1. Spirit Fanfics >
  2. Não Vá Embora >
  3. Capítulo 1

História Não Vá Embora - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo 1


E é finalmente hoje o dia da apresentação... Estou um pouco apreensiva em relação a tudo isto: naquela escola da cidade não conheço absolutamente ninguém. Decidi simplesmente me afastar das pessoas tóxicas da minha vila e começar o secundário num ambiente completamente novo, a 25km da minha casa, na cidade. O emprego da minha mãe é na cidade e assim é mais fácil para nós.

Íamos no carro, já a chegar à escola escolhida por mim, quando a minha mãe estaciona o carro e me dá aquela forcinha que eu precisava para enfrentar aquele novo mundo. Ponho os olhos no edifico majestoso à minha frente. Era incrível e monstruosamente grande, duas escolas numa só: não só era uma escola normal como também tinha aulas de música de nível profissional, de maneira que a toda a hora se ouvia música ao vivo por todo o lado. Mais uma razão por ter escolhido ir para ali.

Entrámos juntas e procurámos a sala onde ia ser a reunião com os alunos e pais da minha futura turma. Quase nos perdemos, a escola era realmente enorme, das maiores do país. Dirigimo-nos, com alguma dificuldade, a uma sala onde estavam já algumas caras meio-conhecidas através de uma pesquisa pelo instagram. Nesse momento, só queria desaparecer. Aquelas meninas eram lindas, mas todas me pareciam super convencidas (típicas da cidade). Tentei controlar o meu nervosismo e a minha ansiedade, sacudi o meu cabelo encaracolado para trás, respirei fundo e esforcei-me para apreciar.

E foi aí que um homem alto, de cabelo grisalho, com uns 50 e tais anos de idade, com uma postura elegante e simpática entra na sala. Só reparei nele porque a minha mãe rapidamente se levanta e se dirige a ele, cumprimentando - o como se fosse um amigo bastante chegado. Não estranhei, pois a minha mãe tem um cargo importante na câmara municipal da cidade e conhece sempre muita gente. O senhor simpático repara finalmente em mim e cumprimenta-me com um sorriso e umas palavras acolhedoras. A minha mãe e o tal senhor estavam ambos ali pela primeira vez, o que queria dizer que tal como eu previa, não era a única aluna nova. 

Então foi aí que eu reparei que o senhor simpático estava acompanhado... 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...