1. Spirit Fanfics >
  2. Naquela noite >
  3. Único;

História Naquela noite - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oya, oya! Como estão?

Desta vez trouxe Given, a pedido da minha querida Shittykawa, @Sleepy_Head_! Espero que gostem, pois foi bem difícil de fazer esta one heheh.

Boa leitura!

Capítulo 1 - Único;


Hiiragi sempre pôde ser considerado uma pessoa cuidadosa, gentil e observadora, porém nem toda vez o rapaz de cabelos tingidos de louro se considerava assim.

Havia momentos em que Hiiragi Kashima queria apenas o perdão de alguém, não importando quem seja. Ele apenas queria que perdoassem todas as mancadas que já dera na vida, mesmo que não fossem intencionais, havia muitas coisas pela qual ele se culpava e talvez quem ele mais queria que o perdoasse, seria Mafuyu.

Havia muitas coisas que Hiiragi Kashima gostaria de ter dito, talvez ele tivesse evitado muitas coisas, como o suicídio de Yuki. Ele continuava se culpando todas as noites, sem exceção de nenhuma, mas Mafuyu não o culpava e muito menos Shizusumi. Talvez seu maior erro era carregar toda aquela culpa sozinho.

Shizusumi Yagi, talvez se não fosse por ele, Hiiragi já teria desabado. Enquanto Kashima estava lá para ajudar seus amigos a carregarem a si mesmo, Shizusumi estava ali por Hiiragi, mesmo que o de cabelo louro não percebesse.

Kashima, sem perceber, havia metido sua vida em diversos altos e baixos e quando percebia, estava chorando em algum canto, odiando-se por ser fraco. E apesar que soubesse que, na realidade, fosse o contrário, em momentos como esses ninguém tenta se lembrar disto, mas Shizusumi sempre o lembrava.

Shizusumi sempre o lembrava que brilhava assim como o sol, que era alegre, forte e parecia uma mãe preocupada quando se tratava de seus amigos – Hiiragi ria toda vez que Yagi fazia esta comparação –, o lembrava que se não fosse por ele, Shizusumi não teria perdido seu medo por baratas quando eram crianças ou não teria aprendido a gostar de café.

Hiiragi era grato por tê-lo consigo, mesmo que não pudesse ser todos os dias, mas naquela noite em específico, ele estava lá para aturá-lo, para aturar seus pequenos surtos e tudo que fosse necessário, já que, bom, era o mínimo que Shizusumi podia fazer, mas para Kashima, aquilo valia mais do que o namorado podia imaginar.

 


Notas Finais


O que acharam? Digam nos comentários!

Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...