1. Spirit Fanfics >
  2. Não sou psicopata, apenas a observo >
  3. Ela é interessante

História Não sou psicopata, apenas a observo - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Bom dia galera, estou postando aqui mais um capítulo dessa fanfic, espero que curtam

Os agradecimentos estão nas notas finais.

🖤 :3

Capítulo 1 - Ela é interessante


Fanfic / Fanfiction Não sou psicopata, apenas a observo - Capítulo 1 - Ela é interessante

Todo lugar que estou gosto de oberservar as pessoas; suas ações, manias e como se comportam.  Desde de criança eu tenho esse costume, sou muito oberservador, reparo em cada detalhe do estilo até os pequenos, como as orelhas.  É inevitável eu não chamar atenção das pessoas ao meu redor; Minha aparência é diferente, meu estilo e meu comportamento é singular aós demais caras. 

Coloco minha bicicleta junto as outras e a tranco com o cadeado.  Andando pelos corredores posso notar que chegaram muitas  novatas esse ano, as que eu já conhecia aproximavam  e perguntavam como foram as minhas férias. 

- Bom dia Jungkook! Como passou as férias? 

Que desgrama! Era a décima garota a fazer a mesma pergunta. Desse jeito eu nunca vou chegar na porra da  sala!

- Bom dia querida, as férias... Como posso dizer, tirando o fato do homicídio qualificado, foi normal como as anteriores. 

O sorriso falhou, espero que essa retardada  não leve a sério. 

- J-Jungkook... você. – Encara aflita.

Tá, ela acreditou, patética. Suspiro profundo, hoje não estou com paciência. 

- Mia, não ouve homicídio nenhum, não houve morte, estou apenas zoando um pouco com você. 

Mesmo não estando, explico com toda a minha paciência. Mia fixa seu olhar para o lado.

Não é possível que ela seja tão sonsa cara.

- Assim! - Sorri novamente. 

Será que agora ela entendeu?

- Você é engraçado Jungkook. 

Forço um sorriso. 

- Não acho. – Saio da sua frete deixando ela sozinha no meio do corredor, pensativa. 

Cômico.

Finalmente chego na minha sala, para isso eu tive que passar por dois corredores e atravessar outro portão, essa parte da escola é nova por isso fica isolada das outras salas. O lugar já estava lotado de alunos, sento mais a frete longe da porta, entro sem falar com ninguém, na sala havia algumas pessoas que eu conhecia do ano passado, os professores separaram a maioria dos alunos.

 Como se isso fosse diminuir a conversa, só basta apenas fazer novas amizades, otários. 

A sirene escolar tocou pela segunda vez ou seja os professores já estavam liberados para entrar em suas devidas salas.

Coloco meu fone no pescoço, podendo ouvir com mais clareza o que os outros alunos estavam falando. 

- Então Jimin sabe o que a enfermeira falou para o médico? - Pergunta Jackson o cara que senta no fundo da sala. Jimin nega já sorrindo.

- Tem um homem invisível na sala de espera. O médico responde: Diga a ele que não posso vê-lo agora. 

Todos os garotos ao redor começam a sorrir. 

Para mim são todos animais, que ficam rindo das piadas desse escroto. Continuo olhando para frete, estou com uma sessão estranha como se alguém tivesse fixando seu olhar sobre mim.

Viro meu rosto em direção a porta. Ela desvia seu olhar rapidamente para o quadro, uma ótima maneira de disfarçar se tivesse algum conteúdo escrito nele, no caso não havia.

Oberservo seu modo de agir; A garota continuava a olhar para o quadro movimentando seus pés soltos no ar que não chegavam ao chão devido sua altura. A tonalidade do seu cabelo é um ruivo escuro com piguimentos dourados foi o que chamou minha atenção a princípio. Ela não tinha sarna ou estavam escondidas pela maquiagem?

Seu rosto tem traços totalmente angélicais, sua boca é pequena e carnuda, tem um corpo normal, não tão magra mas também não é farta. Uma aparência delicada e cansada. 

A garota volta a encarar minha face, fixando seu olhar ao meu, grandes olhos castanhos quanse pretos ela tem. Notei as olheiras de um tom roxo embaixo dos olhos, deixando ela mais charmosa, isso é estranho já que normalmente um efeito feio causado pela falta de sono, no caso dela acredito que seja isso o motivo de estar bocejando agora.

Ficamos encarando um ao outro, isso já estava parecendo um joguinho. Até ela romper com três gestos; Erguendo uma sobrancelha, colocando sua franja longa atrás da orelha e sorrindo de lado, desviando o olhar  para sua mochila.

Isso foi uma expressão de deboche?

Jogo um pouco minha cabeça de lado, encarando essa garota. Como ousa me olhar assim?

Sorrio sem mostrar os dentes meu famoso sorriso de Chaplin, ela é interessante.

A primeira aula foi chata mas divertida no ponto que ficávamos trocando olhares o tempo todo, a segunda e a terceira teve teste de matemática. 

Será que ela é boa nessa matéria?

Quando o teste foi recolhido, pensei em ir falar com ela mas Andrena interrompeu minha ação, sentando sobre a cadeira vazia a minha frente.

Andrena, bom eu tenho uma longa história com ela e seu namorado Namjoon meu ex melhor amigo.

- Então cara como você tá? - Pergunta encarando a novata.

- Estou bem e você Andrena? - Pergunto sem muito interessante, depois das férias eu parei de falar com ela e Namjoon, devido alguns problemas.

- Igualmente. Noitei que não parava de olhar para a novata de cabelo ruivo. Ficou interessado? 

Se ela tentou disfarçar a curiosidade falhou feio.

- Não, apenas achei ela bonita. – Andrena concorda e volta para sua cadeira o lanche já estava sendo servido e a garota conversava com uma outra novata a sua frete. 

Obrigado Andrena.

Desço do carro do meu padrasto e agradeço por ter me trazido. Vou direto para a coordenação, os alunos ainda estavam chegando, peço orientação para a senhora, ela informa a minha sala e como chego lá.

Não tinha visto o meu amigo Seokjin e infelizmente não saímos na mesma sala. Chego no 3°C que por algum motivo ficava distante das outras salas, sento na primeira cadeira que vejo perto da porta. A sala tinha um ar-condicionado e estava bem fria, coloco meu moletom branco e faço uma pequena trança no meu cabelo, deixando parte dele solto atrás. 

 Não conheço ninguém nessa sala, estou acabada preciso dormir mas tenho que ficar acordada e prestar atenção nas aulas, esse ano prometi para mim mesma que vou focar no estudos mas nem começou e já estou querendo desistir. 

 Conforme o tempo passa mais alunos chegavam na sala, estava ficando cheia continuava a mecher no meu cabelo com cara de tédio. 

Estava um verdadeiro tédio mesmo, até um garoto falar com as duas meninas que sentavam na minha frente, descobri que as duas são novatas assim como eu, achei uma delas fofa. 

Depois ele veio falar comigo, seu nome é Felix, ele diz que não é Gay mas parece muito. Perguntou meu nome, quantos anos eu tinha, de onde vim e se sou ruiva natural. Um verdadeiro interrogatório

Sabe aquele garoto da sala que, quer descobrir tudo sobre todos e anda só com meninas. Esse é o Felix.  

O primeiro sino havia tocado e ele continuava conversando comigo, falando sobre cada aluno da sala, ninguém chamou minha atenção. 

Até ele entrar pela porta,  cabelo longo preto, olhos puxados, moreno alto, não usava uniforme e estava  a usar  um fone de ouvidos sem fio.

Entrou direto para sala e sentou em uma das cadeiras na frente.

Felix logo percebe minha distração momentânea. Entra na minha frente tampando a visão do garoto.

- Pode esquecer ruivinha, esse aí é Gay. 

Filho da puta. Fala mais alto!

- Quê? De quem você está falando? – Finjo de desentendida. 

- Como de quem? Do Jungkook do garoto que você estava a olhar. 

Tá, admito não fui nem um pouco discreta.

- Como sabe? – Pergunto. Logo vejo que não da para esconder as coisas dele.

- Na verdade eu não sei,  já ouvi boatos que ele ficou com o Taehyung mas não tenho certeza. 

Apenas concordo. O segundo sino bate e ele volta para o seu lugar. Volto a olhar  Jungkook, que estava tirando os fones.

Continuo à olhar suas cortas e seu cabelo, estava parecendo uma psicopata mas não conseguia desviar o meu olhar.

A sala estava cada vez mais fria um dos meninos que sentava mais atrás muito fofo por sinal, fechou a porta e todas as janelas.

Eu vou congelar aqui dentro!

Achei que o frio iria acabar comigo mas o seu olhar foi bem mais intenso. 

Jungkook virou para trás e olhou para mim!

Como assim? Detectador de olhares?

Desvio para o quadro branco, ótimo que vergonha, não a nada lá, nem se quer tem professor.

Ele continuava, sentia seu olhar sobre  mim. Até que eu tomei coragem e o encarei de volta. 

Lindo! Mas com certeza deve ser pegador, não posso esquecer da possibilidade de ser gay também.

Desvio o olhar novamente, pegando meu caderno de matéria.



Notas Finais


Obrigada por todos que comentaram a fanfic e por todos os favoritos, eu fiquei muito feliz :3

As vezes meu irmão responde alguns comentários já que dividimos a mesma conta.

Personagens criados: Davi irmão caçula de Jungkook, Andrena atual namorada de Namjoon.

Personagens de outros grupos:

- Mia ( Han Eunji, popularmente conhecida como Mia e integrante do girl group EVERGLOW )

- Jackson (Do grupo got7)

- Felix (Stray Kids)

🖤 Até o próximo capítulo galera que vai ter comunicação, diálogo entre os dois.

Desculpe qualquer erro irei revisar.

Eu tirei o prólogo, não gostei dele.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...