1. Spirit Fanfics >
  2. Não se aproxime! (ABO) >
  3. Isso é amor?...

História Não se aproxime! (ABO) - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Eeeeeeeh adivinha quem voltou com mais um capítulo para aquecer seus corações, eu mesma!!

Boa leitura nha

Capítulo 4 - Isso é amor?...


Pov Jeon Jungkook

Ja se passou um mês desde que "falei" com Park Jimin naquele dia da padaria, depois disso ele não fez questão nem de olhar na minha cara, ele simplismente age como se nunca tivesse me visto na vida, e isso doi pra caralho, eu não tenho como chegar nele todo esquisito e falar um "oi Jimin! Como vai a vida me ignorando?" ou "Eai Jimin ta melhor agora depois que te salvei do cachorro e você simplismente esqueceu de mim?". Eu realmemte quero falar com ele, mas ele parece ser tão complicado, um garoto misterioso e ranzinza que não se abre para ninguém e nem faz questão disso, é deprimente ver como as coisas entre nós não evoluíram nada depois daquele dia, eu queria ter criado uma amizade com ele, porque? Eu não sei, mas sinto essa necessidade, eu quero estar ao lado dele, eu não entendo o por que de eu estar agindo assim, estou tão confuso...

-Hoje é sexta feira Kookie, quer ir la pra casa passar o final de semana inteiro jogando e comendo besteiras? -Taehyung perguntou abraçando-me de lado enquanto caminhávamos para a escola.

-Hmm, pode ser, não tenho nada marcado mesmo. -Dei de ombros desanimado. -Ei hyung... como você começou a amizade com o Yoongi hyung? -Perguntei nervoso pela resposta, mas precisava de conselhos do que fazer para conseguir chegar perto do loiro.

-Ah Kookie, não sei, foi naturalmente, eu e Yoongi estudamos juntos desde o quarto ano, eu fiquei bem nervoso no começo, mas me sentia bem quando falava com ele, aí a vergonha sumia, mas por que a pergunta? Tem algo que eu possa ajudar? -Tae perguntou me olhando curioso, suspirei fundo tentando achar forças para falar sobre aquilo.

-Bom... é que tem um menino na minha sala, eu sempre quis me tornar amigo dele, mas ele é um cabeça dura hyung! Não deixa ninguém se aproximar... -Falei franzindo o rosto.

-Aah... Deixa eu adivinhar, o famoso Jimin né? -Me perguntou fazendo uma cara pervetida, e tampei meu rosto sentindo a vergonha subir. -Kookie, é quase impossível não saber que era ele, você fica olhando ele o Recreio todo, quase babando, ja faz um mês que te vejo assim quando ele passa perto. -Continuou rindo alto.

Bati nele enquanto sua risada so aumentava, era tão óbvio assim? Quer dizer... eu sempre o observava? É embaraçoso, muito embaraçoso, será que ele percebeu? Por isso não quer mais falar comigo? Aaaah me sinto horrível.

-Hyung!! Pare de rir! -Falei voltando a andar em sua frente, tentando me distanciar dele, mas o ruivo veio correndo até mim pulando em minhas costas, revirei meus olhos segurando suas pernas, não tinha como ficar com raiva de Kim Taehyung, seu jeito meigo era de se anular qualquer ódio contra ele, um amor de pessoa, mas que também pode ser um diabinho as vezes.

-Desculpa Kookie, mas agora a falando sério, se quer se aproximar dele eu realmemte nem sei como, nunca vi aquele garoto conversar com ninguém além daqueles garotos de sua turminha, na Real eu fico surpreso em eles terem conseguido se tornar amigos deles, mas isso é um ponto a mais pra você.

-É? -Perguntei caminhando devagar.

-Aham, isso quer dizer que ele tem amigos, se eles conseguiram você também consegue. -Tae falou confiante e saiu das minhas costas voltando a andar do meu lado, revirei meus olhos rindo soprado, o que ele falou era verdade afinal, eu só tinha que arrumar a oportunidade certa, e hoje começa a operação "Amizade Park & Jeon!" Ok, eu preciso de um nome melhor mas penso nisso depois. -Bom você pode começar agora.

-O que?! -Exclamei o olhando sentindo meu coração acelerar derrepente.

-Ele está ali oh! -Taehyung apontou para um grupinho que estava um pouco mais a nossa frente, e la no meio deles estava Jimin, seu cabelo não era mais loiro, e sim um laranja meio avermelhado, algo que lhe dava um ar sexy, ele vestia uma blusa branca e uma calça jeans preta bem colada, ele estava... lindo, quando se virou para trás vi que ele estava usando um oculos circular fino, o que o deixava ainda mais sedutor, senti meu coração começar a bater de uma forma desorganizada, como se eu pudesse ter um ataque cardíaco ali mesmo, sorri comigo mesmo sentindo bobo e ao mesmo tempo um idiota por ficar encarando ele daquela forma, mas não conseguia evitar, meus olhos sempre se voltavam para ele, como um imã, isso é ruim não é? O que é isso que estou sentindo afinal? seria... amor?...

-JEON JUNGKOOK EU TO FALANDO COM VOCÊ! -Senti minha nuca arder, Taehyung havia me dado rapa em cheio na cabeça, olhei para ele transbordando de raiva e comecei a correr atrás deles, pena que esse merda corre rápido 'pra caramba.

~♡~

{Quebra de tempo}

As aulas haviam terminado, estou esperando Taehyung e Yoongi hyung para irmos embora, eles estavam jogando basquete, então pediram para que eu esperasse eles tomarem um banho rápido para irmos embora, eu não ia aceitar, mas só por que tinha toddynho na negociação eu aceitei ficar, afinal não tinha nada de interessante me esperando em casa mesmo, desde que veio esse problema da herança, minhas ommas nunca tem tempo de ficar em casa, é trabalho, e coisa para organizar, uma bagunça, e eu meio que fui deixado de lado, não estou sendo ingrato, na verdade sou orgulhoso e muito agradecido por elas fazerem isso, só mostra o quanto são mulheres fortes e destemidas, quem não iria querer mais assim né?

-Ainda me sinto estranho. -Falei comigo mesmo me levantando do banquinho onde eu estava sentado, comecei a andar pelo pátio vazio, prefiri olhar só para baixo, pensar em coisas ruins não era uma boa ideia, então eu precisava distrair minha cabeça. -Por que esse sentimento de tristeza me invadiu derrepente? Porque me sinto horrível assim? -Falei para mim mesmo marejando, a ansiedade estava voltando, precisava sair dali o quanto antes, comecei a andar em passos rápidos até a entrada, mas assim que ia sair do pátio, ouvi um choro, um choro não muito alto, mas como alfa isso não passaria despercebido pelos meus sentidos. Cursioso me aproximei dos arbustos, era de lá que vinha aquele choro, então me choquei com a cena.

Era Jimin.

Jimin estava chorando, ele estava encolhido mechendo de um lado para o outro, ele chorava muito, suas lágrimas desciam como cachoeira, quando ele as limpava mais ainda apareciam. Eu não sabia se devia me aproximar, afinal não éramos nada além de conhecidos, como eu Jeon Jungkook poderia chegar ali e ajuda-lo sem mais nem menos?

Perguntas... e mais perguntas...

Senti meu sangue ferver, algo tomou conta de mim, quando percebi estava atravessando aqueles arbustos e indo em direção á Jimin, gritei internamente assim que ele notou minha presença, eu estava alí em sua frente, não tinha o que dizer, nada saía da minha boca, então me lembrei de algo importante que minha mãe Luka fazia, toda vez que eu tinha crises ela nunca dizia nada, apenas se sentava ao meu lado e me abraçava até eu me acalmar ela nunca perguntava o motivo, ela esperava eu criar força e contar a ela.

Quando percebi que Jimin ia se levantar e provavelmente sair correndo eu agi rápido, me agachei em sua frente lhe abraçando com todas as forças que eu tinha, ele tentou sair por alguns minutos, me xingou de todos os palavrões possíveis, tentou me bater, mas eu fiquei ali, abraçado a ele, assim que comecei a fazer um pequeno cafuné em seus cabelos, o marrento e frio Jimin desapareceu, restando apenas o verdadeiro Jimin, frágil, triste... e desorientado.

Ficamos alí por um tempo, ele chorou alto, com todas as forças que tinha em seu corpo, me abraçou forte, até perder as forças, assim que seu choro cessou totalmente afroxei um pouco o abraço, fiquei calado, esperando que ele me xingasse ou me batesse por ter feito aquilo, mas ele apenas suspirou.

-Ei Jungkook, sei que é muito egoísta da minha parte, mas será que posso passar uma noite na sua casa? Eu não quero ter que voltar 'pra minha desse jeito. -Jimin me perguntou voltando a chorar, eu o abracei de novo, talvez tenha sido meu instinto fodido de alfa, porque assim que ele falou aquilo o peguei no colo, peguei sua mocinha no chão, ajeitei ele em meus braços para que ele ficasse confortável e comecei a andar, Jimin tinha entendido que minha resposta era sim, por isso não questionou nada, aquilo seria um surto para mim se não fosse por uma causa tão séria.

Quando que cheguei em casa começou a chover, coloquei Jimin no chão e destranquei a porta dando espaço para que ele entrasse, entrei depois dele trancando a porta novamente, ele tinha um olhar curioso enquanto olhava aos arredores, me aproximei dele também reparando na minha casa, afinal eu nunca tinha parado para olhar os mínimos detalhes que diferenciava essa casa das outras da região.

-Sua casa parece bem aconchegante apesar de ser simples. -Jimin falou finalmente quebrando o silêncio.

-Minha família gosta disso, simples e aconchegante, ter coisas muito extravagantes nem sempre é ser aconchegante. -Falei dando de ombros.

-Realmente, aparência não é tudo... desculpa perguntar mas posso tomar um banho? Estou com um cheiro nada agradável. -Jimin falou fazendo uma careta engraçada, ri baixo acentindo com a cabeça.

 -Ia te falar 'pra fazer isso agora mr. fedor. -Falei e ele me deu um soco no ombro me fazendo rir mais ainda- Ei, calma ai, vem comigo. -Fui direto para as escadas sendo seguido pelo ruivo que olhava casa detalhe por onde passava, no fim do corredor era meu quarto, o abri vendo se a bagunça estava ruim demais, e estava pior do que imaginei, peguei minha toalha e sai do meu quarto numa velocidade rápida o bastante para ele não ver a zona que eu chamava de quarto.

-Bom, meu quarto ta uma bagunça, toma um banho quente enquanto eu arrumo essa bagunça. -Falo meio sem graça coçando a cabeça.

-Eu imaginava, a janela do meu quarto é de frente 'pra sua Jeon Jungkook, você é realmente um cara muito porco. -Jimin falou rindo enquanto ia para o banheiro, que só deduziu que era por causa da porta aberta, depois que ele entrou bufei voltando ao quarto, dei um arrumada rápida só para ele não se sentir no meio do lixão, assim que acabei mandei mensagem para minhas ommas falando que ele iria dormir aqui, expliquei o que havia acontecido para falar daquilo da repentinamente, elas entenderam, mas falaram que eu precisava de avisar a família dele para que não desse problema.

-Jungkook! -Ouvi Jimin me chamar no banheiro e fui até lá, me encostei na porta e falei.

-Oi Jimin, ta tudo bem aí?

-Sim, mas eu não tenho roupa, será que você pode me emprestar uma sua? Ei te devolvo depois.

-Tudo bem. -Desencostei da porta e fui para meu guarda roupa, como ele é muito menor que eu, peguei algo que era muito apertado em mim para ele vestir, como estava chovendo e fazendo muito frio, peguei uma blusa de frio minha bem quentinha e umas meias, e a calça de moletom que não serve mais em mim já faz um ano. -Jimin, abre aqui para pegar, juro que não vou olhar. -Falei fechando os olhos com a cabeça baixa.

-Acho bom mesmo. -Jimin abriu a porta e senti meu coração acelerar e meu rosto queimar fortemente, e quando a porta a fechou novamente botei todo o ar preso para fora.

-Esse cheiro... me deixa louco. -Falei sentindo minha pupila queimar,

Voltei a quarto pegando uma roupa qualquer 'pra mim, eu também precisava de um banho de urgência, assim que Jimin saiu vi que a calça até que coube nele mas a blusa como esperado iria ficar parecendo um vestido, mas ele estava encantador, senti meu coração acelerar de novo com mais força, virei meu rosto 'pro lado procurando algo para focar minha atenção.

-Eu avisei as minhas ommas que você vai dormir aqui, mas elas exigem que você fale com sua família sobre isso. -Falei e ele mudou sua expressão leve para uma de tensão, ele parecia preocupado com algo em sua família, mas ele apenas assentiu e pegou o celular em sua mochila que deixei no chão do quarto.

-Vou avisar ao meu irmão, não quero criar problemas 'pra você.

-Imagina, falo isso mais por você mesmo. -Sinto o arrependimento bater quando me toco com o que eu falei, ele me olhou surpreso e depois seu um sorriso tímido.

-Obrigado Jungkook...

Sorri abertamente indo para o banho, liguei o chuveiro comecei a chorar, a ansiedade que segurei todo esse tempo na frente de Jimin me deixou horrível, pensei que iria explodir, mas precisava me manter forte, era importante eu me manter forte por ele.

~♡~

Depois do meu banho eu fiz a janta, já que minhas ommas iriam ficar fora até de madrugada, eu e Jimin rimos a boa parte do tempo, cozinha os juntos, e decobri que ele é melhor na cozinha do que eu, jogamos algumas coisas no vídeo game, assistimos alguns filmes de comédia aleatórios, e quando percebi já era três da manhã, eu e Jimin estavam os deitados na minha cama assisntindo The Good Doctor, a chuva estava forte, era uma tempestade que parecia não ter fim, eu achei que Jimin ia querer distância de mim, mas em todas as coisas que assistimos ficamos próximos, não ficamos abraçados ou algo a assim, mas ele ficou com a cabeça escorada no meu braço com suas costas encostadas em minha barriga, um sonho eu diria, surtei a noite inteira, ele não era o Park Jimin Durão, era apenas o Park Jimin, ele mesmo, de corpo e alma. Quando menos percebi Jimin virou e me abraçou, ele havia adormecido, me levantei sorrateiramente e desliguei tudo, peguei um cobertor dentro do meu guarda roupa, eu ia deixar ele dormir na cama e eu no sofá, ajeitei a coberta nele para que ficasse bem aquecido, e quando me levatei para sair, ele segurou minha calça com seus dedinhos, o olhei confuso.

-Kookie... fica... -Meu coração já nem batia mais, ele simplismente havia parado, PARK JIMIN QUERIA QUE EU DORMISSE AO LADO DELE??!! Se for um sonho espero que meu despertador cruel não me acorde.

-Tudo bem, eu fico Jimin... -Me deitei do lado dele sentindo meu corpo bambear, e no mesmo instante ele me abraçou com seus bracinhos e pernas, eu o abracei de volta ajeitando a coberta, fiquei passando os dedos em suas costas de leve parecia que ele ia ronronar de tanto que aquilo parecia bom, beijei sua e fechei os olhos, nunca me senti tão vivo em toda minha vida, ou tão feliz quanto nesse dia.

Acho que estou apaixonado por Park Jimin...


Notas Finais


AAAAAAAAAAAAAAAAAH QUE FOFOS, eu quase chorei escrevendo isso cara, foi um momento muito marcante pra história e vcs vão entender o por que hehe.

Até e próxima e FUI!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...