História Naruto DxD: Chronicles of Sun Wukong - Capítulo 59


Escrita por:

Postado
Categorias High School DxD, Naruto
Personagens Akeno Himejima, Asia Argento, Koneko Toujou, Naruto Uzumaki
Tags Akeno, Comedia, Demonios, Deus, Drama, Dxd, Escola, Família, Gremory, Harem, Highschool Dxd, Koneko, Kunou, Kuroka, Luta, Magia, Naruakeno, Naruasia, Narukunou, Narukuroka, Narurias, Naruto, Naruto X Highschool Dxd, Naruyasaka, Rias, Romance, Serafall Naruto Sitri, Sitri, Sona, Sun Wukong, Yasaka
Visualizações 1.131
Palavras 3.093
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Crossover, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


bláh bláh bláh alguma coisa legal... algo divertido... eu odeio noobs... odeio gente burra... amo minhas fics... tem uma mina interessada em mim... hm... é legal, bom conhecer vcs... Aproveita essa porra ae e n bate uma lendo... é estranho. Obrigado. Boa noite...

dia 15 como prometido... O aniversario de meu irmão foi ontem, se quiserem deixar um comentário separado desejado feliz aniversario para eu mostrar pra ele, seria legal :3

Capítulo 59 - Sun Wukong: Certamente Dependente


Foi a vez de Naruto olhar zangado.

- Olha… Koneko-chan, sei que não gosta de Kuroka-chan, entendo seus motivos e tudo mais… Só que, eu conheço Kuroka-chan… Eu confio nela… - A pequena nekoshou a interrompeu.

- Não deveria! - Ela disse, elevando um pouco a voz.

- Porque? - O loiro perguntou parecendo quase inocente.

- Ela não é confiável. - Koneko disse séria.

O loiro ficou quieto por um segundo, antes de suspirar.

Rias, Akeno e Sona tinham se encarado por um segundo, elas podiam sentir o quão tenso estava o clima.

- Koneko-chan… Devo dizer que você nem mesmo conhece Kuroka. - O loiro disse sério. - Eu armei e prometi tudo por aquele encontro entre vocês para que ambas tivesse essa chance… E eu sei que Kuroka se esforçou porque eu vi o quão animada ela estava antes… Mas vendo você agora, vejo que você nem mesmo tentou nem nada, Koneko-chan. - A nekoshou encarava ele pelo canto dos olhos, sem dizer nada.

Depois de alguns segundos encarando o loiro, Koneko suspirou e abaixou o olhar.

- É tão difícil… - Ela murmurou. - E-Eu… Eu não consigo perdoar…

O loiro sorriu, ela estava sendo honesta pela primeira vez.

- Eu sei que é difícil perdoar, mas você sabe muito bem que ela não teve opção… Ela me contou a história dela, e eu sei o quanto ela queria te levar com ela… O quão sofrido foi para ela te deixar sozinha, ainda mais com você sendo tão jovem…- O loiro encarou a garota seriamente, antes de abaixar o olhar. - Mas ela sabia que se te levasse com ela, ambas seriam acusadas e seriam mortas… Ambas tinham mais chances separadas, mesmo que essas chances ainda fossem baixas… Ela arriscou o que era melhor para vocês… - Koneko o interrompeu.

- Mas ela nem me perguntou o que eu queria! - Ela disse um pouco elevado, mesmo que este elevado fosse um tom normal para qualquer pessoa.

- Isso quer dizer que você queria ter ido com ela apesar de todos os riscos? - O loiro perguntou.

Koneko hesitou por um segundo, antes de acenar.

- … Eu só queria ficar com minha irmã… Mas ela me deixou sozinha… - Uma lágrima se acumulou no canto do olho de Koneko. - Porque ela não me levou com ela? Eu não me importaria de morrer se fosse com ela...

Ambos conversavam como se estivesse sozinhos, pareciam ter esquecido de Rias, Akeno e Sona grudadas no loiro… Mas ela também não fizeram nenhum movimento para mudar isso…

O loiro sorriu, antes de passar os braços ao redor da garota e puxar ela para ele, fazendo-a se virar e o abraçar com força, apertando seu rosto contra o peito e pescoço dele.

- Oh, Koneko-chan… Eu sei que foi um sentimento horrível… Mas passou, e agora seu maior desejo naquela época pode ser finalmente atendido. - O loiro disse. - Você não queria ficar com ela? Então fique com ela! Agora! Você tem essa chance!

- … Mas dói tanto… - Koneko murmurou. - E se ela me deixar de novo?

O loiro acariciou o cabelo da garota.

- Ela deixou por que foi preciso… Porque vocês corriam perigo… Mas eu estou aqui agora, não há nada o que temer… Ela não vai te abandonar de novo! Eu juro! Eu prometo pela minha vida, e a promessa de um Deus vale a de 100.000 mortais. - Ele disse, sorrindo.

- … Então, devo perdoar ela, Onii-sama? - Koneko perguntou, usando como modo ela sempre o chamou. Naruto sempre havia sido seu irmão mais velho… E agora mais do que nunca, já que ele namorava sua irmã mais velha.

-… Não vou dizer o que você deve fazer, mas posso lhe instruir para o que eu acho que é o melhor, e o que é correto. - O loiro afirmou. - O que você deve fazer, você já sabe… Bem lá no fundo…

Koneko ficou em silêncio por um segundo e Naruto respeitou o momento, do mesmo jeito que as outras três garotas.

E um silêncio calmo se infiltrou, somente o som da TV fazia barulho naquele momento.

E de repente o loiro falou, não foi nada inteligente, nem espertto, nem uma filosofia complicada, ou um pensamento que ultrapassasse o grau da mortalidade e divindade…

- É estranho assistir um programa onde sua irmã mais velha é a principal? E ela ainda parece uma criança. - Ele comentou, sobre o programa que assistia.

-… Acho que já estou acostumada. - Sona respondeu.

- Hm… Ainda bem que Onii-sama não faz isso… - Rias comentou.

- E eu não tenho irmão ou irmã para saber. - Akeno disse, calmamente.

O loiro a olhou.

- Se quiser, posso ser seu irmão mais velho, Akeno-chan. - O loiro disse, fazendo a garota sorrir.

Ela cobriu a boca, como uma dama faria, e riu melódicamente.

- Ara, que cavalheiro… Mas de você, Naruto-kun, quero somente como vibrador vivo… - Ela disse rindo, fazendo o loiro arregalar os olhos, do mesmo jeito que Sona e Rias.

- … Caralho… - Naruto piscou, sem acreditar que ela havia realmente dito isto.

- Você não tem vergonha ou decência para dizer algo assim? - Sona perguntou para Rias, antes de virar para Naruto. - E você também, não ache que eu vou permitir que você fale as palavras mal educadas que você deseja.

O loiro piscou, ainda desorientado pelas palavras de Akeno… Ele jamais imaginou que ela fosse agir assim… Tão direta ao assunto ou sem vergonha quanto a este.

- Hm… Desculpe…? - Naruto pediu a Sona, ainda incerto de alguma coisa.

Sona o encarou, antes de voltar a assistir a TV.

Novamente um silêncio, antes que um ronronar viesse de Koneko, que parecia já dormir no colo do loiro, que continuava acariciando o cabelo dela.

Rias olhou para Koneko, e franziu a testar.

- … Ela não ronrona nem quando eu faço carinho… - Rias disse, com biquinho.

Naruto riu.

- Fazer o que… Meus dedos fazem mágica… - Ele disse sorrindo.

Akeno riu.

- Deixa eu experimentar? - Ela pediu, antes de lamber os lábios. - Mas não é no cabelo que eu quero que você faça mágica… Bem, talvez haja um pouco de cabelo, mas eu retiro se preferir…

Novamente todos olharam para Akeno sem acreditar que ela havia realmente dito isso.

- … Caralho…

- De novo Naruto?! - Sona reclamou novamente.

(…)

Horas depois todos se encontravam em suas camas… Na verdade… Em 3 camas… Uma onde Koneko dormia, outra onde Akeno e Rias dividiam, e a última para Naruto e Sona, muito para o descontentamento da Ruiva e de sua rainha, que queriam estar no lugar da Sitri.

- Sona é uma maldita sortuda… - Rias murmurou debaixo do cobertor, de costas para Akeno.

Akeno riu maliciosamente.

- Eu também sou sortuda… - Ela comentou, enquanto apertando seus seios nus contra as costas de Rias, que sentindo isto apertou os olhos. - De ter você para mim, Buchou…

Rias se virou para encarar Akeno. Estava escuro, mas como demônio ela facilmente podia ver o rosto da morena, que estava avermelhado enquanto sorrindo maliciosamente.

- Pare com isso Akeno! - Ela murmurou com raiva, não querendo falar alto para não alarmar Naruto que dormia na outa cama. - Sabe que estou de mal com você…

Akeno sorriu.

- Porque buchou…? Por causa de mim e Naruto-kun? - Ela sorriu. - Aqueles tapas na bunda que você me deu ontem já não foi suficiente?

Rias bufou.

- Você gemeu mais com aquilo do que quando se masturba para mim… - Rias disse, com um olhar irritado. Não havia vergonha em dizer aquilo… Era verdade, ambas podiam ter jurado perder a virgindade juntas e não se tocarem desta forma até este momento mas… Cada uma fazer seu trabalho e deixar a outra ver para se excitarem não era quebra do compromisso.

Akeno tocou seu próprio rosto ruborizado, enquanto sorria prazerosamente.

- Não pode me culpar, buchou… Sua mão é tão pequena e macia… E seus tapas são tão dolorosamente gostosos… Da vontade de apanhar de você enquanto Naruto-kun me fode com força e… - Rias a interrompeu.

- Pare de falar essas coisas! Eu sei o que você esta tentando fazer… Não vai funcionar! - Rias disse, avermelhada. Ela já estava começando a ficar excitada.

- O que, buchou? - Akeno disse, enquanto sua mão passava pela cintura da ruiva, e a puxava mais para si, fazendo os seios nu de ambas se apertarem… Rias soltou um gemido fraco.

Akeno se apressou e tampou a boca dela com a sua própria, enquanto suas pernas começavam a se enrolar com as de Rias.

- Akeno… Pare! - Rias disse, ofegante já.

A morena riu.

- Eu não vou fazer nada, você quem vai… Eu só irei lhe estimular a fazer isso, Buchou. - Akeno disse, maliciosamente, enquanto se aproximando deu um selinho em Rias, antes de morder o queixo dela, e chupar seu pescoço… Sua mão acariciando ela toda, apertando sua bunda e a puxando para mais perto.

- Não… Vou fazer isso… - Rias disse. - Eu sou o Rei! Eu quem mando em você, Akeno! - A ruiva argumentou, tentando soar séria… Mesmo que seu corpo e rosto dissesse o contrário.

Akeno riu.

- Buchou… Você é meu Rei… Mas quando o assunto é nosso relacionamento e nossa cama… Você sabe quem é que manda… - A morena disse, apertando-se contra a ruiva, e fazendo seus seios roçarem os mamilos rosados de Rias, que se controlava para não gemer.

- Ah… - Rias deixou escapar.

Akeno sorriu.

- Vai… Agora diz quem é que manda em você, Rias-chan… Você sabe muito bem quem… - Akeno sussurrou em seu ouvido, seu corpo apertado contra o da ruiva, que já tinha sua mão descendo para o lugar onde se encontrava sua intimidade extremamente úmida.

Rias tentava, e tentava…

Ela resistia, e resistia…

Mas ela era fraca…

Akeno sabia disso, e sempre se aproveitou.

Ela sabia quem é que mandava nela no relacionamento, ela não tinha forças para resistir…

… É você… Akeno-sama… - Rias gemeu fracamente. Ela queria resistir… Mas Akeno sempre iria a dominar… Então ela só podia aceitar.

Akeno riu.

- … Ainda bem que não estamos com Naruto-kun ainda… Então você é somente minha, Rias… - Akeno sussurrou, enquanto sua própria mão descia para satisfazer a si mesma…

Um dia ela gemeria sentada na boca de Rias, e faria ela gritar seu nome com força abaixo dela, e logo depois chuparia ela toda, deixando-a completamente e totalmente extasiada… Mas por enquanto iria se contentar com somente isto…

Os gemidos e o rosto de prazer no rosto de sua garota eram o suficientes por enquanto… Mas isso não iria demorar muito… Naruto logo seria de ambas, e ela poderia finalmente aproveitar-se de sua garota…

Enquanto isto, na cama ao lado… Naruto e Sona também conversavam antes de dormir… Ambos também estavam se encarnado enquanto sussurrando baixinho um pro outro…

- Eu ainda não entendo como você pode ter seis namoradas… - Falou Sona, baixinho.

O loiro riu.

- Também não entendo… - Ele respondeu. - Somente aconteceu…

- Como aconteceu com Akeno? - Ela perguntou.

O loiro ficou vermelho, coisa que Sona sempre achou extremamente fofo nele.

- Aquilo… Acho que foi um acidente… - Ele disse.. - Você sabe como eu sou, se pudesse… Me casaria somente com uma…

Sona assentiu.

- Sei que não é um pervertido… Você sempre antes me disse que queria se casar com somente uma… Lembro que esta uma, era Grayfia no caso… - Ela disse, rindo suavemente.

Naruto avermelhou novamente devido a ela falar na sua antiga paixão infantil.

- S-Sona… Não me lembre disto… - Ele pediu.

A irmã mais nova dele riu suavemente.

- Mas e agora… Quem seria? Se tivesse que escolher… Com quem você iria ficar para sempre? - Ela perguntou, fazendo Naruto piscar, antes de ficar sério.

- Somente uma delas? - Ele perguntou. - Eu nunca parei para pensar… Mas acho… Que nenhuma delas… Não aguentaria ficar sem nenhuma delas… Yasaka, Kunou, Kuroka, Ásia, Seekvaira e até mesmo Akeno… Não quero viver sem nenhuma delas...

Sona levantou uma sobrancelha.

- Akeno? - Ela não entendeu. - Achei que não gostasse dela desse jeito ainda…

- E não gosto… - Ele admitiu. - Mas entre ficar com ela, e nunca mais a ter por perto… Prefiro ficar com ela… Ela é muito importante para mim, tanto quanto você, Rias e Koneko-chan são… - Ele disse, sério.

Sona o encarou.

- Você é muito fofo, sabia? Mas isto vai acabar com você… - Ela disse séria… Se lembrando do que Rias e Akeno planejavam.

- Pode ser… Mas por todas elas… Vale a pena. - Ele disse, antes de se aconchegar na cama. - Agora… Vamos dormir… Quero que chegue logo o amanhã.

Sona o encarou por um segundo, antes de assentir.

- Tudo bem… - Ela disse fechando os olhos.

Um silêncio se seguiu, na qual ela esperava dormir… Mas…

- Hm… Sona… Você vai realmente dormir assim? - Naruto a chamou e perguntou.

Ela abriu os olhos.

- Assim como, Onii-sama? - Ela perguntou.

- Bem… De óculos, claro… - Ele disse, antes de acrescentar: - Afinal, você não tem problema de vistas, porque usa óculos?!

Sona corou de vergonha… Ela se lembrava do motivo, e era muito simples: Quando pequenos, Sona experimentou um de brincadeira, e Naruto havia dito que ela tinha ficado muito linda… E desde então ela nunca mais parou de usar.

Ela se perguntava se ele se lembrava disso… E se ainda achasse isso.

- Você fica linda de óculos, claro. - Ele disse sorrindo. - Mas ainda prefiro sem… - Dizendo isso, ele levou a mão até o rosto dela e retirou o óculos da garota, que só o encarou envergonhada antes de desviar o olhar.

Naruto a encarou, e sorriu.

- O que foi? - Ela perguntou envergonhada.

- … Sabia que eu amo esses olhos roxo que você e Serafall tem? Eu sempre achei que ficaria incríveis com eles… - Ele disse, fazendo Sona rir.

- … Acho que azul combina mais com você. - Ela respondeu.

- Se você diz, eu acredito… Sona-chan nunca mentiria para seu “Onii-sama”… - Ele disse, fazendo-a corar.

- Cale a boca… E dorme. - Ela disse, séria.

O loiro soltou um bufo de riso, antes de fechar os olhos… Junto de Sona.

Os dois ficaram assim alguns segundos antes de Sona se mexer desconfortavelmente. A camisa que ela usava (que cobria todo seu corpo até metade das coxas), ficava pinicando e parecia que a deixava agoniada em conjunto do tecido do edredom.

Naruto abriu suavemente os olhos, antes de perguntar:

- O que foi, Sona-chan? Algum problema? - Ele peruguntou.

Sona hesitou.

- N-Nada… - Ela disse, mas o loiro apenas a encarou sériamente, e ela sabia que não poderia mentir para ele. - É-É… Que… Eu não costumo dormir de camisa… - Ela admitiu.

O loiro a encarou, antes de responder.

- Tire, então. - Ele disse simplesmente.

- O-O que? Não! - Ela disse, envergonhada.

Naruto revirou os olhos.

- Você é minha irmã, não precisa ter vergonha… - Ele disse sério. - Aqui, eu ajudo. - O Meio Youkai disse, enquanto suas mãos passaram pela cintura de Sona e começou a puxar a camisa da garota, que, sendo despida se envergonhou ao ponto de não conseguir dizer nada. Ela somente ficou com o olhar desviado pro canto, enquanto seu rosto tinha um rubor enorme. - Pronto! Sente melhor?

Ela não respondeu… Sentia vergonha de estar somente de calcinha e sutiã, deitada de frente para seu irmão, e tão próxima dele… Era como se a qualquer momento eles fossem fazer algo errado… E isso não saia de sua mente!

Depois disso, Naruto finalmente voltou a fechar os olhos para dormir… Mas Sona não… Para falar a verdade… Ela também não costumava usar sutiã para dormir, e por isso… Ela ainda estava muito incomodada.

- Hm… Onii-sama… - Ela chamou Naruto de novo.

- O que foi? - O loiro perguntou, abrindo os olhos.

- Hm… E-Eu… Não gosto de dormir de sutiã também… Então… - Ela disse, envergonhada, enquanto até mesmo Naruto corou um pouco.

- E-Então… Tira também. - Ele disse.

Sona desviou o olhar.

- Mas o fecho fica atrás… E eu não consigo abrir. - Ela disse, insinuando o pedido que o loiro entendeu. Suas mãos vagaram pela sua cintura, antes de ir para suas costas, seguindo o sutiã… E em um movimento rápido e ágil, o fecho soltou, para surpresa de Sona que jamais imaginou que ele faria com tamanha velocidade.

“Com tantas garotas… Ele certamente consegue muito treino fácil...” - Ela pensou.

- O-Obrigado… - Ela agradeceu quando o loiro jogou o sutiã longe.

Sona ficou parada por um segundo… A distância dela e de Naruto fazia possível que ele visse seus seios… E isso estava a matando de vergonha… E então, ela avançou seu corpo, e colocou seus seios e seu corpo colado ao de Naruto.

O loiro corou com o movimento, mas algo não passou em branco… Ele podia sentir os mamilos de Sona durinhos apertados contra seu peito. Seu rosto ficou vermelho, enquanto ele apertou os olhos, forçando-se a dormir.

Sona também sabia que seus mamilos estavam durinhos, afinal… O corpo era dela, mas… O que ela podia fazer? Ela não conseguia controlar seu próprio corpo! Logo ela que sempre pensou que estava no controle de tudo em sua vida!

“… Ele faz isso comigo… Porque…?” - Ela pensou, temerosa de si mesma. - “Dois anos inteiros, e bastou um dia para que eu jogasse fora todo o esforço que fiz para perder esses meus sentimentos sujos por ele...”

Ela ofegou, encarando o loiro que tinha os olhos fechados… Ela não sabia se ele estava dormindo, mas decidiu ficar quieta para não acordar ele ou o fazer abrir os olhos… Ela não queria arriscar.

Sona fechou os olhos e apertou com força, enquanto sentia o calor do corpo e do abraço de Naruto inundar o seu próprio e sua alma.

“Um único dia… E ele me fez perceber que não posso viver com ele...” - Ela pensou, forçando-se a dormir. - “E eu não vou… Mesmo que somente como sua irmã, irei manter ele sempre perto de mim… Nem que para isso tenha que entrar em sua nobreza!”


Notas Finais


Acho q vou assistir pantera negra hj...

Tem algum erro? Me aponte para eu corrigir... Desculpa pelos erros...
Não é dito, mas... Rias e Akeno tem uma relação... já sabem... bláh bláh... elas não fazem nada realmente, no máximo uma se masturba pra outrar ver... estão meio q se aquecendo... uma provocando a outra... como aconteceu ai...

Bom dia ou boa noite, dependendo do horário que estiver lendo...
Hey... Seu bunda mole...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...