1. Spirit Fanfics >
  2. Naruto - O início do fim >
  3. Episódio 5 - Incertezas de Hinata

História Naruto - O início do fim - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Espero que gostem.

Capítulo 5 - Episódio 5 - Incertezas de Hinata


Fanfic / Fanfiction Naruto - O início do fim - Capítulo 5 - Episódio 5 - Incertezas de Hinata

P.O.V Hinata


Caminhei pensando se eu falava ou não para a dona Tsunade.


Fiquei pensando até chegar no hospital central.


Entrei e fui até a recepcão.



Hinata: Olá, eu estou procurando a d-----


???: Hinata?



Me virei e era ela.



Hinata: Dona Tsunade!


Tsunade: Tudo bem? parece meio preocupada.


Hinata: Eu preciso falar com a senhora.



Ela olhou nos meus olhos.



Tsunade: Tá bom, vamos até a minha sala.



Fomos até a sala dela, entramos, ela pediu pra mim me sentar e me sentei.


Ela sentou na cadeira dela.



Tsunade: Qual o problema?


Hinata: Sou eu.


Tsunade: ??


Hinata: Eu explico...



Expliquei tudo pra ela, tudo que eu estava sentindo, tudo que o naruto fez e tudo que ele me disse sobre a Sarada.



Hinata: É isso.


Tsunade: Aquele idiota está atraindo muitas garotas há um bom tempo.


Hinata: O quê?


Tsunade: Nada, me diz, o que quer que eu faça?


Hinata: Preciso de um conselho, pelo seu conhecimento, o que eu devo fazer? devo deixar ele sempre insatisfeito ou devo permitir que ele fique com a Sarada e quem sabe mais algumas?


Tsunade: Quer meu conselho como médica, amiga ou como "avó do naruto"?


Hinata: Pode ser os três?


Tsunade: Tudo bem.



Ela suspirou.



Tsunade: Meu conselho como médica é que devemos fazer uma cirurgia no naruto e dar um jeito nesse apetite insaciavél dele.


Hinata: Eu não quero mudar quem ele é.


Tsunade: Bom, meu conselho como sua amiga é que você converse com ele, diga essas coisas, diga como se sente.


Hinata: Mas eu digo, mas ele diz que não importa o eu dizer, a minha felicidade sempre vai ser prioridade na vida dele.


Tsunade: E isso é ruim?


Hinata: Sim! eu quero que nós dois sejamos felizes, tanto como melhores amigos, parceiros, amantes e em todos os conceitos da palavra, não só eu sozinha.


Tsunade: Você está me dizendo que não pode com a energia dele?


Hinata: Isso, eu posso ser o bastante para manter ele feliz em qualquer lugar mas na cama, eu não consigo satisfazer ele, e isso está acabando comigo.


Tsunade: Ele já reclamou disso?


Hinata: Nem uma vez e nem com ninguém, ele é feliz assim mas eu não, eu sei que ele precisa liberar mas eu não aguento com ele, ele precisa de mais.


Tsunade: Mais o quê?


Hinata: Mais mulheres para satisfazer ele...


Tsunade: Você concorda com isso?


Hinata: No ínicio não mas depois de passar anos com ele, eu sei que ele precisa disso, mas ele nunca vai admitir porque na visão dele, eu sou suficiente mesmo dessa maneira.


Tsunade: E ele não é o tipo de homem de traí a mulher, não importa a situação.


Hinata: Exatamente, como sabe?


Tsunade: Eu conheço ele bem, ele pode ter sido discipulo do Jiraiya mas ele é igual ao pai.


Hinata: Como assim?


Tsunade: O pai dele, minato, só ficou com uma mulher na vida dele inteira, a mãe do naruto, Kushina.


Hinata: Você conheceu ela?


Tsunade: Sim, ela era uma pessoa extraordinária, ela me lembra muito você, a não ser pelo temperamento, ela ficava irritada muito fácil, só o minato conseguia acalmar ela.


Hinata: Eu gostaria de te-lá conhecido.


Tsunade: Tenho certeza disso, ela iria gostar muito de te conhecer também.



Se passou uns minutos.



Tsunade: Meu conselho como avó dele é: faça ele feliz, ele pode não perceber ou até mesmo ignorar mas ele é a esperança desse mundo, por causa dele, não irá haver mais guerras, ele sempre está trabalhando cada vez mais para manter a paz que ele conseguiu, poxa, ele até ficou dois anos trabalhando na reforma da aldeia e nas melhorias para que aquele ataque que ocorreu a sete anos atrás nunca mais ocorra e mesmo que aconteça de novo, dessa vez nós estaremos protegidos.


Hinata: Você se lembra daquele dia como se ontem, não é?


Tsunade: Lembro, o dia que ele se sacrificou para proteger toda a aldeia, tomando todo aquele dano e saindo quase sem nenhum arranhão mas inconciente.


Hinata: Eu sabia que ele estava vivo, ele prometeu que nunca iria me deixar no dia do nosso casamento e continua me prometendo de tempos em tempos.



Ela sorriu, um sorriso que eu nunca vi no rosto dela.



Hinata: Desculpe Tsunade-sama, eu acho que nesses 7 anos que nós ficamos muito amigas, eu nunca vi você sorrir dessa maneira...



Ela percebeu o que eu disse e sorriu normalmente.



Tsunade: É que esse nosso assunto me fez lembrar do dia que ele também me fez uma promessa.


Hinata: Qual?



------------------Passado----------------------

P.O.V Tsunade


Isso é sangue?! meu sangue?!



Orochimaru: Vejo que não superou sua fobia, Tsunade.


Kabuto: Fobia de sangue? Tsunade? A sannin lendária? que patético.



Eu não consigo me mexer, desse jeito eu vou acabar sendo morta.


Não consigo parar de chorar.



Orochimaru: Acabe com o Sofrimento dela Kabuto, ela foi uma companheira leal por um bom tempo, seja rápido.


Kabuto: Sim, mestre Orochimaru.



Ele está vindo e eu ainda não consigo me mexer...


Esse é o meu fim? não aguentei ver e acabei fechando meus olhos.



Kabuto: O-o q-quê?!



Hm? ele parou?


!!! Abri meus olhos e não acreditei no que havia visto, Naruto?



Naruto: Nem pense em machucar a vovó, ela me fez uma promessa, então nem pensa em chegar perto!



O que esse idiota está fazendo? vai acabar sendo morto!



Kabuto: Dando uma de herói?


Tsunade: O quê está fazendo seu idiota?!?!?! fuga daqui! 


Kabuto: Hora de morrer.



Ele puxou uma kunai e estava indo na direção do naruto, eu ainda não consigo me mexer!! por quê?!?!



Tsunade: Fuja logo seu idiota!! Salve sua vida!!


Naruto: Eu te disse que ganharia a aposta e não vou perder.



!!!



Kabuto: O que está fazendo?! me solta!!



Ele usou o próprio ataque do Kabuto para o prender? por quê?



Naruto: Parece que nem você e nem a vovó entenderam.



Ele fez o simboló de kage bushin com uma só mão?



Naruto: Eu não vou morrer...



Hm?



Naruto: ATÉ ME TORNAR UM HOKAGE!!



Ele?!?!?!?!


---------------------------Presente--------------------


P.O.V Tsunade


Aquele pirralho virou realmente um Homem incomparável e ainda compriu a promessa dele...



Tsunade: E foi assim que ele salvou a minha vida.


Hinata: Uau, ele nunca fala sobre essas coisas.


Tsunade: Eu sei, só quem sabe é quem estava lá naquele momento, ele nunca fala sobre os atos heróicos dele.


Hinata: É, eu sei, quando ele faz algo bom, ele sempre diz que é porque-----


Tsunade/Hinata: Ele acha que é a coisa certa a se fazer.


Hinata: !!


Tsunade: Eu sei, aquele garoto extraordinário virou um Homem invéncivel, eu havia visto potencial nele mas a ponto dele superar todos os hokages anteriores, incluindo o Sarutobi-Sensei? isso eu não esperava mas de alguma forma eu sabia que iria acontecer.


Hinata: Sarutobi-Sensei?


Tsunade: Hm? Sim, o Terceiro Hokage foi o meu professor, do jiraiya e do orochimaru, por causa dele que eu sou quem sou hoje, uma sannin lendária.


Hinata: E o naruto conseguiu ultrapassa-lô...


Tsunade: Sim...



Aquele idiota <3



Hinata: Tsunade-sama, eu tomei uma decisão.


Tsunade: Hm? Ah sim, qual?


Hinata: Eu vou deixar o Naruto ficar com a Sarada.


Tsunade: Tem certeza? é uma decisão muito grande.


Hinata: Eu tenho.


Tsunade: Por você ser tão minha amiga, e esposa daquele que me salvou mais vezes do que eu posso contar, eu vou te ajudar.


Hinata: Como?


Tsunade: O único jeito do naruto aceitar isso, é se você, a sakura e o sasuke aceitar, não é?


Hinata: Sim.


Tsunade: Você já aceitou, falta a sakura e o sasuke ainda, vou tentar falar com ela e ver o quão. sortuda a Sarada é pelo fato do naruto amar ela de volta.


Hinata: Você realmente faria isso?


Tsunade: Claro, por você e...por aquele idiota...


Hinata: Eu sabia que não foi um erro eu te contar essas coisas, muito obrigado Tsunade-Sama!


Tsunade: Não tem me agradecer, eu que tenho que agradecer a ele, se eu posso fazer algo para fazer ele feliz, pode ter certeza que eu farei.


Hinata: Sabe, ele me pediu pra te dizer uma coisa.


Tsunade: O quê?


Hinata: Que ele sente sua falta.


Tsunade: E por quê ele não veio me dizer por conta própria?


Hinata: Eu não sei mas eu falei pra ele que você não ia gostar disso.


Tsunade: Detesto recados, ainda mais dele mas acho que posso abrir uma excessão, já faz muito tempo que eu não o vejo, só os clones dele.


Hinata: ...


Tsunade: O quê foi?


Hinata: Eu fico pensando na felicidade da Sarada quando ela souber que vai poder ficar com o amor da vida dela, isso se a sakura e o sasuke deixar.



Sorri.



Tsunade: Hinata, você é muito boa para o seu próprio bem.


Hinata: O que isso quer dizer? 


Tsunade: Nada, nada...



Ficamos conversando mais um tempo sobre o naruto e depois ela me perguntou se eu tinha alguém, já faz muito tempo que eu não tenho, desde que o meu namorado morreu, eu nunca mais consegui ficar com ninguém...


Se passou algumas horas e a Sakura veio trabalhar no turno da noite, aproveitei para falar com ela.



Tsunade: Sakura.


Sakura: Tsunade-Sensei?!?!?!


Tsunade: Calma, está tudo bem, posso te acompanhar?


Sakura: Claro, uma ajuda seria ótimo.


Tsunade: Muito bom.



Ficamos conversando sobre medicina e outras, dei um jeito dela começar a falar do Naruto.



Sakura: A pessoa com mais ferimentos que eu já curei? 



Eu sabia que era o Naruto, o corpo dele todo queimado quando lutou contra o orochimaru usando a quarta-cauda.



Sakura: Naruto. (Triste)


Tsunade: Mesmo?



Ela balançou a cabeça.



Tsunade: Como?


Sakura: Aquele idiota tinha se deixado levar pela raiva que ele sentiu quando o orochimaru insinuou que o Sasuke era propriedade dele, ele atacou o orochimaru com uma velocidade que eu nunca tinha visto e o lançou numa distância muito grande que acabou quase arrancando o rosto dele.


Tsunade: Isso com certeza é uma proeza e tanto.


Sakura: A-acho que sim, depois ele levou a luta pra outro lugar, eu não vi mais ele até que o orochimaru tentou enfiar uma espada pelo peito dele mas não passava de jeito nenhum.


Tsunade: Como?! ele só usava a espada dele quando ele realmente ficava sem escapatória.


Sakura: Isso não é tudo.


Tsunade: Como assim?


Sakura: Eu não suportei ver ele daquele jeito, coberto com uma mistura que parecia chakra e sangue, eu corri até ele mas eu tive que abaixar no mesmo instante.


Tsunade: Por quê?


Sakura: Porque a espada do orochimaru tinha se movido.


Tsunade: Se movido? por quê?


Sakura: Não se moveu exatamente, o Naruto tinha tirado ela de cima dele com a mão.


Tsunade: Com uma só mão?


Sakura: Sim, por quê?


Tsunade: Isso não estava no relatório do Yamato.


Sakura: Mas por quê isso é importante? é só uma espada.


Tsunade: Sakura, nem eu consigo mover aquela espada com as duas mãos.



Pior que isso é sério, naruto já tinha essa força toda usando o chakra da Kurama naquela época?

Hoje ele está milhões de vezes mais forte, tenho que admitir, eu senti medo da força dele agora mas também senti excitação? vou ignorar isso.



Sakura: Isso quer dizer que naquela época o naruto já era muito mais forte que a senhora?


Tsunade: Usando o chakra da Kurama, sim, aposto que hoje em dia ele nem precisa do chakra dela pra isso, agora imagina a força dele com o chakra da Kurama hoje em dia.



Percebi que a Sakura ficou toda arrepiada com isso, será que foi medo ou outra coisa?



Sakura: Tenho que admitir, me deu medo da força do Naruto agora.


Tsunade: Eu pensei o mesmo.


Sakura: Mesmo?


Tsunade: Sim, a Hinata tem sorte de ter o Homem mais forte do mundo ao lado dela, qualquer uma teria, se eu estiver sendo sincera comigo mesma, até eu teria sorte.


Sakura: O-o q-quê e-está d-dizendo T-tsunade-sensei? (Vermelha)


Tsunade: Só a verdade.


Sakura: Você e aquele idiota? não pense numa coisa dessas.


Tsunade: Você consegue pensar em algum pretendente pra mim melhor que o Naruto?


Sakura: Mas é claro, tem o...



Ela ficou assim durante uns minutos.



Sakura: E-eu n-não m-me l-lembro de nenhum agora mas existem muitos. (Muito vermelha)



Hehehe, ela está começando a perceber quem o Naruto é, Finalmente.



Tsunade: Se você tá dizendo.


Sakura: Sim, olha, o Sasuke é um deles.


Tsunade: Não faz meu tipo.



Eu falei isso alto?



Sakura: Você acabou de dizer que o Naruto faz o seu tipo?


Tsunade: Não.


Sakura: Você disse sim.


Tsunade: Não sei do que você está falando. (Vermelha)


Sakura: Você está vermelha!!



Droga.



Sakura: Eu nunca te vi vermelha, nunca!


Tsunade: Tá bom, é sim, se ele fosse solteiro, eu ficaria com ele, algum problema? (Vermelha)



Ela ficou quieta por algum tempo.



Sakura: o Sasuke é muito mais forte que ele, mais rápido, mais bonito, ele é perfeito.



Ela acredita mesmo nisso?



Tsunade: Ele é o seu marido, Sakura, é obvío que você vai falar isso dele.


Sakura: Mas é verdade!



Melhor não forçar a barra.



Tsunade: Tudo bem, acredito em você.



Vamos provocar ela um pouco.



Tsunade: Vamos comparar os dois, não em força e nem em nada, vamos comparar os dois nas vezes que eles te salvaram, sem mentiras.


Sakura: Por quê eu mentiria?


Tsunade: Eu não sei, eu só quero a verdade.


Sakura: Por quê quer saber isso?


Tsunade: Porque ele já me salvou muitas vezes.


Sakura: Naruto?


Tsunade: Sim.


Sakura: Quando?


Tsunade: As vezes mais importantes, foi do orochimaru e do kabuto quando ele ainda tinha 12 anos e a outra foi quando ele tinha 16, um dos pains vieram me atacar quando eu estava com pouco chakra e ele apareceu no ultimo segundo.


Sakura: Ah, eu lembro disso...


Tsunade: Do ataque dos pain?


Sakura: É...



Vamos indo...



Tsunade: Sua vez.


Sakura: Tá legal, mas só vou falar um de cada.


Tsunade: Tudo bem.


Sakura: A vez que o Sasuke me salvou foi na floresta da morte, no meio do exame chunnin, ele estava desmaiado porque o orochimaru havia passado para ele a marca da maldição mas ele acordou e quase quebrou os braços do ninja que havia me machucado.


Tsunade: E como você se sentiu?


Sakura: A verdade?


Tsunade: Claro.


Sakura: Eu senti medo, foi a primeira vez que eu senti medo do Sasuke...



Eu não achei que ela admitiria isso mas eu sou a professora dela, ela confia em mim.


Deixei passar alguns segundos.



Tsunade: E a vez do Naruto?


Sakura: Dele? são tantas que eu não consigo pensar em só uma.



Ela percebe que falou isso em voz alta? acho que não.



Tsunade: Então escolhe a que você achou a mais importante.


Sakura: !!



Agora percebeu.



Sakura: Eu falei aquilo alto?


Tsunade: Falou.


Sakura: Por favor, não fale pra ninguém...


Tsunade: Seu segredo está a salvo comigo, agora me conta sobre o Naruto.



Ela ficou quieta por vários minutos.



Tsunade: Sakura?



Depois de alguns segundos, ela começou a falar.



Sakura: A vez mais importante que ele me salvou foi do...


Tsunade: Do...



Ficou quieta por vários minutos de novo.



Sakura: do Sasuke...



Como?!



Tsunade: o Sasuke tentou te matar?


Sakura: Não!



Passou alguns minutos.



Sakura: Sim...


Tsunade: Quantas vezes?


Sakura: Três vezes... (Triste)



Ele tenta te matar três vezes e você vai e se casa com ele?!??!?!?!?! qual o seu problema sakura?!??!?!



Sakura: Sensei?


Tsunade: E nessas três vezes, deixa eu adivinhar, o Naruto te salvou?


Sakura: S-salvou...



Eu não acredito que eu escolhi essa garota como minha aluna.



Tsunade: Acho que dizer que eu estou desapontada com você, é dizer muito pouco Sakura.


Sakura: Como assim?


Tsunade: Você se casou com um homem que tentou te assassinar, isso é uma coisa muito séria, e sabe o quê me deixa ainda mais zangada?


Sakura: O-o q-quê?


Tsunade: Você trata como lixo, o homem que te salvou não só do Sasuke mas várias outra situações.



Ela ficou quieta, ela sabe que é verdade, eu estava esperando algo ruim mas isso? isso é demais.



Tsunade: Qual o seu problema? bateu a cabeça quando era pequena? é masoquista por acaso?


Sakura: Não!


Tsunade: E então?


Sakura: E-ele m-mudou...


Tsunade: Isso não apaga o fato do que ele tentou fazer, e sim ele mudou, por causa de quem? há quem você deveria agradecer por isso?



Ela fiquei quieta por quase uma hora, depois de viver tanto, tive que aprender a ter paciência mas até isso ela está testando.



Sakura: Naruto... (Baixo)


Tsunade: O quê? não ouvi.


Sakura: NARUTO!



Uou, ela nunca aumentou a voz comigo.



Tsunade: Estamos num hospital Sakura, fale baixo. (Falei sério)


Sakura: D-desculpe... (Começou a chorar)



Coloquei a mão no ombro dela.



Sakura: Eu devo tudo que eu tenho ao Naruto mas eu escolho ignorar isso.


Tsunade: Por quê?


Sakura: Porque se eu admitir isso, eu vou me odiar pelo resto da minha vida, desde antes de nós sermos colocados na mesma equipe, eu tratei ele mal, sempre debochei por ele não ter pai e nem mãe e muitos coisas horrivéis...


Tsunade: ...


Sakura: E sabe como ele me retribuiu?


Tsunade: Como?


Sakura: Com bondade, amor, carinho, compaixão, coisas que eu nunca fiz por ele antes do Sasuke ir embora da vila, eu usei ele como um bote para me tirar da minha tristeza... (Chorando muito)


Tsunade: ...


Sakura: E sabe o que é pior? até hoje ele me trata dessa maneira, ele me ajudou a criar minha filha, sempre me ajudou quando eu destruia minha casa, me fazia companhia sempre que eu me sentia sozinha e eu nunca precisei chamar-lô, ele só aparecia, dizia que estava passando e decidiu visitar...


Tsunade: Ele na verdade estava indo ficar do seu lado, te apoiar.


Sakura: Sim...(Chorando)



Sakura, Sakura, Sakura, finalmente você percebeu as coisas que você fez, o jiraiya havia me contado certas coisas mas eu nunca acreditei nele, eu preferi acreditar que isso era coisas que ele ou o naruto inventava mas agora...



Tsunade: ...


Sakura: Eu devo tudo a ele... (Chorando)



Eu só quis dar um empurrãozinho para ela deixar o Naruto ficar com a Sarada, acabei jogando ela de um penhasco.



Tsunade: Vai pra casa, se acalma, conversa com o Naruto se você quiser mas peça desculpas a ele, eu achava que ele merecia a maneira como você o tratava mas a muito tempo eu percebi que não e parece que agora você também, não precisa dizer o porque, só peça desculpas.


Sakura: Eu não posso...


Tsunade: Por quê?


Sakura: Porque ele vai dizer que eu não preciso pedir desculpas, que isso são aguás passadas, como ele sempre fala.


Tsunade: Eu falo com ele, eu tento explicar a situação sem te prejudicar.


Sakura: A senhora faria isso?



Não tenho escolha, fazer o quê.



Tsunade: Claro, você é minha aluna, é meu dever te ajudar, ainda mais ajudar a desfazer erros cometidos, vai, tira a noite de folga, eu cuido de tudo por aqui.


Sakura: Tem certeza?


Tsunade: Tenho, pode ir.



E assim foi o meu dia, uma Hinata aflita mas leal e amorosa e uma Sakura amiga que não passava de uma traidora e mal cárater. 


Naruto, Naruto, Naruto, as coisas que eu faço por você, vou cobrar tudo em juros seu idiota.


Mas você é o meu idiota... <3


Notas Finais


Obrigado e até o próximo episódio.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...