História Não me deixe esquecer de você. - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Tom Holland
Personagens Personagens Originais, Tom Holland
Visualizações 31
Palavras 846
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Falei que ia postar ontem mas estava sem criatividade mas espero que gostem e boa leitura

Capítulo 7 - Cheiro de rosas


Fanfic / Fanfiction Não me deixe esquecer de você. - Capítulo 7 - Cheiro de rosas

Tom .POV.

1 mês depois

Já se avia se passado 1 mês desde que tudo aconteceu, eu comecei a viver no hospital particularmente, tinha dias que eu dormia em casa, mas a maioria dos dias eu dormia lá no hospital mesmo, pois não queria sair do lado dela, e caso ela acorda se eu queria estar do lado. Os meninos iam todos os dias lá para ver ela, e o dia que eu não dormia lá um deles dormia.

Então em um dia comum como qualquer outro, já era parte da tarde e os meninos falaram que iam passar lá, para ver a Rafaela e eu disse que tudo bem, ela estava do mesmo jeito a um mês sem mudanças ou qualquer reação, mais nunca perdi as esperanças dela acordar. Se passou um tempo depois da mensagem dos meninos, e o médico que cuidava dela e mais uma enfermeira chegaram para fazer os exames de rotina e logo em seguida chegaram os meninos. Os 3 entraram na sala conversando e dando muita risada, mas já pararam de rir quando viram o doutor. Sam em uma de suas mãos segurava um buquê de rosas vermelhas e ao chegar perto de mim ele disse

- sei que é a flor preferida dela, então resolvi trazer hoje só para dar uma mudada nesse quarto ~ ele disse isso já me entregando o buquê~

Eu peguei aquele buquê e lembrei o quanto ela gosta dessa flor e estava com um cheiro maravilhoso aquelas rosas e então a enfermeira disse

- se vocês quiserem eu trago um vaso para colocar do lado dela.

- eu ia adorar se você trouxesse. ~ eu disse a enfermeira~

Então ela saiu super rápido do quarto, e em poucos minutos ela já estava de volta com um vaso em suas mãos, ela então me entrega e eu coloco as flores dentro do vaso e depois coloco ele encima da mesa do lado da cabeça da Rafaela, se passa mais alguns minutos e quando o médico já está quase acabando os procedimentos de rotina o inesperado acontece.

Rafaela acordar em estado de desespero, como se estivesse recuperando o fôlego depois de passar muito tempo em baixo da água, e ela estava batendo seus braços e pernas e tentava se levantar como se fosse fugir, eu não tinha reação estava em um estado de alegria que nunca tinha estado, vela acordar me fez ver cor no mundo novamente. E então o médico grita para a enfermeira

- SEGURE AS PERNAS DELA, RÁPIDO

Então foi o que a enfermeira fez ela segurou e o médico segurava seus braços e peitoral e logo em seguida a enfermeira grita

- PRECISAMOS DE AJUDA AQUI, RÁPIDO

Rafaela começou a gritar me fazendo assustar com sua reação e ela fala

- ME SOLTA SEUS LOUCOS O QUE VOCÊS VÃO FAZER COMIGO

Em fração de segundos entrou outra enfermeira que ajudou a segurar ela. E então o médico fala para a Rafaela

- se acalme, estamos aqui para te ajudar

- TENHO CERTAZA QUE NÃO ESTÃO PARA ME AJUDAR

- Se acalme irei contar tudo que aconteceu com você, mas você precisa se acalmar primeiro

Então ela foi se acalmando até parar de se debater, ela olhava confusa para todos os lados, como se procurasse algo ou alguém que ela conhecesse então o médico fala

- Vocês podem sair para eu examinar ela novamente e poder conversar com ela

- claro que sim doutor ~ falou haz~

Então saímos todos do quarto e ficamos esperando do lado de fora

Rafaela .POV.

Parecia estar em um sonho na verdade um pesadelo, estava em uma floresta e do nada eu caí de um barranco e logo em seguida sinto um enorme cheiro de rosas que parecia ter me dominado, e quando percebo acordo em um quarto de hospital e o pior de tudo é que eu não me lembro de como e do porque eu estava lá, então entrei em desespero queria levantar e sair correndo mas não conseguia provavelmente por falta de força então comecei a bater meus braços e pernas pois não sabia o que fazer, com isso vi que avia 4 garotos do meu lado com umas caras de surpresos e feliz ao mesmo tempo e eles logo mudaram a feição de seus rostos quando comecei a gritar. E quando duas enfermeiras e o médico começaram a me segurar eu mais gritava e mais me debatia, e então o médico me convenceu que eu me acalmasse, e foi o que eu fiz, comecei a me acalmar, então ele começou a fazer exames comigo sem ainda voltar a trocar se quer uma palavra ou pelo menos explicar o que aconteceu comigo, até que ele virá para mim e pergunta

- me diga qual é o seu nome?

Então parei por um segundo o encarei e comecei a pensar no meu nome mais espera, aí DROGA eu não sei o meu nome, ou eu não me lembro e agora? Tentei ao máximo me lembrar mas foi em vão, então eu pego e falo

- então doutor é um pouco complicado.

Então ele me olha com uma cara super confusa e diz

- como assim é complicado?


Notas Finais


O que vocês estão achando, acham que ela só esqueceu o nome dela ou se esqueceu de tudo, e o que vocês acham que ela vai falar por doutor, cometem o que acham e até o próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...