1. Spirit Fanfics >
  2. Naruto - O Poder de Um Jinchuuriki >
  3. 01 - A Acadêmica Ninja

História Naruto - O Poder de Um Jinchuuriki - Capítulo 1


Escrita por: e kyojinik


Capítulo 1 - 01 - A Acadêmica Ninja


 As crianças  aproximavam-se do grande edifício, todas sendo acompanhadas por seus pais e familiares, muitas delas estavam eufóricas, enquanto outras tremiam de medo e nervosismo. A Acadêmica Ninja abria as inscrições, dando para aquelas crianças a oportunidade de treinaram, para que no futuro se tornassem ninjas e protegessem Konoha.

Para muitos, os ninjas eram considerados heróis, pois eles sacrificavam suas vidas em prol da segurança de suas nações. Os ninjas da Folha, lutavam em guerras, cuidavam da segurança dos civis e honravam Konohagakure.

E aquelas crianças, no futuro, se tornariam ninjas e trariam orgulho a suas famílias, e principalmente, a Vila Oculta da Folha.

Em meio a multidão, uma certa cabeleira loura se destacava. Aquela criança, que não aparentava ter mais de seis ou sete anos de idade, possuía traços que o diferenciava bastante das outras crianças. Seus olhos azuis observavam tudo ao seu redor com bastante curiosidade, analisando com precisão o local que passaria a frequentar nos pelos próximos meses, ou quem sabe, semanas. Aquela criança estava totalmente isolada das demais, não estava sendo acompanhada por uma mãe, ou um pai, ou qualquer outra pessoa que o desse apoio com palavras encorajadoras.

Aquela criança era Naruto Uzumaki, e ele estava completamente sozinho.

Não que ele se importasse com isso. Na verdade, Naruto esteve sozinho por boa parte de sua vida. Frequentar a Acadêmica Ninja sem ter algum familiar para o encorajar e o acompanhar durante sua jornada para se tornar um shinobi não seria um desafio.

Era possível ouvir cochichos das pessoas, a maioria delas sendo adultos, se perguntando o por quê de ele estar naquele lugar. Na visão daquelas pessoas, Naruto não passava de um mero fracassado, que no passado, causou dor e sofrimento a Folha, e agora ele estava a frente da Acadêmica Ninja, prestes a treinar ao lado de seus filhos e esperando pelo dia que se tornaria um ninja. Para eles, aquilo era completamente inaceitável, entretanto, o eram ordens do Hokage tolerar a presença do garoto e deixá-lo em paz.

– Ainda não consigo acreditar que esse garoto vai frequentar a mesma Acadêmica que o meu filho. Como o Hokage pode permitir isso? – Uma mulher sussurrou para outra que estava a sua lado, porém em alto e bom som, não se importando se o garoto ouvia ou não. 

– Você sabe que não devemos ficar falando disso, vai ser pior para nós duas e eu não quero entrar em problemas por causa desse monstro. – A outra adverte e encerra a pequena discussão.

Aquelas mulheres odiavam Naruto, assim como quase todos os habitantes de Konoha. Ele sempre fora odiado, mesmo que nunca tivesse feito mal algum a ninguém. As pessoas sempre iriam proferir palavras terríveis a ele.

Mas Naruto não se importava, no futuro, aquelas pessoas pagariam por todo mal que fizeram.

Quando as portas da Acadêmica se abriram, as crianças entraram correndo, mas não sem antes fazer uma despedida dramática com seus familiares. Quando a entrada estava praticamente vazia, sendo que as únicas presenças eram de alguns pais e mães ainda emocionados, Naruto se pôs a caminhar lentamente para dentro do local. Passou pelos corredores, observando detalhadamente o local que estava parcialmente vazio.

Enquanto caminhava, ouvia alguns murmúrios de outras crianças, algumas delas fazendo comentários terríveis sobre ele. Nem mesmo as crianças o poupavam do ódio, seus pais as ensinaram a nunca confiar no Garoto-Raposa, pois ele era um monstro que poderia se voltar contra a Folha a qualquer momento.

Mas, novamente, Naruto não se importava com aquilo.

Continuou sua caminhada, procurando por uma sala específica a qual passaria a frequentar pelos próximos dias. Parou a frente de uma porta, percebendo que já havia presença dentro da sala. Respirou fundo, se preparando mentalmente para lidar com aquelas crianças, mesmo que ele também fosse uma, e abriu a porta, adentrando na sala logo em seguida.

Os olhares se voltaram para Naruto, entretanto, alguns deles apenas observavam o garoto com curiosidade, mas outros com medo, ódio e repugnância, algo que ele estava acostumado. Não se importando com os olhares, Naruto se dirigiu calmamente em direção a cadeira no fundo da sala, logo em seguida, deitando a cabeça em cima da mesa. Totalmente isolado das demais crianças, ele sempre esteve assim, e daquele jeito permaneceria. Pelo menos assim ele teria paz.

A última coisa que Naruto queria era alguém o infernizando logo pela manhã.

Os minutos se passaram e o barulho da conversa de seus colegas de classe aumentava cada vez mais, porém, em um certo momento, a porta foi aberta bom um pouco de brutalidade e todo o que se podia ouvir eram as crianças correndo para suas cadeiras.

Naruto levantou seu olhar, percebendo que se tratava do professor que havia chegado. O homem parecia estar irritado com algo, claramente odiando estar naquele lugar. Se dirigiu até o meio da sala e olhou de relance para a turma e em seguida, voltou seu olhar para uma prancheta que segurava.

– Prestem atenção, só vou falar uma vez. Irei chamar o nome de vocês para ter certeza de que todos estão presentes e vocês apenas devem levantar a mão, entenderam? – Os alunos proferiram “Hai" em uníssono e o homem deu início a chamada.

Ouvia o nome de vários alunos serem chamados, porém quase nenhum despertou o interesse de Naruto, na verdade, o único que havia se destacado era o de Uchiha Sasuke.

O filho caçula do líder do clã Uchiha e irmão mais novo do maior prodígio da Folha estava na mesma sala que ele. Naruto percorreu seus olhos pela sala, parando no garoto com o símbolo do clã Uchiha gravado em sua camisa. O garoto possivelmente era uma das maiores esperanças da atual geração, visto que, seu pai e irmão eram dois dos maiores ninjas da vila, além disso, ele fazia parte do clã que possuía o Sharingan, uma das Kekkei Genkai mais poderosas que existia.

Naruto sorriu com aquilo. Talvez ele pudesse testar sua força com o Uchiha, seria no mínimo interessante lutar contra aquele garoto.

O professor continuou a chamar pelos alunos, porém Naruto não deu muita atenção. As crianças continuavam levantando suas mãos em silêncio enquanto o homem fazia a chamada. Porém, quando quase todos os nomes tinham sido chamados, o homem parou de falar, e passou a encarar a prancheta em suas mãos. Levantou seu olhar para os alunos, procurando por um rosto específico, até que parou seu olhar em Naruto.

As crianças estranharam e seguiram o olhar de seu professor, reparando que ele encarava o garoto loiro que estava no fundo da sala, completamente isolado de todos. O menino não possuía expressão alguma em seu rosto, e apenas devolveu o olhar para o homem que engoliu em seco antes de continuar a chamada.

  – Uzumaki Naruto.


Notas Finais


bebam água e comentem o que acharam, isso vai me motivar :))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...