1. Spirit Fanfics >
  2. Nara >
  3. Capíulo V

História Nara - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


oioioi! eu voltei antes do previsto porque eu me lembrei que hoje é aniversário dele mesmo Shikamaru Nara e quem ganha o presente são vocês rsrsrs

muito obrigada pelos comentários, de coração mesmo! vocês não tem ideia do quanto eu fico bobinha lendo eles, inclusive prometo que irei respondê-los.

então, já que hoje é aniverśario do nosso gênio, nada melhor do que um capítulo inteiro narrado por ele não é mesmo...

boa leitura!

Capítulo 6 - Capíulo V


Capítulo V - 01000010 01100101 01101101 00100000 01010110 01101001 01101110 01100100 01100001 

 

Londres, 28 de abril de 2020

06:37

SHIKAMARU

 

Meus olhos ardem de sono enquanto eu caminho para o banheiro, eu continuava exausto mesmo que tenha dormido quase doze horas seguidas. Bom, se Chouji estava preocupado comigo por que eu não estava dormindo mais de seis horas por noite, agora ele pode se despreocupar, eu dormi o dobro disso. O primeiro jato de água que sai do chuveiro é frio, me fazendo arquear as costas pelo choque de temperatura e soltar um grunhido estranho, é mais um dia estava começando.

Londres não é tão diferente de Nova York, mas ainda assim, não gostaria de ter voltado para solo inglês, fazia tanto tempo desde que eu estivera em terras britânicas que estranhava alguns costumes e havia esquecido completamente de outros, como se eles não fossem corriqueiros na minha infância. O clima frio e cinzento me convidava a ficar na cama confortável daquele loft minúsculo, mas infelizmente havia uma pessoa mobilizando uma organização inteira para ser parada e não acabar com uma reputação construída durante quase dois séculos. Temari dormia e acordava quase todos os dias comigo em forma de preocupação e uma incômoda ansiedade, quando resolvemos enfrentá-la literalmente de frente foi um alívio e tanto, todo o jogo de perseguição e contatos anônimos estava cansando todo o time, que ficava cada vez mais impressionado com a destreza da garota russa para apagar seus rastros depois de fazer grandes estragos. Bebericando meu café, desbloqueei o celular da Hogo e comecei a ler os emails da tarde de ontem e também as mensagens instantâneas, não dei importância para a maioria dos arquivos recebidos, fui direto para a menção que Kakashi fez em um documento da Akatsuki.

 

“Arquivo classificado: Ultra secreto

nº9825467

IP: falha 027543, interferência de sinal externo. 

Localização: falha 895762, múltiplas localizações encontradas.”

 

Encarei aqueles borrões na tela sem ânimo, já era alguma coisa, entretanto também não era nada. Os arquivos que a CIA, o MI6¹ e tantos outros órgãos de inteligência recebiam eram sempre repassados para a Hogo, já que o monopólio de segurança estava em suas mãos, eu mesmo passei cinco meses prestando serviços para o serviço secreto inglês na República Popular Democrática da Coréia em 2018. Deixei para analisar melhor e mais precisamente o arquivo enviado junto com Kakashi e Shino no escritório e fechei os emails, me aprontando para sair. O trânsito na cidade estava caótico e um trajeto de vinte minutos levou quase uma hora, fazendo eu me arrepender por não pegar o metrô. 

— Ta atrasado. — Ino girava na cadeira preta atrás da minha mesa.

— Bom dia, senhorita Yamanaka. — Respondi a ignorando e abrindo minha bolsa para retirar o notebook e guardá-la no baú.

— Você foi embora cedo ontem, tá tudo bem? — Ela parou de girar, me encarando com seriedade. Ino as vezes age como se fosse a minha mãe.

— Sim, meu corpo estava pedindo arrego. Fui pra casa e dormi, só isso. — Respondi ligando o computador. — Não tive tempo ou disposição para analisar o outro arquivo que você me mandou sobre o Egito. Até terça eu faço, prometo. — Emendei sabendo o porquê dela estar tão cedo na minha sala.

Não era só isso, eu forçava a meu cérebro esquecer os fatos ocorridos há dois anos atrás, mas era simplesmente impossível. Temari saiu do meu sono essa semana e deu lugar a pesadelos que foram vividos por mim na Guatemala em 2018. Admito que eu só trabalho nessa empresa porque estou inserido dentro de um sistema em que um serviço básico como saúde precisa ser pago e o preço é exorbitante, e também porque não quero que aconteça com a minha mãe o que aconteceu com o meu pai quando eu era mais novo.

Ino nada disse, apenas me olhou de canto e balançou a cabeça em negativa saindo da sala. Exalei o ar fortemente depois de sentar na cadeira que antes era ocupada pela loira, abrindo mais uma vez o arquivo da Temari e indo até o currículo dela. Foi Sasuke Uchiha quem a indicou, eles estudaram juntos durante todos os anos em que ele  frequentou o Harrow School, fizeram inclusive aulas extracurriculares juntos e foram campeões nacionais do campeonato misto de vôlei quando estavam no ensino médio, como eu disse, não faço ideia de onde Temari tira tempo para ser uma ciber criminosa, seu dia parece ter oitenta e quatro horas. Sasuke era a pessoa mais próxima dela dentro da Hogo, e ele fazia um ótimo trabalho nos dando algumas informações sobre suas atividades, já que o mesmo é irmão do melhor amigo dela, mas nada que pudesse ser realmente usado contra ela. Se tratando de notas ela era a aluna perfeita no seu tempo de colégio, se destacava em todas as matérias e tinha muitos créditos extracurriculares que provavelmente a ajudaram a ingressar na faculdade; o colégio a tornou fluente em francês e espanhol, mas além das duas línguas, segundo o arquivo a minha frente, ela tem fluência em russo, sua língua materna, inglês e japonês, além das quatro principais linguagens de programação as quais ela definitivamente domina. Temari chegou na Inglaterra com menos de dois anos de idade, seus pais e seu irmão mais velho são russos, seu irmão mais novo acabou nascendo em território inglês, por isso tem dupla nacionalidade, ao contrário da própria Temari e o resto da família. Os Sabaku eram o exemplo perfeito de como não criar seus filhos. Rasa e Karura no Sabaku foram rebeldes conhecidos que arruinaram o poder de muita gente, seja de trás de um computador ou de uma arma semi-automática, eles eram perigosos e seus filhos não seriam diferentes. Mesmo com os filhos emancipados e até mesmo antes da emancipação, o governo inglês tentou diversas vezes retirar a guarda das três crianças Sabaku, a solução encontrada por ambos foi colocá-los no renomado colégio interno administrado por uma empresa misteriosa em parceria com o parlamento, dando todos esses “privilégios” intelectuais para Temari e seus irmãos. Quem poderia imaginar que eles iriam seguir os passos de seus progenitores?


 

Nova York, 14 de novembro de 2019

 15:46

 

A chuva grossa caía lá fora quase que num apelo para que minha atenção fosse desviada para os vidros da enorme janela, mas era um caso urgente. Kakashi Hatake saiu de Londres para estar aqui hoje, é um assunto sério. Os principais membros das divisões de física, química, segurança armada, inovação e tecnologia, segurança da Informação e inteligência estavam todos reunidos na enorme sala de reuniões sete. Há pouco os Estados Unidos ficou sabendo que a arma capaz de dizimar a população inteira e foi construída no período pós-guerra numa estranha parceria entre Japão e União Soviética estava emitindo sinais radioativos, colocando todo o continente asiático em risco. Mesmo que os Estados Unidos tenham ficado no Japão por muito tempo após o fim da Segunda Guerra, os soviéticos conseguiram desenvolver um ultra projeto com uma pequena parte do governo que não concordava com a postura de Hirohito². O mundo ainda não sabe de tal informação, não está preparado para recebê-la, noventa por cento da população japonesa também não tem ciência do perigo que habita sua terra natal.

O próprio governo japonês havia entrado em contato com os estadunidenses que por sua vez resolveram jogar a batata quente no colo da Hogo. O Sr. Senju não exitou em financiar todo o projeto contanto que a Hogo estivesse diretamente envolvida no caso, por isso tantos técnicos da empresa enfurnados dentro da sala tentam chegar a uma solução para o perigoso problema, e também, porque a Hogo quer dar um jeito de conhecer melhor o dispositivo e replicá-lo.

— Já falamos com todos os programadores registrados em nossos arquivos. Nenhum tem o que é preciso para entender o que está acontecendo com o dispositivo, invadir seu sistema e desarmá-lo, nenhum teve um mínimo avanço em três meses de pesquisa, já enviamos três equipes para Nara, mas ainda sem respostas.

Todos os presentes na sala estavam tensos. A Hogo cuidava de muitos assuntos referentes à segurança mundial, mas uma arma capaz de criar um buraco negro nunca sequer foi cogitado pelo comitê de prevenção. Pensei sobre as informações obtidas até o presente momento. Todos tínhamos pautas idênticas nas mãos sendo analisadas e eu tinha ideias borbulhando na minha cabeça.

— E se… — Eu ouvi minha própria voz anunciar e chamar a atenção de todos. — E se a Hogo não tiver o pessoal necessário para fazer isso, mas o mundo tiver? — Recebi alguns olhares confusos. — Não é incomum que nem todas as leis sejam seguidas para atingir alguns objetivos, a Hogo já contratou secretamente  muitos criminosos para resolver alguns problemas que ela própria não conseguiria.

— E o que você sugere, Nara? Dessa vez a situação vai um pouco além de matar alguém ou derrubar um governo. Estamos falando de um buraco negro de dimensões desconhecidas que pode ser formado aqui mesmo, na Terra. — Kakashi me olhou com um semblante sério.

— Se o problema são os programadores da Hogo, que contratemos alguém mais experiente, alguém que nós temos certeza que irá passar pelo seu sistema de segurança. — Falei.

— Eu e vocês conhecemos alguém perfeito para o cargo. — Disse o calado Sasuke Uchiha, da segurança armada. Muitos olhares confusos foram direcionados à ele, mas eu sabia do que estava falando, ele não pode estar falando sério. Seu olhar veio até mim e eu suspirei. — Tempos difíceis nem sempre pedem soluções desesperadas, mas parece que não temos muita escolha, então aqui eu digo que deveríamos contratar Temari no Sabaku para invadir o sistema da Vaniyedosu. — A sala ficou em silêncio, se não fosse pela forte chuva lá fora seria possível ouvir minha própria respiração.

Ele já havia comentado comigo o interesse em colocá-la na equipe de inteligência e usou de bons argumentos para tal, mas ainda assim, eu não confio nela para colocá-la dentro de um dos nossos escritórios. Até porque se alguma merda acontecesse, eu seria responsabilizado, isso é um saco.

— Eu não acho uma má ideia. — Kakashi compartilhou a tela de seu notebook e se levantou, o arquivo de Temari estava aberto. Todos presentes naquela sala sabem muito bem quem é a jovem capaz de passar por qualquer sistema de segurança. — Todos aqui tem plena ciência de que ela provavelmente é a única capaz de passar pelo sistema fortificado de uma linguagem praticamente desconhecida. — Podemos inclusive usar a sua contratação como uma forma de mantê-la mais perto, descobrir mais padrões e concluir nosso objetivo, a entregar para as autoridades.

Não era de todo ruim. Eu pensei sobre como me aproximar dela durante muito tempo, mas nenhuma das ideias que surgiam na minha mente pareciam boas o suficiente, por isso concordei com a sugestão de Sasuke e começamos a armar um plano de proporções gigantescas.

 

Londres, 28 de abril de 2020

10:14

 

Kakashi, Ino, Chouji , Sakura, Sasuke e Naruto ocupavam a sala dois com semblantes sérios, os últimos detalhes do “cargo” da Temari estavam sendo discutidos e repassados.

— Lembrem-se de estar sempre por perto. Ela sabe que será observada durante as seis horas que ficará aqui dentro então seus movimentos serão cautelosos, precisamos observar tudo, até mesmo sua linguagem corporal. 

Por mais que eu tivesse dormido rapidamente ontem, toda essa situação ainda perturba meu sono, tudo o que eu mais quero é ver Temari atrás das grades, parando de causar problemas para eu resolver e deixando a minha vida em quase tranquilidade. 

— Ela ficará em uma intersecção entre as áreas de inteligência e inovação e tecnologia. Shikamaru, Chouji e Ino trabalharão o tempo todo com ela e enquanto estiver na inteligência e na tecnologia aqui em Londres, serão sua equipe. Naruto será apoio e voará junto comigo para Nara, Sasuke e Sakura irão na próxima semana e ficarão nos arredores da cidade, reportando as atividades do governo japonês. Shikamaru e Temari encontrarão vocês lá, na etapa final. — Kakashi repassava nossas atividades e nós conferimos o cronograma. — Eu e o Uzumaki iremos duas semanas após vocês pousarem, ela não pode saber que estamos lá.

A Hogo está em uma situação ultra delicada, não pode haver falhas nesse plano. Temari estava nas escuras há um tempo e suas pistas estavam começando a ficar escassas e frias, apesar de todos os esforços da organização para descobrir alguma coisa. Tirar Kakashi do escritório é uma tarefa bem difícil, e ela conseguiu, nos causou tantos problemas que tirou o chefe da inteligência de seu ninho. Antes da reunião Kakashi e Sakura me contaram sobre como havia sido o “encontro” deles hoje, ele parece indiferente ao fato de ela ter “notado” sua presença e provavelmente seria desconfortável quando ela chegasse aqui e descobrisse que ele seria seu chefe. Sinceramente, eu não queria presenciar isso, mas serei obrigado.

Era uma jogada arriscada colocar a vida de bilhões de pessoas nas mãos de Temari, mas ela realmente é a pessoa certa para fazer isso. Quando ela estava no segundo ano, fez um projeto de iniciação científica falando sobre a Teoria da Relatividade³ que a rendeu um prêmio acadêmico, por ter feito notas tão precisas que até Einstein deve ter se perguntado com, infelizmente ela é um gênio e é por isso que ela tem que necessariamente aceitar esse trabalho. A linguagem utilizada pelos russos era quase desconhecida no Ocidente, poucas pessoas sabiam de sua existência e quase ninguém a utiliza mas por alguma razão, o Harrow, um colégio extremamente anticomunista, ensinava até 2010 sobre a primeira linguagem de programação soviética e Temari foi a primeira da turma, depois se aprofundou mais no assunto e  dominou completamente todos os seus campos, inclusive, essa linguagem foi identificada em vários casos ligados à ela, por isso tanto Sasuke quanto eu sabíamos que ela seria a pessoa a invadir aquele sistema e desarmar aquele dispositivo.

— Está pronto, Nara? — Sasuke me perguntou assim que a reunião acabou. Eu e ele treinávamos regularmente lutas com armas brancas.

— Na verdade, não. Mas do que isso importa, não é mesmo? — Respondi pegando a chave do armário do vestiário.

Sasuke era uma das pessoas mais experientes da Organização em luta corporal e assumiu uma das áreas de Segurança Armada aqui em Londres há pouco tempo, antes ele serviu o exército britânico e foi emprestado para a CIA pelo MI54. Ao contrário de seu irmão, ele sempre esteve na sombra de seu pai e trabalhou um tempo na UCSNL, mas depois entrou na carreira militar, até parar aqui.

— Vamos continuar com o punhal, seus punhos estão vacilando e criando diversas aberturas. — Sasuke disse saindo do vestiário.

Suspirei o seguindo até uma das salas de treinamento e lamentando estar com uma aparência bem descansada, ele não pegaria leve.

Horas mais tarde eu batia ponto no The Garrison junto com o próprio Sasuke e algumas outras pessoas de outras divisões.

 

Londres, 30 de abril de 2020

13:27

 

Há dois minutos Temari mexia em seus anéis pensando no que responder, eu havia feito uma pergunta de cunho pessoal e isso pareceu mexer com ela. Desviando olhar diretamente para a câmera, ela abriu a boca diversas vezes, em dúvida com a sua resposta. A pergunta em questão foi como ela se sentia com o fato de que iria trabalhar para a empresa que tirou a vida de seus pais, bem indelicada eu sei, mas nós precisamos saber. Tudo até então estava acontecendo exatamente do jeito que eu pensei, Temari tem uma língua afiada e maioria das respostas prontas, como se ela soubesse o que eu fosse perguntar no segundo em que eu abria a boca.

— Eu não sei. — Seu semblante era sério. — Não vou dizer que me sinto cem por cento confortável, porque eu estaria mentindo. Pelo o que você me disse, a situação está além de mim, de você e até da própria Hogo. Se vocês acreditam que eu tenho a capacidade para invadir algum programa soviético para salvar vidas, então eu acho que posso conviver com isso, depois eu resolvo na terapia. — Ela abriu um pequeno sorriso na última frase e foi impossível não sorrir junto.

Diferente do nosso primeiro encontro, Temari se mostrou delicada durante toda a entrevista. Ela vestia um cardigã salmão por cima de uma camisa social branca e uma corrente prata, sua maquiagem era leve, quase imperceptível, passando uma falsa imagem de boa samaritana. 

— Interessante... — Eu não gostaria de prolongar este assunto, deixaria para um momento em que não tivessem tantas pessoas escutando. — Bom, falando mais sobre a sua vaga, para fecharmos. Você será a programadora chefe do projeto. Seu currículo se mostrou quase além do que a empresa precisa e acredito que você não teria como forjar as informações contidas no documento. Sua equipe será formada por eu, você e mais duas pessoas da inteligência e inovação. Seu papel será trabalho será primeiramente entender o sistema usado pelos soviéticos como eu te informei no início, mas não só isso. Eu Ino e Chouji teremos equipes de apoio para realizarmos algum projeto derivado e também para trabalharmos no desenvolvimento do software que será utilizado para desativar o dispositivo. Só para reforçar: é um trabalho temporário, então você não tem direito ao plano de saúde ou dental. Seu salário é de nove mil e trezentas libras durante os cinco meses que você trabalhará para a Hogo. — Ela não poderia recusar a proposta depois de seu cargo e salário base serem informados. Olhei para a menina do RH na segunda tela a minha esquerda e mutei meu microfone para que Temari não escutasse o veredito de Kakashi e o RH.

— Impressionante, Shikamaru. Como você conseguiu fazer a garota se sentir tão confortável? Acredito que eu e Rin temos a mesma opinião. — A mulher de cabelos curtos acenou em um sinal positivo.

— Como você disse o currículo dela é impressionante, apesar de nunca ter trabalhado para uma grande empresa, as experiências que ela ganhou durante o ensino médio no Harrow e os cursos que ela fez por fora lhe dão uma grande vantagem. — O RH não sabe que Temari é a pessoa que mais causa prejuízos para os funcionários de alto escalão da empresa, aliás, ninguém de fora das áreas de segurança , inteligência e tecnologia sabia das peripécias de Temari contra a Hogo.

— O RH estava assistindo a tudo e eu já recebi o aval. Parabéns, você terá mais uma pauta para tratar nas suas sessões de terapia. — Eu disse bem humorado. — Vou te enviar a relação de documentos por email, tudo será feito digitalmente. Sua data de início é dez de maio e seja bem vinda à Hogo Organization.

— Obrigada, mal posso esperar — Sua voz carregava ironia, mas ela ainda emanava uma aura de realização. Continuo duvidando de sua satisfação em entrar para a Hogo.

Nos despedimos e a tela ficou preta, mostrando que ela havia saído da reunião. Foi uma entrevista produtiva, apesar da tensão palpável nos momentos em que ficávamos em silêncio e da tela ao lado mostrando Kakashi e duas pessoas do RH, ambas desconhecidas por mim. 

— Bom trabalho, Nara. Shino acabou de me informar que conseguiu implantar o programa espião no celular dela. Ele fez algumas atualizações e melhorias, é leve, super compacto e difícil de ser detectado pelos programas convencionais. — Os dois funcionários saíram da reunião, deixando eu e o Hatake sozinhos, ele estava no interior em um dos laboratórios da Hogo.

— Nós sabemos que programas convencionais não fazem muito o tipo dela, logo logo ela vai saber, se é que já não sabe… — Massageei meus punhos e o grisalho cruzou os braços na altura do peito.

— Tem razão, de qualquer forma, se ela descobrir nós seremos notificados. O programa foi feito com um software duplo, caso ela localize o programa e altere uma configuração mínima, um segundo será automaticamente ativado, anulando qualquer alteração que ela fizer. Shino ficou um bom tempo trabalhando nisso, a chance de falha é quase nula. — Não tenho dúvidas quanto a capacidade de Shino para desenvolver programas incríveis de espionagem, não é à toa que ele trabalha tanto com a Divisão de Inteligência, mas eu também conheço as habilidades da Sabaku, ela é imprevisível quando se trata de desenvolver e programar.

— Bom, se as precauções foram tomadas, agora é seguir com o plano. — Eu concluí e ele concordou comigo. Nos despedimos  eu fui até a minha sala para dar atenção merecida ao segundo arquivo da missão em terras egípcias na Ino.

Há três meses algum hacker egípcio vinha clonando cartões e comprando armas que deveriam pertencer somente ao exército. Seu método era bem básico e ele agia sempre da mesma forma: qualquer um que fizesse uma compra acima de dez mil dólares em algum site de luxo se tornava uma vítima. Todo o dinheiro que ele arrecadou foi para uma conta em um banco suíço, mas ainda não se sabe se a conta pertence à ele ou alguma outra pessoa envolvida. Ino estava no seu rastro há pouco mais de um mês, não foi difícil localizá-lo e conseguir um bom depoimento, ele era só um garoto habilidoso trabalhando para alguém. Para a nossa surpresa ele tinha algumas informações que poderiam ajudar a localizar a cabeça do esquema, mas isso demandaria uma nova investigação de campo, e eu preciso de Ino no escritório… Quem eu mandarei em seu lugar?

— Nara, tem um minuto? — Shino colocou somente a cabeça para dentro da sala, anunciando sua chegada.

— Claro, pode entrar. — Desviei o olhar da tela a minha frente e o convidei para sentar, apontando as cadeiras próximas à mesa.

— Kakashi me informou que colocou você em toda a bola de neve da Akatsuki, então acho que você deva saber, tenho algumas coisas interessantes aqui. — Suspirei fechando os olhos. Eu ainda não estava envolvido com o caso propriamente, só sabia de algumas informações que eu consegui na reunião e da suposta ligação com a Temari que Kakashi me informou na segunda, mas nada além disso.

— Não é como se eu tivesse lido tudo o que a Hogo sabe sobre eles até agora, ou saiba quais possam ser seus objetivos fora enviar armamento pesado para um país pequeno, mas o Hatake realmente comentou algo. — Respondo externando meus pensamentos.

— Sugiro que você tire um tempo e leia alguns arquivos, posso te passar os mais importantes. Enfim, Ino comentou comigo sobre o moleque do Egito e eu dei uma olhada no remetente de alguns de seus e-mails criptografados. Tinha bastante informação inútil para dificultar as investigações, mas depois de garimpar algumas mensagens achei um nome interessante. 

Londres, 02 de maio de 2020.

01:09

 

As luzes fortes daquela casa noturna faziam minha cabeça girar em níveis absurdos. Eu não consegui xingar Ino e Naruto o suficiente hoje, por isso descontei toda a minha frustração e luto na maior quantidade de álcool que eu sabia que meu corpo era capaz de aguentar. Hoje, no caso ontem, fez um ano que Asuma morreu. Ele foi o mais próximo que eu tive de um pai depois que o meu velho se foi, quando eu era um moleque de dezessete anos. Ele morreu na minha frente e eu não pude fazer nada, ele foi executado e ninguém fez nada. A semana toda eu andei distante e Ino não deixou isso passar batido. Ela sabia da importância que Asuma tinha pra mim dentro e fora da Hogo, mas segundo ela, eu já tinha passados por todas as fases do luto, menos a última, aceitação. Por isso, ela bateu no apartamento alugado no começo da noite dizendo que hoje eu precisava esquecer de tudo, da morte de Asuma, da Hogo, da Akatsuki, da Temari, eu deveria esquecer até meu nome. 

Eu demonstrei muita resistência, mas quando Ino Yamanaka coloca alguma coisa na cabeça não há divindade que a faça desistir do que ela quer. Por isso, eu fiquei calado durante duas horas no bar em que foram fazer o “esquenta” e falei pouco do caminho de lá para essa tal de Corsica. O espaço abrigava um público mais alternativo e tocava diversos tipos de música, entretanto a maioria continuava desconhecida para mim, então quando o álcool deu sinais de estar subindo para a cabeça, eu comecei a batucar e mexer os pés no ritmo das músicas que eram tocadas. Fiquei nessa por mais tempo do que o meu cérebro retardado pelo efeito da bebida conseguia contar, até meu corpo bêbado decidir que era hora de se mexer completamente.

Eu não sou o que pode se chamar de dançarino, definitivamente não sou. Mas a bebida ativa alguma região desconhecida por mim do meu sistema nervoso que faz eu querer ser a pessoa mais sociável do mundo e nisso eu saio completamente do Shikamaru Nara, o cara tranquilão que não curte farra para o animal mais festeiro que o mundo já viu. Constantemente eu sou alvo de piadas por parte das pessoas mais próximas a mim por peripécias que eu cometi enquanto estava alterado e a pior parte de tudo é que eu não me lembro de nada no dia seguinte.

— Shika! Finalmente te achei, achei que tinha ido embora… — A fala de Ino estava arrastada e seu batom escuro manchava o contorno de sua boa. Sai apareceu logo atrás vermelho como um pimentão.

— Que nada! A festa está só começando. — Entornei a dose de tequila a minha frente e corri para a pista dança.

— Sai, querido. Se prepara e ligue a câmera do seu celular, o show vai começar… — Consegui escutar Ino dizer ao namorado e depois disso, só a batida da música eletrônica que tocava no ambiente interno da casa noturna.



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Link para tradução do título: https://www.invertexto.com/codigo-binario

1 - O Secret Intelligence Service, comumente conhecido como MI6 é a agência britânica de inteligência que abastece o governo britânico com informações estrangeiras. A chefia do SIS é da responsabilidade da Secretary of State for Foreign and Commonwealth Affairs. O SIS é vinculado ao Intelligence Services Act 1994.

2 - Hirohito, também conhecido como Imperador Showa ou O Imperador Shōwa, foi o 124º imperador do Japão, de acordo com a ordem tradicional de sucessão, reinando de 25 de dezembro de 1926 até sua morte, em 1989.

3 - Teoria da Relatividade é a denominação dada ao conjunto de duas teorias científicas: a Relatividade Restrita e a Relatividade Geral. A Relatividade Especial é uma teoria publicada no ano de 1905 por Albert Einstein, concluindo estudos precedentes do físico neerlandês Hendrik Lorentz, entre outros.

4 - O MI5, oficialmente designado Security Service, é o serviço britânico de informações de segurança interna e contra-espionagem. MI5 é a abreviatura de Military Intelligence, section 5, que é a designação tradicional, ainda vulgarmente usada, do Serviço de Segurança.

o que eu tenho a dizer é que capítulo seguinte nosso casal vai interagir até demais hehehe, fiquem no aguardo.

até a próxima :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...