História Não julgue o livro pela capa (Imagine Kim Taehyung) - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7, The Boyz
Personagens Bae Joonyoung (Jacob), JB, Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Moon Hyungseo (Kevin), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Visualizações 299
Palavras 998
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Luta, Mistério, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 5 - Sentimento 1: Pena!


S/N  pov***



Já estava de noite, Jungkook fez birra pra ir dormir no quarto junto comigo e Taehyung, eu dormia na cama ao lado da dele. 

Fiquei sentada em uma poltrona, Jungkook dormia na minha cama, Taehyung dormia na dele.

Enquanto eles dormiam recebi uma ligação no meu celular, então fui para sacada atender.


Ligação***


S/N: Quem é?

Xxx: Fiquei sabendo que você saiu da cadeia.

S/N: Mark? 

Mark: Por que não me avisou que estava solta? Onde você está? 

S/N: Não é da sua conta! 

Mark: S/N me responde, eu vou te buscar. Confia em mim.

S/N: Eu já mandei você esquecer que eu existo.

Mark: Eu sou seu irmão mais velho, sou sua família.

S/N: Eu não tenho família. Me esquece, esquece que eu existo.

Mark: S/N...


Ligação off***


Desliguei o celular na cara dele. Eu não quero que Mark fique sabendo sobre meus planos, ele irá contar para meu padrasto... e então... Não conseguirei terminar o que comecei.

Me apoiei na sacada e respirei fundo, olhei para o céu que estava estrelado, uma noite quente e bonita, a lua iluminava tudo ali.

Soltei um suspiro e fechei meus olhos... minha cabeça estava confusa, eu detesto tanto essa família. 


Xxx: Está uma noite bonita, não é mesmo?


Olho para o lado e vejo um homem alto e muito bonito, com duas covinhas em seu rosto.


S/N: Sim! *o encaro* 

Xxx: Você é a conselheira de Taehyung, estou errado?

S/N: Não, eu sou a conselheira dele *sorrio*

Xxx: Prazer me chamo Kim Namjoon *acena*



Outro Kim... 



S/N: Eu sou S/N. 

Nm: Eu teria voltado mas cedo pra casa se soubesse que a conselheira ja tinha chegado.

S/N: Por que?

Nm: A muito tempo não temos uma mulher dentro dessa casa, desde o falecimento da minha tia *abaixa os olhos, com a expressao mais triste que eu já tinha visto*

S/N: Ah... acho que não vai fazer muita diferença eu aqui.

Nm: Acredite só o fato de você estar aqui já faz muita diferença.

S/N: Ah kkkkk então obrigada!


Namjoon sorri, mas logo uma voz insuportável surge atrás de mim.


Tae: Por que você está aqui sua inútil? Deveria estar dormindo, está me tirando o sono com essa falassao. 

Nm: Você não deveria falar assim com uma mulher *diz fitando Taehyung*

Tae: Hyung? Eu não sabia que você ja havia chegado.

Nm: Cheguei a poucos minutos.

S/N: Bom eu vou me retirar.

Nm: Boa noite S/N. Tenha bons sonhos e... espero que possamos conversar mais amanhã. *diz sorrindo*

S/N: *sorri* Boa noite Namjoon!


Entrei para o quarto mas ainda estava em dúvida... onde eu ia dormir?


Taehyung pov***


Tae: Você não deveria ficar se engraçando para o lado da minha empregada.

Nm: Ela é sua conselhereira, não empregada.

Tae: Enfim, Não chegue perto dela. Boa noite Namjoon. *diz dando as costas*

Nm: Você não vai crescer nunca né Taehyung? *diz irritado*

Tae: Eu não preciso, eu sou rico.


Vou para o quarto e dou de cara com S/N pegando Kook no colo.


Tae: HOU HOU HOU como voce conseguiu pegar ele no colo? Nem eu consigo.

S/N: Já carreguei vários corpos de pessoas, ele é até leve.

Tae:  como assim corpos?

S/N: Ah... isso era quando eu trabalhava num hospital.

Tae: *dou de ombros* ok.


S/N pov***


Menti para Taehyun mas não me arrependo disso. Levei Jungkook para o quarto. O coloquei na cama e o cobri.

Quando eu ia sair dali Jungkook pegou na minha blusa.


S/N: Está acordado?

Jk: noona voce se parece muito com a minha Omma sabia?

S/N: Sério?

Jk: Sim!

S/N: Puxa, obrigada *sorrio* E onde está sua Omma? 


Jungkook sorriu inoscente e apontou o dedo para o céu. Logo entendi o aue ele queria dizer. Pela primeira vez... eu senti pena de alguem.


Jk: Você é muito bonita igual a ela.

S/N: Obrigada Kook *sorrio* agora durma, amanhã você tem que estar bem acordado para podermos brincar, ok?

Jk: Tá bom noona. *sorri é fecha os olhos*


Com muito esforço dei um beijo na testa de Jungkook, eu nunca tinha feito aquilo... nunca tinha demonstrado afeto por alguém. Mas Jungkook era a pessoa mais i noscente que eu já havia conhecido. Então, de todos dessa família... ele é o único que vou proteger até o fim de meus dias.

Sai do quarto e resolvi ir beber água. Quando cheguei na cozinha la estava Seokjin.


J: Ah olá *sorri simpático*

S/N: oi *sorrio*

J: Também não consegue dormir?

S/N: Levei Jungkook para o quarto dele e também estou sem sono.

J: Você realmente me surpreendeu, Jungkook gosta muito de você, ele não gosta de ninguém que não seja da família. Mas eu dou razão aquele pivete, você se parece com uma pessoa da família.

S/N: Ah isso... ele me disse.

J: *sorri* você é extremamente idêntica a minha Omma. Até no jeito e tudo.

S/N: obrigada! Por que não está dormindo?

J: Dor nas costas, não é fácil cuidar de um pivete como o Jungkook e ainda tenho uma empresa para administrar.

S/N: dores nas costas... A muito tempo eu não simto isso.

J: Kkkkk que bom

S/N: Sim kkkkk Ei eu vou subindo, ok? 

J: claro, se precisar de algo me chame.

S/N: certo!


Me retirei da cozinha e fui para o quarto do Taehyung. Quando chrguei as luzes estavam apagadas e Taehyung deitado virado pra parede.


S/N: ufa a peste ja dormiu *sussurro*


Me deitei na cama e me virei para a parede.



Tae: Quem você está chamando de peste?

S/N: Tá acordado?

Tae: É o que parece idiota.

S/N: olha eu só quero dormir, não vamos discutir.

Tae: Eu quero saber onde tá o Thadeu.

S/N: Quem é... Thadeu?

Tae: Ora... meu ursinho de pelúcia gigante. Eu não durmo sem ele.

S/N: Eu não sei onde está.

Tae: Ótimo agora não vou conseguir dormir *diz em um tom arrogante*

S/N: Coé cara? Você tem quando anos? 4? Dorme logo.

Tae: Cala a boca.

S/N: Ok, Boa noite *digo irritada*


Fecho os olhos e tento durmir, quando já estava quase dormindo senti alguém entrar debaixo dos meus conbertores.


S/N: Taehyung? O que está fazendo aqui? Volta pra sua cama.

Tae: Cala a boca idiota. Eu não vou conseguir dormir daquele jeito. Olha eu vou te abraçar agora, mas não se assanha não. E não me denuncie por assédio. Eu só quero tenta dormir.

S/N: aff que seja *digo sonolenta*


Deito minha cabeça no travesseiro e sinto Taehyung me "abracando". Logo vejo que ele pega no sono e eu faço o mesmo.



Continua...







Notas Finais


Vish... esses dois ainda vão dar um caldo.

Bjs traquinas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...