História Não Me Deixe... - KiriBaku - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Eijirou Kirishima, Katsuki Bakugou
Tags Bakudeku, Boyslove, Fanfic, Gay, Girlslove, Kiribaku, Lgbt, Love, Momojirou, Paixão, Reciprocidade, Recíproco, Romance, Shinkami, Todobakudeku, Tododeku, Uratsuyu, Yaoi, Yuri
Visualizações 73
Palavras 836
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, LGBT, Shonen-Ai, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Espero que gostem, e deixando avisado que os capítulo de TodoDeku serão semanais, irei definir um dia após a publicação do próximo capítulo. Leiam as notas finais.

Capítulo 1 - Capítulo Único - Não Me Deixe


Fanfic / Fanfiction Não Me Deixe... - KiriBaku - Capítulo 1 - Capítulo Único - Não Me Deixe

Sabe...? Eu tinha um amigo de infância... O nome dele era Katsuki Bakugou... Mas eu fui embora e só voltei há alguns anos... Quando eu tinha quatorze para ser mais exato. Eu o reencontrei e ele havia se tornado um briguento aparentemente irracional.

 

Lembro bem... Quando falei que o amava, ele sorrio ladino de forma arrogante e sussurrou um, "eu sei". Seu rosto estava corado, e sua expressão era diferente do que eu estava acostumado, era pacífica... Seu sorriso era lindo... Lindo sempre foi mas... Naquele momento, Katsuki sorrio de forma sincera e pacífica.

 

Eu te amo Katsuki. Consegue me ouvir agora? Provavelmente não mas... Eu te amo. Te amo muito.

 

Quando brigamos pela primeira vez... Eu jurava que nunca mais nos falaríamos, e como iríamos nos falar após tudo o que dissemos naquele dia... Mais tarde você me abraçou ao me ver chorando, porque apesar de tudo... A culpa da briga foi sua... É óbvio que não se desculpou... Nunca se desculparia, mas eu sabia que mesmo no seu subconsciente, havia um pedido de desculpa... Você se rendeu.

 

Quando transamos pela primeira vez, você foi gentil... Diferente do esperado, seu toque foi suave, e meio desajeitado, não nego.

 

Quando nos conhecemos, achei que você agisse somente por impulso... Mas eu estava errado... E como estava. Seus cabelos loiros em tom albino e seus olhos carmesins, achei que fossem as únicas armas que você guardava, mas não, tinha sua personalidade fofa e ciumenta por trás de tudo.

 

Quando ouvi você pronunciar o primeiro "Eu te amo", não pude me conter, te agarrei com toda minha força.

 

E quando decidimos morar juntos? Foi uma escolha bem raciocinada por você... Eu aceitei sem pensar duas vezes... Nos formamos na academia juntos, e viramos heróis em tempo integral... Junto dos outros, é claro. Eu e você. Você e eu.

 

Sua estação favorita é o inverno, porque sempre que ele chega, podemos dormir de conchinha para sentir menos frio, e ficamos juntos, até para trabalhar... A minha estação preferida era o verão, porque sempre fazíamos competição para ver quem pegaria mais vilões. Você sempre ganhava, mas no fim acabava pagando meu almoço.

 

Tudo isso acabou... E agora? Agora eu estou deitado sobre a neve.

 

Um vento gélido bate em meu corpo, a neve excessiva agora já cai sobre mim. Quem diria? Bakugou chorando e eu nesse estado?

 

Sinto minha consciência esvair-se, deixo-a ir aos poucos.

 

Quem diria que me fim seria assim? Se há um mês me dissessem que eu morreria dessa forma ridícula, com certeza não teria acreditado. E como acreditaria em tamanha babaquisse? Eu diria, bro não tem fundamentos nisso... Como acreditar em algo tão ridículo? Como crer se algo assim, seria verdade?

 

Alguém como eu, simplesmente morrer assim...

 

Me desculpe Katsuki, não vou cumprir nossa promessa.

 

Sei que não é coisa de homem desistir mas, quem diria não é? Eu vou desistir... De novo... Outra vez... Mas desta, a culpa não é minha... E como seria?

 

— Eijiro! Você não ouse morrer! — Ouço a voz áspera do loiro, e o vejo sobre meu corpo. — Se você morrer eu te mato de novo seu cuzão do inferno! - Ele grita irritado, porém sua voz pela primeira vez falha, demonstrando o fato de ele estar em prantos. — Se você morrer eu... — Ele finalmente abaixa o tom de voz. — Eu não sei o que vou fazer... Não sei como vou continuar sem você... Tsc! Não me deixa... Por favor... — Abro meus olhos com grande dificuldade e sorrio fraco.

 

— Me desculpa Bakubro... — Digo com extrema dificuldade. — Eu acho que dessa vez você vai ter que... — Tusso sentindo ainda mais dor. — Me matar de novo... — Falo e abro um sorriso ladino. Seus cabelos loiros se destacam por conta do sol fraco e frio que nos cobre. Seus olhos carmesins semelhantes aos meus, são bonitos, não pela cor, mas pela forma que ele consegue penetrar meu subconsciente. E como consegue... Quando penso nele, sempre vejo seus olhos em destaque...

 

Agora eu me lembro como tudo começou...

 

Um sorriso confiante, um insulto bem formulado, sinceridade excessiva e meu coração já estava palpitando desesperadamente quando ele se aproximava.

 

E quando ele me beijou pela primeira vez... Fez eu sentir que meu coração fugiria pela boca a qualquer momento...

 

Seu toque...

 

Seu cheiro cítrico doce. Uma mistura peculiar e única que sempre pertenceu somente à você.

 

Sim... Eu te amo Katsuki...

 

E por incrível que pareça... Por mais que eu tenha sido capaz de ver toda a minha vida perante meus olhos, nesse exato instante, somente você se faz presente nos momentos felizes, Porque você é a razão da minha felicidade Katsuki Bakugou. E mesmo que seja a última vez. Mesmo que seja a minha chance de estar vivo caso me cale... Eu preciso te dizer de todo o meu coração...

 

— Eu te amo Katsuki... Te amo muito.... — Sussurro com dificuldade, deixando-me ir de vez. Adeus Bakugou...

 

Tudo se apaga. Acho que esse é o fim... Sim... O fim de tudo... Pelo menos eu... Pude dizer...


Notas Finais


Comentem se gostaram e deem uma olhada nas minhas outras fics néh meus nenês benditos. S2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...