História Não vou desistir - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Glória Pires, O Outro Lado do Paraíso, Thiago Fragoso
Personagens Adriana Mello de Monserrat, Clara Tavares, Elizabeth Mello de Monserrat, Glória Pires, Personagens Originais, Thiago Fragoso
Tags Alejandro Claveaux, Beth/duda, Dunic/benic, Gloria Pires, Nicolau, O Outro Lado Do Paraíso, Sexo
Visualizações 17
Palavras 1.369
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


"Disfarço meu ciúme, engulo tuas provocações;
O sangue ferve, sinto raiva, 
mas não crio caso, não faço cena,
porque sei que no final da noite
eu vou te pegar de jeito
e te mostrar por quê você é minha,
só minha..."

Desculpa qualquer erro!

Capítulo 7 - Tenho direito não tenho?


Fanfic / Fanfiction Não vou desistir - Capítulo 7 - Tenho direito não tenho?

Acorda com ela em seu peito foi algo que ele sempre desejou desde de quando sentiu o perfume de seus cabelos , não se dava por sastifeito quando sentia sua mão tocando seu rosto onde ele mesmo guia as mãos dela pelo seu corpo ao acorda.

-Bom dia - ela disse com uma voz rouca ao seu ouvido

-Bom dia princesa - os olhos deles encontraram o dela em que brilhavam ,ele fez ela ficar sobre seu corpo onde ele botou seus cabelos de lado e beijou seu pescoço até sua boca - você dormiu bem?

-Muito bem! Não imagina o bem que você me fez! Mas eu preciso ir pra casa - ela tentou levantar mas seus braços a impediram de se mexer - Nicolau não faz assim ,eu preciso ir embora, mas... Ó eu volto tá bom?

-Hum... Era isso que eu queria ouvir. Exatamente isso! Mas eu vou te levar pra tomar café ta bom? E nem pense em dizer não.

- Tabom eu vou, mas posso pelo menos tomar banho? 

ele a levantou com que fez ela cruza a perna em seu quadril em levá-la até o box do banheiro a água quente caia sobre os corpos deles ,os lábios se devoravam em baixo de uma água quente até eleva as mãos delas na parede e beijar todo seu pescoço com o toque suave de sua língua os gemidos dela eram abafados por ele ,quando seus estímulos em seu sexo ficou mais rápidos as reações do corpo dela demostrava sinais de prazer ao máximo ,mas percebendo que ela ainda se possuia plena . 

A boca dele sugou os lábios dela e depositando leves beijos em seu pescoço até seus seios que acompanhavam as mãos dele acompanhado com a boca,desceu sobre sua barriga até seu sexo ,que em segundos ele viu a sua excitação quando ela tava de olhos fechados e lábios entre abertos ,se formou um breve sorriso em seus lábios ,foi quando ele a tocou com a língua e todo corpo dela reagido em oposição ela afundou a cabeça dele pra mais .em que ele suga todo seu líquido e apoia ela em seus braços pra que ela não perca o equilíbrio, ela forçou as mãos em um simples  ato ela o puxou beijou ao morde seu lábio  inferior em busca de desejos . Naquela hora Nicolau se de por satisfeito.

- Você continua plena ! - Ele sussurrou no ouvido dela - eu não quero isso ,eu quero você cansada,mas agora não dá pra fazemos nada, eu tenho turno o que me deixa ansioso ainda mais...- ele sorrir e segura o queixo dela que mantém as mãos a altura do ombro dele mantém fixamente os seus olhos no dele. 

- Como assim Nicolau,você gosta de me ver dessarumada ta doido! Pirou de vez? Se toca! - ela o afastou dele ,mas o impulso dele falou mais rápido que puxa ela pela cintura quase encostado os lábios

-Não e do jeito que você ta pensando! Eu...- ele se aproximou do seu ouvido - eu ...gosto de ver você excitada...entendeu? - ele morde de leve o lóbulo de sua orelha.

- Aaah - ela diz num suspiro que deixou ele e ela aliviados - Você não explica ! Ei mas eu preciso realmente ir,não vamos passar o dia nesse banheiro ! Você tem trabalho é eu também ,aliás a clara disse que ia me ajudar a monta minha Grife - ela rir . O banho deles se deram por satisfeito mesmo os dois querendo aprofundar os seus desejos o tempo era o pior inimigo a fazer as coisas ,as presas nunca daria certo . Não pra eles dois o que deixa os dois numa adrenalina terrível . 

Nicolau  a acompanhou até sua casa que dalí segue pro seu trabalho.onde realiza suas atividades os casos tornam ainda mais complicados ao seu ver . Mas ele tem obras em sua mente que não seguirar ordens e sim mandará ordens a ser executada . Os casos mais sombrios em sua mente o deixa assustado que ele possuí desejos sombrios que nunca chegou até com mulher nenhuma  . Ele mesmo se pergunta o do porque ele pensa nisso! E do porque só com ela isso aconteceu? E do porque ele ta tendo esses pensamentos em meio  ao trabalho ?''

//        

Os dois só se vem somente de noite o que deixa eles com muita saudades e preocupação. As coisas estão  indo como ele sempre desejou, ela não  sente vergonha  de se entregar aos seus braços E nem de fazer amor com  ele em toda parte do seu apartamento. Mas nem tudo e só sexo, nem tudo e só prazer a relação  deles tem lá  aqueles problemas e qualificação, ela tenta ao máximo  se aproximar  da filha mas pra isso ela tem que se aproximar  de Renan o que deixa ele com ciúmes 

-Você  tem mesmo que viajar com ele?  Você  é obrigada? - ele levanta e senta na mesa em frente do sofá - tem mesmo? 

-Amor e meu trabalho é onde minha Grife vai ta a exposição! - Naquele momento ele não pode perceber  a primeira palavra dita por ela - e onde o desfile acontece e como eu sou a criadora  tenho  que ta lá  ,entendeu ?

- Mas... Não pera  você  me chamou de quê?  Peraí  desconcetrei! - ele pega a mão  dela - você  me chamou de amor? 

-Chamei? - ela pensa - acho que sim! Não e  o que você é? Meu... Meu.. 

-Meu amor é isso! Beth você  tem que viajar com ele é  sério? E se ele tenta  te agarrar!? 

- Ué eu não  deixo, não  confia em mim? 

- Eu confio! Só não  confio nele! Se... Se ele tentar algo com você eu apareço  com um batalhão  lá no prédio ! - ele fala sério  mas ela rir

- Isso tudo e ciúmes?  - os dois riem. 

- Tenho  direito não  tenho? 

- Tem, tem sim! - ela levanta apoia as mãos  no ombro dele senta em sua perna esquerda - Não  precisa ter ciúmes  não  vai acontecer  nada! Absolutamente nada! Só Pra você  ter a certeza só  vamos encontrar no desfile ta bom pra você ?  

- Ta bom mas... Eu tenho  ciúmes vai que... Né! - ele apoio as mãos  pra trás  encarou ela sentada sobre sua perna , colocou uma mecha do cabelo pra trás - promete que vai me ligar? 

- Prometo! Eu prometo, e só dois dias! 

- Que parece dois anos! Não  dá  você me vicia, como vou ficar dois dias longe da sua boca!?  Do seu cheiro!? Hein? 

- Faz assim que tal nos saciamos até  terça-feira? 

- Gosto dessa idéia! Mas mesmo assim eu sentirei sua falta! Muita falta! - ele se aproximou até  a boca dela que fez eles tocarem os lábios - mas eu não queria que fosse. Mas como e seu trabalho eu entendo que você  se saia bem! Ta meu amor? 

 - Nicolau ?! - ela passa a ponta da língua  em seus lábios os lubrificando

- Que foi? - ele apertou  os lábios 

- Cala boca! Você  fala demais... - ela o beijou  ferozmente e rapidamente Desabotou sua camisa e detalhou  os dedos sobre seu peito, ele a levantou e tirou os sapatos dele e dela, pos ela sobre o sofá  e se deitou  por cima as mãos  dele invadiram por dentro da sua camisa até tirar puxar seu sutiã pra baixo que fez ela gemer baixinho  ao pé  do ouvido dele com a atitude selvagem  as mãos  dela trabalhavam na costa dele arranhando  com pudor ela o empurrou rápido  sentou por cima de seu corpo as mãos  dela foi até  o cinto da calça  dele. - Você  tá  pronto pra mim? 

- O que você  acha? Não  é visível? - a excitação  dele fez ela salivar ao passar a mão  por cima da calça jeans a boca dela se abriu e passou a língua  lentamente em seus lábios. Ele decifrou tudo e puxou ela pra mais um beijo profundo. 

-Amor deixa eu te tocar!  Deixa eu ter o controle de tudo, deixa eu ter você. você  recebe ordens minhas agora  entendeu!? - ela segurou forte o queixo dele e lhe deposita um leve selinho. 


Notas Finais


Continua...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...