História Naruhina - O despertar dos sentimentos - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki
Tags Ação, Amor, Hinata, Naruhina, Naruto, Revelaçoes, Romance
Visualizações 184
Palavras 1.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Boa leitura.

Capítulo 7 - O plano nada infalível


Estava caminhando pelas ruas de Konora em direção ao hospital para visitar a Hinata, na noite anterior eu não pude ficar com a ela por muito tempo, não tinha nem se passado cinco minutos e a sakura-chan já estava me expulsando então fui para casa.

Cheguei ao hospital e fui direto a recepção para pegar minha autorização.

- Ohayou , vim visitar a Hyuga Hinata, me chamo Uzumaki Naruto.

- Desculpe, mas o senhor não esta autorizado para visitar a senhorita Hyuga.

- NANI? COMO ASSIM NÃO POSSO VER A HINATA. DATTEBAYO... –quando do nada eu vou ao chão com uma pancada na cabeça.

- OE NARUTO, ISSO AQUI É UM HOSPITAL NÃO UM HOSPICIO QUE VOCÊ PODE FICAR GRITANDO – ela arregalou os olhos, as vezes eu posso jurar que via chamas saindo deles.

- Ai ai, Sakura-chan – fiquei esfregando minha cabeça aonde tinha se formado um galo. – eu só quero saber por que eu não posso ver a Hinata. Tebayo

- Naruto... – sakura me olhou como se tentasse esconder algo – e.. que..

Agarrei-a pelos ombros - AHHH sakura-chan , não me diga que algo aconteceu a Hinata?

- Cala boca seu baka, Hinata esta bem, ainda esta dormindo, e que... o senhor Hyuga deixou bem claro que não queria que você chegasse perto da Hinata. – eu não fiquei surpreso com o pedido do Hyuga. - Naruto?

Não iria adiantar eu questiona-la, coloquei as mãos na cabeça e dei um sorriso. – Tudo bem Sakura-chan. - Notei que ela ficou com uma expressão de confusa por eu ter desistido muito rápido, mas não disse nada.

Caminhei ate a saída e parei em frente ao hospital, fechei os olhos para me recordar do caminho que eu fiz ontem à noite, Hinata estava no ultimo andar, no sexto quarto do lado esquerdo, abri os olhos e olhei para o hospital novamente. Em frente ao lado esquerdo do hospital tinha uma enorme arvore, escalei e comecei a procurar olhando as janelas, ate que eu achei, lá estava a bela Hyuga deitada com Hiashi e Hanabi ao seu lado.

***

Estava deitado em minha cama com as mãos atrás da cabeça olhando para o teto, esperando a hora de colocar minha missão em prática, olhei para o relógio e ainda era 10:00 pm, eu só poderia entrar no local depois das onze horas quando era realizada a ultima checagem nos pacientes. Fixei novamente o olhar no teto quando sinto algo estremecer em meu estômago, fiquei tão animado com meu plano que eu tinha ate esquecido de comer, me levantei e fui em direção à cozinha e fiz um ramen instantâneo, comi bem devagar para ver se as horas se passassem mais rápido, terminei e olhei novamente ao relógio, agora eram 10:20 pm.

- AHH ESSAS HORAS NÃO PASSARAM. TEBAYO...

Eu já estava entediado de esperar, fui em meu quarto coloquei meu casaco e sai de casa. A noite estava fria, coloquei as mãos nos bolsas e fui caminhando lentamente, olhei em volta e as ruas de Konora estavam desertas devido ao horário. Alguns minutos se passaram e eu já estava em frente ao local, olhei em todas as direções e subi na árvore ocultando meu chakra. Eu sabia que a sakura-chan estaria de plantão então eu teria que ser cauteloso, se ela me pegasse era capaz de me arremessar pela janela.

Sentei-me em um galho em frente à janela do quarto de Hinata. Fiquei observando a movimentação, às onze horas a porta se abriu e uma enfermeira entrou, ela primeiro foi em direção a moça de cabelos vermelhos e em seguida com Hinata, ela demorou uns 20 minutos no quarto e saiu.

Esperei alguns minutos, não senti chakra de ninguém por perto, me levantei e caminhei em direção à janela, fiz uma pressão e a abri. Entrei lentamente para não fazer barulho e caminhei ate a cama de Hinata, ela ainda estava dormindo com a faixa nos olhos mais a cor de sua pele já estava bem melhor do que na noite anterior, não resisti e levei as pontas dos meus dedos ate seu rosto e fiquei acariciando, me doía não ver aqueles lindos olhos perolados.

Ao lado da cama de Hinata tinha uma mesinha com um vaso de vidro e uma poltrona. Depositei um lírio que eu tinha comprado mais cedo no vaso, olhei novamente para Hinata e peguei em sua mão entrelaçando nossos dedos, me sentei na poltrona e acabei adormecendo de mãos dadas com ela.

***

Acordei e eu ainda estava de mãos dadas com a Hyuga, olhei para o relógio eram quase sete horas e os corredores estavam começando a ficar movimentados. Escutei alguns passos, reconheço esse chakra, era da Sakura, escutei a porta se abrir.

To ferrado...

Olhei para a porta, porém alguém a chamou e ela fechou novamente, aproveitei que ela se distraiu, pequei meu casaco e sai rapidamente pela janela. E me escondi entres os galhos da árvore.

A Sakura adentrou e foi em direção a Hinata, ela parou ao seu lado e ficou observando, foi em direção ao lírio.

- Hm, isso não estava aqui ontem. – levou uma das mãos ao queixo e ficou com uma cara pensativa. Ela observou em volta e parou o olhar na janela, caminhou em direção e parou em frente.

Não tem como ela me achar eu estou ocultando meu chakra.

Ela colocou a cabeça para fora da janela e olhou em volta. – Hm, acho que deve ter sido o Himato que deixou a flor ontem.

- NANI?? – e fui em direção a janela , parando bem em frente da Sakura - COMO ASSIM ELE PODE A VISITAR E EU SOU BARRADO??? - nesse momento eu percebi a besteira que eu fiz.

- BAKA!!! – Ela me segurou pela orelha e me puxou para dentro do quarto.

- Ai, ai Sakura-chan – ela largou minha orelha e eu olhei para ela. – Que historia e essa do Himato?

- Naruto... À tarde eu te explico, agora vai para casa. TA ME OUVINDO? – ela estava com aquela expressão que ia me matar se eu não a obedecesse.

- Wakarimashita... Te espero em minha casa. – e sai pela janela.

Estava caminhando pelas ruas de konora com um sorriso no rosto por ter passado a noite perto de Hinata, de repente sinto uma presença por trás de mim.

- Naruto – era um ANBU. – o Rokuidame o solicita em sua sala. – assenti ele sumiu rapidamente.

Mudei de direção e fui para a torre do Hokage. Chegando lá, bati na porta e entrei, e lá estava o kakashi-sensei atrás de várias pilhas de documentos.

- Ohayou, kakashi-sensei. – olhei em volta. – Hm, cadê o shikamaru?

- Yo Naruto – falou afastando algumas pilhas de sua frente – Ah, ele foi esperar a Temari lá no portão.

- Hm... – coloquei as mãos atrás da cabeça. – Mas o que você queria comigo?

- Naruto, eu não lhe chamei antes por conta do ocorrido com a Hinata, mas agora eu preciso saber tudo que aconteceu no dia do acidente. – assenti e comecei a contar o que aconteceu, tirando apenas algumas partes que só interessava a mim e a Hinata.

Quando eu terminei, o Kakashi-sensei se levantou e caminhou ate a janela, olhando para o horizonte. – Mandarei alguns ANBU´s para investigarem o lugar aonde ocorreu o incidente para ver se acham alguma pista desse tal de mascarado. – ele se virou para mim. – E Naruto, quero que você fique na vila por enquanto.

- Hai. – assenti e fui para casa.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...