História Naquela noite há anos atrás - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Visualizações 1
Palavras 261
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Namoro


_FLASHback



Quando eu chamei ele no chão meio que começamos a ser amigos, percebi que não era tão difícil ter chamado ele afinal ele gostava das coisas que eu gostava 

Mensagens 

Kim taehyung hoje 20:30


Kim taehyung : você tá aí? 


            You : sim


Kim taehyung : quem eh você? 


            You: uma pessoa? 


Kim taehyung :hsudhusjsushshsud


            You:eu lembro que eu ja te vi


Kim taehyung :ja? 


             You:sim mas vc não deve se lembrar de mim 


Kim taehyung :?? 



Depois disso eu expliquei QUE EU IA VER MINHA AMIGA E VI ELE, não que eu era um doente apaixonado por ele ce eh loko? ELE IA ACHAR QUE EU SOU UM [email protected] depois disso tudo e tantos dias nós resolvemos nos encontrar pessoalmente e a casa dele era literalmente pertinho da minha 

Nesse tempo ja tinha me reconciliado com meu melhor amigo, e sua mãe aue estava no portão  pedij pra entregar a ela uma caixa ds remédio, então quando boto meus pés fora da calçada vejo kim taehyung com mais duas pessoas

Então eu decidi fazer tudo que eu sempre quis fazer, eu corri e dei um abraço muito forte nele os dois outros amigos ficaram perplexo realmente achei que seria muito timido mas foi diferente e quando me afastei do abraço eu encarei ele por alguns segundos e dei os remedios pro meu melhor amigo, continuamos nos encontrando até que começamos a namorar em casa, minha mãe eh de boas com o fato de eu ser gay, agora o propósito eh, nem tudo de ruim acontece por você ser gay, e sim pela sua existência... 






Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...