomado é bem cheirosinho.

Quando eu estava na cozinha vejo Jungkook sair do nosso quarto com as suas malas ele realmente estava disposto a isso.

Kook: S/n...eu-- ele diz mais o interrompo com um beijo.

- Eu vou te esperar amor, vou dizer aos nossos filhos que você apenas estava de viajem, eu vou te esperar amor até o necessário-- eu disse abraçada a ele é Luke no meu colo.

Kook Não s/n! Quero que você viva a sua vida... Não quero que me espere vinte anos, nem sei se vou ser solto novamente-- ele disse é meu coração se desmancha.

- Kook-ah por favor não se vai...-- eu disse já entre lágrimas.

Kook: Entenda que isso e pro bem de vocês, eu realmente não quero que meus filhos me vejam sendo preso na frente deles-- ele disse ainda abraçado a mim

- A gente não ia mudar de pais a cada um ano?-- pergunto esperançosa.

Kook: É vai ser assim até quando? Eles são crianças, não podem ficar se mudando assim, me entenda s/n eu só quero a sua felicidade, é a deles, seja feliz é não me espere, me esqueça assim como eu vou te esquecer-- ele disse se soltando do meu abraço é indo até a porta, meu coração já se encontrava chorando junto comigo.

- Jungkook por favor, Eu te amo, não importa o quanto distando você esteja eu sempre vou te amar, sempre!!... Por favor não se vá... Eu disse indo até ele que estava parado na porta de costas.

Kook: S/n não deixe as coisas mais difíceis do que na estão, não quero fazer mal a vocês, os meninos não foram descobertos, sei que eles cuidarão bem de vocês-- ele disse é desceu um degrau para ir onde um barco já o esperava.

- JUNGKOOK!! OLHA PRA MIM!!-- o chamo chorando é alterada, fui até ele é o abraçei forte, ele retribuiu abraçando Luke junto, lhe dei um beijo com amor e necessidade, ele segurou na minha cintura a apertado é descendo suas mãos, paramos o beijo é colamos nossas testas, ele olha deixando um selar em meu pescoço onde ele passou a língua de leve é deu uma chupadinha, e depois deu um beijo na testa de Luke que o olhava sem entender nada do que estava acontecendo.

Kook: Já me despedi da Zoe, por favor não a deixe namorar cedo-- ele disse é deu uma risada, seu olhos estavam cheios de água mais ele não cedeu nenhuma hora, ele se virou e foi indo até o barco onde ele  entrou é logo sumiu na escuridão da noite.

*S/n off*

*Kook on*

Depois daquele dia que aqueles polícias quase me reconheceram percebi que estava fugindo do meu próprio destino, que eu estava só adiando o dia da minha prisão, é não queria que meus filhos me vissem assim, não queria que eles me vissem como um bandido, esse um anos que eu passei junto com eles foram os melhores do que esses 24 anos que passei, eles é um amor sem dúvida, eles eu tenho certeza que nunca vão deixar de amar, eles são meu filhos é faria de tudo por eles, eu também amo a s/n é por isso vou a deixar pra viverem feliz com nossos filhos, sem se preocupar com Oque vai acontecer, s/n passou muito riscos comigo, não quero que meus filhos passem o mesmo.

Depois da conversa que tive com s/n que na verdade foi uma discussão, arrumei minhas coisas pronto pra sair,a vi colocando Zoe no quartinho dela é passei lá em seu quarto é fiquei a observando.

Minha princesinha, tão inocente e indefesa não posso te colocar em risco, papai te ama muito, dou um beijo em sua testa é saio com as minhas coisas, encontro s/n na cozinha com Luke no colo, disse que estava indo, ele implorou tanto que quase fiquei, mais não podia os expor a esse perigo, tinha que  deixá-los para sua segurança, sai dali é entrei no barco, depois peguei o avião de volta para Coreia.

------****-----

Depois de 15 horas de viajem chego a Coreia, lá estava dia ainda, coloquei máscara e boné, peguei o táxi e fui pra casa dos meninos, é por sorte todos estavam lá.

Jin: Não acredito!-- jin gritou vindo em minha direção-- meninos o Hyung Jungkook volto-- ele gritou e do nada eles brotaram ali na sala e vieram todos me abraçarem.

Hoseok: Cadê a s/n é as crianças? Tô loco pra fazer bagunça com o Luke-- ele disse sorrindo.

Jimin: Verdade é a Zoe cadê minha pequena? Quero cantar pra ela-- ele disse é me olhou com os braços cruzados.

- Eu os deixei-- eu disse é todos me olham infurecidos.

Nam: Como assim tu deixou tua família rapaz?-- Nam disse já irado.

- Calma, sentem vou esplicar tudo a vocês-- eu disse é eles sentaram é olharam esperando a minha explicação.

------***------

Expliquei tudo a eles, que eu iria me entregar é o porque, todos me olharam desapontados, é tentaram me fazer mudar de ideia mais não cedo por nenhum momento.

Kook: Vim aqui apenas pra me despedir de vocês-- disse abrindo os braços para que eles me abracem novamente, eles hesitaram é me olharam tristes mais logo vieram ao meu encontro me abraçando em conjunto.

Tae: Vamos cuidar da sua família cara, até você voltar!-- tae disse batendo em meu ombro assento é me virei indo pra porta.

Yoongi: Ei Hyung-- olho pra traz é yoongi me olhava com os olhos cheio de lágrimas, nunca o vi demostrar sentimentos assim-- eu te amo nunca vou te esquecer, mesmo eu sendo maks velho, quem me protejeu e me tirou das ruas foi você, serei eternamente graro-- ele disse deixando uma lágrima escapar, o olhei também com olhos marajdos.

Kook: Eu também te amo Hyug, todos vocês, nunca os esquecerei.

Sai dali e fui direto a delegacia me entreguei, é eles me prenderam até o dia do meu julgamento, não planejei nada, até porque pretendo ficar aqui até a morte, não aguentaria sair é ver a/n com outro, é meu filhos chamando outro de pai, mais com certeza os meninos avisaram meu pai é ele faria questão de contratar o melhor advogado daqui.

Eles pegaram meus pertences é colocaram numa caixa, e junto a minha carteira tinha uma foto dos meus filhos é da minha esposa.

Kook: Posso ficar com a foto?-- perguntei pro policial é ele assentiu que sim com a cabeça, a guardei no bolço do uniforme da cadeia, é eles me gemaram me levaram até onde tinha várias celas num corredor longo e escuro, me colocaram  na última, é eu tinha um companheiro de quarto.

Xx: Você por aqui?-- aquela maldita voz...


Meus amores foi esse o cap me dsclp pela demora ok! É como eu disse no último cap ia ser só choro, nosso kookie se entregou a polícia por nossa causa vamos compriended ele😔✊🏽, mais será que nois vamos conceguir seguir em frente? Será que damos ficar felizes sem nosso coelhinho? Vamos ver neh....até o próximo cap bjssss amor vocês ♥️






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...