História Não posso te amar! - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Bruno Gadiol, Daphne Bozaski, Gune, Malhação
Visualizações 379
Palavras 898
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - TRETA


- Daphne! Acorda! Está na hora de ir pra escola!-Disse a doce voz de sua mãe, Ivete.

Pigarreeou um pouco, mas se levantou, indo para o seu banheiro. Fez suas higienes, tomou banho e vestiu seu uniforme. Uma saia azul marinho (que fez questão de encurtá-la, pois passava do joelho), e uma camiseta branca social. O sapato era opcional, colocou seus saltos pretos. E claro suas pulseiras.

Estava na metade de seu último ano, naquele colégio, um dos melhores. Suas melhores amigas. Gabi, Manu e Ana. Mas a melhor era a Gabi. São as mais populares do colégio, apenas empatava com o grupo do Bruno, Matheus, Gabriel e Juan.

Daphne e Bruno , os "líderes" do grupo. Havia um ódio mortal entre eles. Há quilômetros se enxergava isso! Viviam cada segundo de suas vidas, aprontando um com o outro. Se conheciam praticamente desde que nasceram, meses de diferenças. Pegaram birra um com outro aos seus 7 anos de idade. De 11 anos pra cá, as coisas pioraram. Na escola principalmente. Viviam na detenção, o que causava mais tempo lá!

Não eram apenas conhecidos na escola, fora também. Pois seus pais eram os melhores advogados do estado, suas mães modelos internacionais.

A morena ao terminar, foi pegar seu celular, para ver suas mensagens. O encontrou em sua gaveta, junto com seu iPod e seu notebook. Com um pequeno problema. Quebrados! Ao meio. A morena sabia exatamente quem havia feito isso! Mas, não se desesperou. Tinha um celular a mais.

- BRUNO! -O moreno, junto de seus amigos, ouviram seu nome ser gritado, pela morena que se aproximava furiosa, junto de suas amigas. Alguns alunos, olharam para os dois e voltaram aos seus afazeres mais um dia comum entre os dois, sabiam o que vinha a seguir. Claro, com excessão dos novos que os olharam espantados, mas não deram bola - QUEBRAR MEU CELULAR, IPOD, NOTEBOOK?! FALA SÉRIO! ISSO É ATITUDE DE UMA CRIANÇA DE 7 ANOS!!- Exclamou a morena irritada. Bruno, por outro lado. Sabia que não havia problemas. Ambas famílias, eram muito ricas.

- Como se mandar uma carta de amor para Nayara -uma garota nerd e feia-, fingindo ser eu, fosse super maduro. - Falou debochado, um tanto irritado.

- Mas, ora seu desgraçado.- Foi puxada pelas amigas, que sabiam bem o que vinha a seguir. Não queriam parar na detenção, no primeiro dia de aula do segundo semestre. Quando Bruno e Daphne brigavam, os 6 amigos também levavam a culpa.- ISSO NÃO VAI FICAR ASSIM!-Gritou sendo arrastada por suas amigas.

- É cara cê tá ferrado.-Disse Matheus, acima de tudo, eles sabiam que elas eram vingativas. Como sabiam. Principalmente, Daphne e Gabi. Manu, ficava meio assim, em relação a isso, mas nunca resistia. Já Ana era a mais responsável por ali. Mas acabava no final sempre cedendo.

- Eu sei.- Falou Bruno, em seguida bateu o sinal e todos foram para suas respectivas salas.- Vão indo pra sala, vou só beber água.-Eles assentiram e foram andando.

O moreno se dirigiu até o bebedouro, bebeu a água e foi até sua sala.
Pediu licença ao professor, que já havia chegado. Ao olhar para a sala, notou que infelizmente, o único lugar vago era atrás de Daphne. Pigarreou e se sentou. Ao menos, era na parede, e Matheus sentava ao seu lado, Gabriel atrás e Juan, atrás de Matheus. Gabi na frente de Matheus, ao lado de Daphne, Manu e Ana na frente da morena.

- Pelo amor de Deus! Ninguém merece.- Falou ela, após perceber que havia sentado atrás dela.

- Como se eu tivesse amando estar aqui, né garota.

- Sempre soube que me amava!

- Que dó! Tão iludida!- Falou puxando o cabelo da morena, que sentava a sua frente, por tê-lo jogado para trás e batido em sua cara. A mesma ficou irada.

- AAAAAHHH!-Deu um grito agudo chamando a atenção de todos. Não deixou por isso. Cravou suas unhas no braço do moreno, que puxou mais forte seu cabelo.

- Larga meu braço, morena falsificada!-Falou Bruno, puxando ainda mais seu cabelo, ao ver seu braço ficando vermelho, pelas unhas da garota.
Gabi, Manu e Ana, falavam para sua amiga, soltar o braço do garoto. Enquanto, Gabriel e Juan, falavam para ele soltar os cabelos da morena. Matheus gritava "É TRETA!", recebendo um tapa na cabeça, de Gabi. A sala estava uma bagunça!

- CHEGAAAAAAAA!!- Gritou enfurecido, o professor de biologia. Mas ninguém deu bola a ele.- OS DOIS! JÁ PRA DIRETORIAAA!!- Falou com mais raiva, conseguindo separá-los, e arrastando-os até a diretoria.

- Entre!-Falou Bruna, sua diretora. Devia ter mais ou menos, uns 45 anos.-Ah, são vocês! Logo na primeira semana?! E na primeira aula?! Tsc tsc tsc!-Suspirou, assim que os viu.- O que eles fizeram desta vez, Carlos?

- Eles estavam tre...Digo, brigando em sala de aula!- Falou com ar autoritário e apontou para os cabelos da morena, que estavam soltando alguns (muitos) pequenos tufos de cabelo, que continuava com volume e pequenos arranhões no rosto. E para o braço dele, que estava vermelho, arranhado e em um dos arranhões, havia até uma gota de sangue e também, pequenos arranhões no rosto.

- Não sei mais o que faço com vocês dois. Já que, ligar para seus pais não adianta em nada!- Falou a diretora e suspirou.- Dois dias na detenção.

Depois daquilo, eles seguram para a enfermaria, a pedido da diretora

 


Notas Finais


Reenscrevendo uma fic para versão gune espero que gosteem ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...