História Não mais... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias NU'EST
Personagens Jr, Ren
Tags Choi Minki, Jongmin, Jren, Kim Jonghyun, Meus Pais, Pera Jongmin Existe?, socorro
Visualizações 24
Palavras 857
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shonen-Ai, Slash, Universo Alternativo
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Então KKKKKKKKKKK
Primeira oneshot de Jren meus pais, espero que venham muito mais porque eu amo esses dois, eh isto

Apesar de Jren ser meu primeiro shipp nesse kpop adoidado, nunca criei coragem para fazer uma oneshot (?????) mas aqui está ela agora KKKKKK help

Eu espero que gostem :')

boa leitura~

Capítulo 1 - .adeus


– Lembro-me que nossos amigos costumavam a dizer que estávamos ligados pelo fio vermelho do destino – Minki apertava bem o seu casaco enquanto dizia aquela frase, a primeira fala desde o momento que se encontraram naquela rua.

 

O frio demasiado que fazia aquela noite parecia terrível para as duas pessoas que estavam de frente uma para a outra, e em uma distancia que não agradava nenhum dos dois ali presentes. Queriam aquecer seus corpos em um abraço mais que necessário, um abraço pela saudade e pelo amor que sentiam um por outro. Mas eles não fariam isso, pelo menos não mais.

 

– Jonghyun... – uma pausa e uma recarga nos pulmões  – você ainda me ama?

 

– Minki, eu estou casado agora e...

 

– Não foi isso que perguntei – Minki sentia suas bochechas esquentarem apesar do frio que fazia naquele lugar, seu coração batia desesperadamente rápido e seus olhos davam sinais daquilo que Minki não queria fazer, ele iria chorar. Céus, Minki evitava ao máximo fazer isso na frente de Jonghyun, não queria se mostrar mais fraco do que já aparentava ser.

 

E para Jonghyun ver Minki chorar era a coisa mais dolorosa para si, seu peito sempre vacilava ao ver o rosto tão delicado e bonito do mais novo coberto com lágrimas que, definitivamente, não combinavam com Minki.

 

Três meses, exatos três meses que não se viam que não se tocavam, que não se amavam, era quase uma tortura para ambos. Em um momento os dois jovens faziam planos para suas vidas futuras e em outro foram separados por um casamento com um contrato vitalício. Ah, Minki chorou por dias, não queria deixar alguém que tanto amava – e ainda ama – para trás, não queria acabar com um relacionamento que havia tudo para dar certo, não queria acordar todos os dias e ver o lado vazio de sua cama, não queria abrir mão de seu grande amor.

 

– Sim Minki, eu ainda te amo, não há um só dia que eu não penso em você, que eu não penso em nós – e não era só para Minki que estava sendo difícil, Jonghyun amava aquele homem, viver tão longe de uma pessoa que o Kim jurava que partilharia o futuro, era dolorido, seu peito apertava em ver a pessoa que tanto ama naquelas condições, chorando.

 

– Eu jurei que não choraria, mas... – um soluço escapou da boca do mais novo, fazendo Jonghyun querer o abraçar, beijar e dar o carinho que Minki merecia, mas ele não faria isso, não mais – eu te amo tanto, Jonghyun! Não há um só dia que não o desejo ao meu lado, eu queria te tocar, te beijar, eu queria te amar, Jonghyun.

 

E era recíproco e Minki sabia que era, bastava olhar nos olhos de Jonghyun, apesar de distantes seus sentimentos estavam conectados, sentiam a necessidade de estar um do lado do outro. Mas mesmo que desejasse tal feito com todas as suas forças presentes, aquilo seria impossível, aquilo jamais seria realizado. Jonghyun agora era casado. Céus como doía pensar nisso, Minki só imaginava Jonghyun casado consigo, como o mais velho havia prometido, saber que era outra pessoa a quem cuidar daquele que tanto amava lhe partia o coração.

 

– Deveríamos ter fugido, por que não fugimos? Eu te amo tanto que me dói ficar longe de ti ­– Minki apertou mais seu corpo, o frio estava aumentando e só aquele casaco não parecia mais o bastante para lhe aquecer.

 

– Eu não posso Minki, mesmo lhe amando, eu não posso – e Minki chorou mais, porque Jonghyun se negava a deixar o luxo que sua família lhe proporcionava para viver um amor proibido e aventureiro, dizia que amava cegamente o mais novo, mas não movia um dedo para estar ao lado dele – meu pai entraria em sérios problemas, mesmo ele ter feito o que fez para nos separar, eu não posso o abandonar. Se eu realmente pudesse Minki, estaria bem longe daqui e com você em meus braços.

 

Jonghyun sabia que suas palavras estavam machucando ainda mais o outro, vendo Minki de cabeça baixa enquanto apertava seu corpo e chorava com alguns soluços o impedindo de ter um choro silencioso, Jonghyun tinha vontade de acolhê-lo em seus braços, levantou sua mãos próximo ao rosto alheio para limpar aquelas lagrimas, mas parou no caminho e colocou ambas as mãos em seu casaco, não poderia o tocar, pelo menos não mais.

 

– Eu preciso ir, já está tarde e cada vez mais frio – Jonghyun ditou – volte para casa também, está ficando muito frio para você – Minki assentiu, mesmo não querendo ir, limpou suas lágrimas e com o rosto vermelho encarou Jonghyun pela ultima vez – adeus Minki.

 

– Adeus, meu amor – viraram as costas um para o outro e cada um seguiu sua direção.


A neve aos poucos iam preenchendo as ruas. E Minki não parecia se importar com seu caminhar lento, queria olhar para trás, queria correr até Jonghyun e o beijar com toda a sua força, mas se segurou e continuou a andar, mesmo com passos lentos. Levou sua mão até o pouco volume que formava em sua barriga e soltou um sorriso um pouco doloroso para si.

 

– Agora somos só nós dois, meu anjinho.


Notas Finais


E eh isto KKKKKKKK socorro
Se tiver algum erro (com certeza terá porque sou burra e estou sem enxergar direito) eu juro que um dia os erros desaparecerão kaoksoaks

Real espero que tenham gostado.
Obrigada por ler >-<
e até mais
XOXO


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...