1. Spirit Fanfics >
  2. Não Importa Quanto Tempo Passe >
  3. O Centro De Convivência - Conhecendo

História Não Importa Quanto Tempo Passe - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Nessa Fic tem - 🌸 - Gay, amor entre Jimin e Jungkook - 🌸 - Inspirações - 🌸 - Good Morning Call, This Is My Love, 12 Anos De Espera, Noite De Primavera - 🌸 - Boa Leitura - 🌸

Capítulo 1 - O Centro De Convivência - Conhecendo


Fanfic / Fanfiction Não Importa Quanto Tempo Passe - Capítulo 1 - O Centro De Convivência - Conhecendo

- Sabe quando você tem um sonho? Então, eu sou um Idol aqui na Coréia e infelizmente não posso seguir o meu sonho. Estou no meu fansing (sessão de autógrafos).

Finalmente o fansing acabou, e de um lindo sorriso foi a cara fechada, ele estava muito feliz por o fansing ter acabado, mas triste por que iria encontrar seu chefe. 

- Jimin! Você foi ótimo. 

- Obrigado.

- Foi ótimo, não perfeito. 

- Olha aqui eu não sou perfeito, e você já é milionário, por que você precisa de mais dinheiro? Milhões já não está bom para você?

- Não. Você tem que ser PERFEITO para eu ser bilionário! 

- Bilionário? Você só pensa em dinheiro. 

- Ah Park, as pessoas falam que a felicidade não é por trás de dinheiro, sempre depende de alguém ou ver a felicidade das coisas simples. 

- Sim, está frase está certa.

- Não está não meu caro, amor trás tristeza e coisas simples, quem fica feliz? Tudo nessa vida tem que ser pago, até a felicidade. 

- Quando eu achar meu amor, eu vou ser a pessoa mais feliz do mundo. - Park olha para a janela. 

- Amor? Você não pode namorar! O que suas fãs vão dizer sobre isso!? Vamos a falência se você namorar! Elas imaginam uma vida com você! 

- Está bem, elas não vão se importar.

- O quê? Você acha que está aqui para quê? Eii volte aqui! Arg... 

Park sai pela porta e encontra seu melhor amigo Hoseok.

- Park! 

- Hoseok! 

- E aí cara?

- Meu dia não está bom hoje, estou muito cansado. 

- Que isso? Vamos comer um kimchi (prato popular na Coréia). 

- Tem que ser um lugar privado. 

- Nossa que vida hein? Tudo tem que ser escondido e isolado. 

- É, eu sou famoso tenho que lidar com isso.

- Park.

- Sim? 

- Venha, preciso te perguntar um negócio. 

Hoseok leva Park até um restaurante privado. 

- O que você quer... Me perguntar? 

- Qual é o seu sonho? Você sempre esteve desanimado sendo famoso, então pensei, qual seria o seu sonho. 

Park viaja um pouco em seus pensamentos e responde Hoseok.

- Não gosto do meu sonho, meu chefe disse que ele é besta, que todos querem ter minha vida, e eu não estou aproveitando.

- Eii, eu sou seu melhor amigo! Você pode me contar, eu não vou achar besta.

- Sei lá, é que... Não chega nem aos pés do trabalho que eu tenho agora. 

- Mas você pode me dizer? 

- Sim, meu sonho é ser farmacêutico. 

- Farmacêutico? Isso é ótimo cara. 

- Você acha? Não sei não...

- Claro que é! 

Park e Hoseok tiveram uma longa conversa, anoiteceu Park esteva indo para casa, e no caminho viu a farmácia que sonha em trabalhar, estava vazia e fechada. 

- Ah... Estou tão confuso... Acho que vou passar em um centro de convivência para comer um Bibinbap ( Arroz misto servido em uma tijela com pedras quentes). Mas... Eu vou por um boné para não verem meu rosto. 

- Boa noite, o que o senhor gostaria de comer? 

- Um Bibinbap por favor. 

- Seu nome? 

- Er... Daniel. 

- É estrangeiro?

- Sim 

A garçonete sai e Park tira seu boné. 

- Alô? Farmácia Bangtan como posso ajudar? 

Jimin olha para Jungkook que estava em seu telefone. 

- Ele trabalha na farmácia... 

- Certo, para dor de cabeça? Ok vou anotar, tchau.

- Ei, licença? Você trabalha na farmácia ao lado?

- Sim trabalho lá. 

- Meu sonho é trabalhar naquela farmácia. 

- Sério? Estou precisando de um ajudante se quiser... 

- Sério? Ah... Eu vou pensar, pois eu sou Idol e não sei se meu chefe vai deixar. 

- VOCÊ É UM IDOL? - A garçonete derruba a bandeja no chão. 

- Meu Deus... Que vida hein? 

- Espera você é Park Jimin? 

- Meu pai... - Jimin esconde seu rosto. 

- Você pode assinar minha bandeja? 

- Claro. 

- Obrigada!! - A garçonete sai. 

- Nossa que vida hein?... Park Jimin...

- Pois é! Nem consigo comer em lugares públicos.

- Você gosta de Soondae? (Comida feita com macarrão e sangue de porco).

- Gosto, mas não como muito, como mais verduras em um saco plástico. 

- Nossa, que péssimo.

- Eu preciso ter um abdômen muito bonito, por isso eu como verduras em plástico. 

- Entendi, mas você quer um pouco do meu Soondae?

- Obrigado... É...

- Jungkook.

- Obrigado Jungkook.

- Toma.

Jungkook leva a colher de Soondae até a boca de Jimin com que faz o mesmo se melar um pouco.

- Haha você se melou um pouco é melhor eu te limpar. 

- Ah sério? Hahaha

- Pronto limpinho, bom eu tenho que ir para farmácia, se quiser trabalhar comigo, aqui está o meu número.

- Oh certo, chamarei você. 

- Tchau foi bom te conhecer Jimin. 

- Digo o mesmo Jungkook, tchau. 

Jungkook sai e Jimin liga para seu motorista particular para ir até a sua casa.

- Você já sabe para onde ir. 

Jimin se encosta e coloca seu fone, admirando as árvores e pensando em seu emprego. E finalmente chega em casa, toma um banho e deita na sua cama. 

- Arg... Será que eu trabalho na farmácia? É minha única chance, nem quero saber o quanto o Sr.Soo vai reclamar... Será que eu chamo o Jungkook? Vou chamá-lo.

MENSAGEM ON: 

Oi Jungkook sou eu Park. 

Oii Park.

Estive pensando mas ainda não me decidi. 

Não precisa de pressa sei que é difícil para você.

Obrigado Jungkook boa noite. 

Boa noite. 

MENSAGEM OFF

- Agora eu vou salvar ele, vou por Jungkook, não fica muito formal... Vou por Jung do Soondae hahaha. Agora eu vou dormir amanhã vai ser muito difícil falar que eu me demito...


Notas Finais


Espero que tenha tido uma ótima leitura - 🌸 - Novo capítulo em breve - 🌸 - Essa Fanfic foi lida antes da postagem - 🌸 - Qualquer erro de ortografia me avisem - 🌸 - Beijos do Jin - 🌸


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...