História Naruhina - O despertar dos sentimentos - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Hinata Hyuuga, Naruto Uzumaki
Tags Ação, Amor, Hinata, Naruhina, Naruto, Revelaçoes, Romance
Visualizações 176
Palavras 1.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Yo galera.
Obrigada pelos comentários e pelos favoritos💕
Boa leitura

Capítulo 8 - Missão secreta da Sakura.


Estava na sacada de casa olhando para o céu alaranjado, esperando a Sakura. Após a conversa com o Kakashi-sensei não fiz muita coisa, apenas passei no ichiraku, lá eu encontrei o Shikamaru e a Temari almoçando, quando eu entrei eles pareciam nervosos, a Temari estava vermelha e o Nara suando frio, não demorei muito, não queria atrapalhar o casal apensar de ter sido divertido ver o shikamaru gaguejando.

Escuto baterem na porta. - Naruto?

- pode entrar sakura-chan... Está aberta.

Ela entrou e sentamos à mesa da cozinha, perguntei se ela queria algo, mas ela recusou, notei que ela ficou me olhando como se tivesse pensando em como começar a contar.

- Então, o que tinha pra me contar?

- Naruto... e... que... – odiava quando ela ficava me enrolando para contar as coisas. – Se lembra naquele dia que conhecemos o Himato? – assenti positivamente. – Então, logo quando voltamos o kakashi-sensei pediu para que eu o investigasse, pois ele estava com um palpite em mente porem não me contou.

- Mais porque ele mandaria você investigar um ANBU?

- Ele achou que chamaria menos atenção e não queria que a informação vazasse de certa forma.

- Por isso quando eu perguntei sobre você ele disse que estaria em missão.

- Sim, tanto que naquela mesma semana ele chamou você e a Hinata para fazerem aquela missão a meu pedido, pois ele não saia de perto dela. – ela revirou os olhos. - Assim que vocês partiram eu pude me aproximar do Himato facilmente.

- E você já descobriu algo?

- Sim... – ela suspirou fundo. - O Himato é um Hyuga.

- NANI?? – essa me pegou de surpresa literalmente. – Como você descobriu? Mais como ele é um Hyuga? Mais ele não tem o Byakugan? E aquele maldito selo? Ele não tem na testa como a do neji.

- PARA DE FAZER UM MONTE DE PERGUNTAS E ME DEIXA CONTAR. - eu assenti e ela prosseguiu. – eu comecei a segui-lo para ver se ele vazia algo de suspeito, nos primeiros dias ele só ficava em casa ou saia com a Hinata para o ichiraku. – Ela revirou novamente os olhos. – No dia que vocês saíram ele permaneceu em casa o dia todo, eu já estava cansada de ficar lá olhando, porem quando anoiteceu eu vi uma movimentação vindo da casa, ele saiu tranquilamente com algumas flores na mão e começou a caminhar, eu o segui, estranhei o caminho que ele estava fazendo principalmente naquele horário, após algumas ruas e ele entrou no cemitério.

Ela foi ate a geladeira e pegou um pouco de agua, tomou e prosseguiu.

– eu me escondi em uma arvore e fiquei observando de longe, ele parou em frente a uma lapide e depositou as flores. Após uns minutos ele saiu, fui em direção a lapide e lá estava escrito Hyuga Kyoto. Perguntei-me quem seria aquela mulher. Voltei a segui-lo, o encontrei em um bar bebendo, era a minha chance de arrancar algo dele. Entrei e me sentei ao seu lado, comecei a puxar assuntos aleatórios, ele ofereceu pagar uma bebida e eu aceitei. Após algumas horas ele já estava bêbedo então comecei a interroga-lo de forma sutil porem ele é um ANBU e sabe como ludibriar respostas mesmo quando está bêbado. Levantei-me e fui embora.

A sakura começou a andar em direção a sacada eu a acompanhei, já era noite. Ela olhou para o horizonte observando as estrelas no céu.

- Quando eu sai do bar eu vim pra cá Naruto.

- Aqui?

- Sim, é um ótimo lugar para colocar os pensamentos em ordem, além de ter uma vista incrível e fora que é bem ventilado. – ela sorriu com os cabelos balançando devido à brisa.

- Já vi que vou ter que melhorar a segurança da minha casa. – ela se virou com uma cara indignada e sorriu.

- Continuando. – ela fixou o olhar para a torre do Hokage. – Eu fiquei curiosa com aquele nome então fui ate o kakashi-sensei, aproveitei que ele estava sozinho e perguntei se ele poderia me entregar a ficha do Himato. Ele relutou muito para contar, dizendo que a vida dos ANBU´s e totalmente sigilosa. – ela abriu um sorriso malicioso. - Porem eu tenho meus meios e consegui que ele me entregasse.

Fiquei tentando imaginar o que ela teria feito com o sensei. E uma cena veio em minha mente, ele sentado lá de boas lendo seu icha icha, ela perguntando sobre o Himato e ele se negando a responder, então ela pegava seu livrinho e ameaçava rasga-lo se ele não contasse tudo que ela queria.

- Naruto? – ela estava com a cabeça inclinada para o lado me olhando.

- Gomen, Sakura-chan... – abanei as mãos para que ela prosseguisse.

- Bom... O Kakashi-sensei acabou cedendo, foi ate um armário e pegos as fichas dos ANBUS´s, quando ele pegou do Himato ele arregalou os olhos e me entregou a ficha, e pra minha sorte não tinha nada lá.

- NANI? Como pode sakura-chan... – ela balançou a cabeça negativamente.

- Então rapidamente o sensei bolou um plano, ele iria mandar o Himato para uma missão para que a gente pudesse investigar as coisas dele. No dia seguinte ele partiu, quando anoiteceu eu e o kakashi-sensei entramos e começamos a vasculhar. Quando estávamos perdendo as esperanças achamos uma foto escondida dentro de uma tabua do chão solta. Nessa foto continha um casal e um garoto, o menino era claramente o Himato e o casal seria os pais dele, um homem de cabelos brancos com olhos castanhos e uma mulher com os olhos perolados e cabelos negros, foi ai que eu liguei a pessoa com o nome da lapide. A tal Kyoto era a mãe de Himato.

Eu estava impressionado, com os poucos dias que a Sakura teve para investigar ela conseguiu descobrir tanta coisa.

Nunca vou tentar esconder nada da Sakura-chan...

- Então começamos a investigar essa mulher, não achamos nenhum registro que a tal moça teve um filho. Então eu creio que o Hiashi-sama não sabe da origem do Himato, se não ele teria posto um selo nele.

- Mais se ele é um Hyuga ele não teria o Byakugan?

- Não Naruto, nem todos do Clã Hyuga conseguem despertar o Byakugan.

- Entendo... e o que o kakashi-sensei achou disso? – perguntei na esperança dele estar preso por esconder informações para o Hokage.

- O Kakashi-sensei disse que ele é um ótimo shinobi e que esconder quem são seus pais não o faz um criminoso, que já fez varias missões com a Hinata e nunca houve nada de errado, então não tem nada para se preocupar... – ela colocou as mãos na cintura, me olhou bem nos olhos e abriu um sorriso malicioso. – Você só tem que controlar seu ciúme besta...

- N-NANI? – eu quase cai da sacada. – E-Eu não to com c-ciúmes.

- Aham, então porque tá gaguejando ai? Hein? – e começou a gargalhar. – Pra mim isso e ciúmes.

Eu fiz um bico e me levantei, a rosada avisou que iria para casa descansar. Caminhou em direção a porta, a abriu e se encaminhou para fora, quando estava pra fechar a mesma gritou .

- OE NARUTO. – eu me virei para olha-la. – se eu fosse você abria logo esse olho antes que o Himato te de uma rasteira. – e fechou a porta.

Olhei novamente para o céu tentando raciocinar tudo que a Sakura falou porem eu só pensava numa coisa.

Hinata...


Notas Finais


Ate a proxima galera.
Bjus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...