História Não tente me salvar - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Fairy Tail
Tags Nalu
Visualizações 76
Palavras 2.345
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Buenas noches como eu disse parece rotina eu aparecer essas horas aqui kkk
Bom antes de tudo acho que o próximo capítulo desta fanfic vai demorar um pouco pq vou postar um da minha outra fanfic e uma nova história também do tema fairy tail

Apenas isso

Boa leitura pessoichas

Capítulo 6 - Casamento


Fanfic / Fanfiction Não tente me salvar - Capítulo 6 - Casamento

{Lucy On}


Aleluia é sexta feira nessa merda,não aguento mais ir para a escola e ficar ouvindo os professores falar,não que eu não goste de estudar eu até gosto,só não gosto de levantar 6:00 da manhã,me arrumo com a roupa da escola normal e saiu do meu quarto com minha bolsa nas costas,Juvia disse que tinha algo importante para me contar e para Erza.


"Que droga ela aprontou agora?" É o que se passava pela minha cabeça,eu comprimento a empregada Morgana,que cuida de mim, estou comendo um norma pão com manteiga,e vejo algumas publicações em Facebook,Instagram e etc.


- Lucy querida - Morgana entrou na cozinha onde eu estava sentada


- Sim? - Sorri para ela


- Seu namorado veio lhe buscar - "NAMORADO?"


- É,quem? - Não,quem brincaria com isso?


- Seu namorado,o garoto de cabelos rosas que foi o motivo da sua discussão com o patrão - "Natsu" suspiro


- Ah sim,pede para ele esperar um pouco vou escovar os dentes - Me dirijo ao banheiro e começo a escovar os dentes enquanto me encaro no espelho


"Namorado,ele que se apresentou assim ou ela que pensou isso?" Encaro a pia do banheiro enquanto lavo minha boca suja com pasta,"Se meu pai sabe disso" fecho os olhos soltando um suspiro,saiu do banheiro e vou para a saída,quando fecho a porta já vejo Natsu encostado em sua moto e mexendo no celular,ele está usando uma jaqueta de couro,uma calça preta e uma tênis preto,a camiseta branca dele era larga dessa vez,seus cabelos rosados estão bagunçados como sempre,"Esse garoto é de outro mundo" balanço a cabeça para tirar os pensamentos sujos que correram na minha cabeça,me aproximo dele e ele estava ouvindo um áudio,estava alfo então escutei uma voz feminina do outro lado,ele ao perceber que cheguei guardou o celular.


- Bom dia,atrasada - Ela me cumprimenta com um beijo na bochecha me deixando corada


- Bom dia,algodão doce - Sorrio para ele - O que ta fazendo aqui?


- Vim buscar vossa senhoria - Ele sobe na moto e eu cruzei os braços


- Eu não pedi,gosto de andar até a escola de manhã - Ele me olhou


- hoje não,me dei o trabalho de vir até aqui então,se vai comigo


- Não mesmo,Natsu - Tenho costume de ir andando de manhã,acho que é bom uma pequena caminhada


- Ah vai sim - Ele segura meu braço e me puxa para perto - Estou aqui,loirinha agora sobe aí - Não mexo nenhum músculo,ele me segurava sem depositar força apenas ficamos nós encarando - Se não quiser podemos ficar aqui,por mim tudo bem - "Droga,eu não posso chegar atrasada de novo" me sento na garupa e me seguro nele - Muito bem,Heartfilia


Eu não disse mais nada e ele deu partida na moto,não me apertei muito nele,"Aquela garota com quem ele estava falando,quem era?" Meu coração acelerou e bateu uma tristeza sobre mim "Será que ele está namorando?" Me solto mais dele,"Uma garota na vida dele" logo nós chegamos na escola e ele estacionou na moto e eu desci sem dizer nada,fui andando até a entrada,ouvi os passos atrás de mim,ele estava andando no mesmo ritmo que eu mas,se mantinha atrás de mim,entrei na sala e me dirigi ao meu lugar porém,Natsu sentou onde eu costumo sentar.


- Ei - Ele colocou a bolsa em cima da mesa - Esse lugar é meu


- Senta aí - Ele apontou com a cabeça a mesa que ele senta


- Não - Cruzo meus braços


- Então fique um pouco em pe - Ele abaixa a cabeça


- Natsu - Chamei mas ele não disse nada,"ele não vai sair daí" balancei ele e ele não disse nada,apenas um suspiro - Eu não vou me sentar ali so porque você quer - Bato os pés


O sinal tocou e alunos foram entrando na sala,eu ainda encarava o Natsu e vi que até o professor entrou e ao perceber que realmente não ia dar para tirar ele dali,me sento e ouço uma leve risada vindo do rosado,uma risada vitoriosa,logo as meninas foram chegando,Erza chegou depois de se despedir de Jellal e logo em seguida Gray e Juvia chegaram.


- Bom dia - Erza se jogou na cadeira


- Bom dia - Eu e Juvia respondemos


- O que queria falar para a gente? - Olho para a azulada que sorriu


- Só não gritem - Ela levantou a mão mostrando que em seu dedo tinha uma aliança


- Sério? - Erza gritou e bateu palminhas com a mão


- Não grita - Juvia é abraçada por Erza com muita força


- Nossa,acho que é só eu que to ficando para trás - Praticamente a única solteira do grupo


- Ficando para trás? - Juvia levantou a sobrancelha - Olha o Natsu aí - Olhei para ele que estava dando os parabéns ao Gray


"Será?" Não vou mentir que nestes últimos dias eu ando pensando em como seria minha vida ao lado desse rosado.


- Gray finalmente está algemado - Natsu dava leves tapas nas costas do amigo


- Algemado - Ela balança a cabeça


- Cuida desse cabeça Oca,Juvia - Natsu agarra o pescoço de Gray


- Juvia vai cuidar sim - Ela sorri


- Você cresceu tanto - Natsu diz e Gray se solta dele


- Vá a merda - Ele cruza os braços e Natsu se senta no lugar


- Gray - Erza ficou na frente dele - Se não cuidar dela,eu te mato - Ela sorri


- Macabro - Gray se joga na cadeira


- Parabéns Juvia - Abraço ela depois da "confusão" que Erza fez


Depois de um tempo o professor entrou na sala,ele começou a passar algumas coisas.


- Hoje nossa atividade em dupla que vai valer nota - Ele andava de um lado para o outro na sala - Quero tudo que aprenderam nesses anos de história - Ele parou e escreveu no quadro - Desde o primeiro ano quero tudo


Já começamos a formar os grupos mas ele mandou todos parar.


- Quem vai formar os grupos sou eu - Os alunos reclamaram baixo para ele não ouvir - Vai ser assim,Erza e Juvia não quero bagunça das duas - Elas assentiram - Lucy e Natsu - "Sério?" Olho para Natsu que estava com um sorriso infantil no rosto,ele colocou sua mesa ao lado da minha,fiquei tanto tempo olhando para ele que nem reparei no nome das outras duplas


- Somos nós dois,loirinha - Ele me tira do transe que eu estava,o cheiro do perfume dele estava melhor para sentir


- Acho que sim - Respondo depois de um tempo apenas o olhando - Lembra das coisas?


- O que acha? - Natsu com certeza não lembrava de nada desde o primeiro


- Não sei porquê perguntei - Balanço a cabeça


O resto foi feito com eu falando as coisas e ele escrevendo,enquanto ele escrevia eu observava ele,os cabelos bagunçados dele o rosto bronzeado dele e os olhos castanhos,chego em sua boca e eu levei minha mão até minha boca e passo o dedão de leve em meus lábios.


- Está admirando a minha beleza? - Ele agora olha para mim


- Não - Lógico que estou - Você nem é tão bonito assim


- Não? - Ele faz um bico


- Não mesmo - Ele abaixa a cabeça - Se estiver com dúvida pergunta para aquela garota com quem estava falando no celular,antes de virmos para a escola - Agora ele olha para mim e um sorriso aparece - Ela vai dizer que você é lindo então vai lá perguntar pra ela


- Por que isso? - Nem eu sabia porquê toquei neste assunto


- Sei lá - Viro meu rosto "Espero que ele não ache que estou cobrando isso,por ciúmes"


- Soquei o Sting ontem - Agora sim olho para ele


- Por que? - "Queria ter visto"


- Por ele me provocar e falou coisas que não gostei - Ele dá de ombros e abaixa a cabeça


- Natsu? - Sussurro "O que Sting falou?"


Fiquei com isso na cabeça e quando deu o horário de ir embora,andei até o lado de fora com minha cabeça longe,Natsu me acompanhava estando alguns passos atrás de mim eu suspiro e meu celular vibra e eu olho,meu pai.


"Vou pra casa mais cedo hoje,temos que conversar" solto um longo suspiro,e quando percebo já estou ao lado de Natsu,ele estava em cima da moto me olhando.


- Lucy,o que foi? - Eu estava cabisbaixa,não quero falar com meu pai tenho até medo do que possa ser


- Não é nada - Forcei um sorriso,acho que não convenci ele


- Então vamos - Subi na moto e me agarrei nele


"O que meu pai quer comigo?,ele nunca fala comigo e do nada me manda mensagem" deito minha cabeça nas costas dele,fechei meus olhos e me senti mais calma,não estava preocupada com mais nada era só eu e ele,essa era as sensações que eu tinha com Natsu,me sentia mais segura e mais feliz.


- Chegamos - A moto parou e eu desci dela,sorri para ele


- Fique bem,Luxy - Errou de propósito e quando olhei feio para ele,Natsu sorriu e saiu disparado na moto "Sem despedida?"


A preocupação voltou,ando até em casa e vejo que ele já chegou pois sua blusa está pendurada perto da porta,fecho meus olhos mas logo os abros ao me dirigir ao meu quarto,tomo um longo banho quente e me visto com uma calça moletom e uma camisa branca,visto um chinelo e vou até a sala do meu pai,escritório,e lá estava ele mexendo em alguns papéis.


- O que quer comigo? - Abro a porta e entro sem pedir licença e ele suspira


- Lucy,está terminando o terceiro ano e ano que vem vai começar a estudar tudo que precisa para tomar conta da empresa - "De Novo"


- Já te respondi,não vou assumir empresa de ninguém - Cruzo meus braços


- Você vai sim,como herdeira dos Heartfilia - Como eu odiava isso


- Tenho meus sonhos,pai - Não quero discutir mas parece que ele insiste - Vou correr atrás deles e não ficar nessa,não vou seguir o legado dos Heartfilia de ficar saindo e entrando em uma empresa


- Não quero saber,Lucy - Ele agora olha alguns papéis - Trate de passar de ano e com isso poderá começar tudo - Bato o pé com força e me viro "Não vou discutir" - Mais uma coisa,para a nossa empresa subir mais um pouco nas classificações,faremos um pacto com uma outra empresa - "E eu lá quero saber disso" continuo de costas para ele


- Bom para você - Eu ia andar mas as palavras dele me faz parar


- E para isso você irá se casar com o filho deles,Loki - "Não isso só pode ser brincadeira"


- O que? - Eu olho para Jude que nem olhando para mim estava - Quer que eu me case com alguém que nem conheço,nem tenho sentimentos? - Falo praticamente gritando


- Não grite comigo - Ando até a mesa dele


- Que porra de pai você é? - Agora ele me encara nervoso - Vai forçar sua filha a casar com alguém por uma merda de empresa,você não pensa em mim mesmo - Agora com raiva eu jogo os papéis juntos com pastas e lápis de cima da mesa dele no chão


- LUCY - Ele grita e se levanta


- Não tente mandar na minha vida - Aponto o dedo para ele - Se você se importar comigo,não toque mais nessa merda de assunto - Me viro e antes de sair do escritório ouço ele falar


- Já está feito - corro para meu quarto


Me jogo na cama,lágrimas insistiam em sair e eu não conseguia me segurar,"Ele não se importa com minha felicidade?" "Só queria seguir minha vida,queria ser normal",fico ali no meu fiel e confiável travesseiro chorando e batendo de leve nele,foi quando ouvi meu celular tocar ando até ele "Número desconhecido",limpo as lágrimas e atendo tentando disfarçar minha voz chorosa.


- Alô - Falo


- Eae - A voz do outro lado não me é estranha


- Quem é?


- Porra,quando te deixo em casa você esquece de mim tão fácil?estou magoado loirinha -


- Natsu?


- O primeiro e único - Me sento na cama com um sorriso bobo


- Como pegou meu número?


- Na Sala quando seu celular sumiu


- Então estava com você - Não consigo ficar brava agora


- Opa - Uma risada fraca vindo dele - Me fala,está bem? - Ah tinha que vir está pergunta mesmo? - Depois que vou pegou o celular na escola parecia para baixo,aconteceu algo? - O que responder? "Então estou casada a força pelo meu pai,fora isso estou ótima"


- Natsu - Ouço um "Hum" do outro lado - Está ocupado?


- Saindo de casa para ir trampar - Ouço chaves ele estava saindo de casa


- Nossa,ele trabalha


- Tenho responsabilidades,Heartfilia


- Com certeza,sua responsabilidade hoje é vir aqui em casa me buscar - Já me levanto pegando uma blusa


- Que? - Ele praticamente grita


- Sim,estou sem fazer nada e está um tédio - Ele suspira


- Lucy,são 2:40 eu só saiu do trabalho 5 ou 6 horas às vezes 7,tem certeza? - Respondo com um "Uhum" - Logo estou aí,Loirinha - Desligo o celular e visto uma blusa e prendo o cabelo


Passou um tempo e logo meu celular vibra,"Estou aqui para sua felicidade loirinha" abro um sorriso e logo saiu do quarto e quando chego até a porta.


- Onde pensa que vai? - A voz do meu pai e eu olho para trás


- Pra um lugar ficar longe de familiares que não pensam na minha felicidade - Abro a porta e a bato


Ando até Natsu e quando chego o abraço e ele retribui.


- Tem certeza que quer ir ver eu trabalhando?


- Sim - Subo na moto - Quero ver o que o senhor faz da vida


- Beleza então,vamos lá - Ele dá a arrancada na moto e olho para a porta de casa onde meu pai estava parado e eu apenas suspiro



Notas Finais


Foi este o capitulo
O próximo vai ter um pouco de como é a movimentação lá no salão de Natsu
Bom umas coisas
A fanfic inicialmente não é pra ser tão longa talvez uns 20 capítulos por ai por isso parece que ela ta sendo rápida
mas tem bastante coisa para acontecer ainda e quem sabe eu aumente ela
Outra coisinha é sobre diálogos eu não sou lá o ser mais criativos para diálogos por isso pesso desculpas se um deles ficar sem graça
Inicialmente eu não ia postar esse capítulo porque não achei que fiquei dos melhores mas quero ver de vocês
Foi isso e até a próxima gente :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...