1. Spirit Fanfics >
  2. Não me deixe sonhar. >
  3. "sua vez querida"

História Não me deixe sonhar. - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


desculpem pelos erros. E esse sonho foi o mais estranho que eu tive kkk

Capítulo 4 - "sua vez querida"


Fanfic / Fanfiction Não me deixe sonhar. - Capítulo 4 - "sua vez querida"

-qual é o seu problema, porque você esta me seguindo?- pergunto com raiva, com  a voz um pouco exaltada.

Ele começa andar na minha direção com rapidez, e eu não sei o que acontece mas, sinto minhas costa baterem com força na parede e eu solto um grunido de dor, abro meus olhos que estavam fechados, e olho o ser na minha frente feliz com a minha dor, ele envolve seu braço na minha cintura a apertando, ele esta muito próximo de mim, ele chega perto do meu ouvido e com sua voz rouca me diz.

-porque você é minha e não tem como escapar de mim, literalmente- ele ri rouco o me faz arrepiar- te vejo hoje no seus sonhos minha linda.- ele me da um beijo de canto de boca e sai, me deixando com mil palavras na boca.

Depois de umas horas a aula acaba, vou pra minha casa e faço a minha comida, troco  de roupa botando uma mais leve, um short de moletom cinza e um top rendado vermelho, PORQUE TA UM [email protected] CALOR, ligo o ventilador e me deito no sofá mexendo no celular, fico assim um bom tempo, vejo que são cinco da tarde e o sono já estava me dominando, me acomodo no sofá e logo durmo.

No meu sonho eu estava andando pela casa, até meu braço ser puxado, me viro bruscamente e o vejo.

-o que você quer?- pergunto firme e sem medo.

-Só quero o que você tem... uma vida. - ele me diz sincero.

Ele me arrasta para o corredor cone vejo alguém parado na porta, não sei quem é mas parece, que é “amigo” do monstro na minha frente. Ele fala algumas coisa que eu não entendo então, a porta que da para os fundos a minha casa se abre, revelando um clarão no qual killian entra sem cerimonia, eu fico parada na porta por alguns instantes, até ver uma mão, saindo do clarão, eu a pego, e assim entro, do outro lado era uma espécie de floresta, na qual no  centro tinha um poço. Killian me guia até esse poço.

-porque nós estamos aqui?- pergunto para ele.

Ele não me responde, mas pega algo do bolso e em seguida pega a minha mão esquerda, com firmeza e a corta, eu tento conte-la para mais perto de mim, mas ele estava segurando muito forte a minha mão, ele estende a minha mão até o buraco do posso deixando o meu sangue cair ali mesmo, logo e seguida ele corta um pedaço de pele da mesma mão, e a joga no poço enquanto eu berro  de dor, e me desespero chorando aterrorizada e dolorida, batendo-o com a outra mão, ele me larga e faz a mesma coisa consigo.

- MAS QUE MERDA É ESSA? – pergunto incrédula e gritando.

-você já vai descobrir querida, não se preocupe. –ele diz isso sorrindo que nem um psicopata

Minha visão começa a ficar turva e assim eu desmaio. Eu acordo no meu quarto deitada na minha cama. Me sento e passo a mão no cabelo. Saio da cama e vou pro banheiro, e me vejo no espelho  e me assusto com o que vejo, além da minha aparência pálida e olheiras profundas, no espelho em vermelho estava escrito:

Sua vez querida”.


Notas Finais


aiai o que sera que aconteceu? kkk


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...