História Não posso te amar! - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Malhação
Tags Bruno Gadiol, Daphne Bozaski, Gune, Malhação
Visualizações 254
Palavras 1.935
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Escolar, Famí­lia, Festa, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


VOLTCHEI QUERIDOOS,turu bão?. Vamos ver oque irá acontecer nesse jogo,já vou adiantando tem Gadizaski ♥.Boa leitura!

Capítulo 8 - Verdade ou Desafio? Ou seria Sacanagem ou Indecência?


- O bico da garrafa pergunta. Gira, Juan.- Falou Ana. Estavam sentados Ana, Daphne, Gabriel, Juan, Gabi, Bruno, Manu e Ma theus nessa ordem. Juan girou e caiu em Ana para Manu.

- Verdade ou Desafio?- Perguntou sorrindo perversamente.

- Verdade.- Falou e falaram um "Ahh"

- Com quem você tirou sua virgindade?- Perguntou Ana. Manu suspirou.

- Tá ferrada, japa!- Falou rindo.- Felipe.- Gabriel fechou a cara, eles não se suportavam, os outros 3 também não iam com a cara dele.

Manu girou a garrafa. Bruno para Daphne.

- Verdade ou Desafio?- Perguntou malicioso.

- Verdade.

- O que você guarda naquela caixinha?- A morena sentiu uma enorme vontade de estrangular ele. Olhou para as meninas pedindo ajuda.

- Não vou te falar. Então escolho Desafio.- Falou mesmo sabendo que se arrependeria profundamente.

- Lambe o suvaco do Juan.- Falou e o resto riu e disse "Essa eu quero ver"

- Eu não vou fazer isso!- Falou Daphne boquiaberta.

- Prefere o meu suvaco?

- Do Juan tá ótimo.- Falou e caminhou até ele, que estava perto dela, com um certo (Muito) nojo, lambeu, os 6 gritaram.

- Vai ter volta Gadiol.- Falou e girou. Gabi pra Gabriel.

- Verdade ou Desafio?

- Verdade

- Com quem você transaria daqui?- Falou maliciosa.

- Manu, óbvio! - Falou com um sorriso nos lábios. Gabriel caminhou até ela e a beijou ferozmente, sua mão desceu desceu suas costas, até a bunda dela, dando uma apertada nela. Os dois tinham um rolo à algum tempo. Estavam a todo instante dando uns pega. Embora não namorassem, não pegavam outras pessoas. Apenas Gabriel, que de vez em quando pegava uma ou duas garotas, quando ele ia a balada com os seus amigos.

- Ouu, vão pro quarto.- Falou Gabi rindo e eles se soltarem, e ele voltou para o seu lugar. Gabriel girou a garrafa. Juan para Matheus.

- Verdade ou Desafio?

- Verdade.

- Quantas vezes você e a Gabi fizeram sexo em um dia?- Perguntou malicioso. Todos encararam ele e Gabi.

- Eer... Umas 4 vezes..- Falou e todos começaram a rir com malícia. Gabi estava vermelha, Matheus nem tanto. Girou a garrafa e Daphne para Bruno.

- Verdade ou Desafio?

- Desafio.- A morena sorriu, agora que ela descontaria.

- Beija o Matheus! De língua! 15 segundos!- Falou sorrindo perversa. A turma foi a loucura~ com excessão de Bruno e Matheus~.

- Pirou? Cheirou o que?- Perguntou incrédulo.

- E-eu e a G-Gabi nós somos... Er... Nós somos...- Gaguejou, os dois assim como Manu e Gabriel, não namoravam, e também não pegavam ninguém além um do outro. - Não posso fazer isso. Gabi  nunca permitiria.- Falou Matheus e Bruno concordou. Daphne soltou uma risada nasal.

- Se é este o problema.. Você vê algum problema nisso, Gabi?- Perguntou sorrindo de lado.

- Problema nenhum, Daph!- Falou rindo e as duas fizeram um Hi52

- Caralho, eu sempre me ferro nesse jogo.- Praguejou Matheus. Bruno se aproximou dele e o beijou com nojo.3

- Não tô vendo a língua.- Falou Gabi rindo e eles fizeram, a turma foi a loucura. Se separaram e Bruno começou beber água, muita água. Matheus a mesma coisa.

- Se considere morta,Daphne!- Praguejou e girou a garrafa. Para seu azar ou não. Caiu Ana para ele novamente.

- Verdade ou Desafio?

- Desafio.- Achou que como Ana era "boazinha" maio haveria problema em escolher desafio. Só achou

- Eu te desafio a por dois dedos na vagina da Daphne.- Daphne e Bruno se encararam incrédulos. O resto gritaram.

- Pirou? Cheirou o que? /2.

- Ele não pode fazer isso.- Falou Daphne.- Eu tô menstruada.

- MENTIRAA!- Falou Manu rindo.- Você tá de shorts branco, você não usa shorts claro quando tá. E além do mais, a sua acabou a 6 dias atrás.

- Cala a boca, Manu!- Falou irritada," Isso que é amiga. Te conhece tanto, sabe até do dia da sua menstruação, mas dá uma dessas." Pensou Daphne rindo irritada.

- Eu escolho a consequência então.

- A sua consequência é fazer isso- Respondeu Ana rindo, acompanhada dos 5.

- Então eu saio do jogo.- Falou Bruno emburrado.

- Ah, já entendi! É que ele se assumiu e prefere que seja com Matheus.- Provocou Juan rindo e os 5 também. Bruno e Matheus lhe mostraram o dedo do meio.

-Deixa de frescura, vão logo pro banheiro! Sabemos que vocês querem!- Falou Gabriel rindo. Daph e o moreno reviraram os olhos.

Caminharam até o banheiro.

- Você não irá fazer isso.- Falou Daphne sussurrando para não ouvirem.

- Não irei. Eca. Com você é nojento.- Falou no mesmo tom, fazendo uma careta.- Mas o que faremos para eles não desconfiarem?

- Simples! Bagunçamos o cabelo e a roupa, e fazemos barulhinhos no chão e eu finjo gemer.- Falou óbvia.

- Porque você? Ainda é virgem, não faz a mínima ideia de como gemer.

- Quem disse? Não sou virgem. A ideia foi minha, eu faço.

Não foi nem preciso fazer o que Daphne disse. Começaram a brigar por quem iria gemer. Os dois brigam até pelo vento, imagina por isso. Sua briga, para os amigos deu o som dos barulhos, que seriam Daphne batendo a cabeça dele na privada, tentando enfiá-la lá dentro e Bruno em portando a cabeça dela na pia. E os gritos dos dois um com outro pareciam para os amigos gemidos. " Ahh, Bruno.." "Daphne, você vai ver só...". Depois de um tempo em fim pararam.

Bruno e Daphne, esperaram mais uns 5 minutinhos para saírem, e ficaram se encarando mortalmente, como se tivesse competindo sobre quem mata quem primeiro pelo olhar.

E saíram do banheiro, recebendo olhares maliciosos, um tanto surpresos de certa forma. Afinal, eles se odeiam e de uma hora pra outra resolvem fazer "Amor"?! "Ah, coitados!" Pensaram Daphne e o moreno.

- Viu não foi tão ruim.- Falou Ana sorrindo maliciosamente.

- Nem foi né.- Falou Daphne olhando para o Bruno.

- Ah, claro.- Concordou Bruno com Daphne.

- Vamos continuar.- Falou Manu e Bruno girou a garrafa. Caiu em Manu para Gabi.

- Verdade ou Desafio?

- Verdade.

- Com quantos anos tirou o bvl?

- 8 anos.

- Eita!- Falaram os 6 rindo. Matheus nem se importou, já que foi com ele.

- Safadenha.- Zombou Daphne.

- Nem vem, Daph! Que tu tirou com 6.- Retrucou rindo.

- EITA/2- Falaram os 6 novamente rindo. Gabi girou e caiu em Matheus para Daphne.

- Verdade ou Desafio?

- Verdade.

- Quem tirou seu bvl?- Fez a pergunta que os meninos queriam saber. Já que as meninas já sabiam.

- Desafio, desafio.- Falou rápido em desespero.

- Eu desafio você a responder a essa pergunta.- Falou rindo. Daphne suspirou.

- Gustavo.- Disse e todos ali fecharam a cara, eles odiavam Gustavo. Gustavo era a única pessoa que Bruno e Daphne odiavam mais do que uns aos outros. Girou a garrafa. Gabriel para Juan.

- Verdade ou Desafio?

- Desafio.

- Beija a Ana.- Falou sorrindo de lado. Juan hesitou um pouco mas se levantou e foi até ela, e a beijou intensamente por um pouco menos de um minuto. Girou novamente. Bruno para Ana.

- Verdade ou Desafio?

- Desafio.

- É agora que eu desconto.- Sorriu maléfico.- Beija o Matheus.

- O QUE?- Berraram Matheus, Ana, Gabi e Juan.- Nunca!

- Eu escolho a consequência então.- Falou em desespero.

- Sua consequência é fazer isso.- Falou imitando a voz de Ana.

Ana se aproximou de Matheus, e quando ia beijá-lo, Gabi se levantou vermelha de raiva, iria beijar Juan, sabia que Ana gostava dele desde a sexta série, mas acabou tropeçando na garrafa e caindo em cima de Gabriel, "Vai ser esse mesmo" Pensou Gabi. Não hesitou e o beijou, o mesmo correspondeu na hora. Gabi era encantadora. A boca de Manu se abriu em um perfeito "O". Daphne, Manu, Juan e Bruno, juraram terem visto as fumacinhas saindo da cabeça de Matheus. O mesmo sem pensar agarrou Ana e a beijou, que ficou surpresa de início. Mas correspondeu ao ver Manu se aproximando de Juan e o beijando, que correspondeu em imediato. A mesma fez isso porque achou que Ana havia "começado" aquilo tudo. Ambos não ficariam por baixo ao verem as pessoas que gostam se pegando. Amor ainda seria um pouco cedo para ambos.

Daphne e Bruno encaravam aquilo boquiabertos.

- Isso tudo é culpa sua.- Disse Daphne batendo na cabeça do moreno.

- Minha nada.

- Sua sim, quem foi que fez esse desafio a Ana?- Ironizou batendo mais forte no moreno.

- Aii, sua monstra.- Começou a estapiar ela. Que o arranhou no rosto fazendo os dois rolarem no chão. Daphne por cima dele. O moreno puxou os cabelos castanhos dela com força, ao ela arranhar seu rosto, fazendo ela bobear por um instante. Tempo suficiente para Bruno conseguir ficar por cima dela. Daphne deu um soco na cara de Bruno.- Sua desmiolada.- Começou a enforcá-la. Daphne cravou suas unhas pintadas de preto em seu braço musculoso. Bruno a soltou.

Seus rostos estavam pertos. Suas respirações descontroladas. Num impulso, Bruno a beijou. Daphne arregalou os olhos. Bruno pediu passagem com a língua e ela cedeu. A cabeça de Daphne gritava para ela parar e perguntava o que ela estava fazendo. Ela não sabia. Bruno não sabia. Como ele podia ter a beijado?! O beijo estava ficando quente. Seus corações disparados. Daphne tentava afastá-lo, mas não conseguia. O que fez? Pôs a mão em sua nuca e o puxou para mais perto. Bruno não entedia como havia feito isso. Beijado sua pior inimiga. Não conseguia parar.

Os casais trocados pararam de se pegar. Encararam aquela cena boquiabertos. Sabiam perfeitamente que não tinham cumprido o desafio de Ana. Não pensaram duas vezes, tiraram foto dos dois e postaram na Internet, marcando os dois, e a legenda "Gadizaski❤".

Encerraram o beijo rapidamente ao ouvirem os barulhos de flash. Bruno saiu de cima de Daphne e se levantou. Daphne levantou em seguida.

- Oh meu Deus..- Começou Manu histérica.

- Eu esperei por esse dia desde meus sete aninhos de idade.- Continuou Gabi batendo palma.

- Eu espero desde meus três, quando não sabia nem quanto era um mais um.- Falou Juan histérico, batendo palmas Todos encararam Juan surpresos.- Digo...- Limpou a garganta.- Até que enfim cara.- Falou engrossando a voz, dando um tapa de leve em suas costas. Riram.

Daphne e Bruno mostraram o dedo do meio para todos os seus amigos, revirando os olhos e bufaram.

- Também te amo mozão.- Disse Matheus fazendo uma voz de gay para Bruno.

- E eu te amo?- Falou do mesmo jeito cruzando os braço e um bico.- Você me trocou pelo Gabriel.- Completou emburrado.

- Para com isso. É você que eu amo, meu chuchuzinho.- Falou fazendo coraçãozinho nas mãos e um mandou um beijinho. Que o mesmo retribuiu de longe. Arrancando gargalhadas dos 6. Daphne obviamente, gravou tudo aquilo. Seria ótimo pra uma próxima vingança. Precisava encher sua cabeça de vinganças. Já que ficou atordoada com o beijo. Não acreditava que tinham se beijado seu inimigo. O odiava. Mas por quanto tempo...?

Depois disso ficaram conversando. Daphne e Bruno mais brigando mesmo. Mas só foram embora por volta das 20 horas, com seus problemas já resolvidos. Ana e Juan foram cada um pra sua casa. Já que Manu e Gabriel, Gabi e Matheus foram pra algum motel. Já que os pais dos mesmos estavam em casa. E Bruno ficaria na casa da morena, até os pais dela voltarem. Que o mesmo rezava para eles voltaram antes do previsto. Daphne mais ainda.

 


Notas Finais


Beijoos ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...