1. Spirit Fanfics >
  2. Não Me Ame ( Min Yoongi ) >
  3. Ele não parece ser tão confiável...

História Não Me Ame ( Min Yoongi ) - Capítulo 13


Escrita por:


Notas do Autor


Esse seria o Viktor, enfim... É isso. ( Não fui eu que fiz essa imagem )

Capítulo 13 - Ele não parece ser tão confiável...


Fanfic / Fanfiction Não Me Ame ( Min Yoongi ) - Capítulo 13 - Ele não parece ser tão confiável...

A realidade me bate na cara; o que diabos eu penso que estou fazendo? Eu deveria ir conversar com o cara que eu amo! Com o Yoongi, mas não, eu tô aqui com um tal de Viktor, praticamente nua na frente de um lobisomem. Sério s/n qual é o seu problema? Eu não vou perder o Yoongi! Eu amo ele como nunca amei nenhum outro, e esse Viktor está com uma conversa muito estranha pra cima de mim. Me pergunto como o Yoongi reagiria se me visse com esse cara.

P.O.V Viktor:

A pequena garota está na minha frente com os joelhos sobre o peito, e o lençol escondendo suas bonitas pernas. Seu cabelo está bagunçado porém não armado. Ela será essêncial  para o plano do clã, não posso deixar passar... Tenho que me aproximar dela o máximo possível, e então aqueles malditos vampiros terá oque merecem! No momento não posso deixar ela criar dúvidas sobre a minha vinda. 

Viktor: Não tenha medo, e não se esqueça que mesmo te conhecendo agora eu realmente gostei de você. Seria uma dádiva te ver de novo.

Ela me olha e parece estar brava... Merda, tenho que convencê-la a me ver de novo, ou... Eu vou ter que vê-la de novo, ela parece ir a escola, faculdade sei lá. E pelas roupas espalhadas femininas posso ver que acertei em cheio, observo o símbolo da escola em um suéter. É a universidade mais famosa daqui, você tem que ter um dinheirinho reserva nos bolsos se quiser ficar nela, e dinheiro é oque não me falta. 

S/n: sai daqui.

Viktor: Mas...-ela me corta.

S/n: anda Viktor saia daqui, tenho que me arrumar... Sair daqui também e resolver as coisas com o meu namorado.

Balanço a cabeça e me levanto, olho em volta, e quando estou prestes a virar a maçaneta eu viro o rosto para olhar para a jovem e linda garota, não posso desistir dela até que a vingança seja feita. E ela é o único jeito que seja feita. Então eu saio da cabana e me apoio no corrimão das escadas da cabana, respiro o ar fresco da floresta. Ouço o cantarolar dos pássaros, e olho para o fundo da floresta imerso em pensamentos.

Ok, tenho que fazer essa tal de s/n fazer o plano dar certo sem ela saber, pelo oque eu ouvi dia após dia do Akam - o líder do clã - tenho que faze-la ficar próxima de mim, seduzi-la e fazê-la duvidar do seu relacionamento com aquele sanguessuga... Tenho oque fazê-la falar, ou seja: vou ter que me vestir de ovelha mesmo sendo um lobo. Certo, vai ser fácil, aliás, poderia ser fácil mais essa s/n não está facilitando! Terei que ser persistente.

O vento sopra meu cabelo e eu desço os degraus da pequena cabana. 

Já estou quase chegando no nosso esconderijo quando ouço barulhos de galhos e depois alguma coisa cair atrás de mim. Acho até que já sei quem é...

Zyla: Ooii.

Me viro e vejo a Zyla, uma lobinha que faz parte do clã, ela é uma garota um pouquinho bronzeada, cabelos loiros, olhos verdes, um pouco menor que eu... Ela tem um lindo corpo, e belas curvas, com um shorts de cintura alta jeans verde escuro, e um cropped  amarronzado. Duas tranças na parte de frente do cabelo,  uma botinha de couro e pelagem e uma cicatriz no olho... De uma briga que tivemos com outro clã rival. Ela sorri para mim e se aproxima, com um rebolado provocativo. Brincando com uma de suas tranças nos dedos, com um olhar cheio de segundas intenções.

Ela tem uma queda por mim, desde que ela chegou, ela tem tentado me ter para ela, chegamos a nos beijar uma noite em que eu não estava bem. E depois disso ela tem criado falsas esperanças, ela passa a mão no meu peito, por dentro da minha blusa, eu seguro sua cintura para afasta-la porém ela não deixa eu fazer isso, e aproxima seu rosto no meu. Quando ela está prestes a me beijar eu tampo sua boca com a minha mão, e a coloco no meu ombro como um saco de batatas ela grita e da socos da minha costa. Eu dou risada.

Zyla: Me solta Viktor! Me solta agora seu idiota!

Depois de alguns minutos acabo soltando ela, e ela para na minha frente com os braços cruzados sobre o peito e um olhar malvado, resolvi soltar ela porque da última vez ela me chutou onde não deveria... 

Zyla: Me responda uma coisa.

Viktor: Sim?

Zyla: Por que você nunca mais me beijou? Não sente falta da minha boca?

Lá vem...

Viktor: Olha Zyla, aquele beijo foi apenas um momento de fraqueza que você tirou proveito. Você sabe que eu não posso te fazer feliz, e ... Você é como uma irmã pra mim.

Ela parece ter ficado triste, sempre que eu tenho que abrir os olhos dela eu acabo machucando ela. Ela chuta uma pedra, e eu não entendo porque ela sempre reage do mesmo jeito. Me aproximo dela e puxo sua cabeça pro meu peito e beijo o topo de sua cabeça. Ela se acalma e me olha com uma carinha de cachorrinho, eu a guio pela costa até o esconderijo.

Viktor: Tenho que falar umas coisas pro Akam, sobre a S/n.

Ela me olha e presta atenção em tudo que eu disse, caminhando até o esconderijo.

Zyla: sim tô sabendo, não gostei da parte de "seduzir ela". Você sabe que eu não gostei.

Eu suspiro cansado e desvio meus olhos dos dela, olhando as grandes árvores. Vejo o esconderijo se aproximar.

Viktor: O Akam que manda Zyla, se ele disse não podemos falar nada.

~~~~~~~~~~~~~~~~

P.O.V S/n:

Como hoje é sábado não temos aulas. Acabo me esquecendo do Viktor e já estou na porta da mansão do Yoongi, já bati umas vezes e nada.

Até que alguém abre e vejo o Tae.

K.T: Oi S/n! E ... S...

Não dou tempo dele dizer mais nada aceno com  a mão, e corro pelas escadas até o quarto do Yoongi, bato na porta e ouço um "entre". Quando entro vejo ele deitado olhando pro teto com seus fones de ouvidos, ele bate os dedos uns nos outros. Quando eu entro ele me olha e bufa enquanto se levanta. Ele parece mais calmo agora, minha vontade é de simplesmente me jogar nele e toma-lo em meus braços, dizendo o quanto o amo. Mais temos que conversar primeiro.

M.Y: Merda... O que foi agora?


S/n: temos que conversar Yoongi...

Ele acena com a cabeça e da umas batidinhas na cama. Eu me apresso a me sentar onde ele pede e então ele me olha.

M.Y- sobre...?

S/n: Precisamos esclarecer as coisas... Eu amo você e não vou te perder só por algumas bobagens que eu disse sobre você.

Ele se indireta na cama e me olha prestando atenção em cada palavra que sai da minha boca.

S/n: É... Bom, sim, eu levito as coisas com a mente...- Começo a contar tudo que aconteceu comigo em detalhes, sobre o sonho que eu tive e desde então.-

M.Y- você pode não apenas levitar as coisas sabia?... Conheço várias bruxas com esses mesmos " sintomas ". Isso pode ser só o começo...

Começo, como assim? Bruxa? QUE? Não! Será? Ele  tem séculos de vida com certeza tem mais experiência... Ele pode estar certo, mais também pode não estar!

S/n: como assim? Como você pode saber disso?

M.Y: Depois falamos disso mais agora ... Me desculpe por ter sido tão idiota com você ontem, suas palavras me fizeram lembrar de um passado antigo... Me descontrolei e deu no que deu... Vem, me dá um abraço...

O faço sem hesitar, eu me deito nos seus braços e ele se deita, meu rosto no seu peito. Sua mão no meu cabelo, e eu acariciando seu ombro.

Ficamos deitados um sob o outro, abraçados e felizes por termos voltado. Ele levanta meu queixo e me beija, eu subo mais meu corpo para perto do dele. Não quero que isso passe de beijos, por mais que o sexo de reconciliação seja gostoso quero um momento fofo entre nós, algo novo que não experimentamo ainda. Eu o beijo com paixão, ficamos nos beijando.

M.Y- Durma meu bem, fique calma, estou aqui... Descanse um pouco.

Ele me embala no seu abraço e eu caio num sono profundo em cima dele.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...