História Não tô sabendo existir - Capítulo 28


Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Minhas Personalidades, Poemas, Poesias
Visualizações 11
Palavras 85
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lírica, Literatura Feminina, Poesias

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Oiaaa
Tudo bom?
Tenho umas novidades.

Mais tarde digo

Capítulo 28 - Condiz


Fanfic / Fanfiction Não tô sabendo existir - Capítulo 28 - Condiz

O silêncio .

Uns tem seus gostos .

Outros tem A palavra odeio .


Muitos não considera .

Mutidões não acredita.

Poucos idólatra .


O belo maldito silêncio.

Sendo apenas silencioso;

Calada, cheia de mutismo.


Pensei de te amar;

Infelizmente não posso deixar ;

A diversão partir.


Você me transporta.

Você me conforta.

A mesma que me desgraça.


Sei que não irá embora

Mas sou como os demais

Vou toca - lá por algazarra.


O som.

O único comum .

O bom para mim.


barulho.

estrondo.

estoiro.


Eles são os favoritos;

Os mais queridos;

São os 'melhores' de ti.


Notas Finais


Diz a sociedade





Até poéticos.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...