História Narciso - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Namjoon (RM), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys (BTS), Drama, Exo, Gay, Got7, Hetero, Kpop, Lgbt, Minjoon, Nammin, Sope, Taekook, Twice, Vkook, Yaoi, Yoonseok, Yuri
Visualizações 11
Palavras 1.620
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lemon, LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Transsexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - I


Dez anos atrás...


- Oh Mãe!!! Olha o Channye Hyung me provocando!


Jimin gritava por sua mãe enquanto corria pelo quintal de casa atrás de seu primo Park Chanyeol que havia acabado de pegar de sua mão o último e precioso pedaço de chocolate branco recheado com chocolate ao leite que tinha pedido tanto a sua mãe.


- Channy, me dá, por favor! -Juntou suas mãos e fez um biquinho olhando para o mais velho.- Eu prometo que se você me devolver eu nunca mais vou comer seus docinhos do almoço!


Chanyeol parou e cruzou os braços ao olhar para o primo.


- E se você não cumprir sua promessa? -apoiou o indicador no queixo e olhou para lados diferentes até sorrir e parar o olhar em Jimin.- Se você não cumprir sua promessa, todas as sobremesas que derem pra você eu vou  comer!


Jimin engoliu seco, pois seu primo sabia como doces era seu fraco, mas logo fez a face mais séria que conseguiu e estendeu seu mindinho para o mais velho que fez o mesmo e enlaçou os dedos juntando os polegares.


- Uma promessa de dedinho é seria Hyung... Eu nunca, jamais, nunquinha mesmo vou descumprir isso!


Sorriam cumplices e então Chanyeol devolveu o doce para o mais baixo. Passou seu braço entre o pescoço do mais novo e foram caminhando até a porta principal da casa. Adentraram a mesma e foram direto para o quarto de Jimin que continha uma parede azul bebê como fundo da cama, um teto com papel de parede de estrelas e planetas e na parede a frente da cama uma televisão com seu Xbox, todas com a coloração branca.


Após comer o doce Jimin se jogou na cama e Chanyeol o acompanhou, se sentaram um do lado do outro e começaram a conversar como sempre faziam, O Park mais velho era o preferido da família para o mais novo.


- Chim, eu tava na escola antes de ontem e deixa eu te contar...


- Me fala, me fala, o que aconteceu?


- O Jungkook, ele me disse que estava gostando de um menino da minha sala!

Jimin engoliu seco e suspirou sentindo um mix de sentimentos. Jimin achava super lindo o amigo do primo, se sentia mal por isso, mas achava Jeon um o menino de 11 anos mais bonito do mundo, depois de seu primo, é claro, Channy é um xodó.


- Você acha que ele gosta mesmo de meninos? Isso... Isso não seria errado?


Jimin perguntou e mordeu seu polegar direito em nervoso. Não sabia direito o que sentia, mas sentia uma coisa pelo Jeon que sentia no fundo que não deveria sentir por uma pessoa do mesmo sexo, mas mesmo assim ele sentia!


- Não sei... Eu vi ele dividindo lanche com a Seulgi!


- Então eles são namorados...


- Para de loucura Jimin, eu divido o lanche com você e não namoramos!


- Você é normal!


- Você também!


- Não sou, você gosta de meninas eu não! -Jimin tampo sua boca assustado com o que havia acabado de dizer, ele nunca disse isso em voz alta... Em sua pobre cabecinha o que ele havia falado era totalmente errado, e estava com um medo absurdo do primo rir dele e brigar com ele, assim como seu pai fazia quando pegava Jimin vendo desenhos que para o Park mais velho eram classificados como de meninas.


- Você é sim, mamãe me disse uma vez que não importa as pessoas que gostamos! Você é normal como todo mundo! E você não pode dizer que gosta só de meninos, você tem 7 anos Jimin!


Jimin suspirou aliviado mesmo que ainda estivesse em seu coração o medo de seu primo tão querido brigar consigo pelo seu gosto ainda não definido ou totalmente entendido por ter apenas 7 aninho de idade.


- Mas eu não gosto de meninas, eu gosto de meninos, quando eu vejo filmes eu acho os meninos bonitos e quando vejo as meninas e meu pai me pergunta qual eu namoraria eu falo qualquer uma porque eu não gosto delas, eu queria os meninos Hyung, e você não é muito mais velho, você tem 11 anos só!


Jimin fez um bico e cruzou os braços sentindo seus olhos arderem indicando que iria chorar, e ao perceber isso Chanyeol foi até o mais novo e o abraçou. Jimin sentia medo, medo de brigarem com ele, medo desse sentimento estranho que ele sabia que deveria sentir apenas por mulheres, medo de não conseguir tirar isso de seu coração e decepcionar seus amados pais.


- Desculpa Chim... Não tem nada de errado em você gostar de meninos okay? -Olhou para o primo e levantou seu punho logo Jimin bate seu punho no dele e eles fazem seu aperto de mão secreto.- Channy e Chimmy contra o mundo?


- Channy e Chimmy contra o mundo!


Jimin sorriu e após todos esses acontecimentos foram solicitados na sala de jantar para enfim almoçar em familia como faziam todo domingo.


Desceram as escadas correndo, lavaram as mãos e sentaram lado a lado na mesa junto a todos seus familiares.


- Papai, Channy me contou que o Tio Seokjae vai pagar faculdade de direito pra ele quando ele crescer, e ele vai ser igual ao o senhor!


- Igual a mim só dois de mim! Para se tornar um Juiz precisa de determinação e dedicação!


- Channy consegue, ele é forte!


Park Jinjae, pai de Jimin ri nasalmente e balançou a cabeça negativamente e olhou para o sobrinho que comia tranquilamente.


- Não basta ser forte, tem que ter competência!


O silêncio se instalou na mesa. Todos ficaram quietos e voltaram a comer silenciosamente, o pai de Jimin era um narcisista de primeira. Para ele nada nem ninguém chegava aos seus pés, e todos alí sabiam disso, inclusive o irmão gêmeo do mesmo, Park Seokjae, pai de Chanyeol.


Após todos comerem foram tranquilamente para a sala ver um filme, o que também era tradição todos os domingos na família dos Park.


- Papai, não quero ver filme, posso ir jogar com o Channy?


Pediu Jimin que sustentava um pequeno bico nos lábios e mantinha suas mãos unidas.


- É tio, por favor!


Completou Chanyeol que depois de muito implorar conseguiram a autorização para voltar ao quarto, logo o fazendo rapidamente.


>>>


No dia seguinte Jimin acordou cedo, pois era segunda-feira e deveria ir ao Colégio. Para ele nunca houve problema em ir para a escola, ele amava estudar.


Jimin correu para o o banheiro do quarto e iniciou seu banho matinal como de costume, penteou seu fios negros para trás como gostava e passou seu perfume predileto, como todos os dias, era um perfume amadeirado com um cheiro leve de sândalo, Jimin amava esse perfume.


Após colocar seu uniforme, certificar que todo seu material estava na mochila totalmente preta pois não gostava de desenhos e verificar se tinha dinheiro para o lanche, desceu as escadas rapidamente indo para frente da casa esperar seu transporte escolar.


Seus pais já não estavam em casa, eles saiam de madrugada, seu pai fica o dia inteiro fora por ser Juiz e ter várias audiências, agora sua mãe... Sua mãe saia de madrugada e Jimin não sabia o porquê, a mulher não trabalhava, seu pai não deixava! Ela esperava ele sair para então sair também e voltava sempre uma hora antes do mais velho chegar.


Jimin esperou seu transporte escolar na frente do portão de casa e quando o mesmo chegou adentrou o micro-ônibus e seguiu para a escola.


Após chegar na escola a hora passava em segundos, quando Jimin olhou para o grande relógio da sala de aula e viu o horário, percebeu que já estava na hora do recreio e que finalmente encontraria seu primo.


Pegou seu dinheiro na mochila e foi até a cantina comprando um pacote de biscoito grande e dois refrigerantes, seus pais não gostavam que Jimin bebesse refrigerante todos os dias, mas Jimin tomava os mesmos todo santo dia com Chanyeol, era um segredo deles já que os pais de Chanyeol não autorizavam refrigerantes dia de semana.


Já com seu lanche em mãos, foi para a parte coberta do pátio, lá que a turma de Chanyeol e Jungkook ficavam. Jimin se aproximou com um sorriso de orelha a orelha quando viu seu primo o esperando, correu para o abraçar e se sentou ao lado do mais velho, então Jungkook se sentou junto.


- Oieh Jiminie!


Jimin sorriu simpático mesmo se sentindo envergonhado por saber algo sobre o mesmo na qual ele só havia contado para seu melhor amigo, que no caso, é o primo de Jimin.


- Oieh Jungkook Hyung, tem lanche hoje? Se não tiver pode comer com a gente! Eu comprei um pacote grande!


Jungkook sorriu deixando seus dentes salientes aparecerem, quando aceitou dividir lanche com os meninos e pós sua mão sobre o pacote de biscoitos o deixou cair derramando no chão todos os biscoitos do pacote que estava praticamente cheio.


- Agora ferrou! - Chanyeol disse ao ver as bochechas do seu primo ficarem vermelhas e sua testa franzida.


- Olha o que fez Jungkook bobão! Você derramou toda a comida! Comidas são importantes, não são como jogos!!


Jimin era, digamos que um pouco, muito, amante de comidas, não importa o tipo, e quando alguém mexe com sua comida, a criança pode ser confundida facilmente pelo capeta mirim.


Agora Jungkook estava vermelho com os olhos arregalados olhando para baixo em vergonha por ser chamado atenção por uma pessoa mais nova, Chanyeol ria descontroladamente da cara do melhor amigo e do primo e Jimin sustentava os braços cruzados com um bico nos lábios, um olhar assassino e seu rosto totalmente vermelho.


...


Notas Finais


Oikk, então, essa é a primeira fanfic que eu faço na vida, nunca escrevi nada, tipo, nadinha mesmo! Eu tô me empenhando bastante nessa fanfic, eu quero passar uma mensagem com ela. Mesmo sabendo como isso é difícil, eu aceito esse desafio! Eu espero que vocês gostem da estória, que tenham paciência com a minha escrita, porque como eu já disse, é a primeira vez que eu escrevo alguma coisa e que perdoem se encontrarem algum erro ortográfico que não seja proposital. Obrigado por lerem e eu ficaria muita grata se vocês votassem e contassem... Isso iria me animar muito, obrigada de novo e... Amo vocês, beijos💜


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...