História Naruto DxD: Chronicles of Sun Wukong - Capítulo 64


Escrita por:

Postado
Categorias High School DxD, Naruto
Personagens Akeno Himejima, Asia Argento, Koneko Toujou, Naruto Uzumaki
Tags Akeno, Comedia, Demonios, Deus, Drama, Dxd, Escola, Família, Gremory, Harem, Highschool Dxd, Koneko, Kunou, Kuroka, Luta, Magia, Naruakeno, Naruasia, Narukunou, Narukuroka, Narurias, Naruto, Naruto X Highschool Dxd, Naruyasaka, Rias, Romance, Serafall Naruto Sitri, Sitri, Sona, Sun Wukong, Yasaka
Visualizações 517
Palavras 2.417
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Bishounen, Comédia, Crossover, Ecchi, Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Harem, Hentai, Lemon, Lírica, Luta, Magia, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


eu passei uns meses sem pc, então... me desculpe... Hm... esqueci o q ia dizer mas, ta ae o capítulo seguinte. Espero que gostem... Eu demorei uns 3 dias só pensando sobre o capítulo porque... eu percebi que estava dando personalidades horríveis a alguns personagens, então... fiquei repensando em tudo, e tive que escrever 3x algumas coisas... ah... foi cansativo. espero que tenha ficado tão bom quanto lembro.

1x por semana essa fanfic entre segunda e sexta, e... Devil slayer 1x a cada 2 semanas, até eu pegar o jeito... Tava vendo aqui, e pelo que parece... acho que estou no 1/3 daquela fic, na verdade... eu diria que uns 37,85% sahushuhusuha eu planejei muitas coisas, mas nem tudo... Mds

Capítulo 64 - Sun Wukong: O Rei Chega a Kuoh (2)


O loiro soltou um suspiro cansado ao sair da sala de aula, acompanhado por Rias, Akeno e Sona.

- Então, Onii-sama… O que achou do seu primeiro dia de aula? Não foi tão ruim, foi? - Sona perguntou, olhando-o pelo canto dos olhos com sua pose sempre estóica.

Naruto amuou quase imediatamente.

- Tão ruim? Não foi tão ruim? - Ele se virou para encarar Sona. - Eu vim do Inferno, Sona… E nada de lá se compara com isso aqui! Isso! Este lugar! Aquela sala! - Enquanto falava ele gesticulava dramaticamente, para dar ênfase no que dizia.

Quase todo o corredor parou para assistir o que ele dizia, afinal… Ele estava andando com as 3 garotas mais populares da escola. Não que ele se importasse.

- Isso é o verdadeiro inferno… Aula, aula, aula, assunto, assunto, assunto! Não dá pra mim! É ainda pior do que quando tive que aprender todas as leis, regras e história de Kyoto… - Ele suspirou novamente.

Sona apertou os olhos.

- Deixe de ser dramático… E preguiçoso. Não vá envergonha o nome dos Sitri aqui, Onii-sama! - Ela disse, antes de voltar a andar, com as 2 garotas e seu irmão a seguindo.

O loiro riu.

- Em outros lugares pode? - Ele perguntou, recebendo o vazio com resposta. Ele bufou. - De qualquer forma, não irei envergonhar o nome dos Sitris… E sim os Shitoris, caso você tenha se esquecido.

Sona parou de andar, e o encarou seriamente, recebendo um olhar bobo e sorrisonho como resposta.

Akeno e Rias sorriram para a cena, as pequenas discussões dos dois irmãos sempre foram muito divertidas de se assistir. Eles eram dois opostos, exceto que ambos na verdade eram inteligentes. O loiro que não se esforçava, na verdade.

O olhar de ambos continuou durante alguns segundos, antes de Sona voltar a andar.

- Só peço que se comporte na sala de aula, e leve seus assuntos a sério… Se não… - Sona disse séria.

Naruto levantou uma sobrancelha.

- Se não…? - Ele hesitou um pouco, e encarou a sua irmã de forma diferente.

Não houve resposta, exceto um pequeno sorriso de canto de Sona, que fez a espinha de Naruto gelar.

- … Sona-chan? - Ele a chamou, e novamente não houve resposta.

Vendo que a conversa entre ambos havia terminado, Akeno avançou e se meteu.

- Oh, Naruto-kun… Sei que é terrível tudo isso… E ninguém gosta de escola, mas…! Olhe pelo lado positivo. - A morena sorriu. - A professora pelo menos não é a mãe de Rias. - Akeno o consolou, apesar da última parte fazer o loiro estremer.

Rias fez biquinho para o que Akeno disse, mas não retrucou, era verdade. Sua mãe era o inferno de professora.

- Urgh… Verdade. - Naruto disse calmamente, se lembrando quando tinha aulas com a mãe de Rias, junto de Sona, Akeno e a própria Rias. - De qualquer forma, onde estamos indo? Se é o intervalo, eu posso ver Kunou, Ásia-chan ou Daisy?

- Claro que sim, Naruto-kun. - Rias sorriu, enquanto agarrava o braço do loiro. - Nós todos estamos indo para a cantina, onde eu pedi que Yuuto e Koneko levassem Kunou e Ásia para nós almoçarmos juntos. - A ruiva explicou, antes de acrescentar. - Bem, exceto Daisy, que tem o intervalo em horário diferente.

O loiro assentiu.

- Bom, tudo bem então… - Naruto respondeu calmamente. - Isso me faz lembrar… Koneko veio para o colégio? Ela não veio com a gente…

- Ah… Koneko geralmente lancha aqui perto… Você conhece o fetiche dela por doces… - Akeno respondeu, com um sorriso.

- Se é assim, então...

(…)

Naruto acompanhado das outras 3 garotas adentrou em uma área espaçosa onde se encontrava a cantina e também várias mesas para o uso dos alunos durante o lanche e o almoço, não que ele tenha notado tudo isso… A única coisa que ele viu ao entrar foi Ásia sentada em uma das mesas maiores, junto de Yuuto, Koneko, Kunou, e Issei.

- Ásia-chan! - Ele gritou alto o suficiente para todos que estarem naquele recinto ouvirem e se virarem para encará-lo. Não que ele se importasse… E nenhuma das garotas que estavam com ele também se importaram.

Ser o centro das atenções… Era como comer para eles… Simplesmente natural.

Ásia, que parecia envergonhada em meio de tanta gente, se virou para encarar Naruto, e ao vê-lo chamando tanta atenção, ela corou pesadamente.

Ela apressadamente andou em direção do loiro, com o resto do grupo com ela, enquanto era observada por todos.

- Quem é ela? É a novata?

- Porque quer saber dela? Deveria querer saber quem é aquele loiro punk junto de Rias-Onee-sama e Akeno-onee-sama… Quem ele pensa que é?!

- Ah… Minha irmã estuda na mesma sala que elas, e me falou que ele é o irmão mais velho de Sona-kaichou!

- O que?! Irmãos?! Não tem como! Eles são completamente diferentes!

- Ele é adotado…

Enquanto os comentários não eram em si maldosos nem ofensivos, ouvir todos falando sobre alguém próximo dela fez Ásia ficar um pouco mais vermelha e nervosa, mesmo que o assunto não fosse dela… Diretamente, quer dizer.

- O-Onii-sama… N-Não chame tanta atenção! - Ásia reclamou, enquanto se aproximava.

O loiro sorriu, e não deu resposta, enquanto oferecia sua mão a Ásia, que hesitante aceitou, apenas para ser puxada pelo loiro que colou seus corpos, para em seguida passar a outra mão pela cintura dela e a curvar em algo quase como uma pose de dança, antes dele roubar um beijo profundo dela, mesmo que sem língua.

Os olhos de Ásia se arregalaram, e seu rosto se tornou vermelho ardente.

Ao redor era possível ouvir suspiros de surpresa e gritinhos desacreditados.

- Ara… Não acredito que ele marcou território de tal forma… Seu irmão é bem possessivo, em Sona-kaichou? - Akeno riu, com uma mão cobrindo sua boca, não deixando ninguém apreciar sua bela face por completo.

Sona encarou o loiro com um olhar gelado.

Quando o beijo terminou, Ásia tinha os olhos arregalados, e nenhuma palavra coerente saia de sua boca. Já o loiro, ele tinha um sorriso orgulhoso.

- O-Onii-sama… - Ásia conseguiu dizer após um tempo.

- Desculpe, Ásia-chan… Foi só para manter qualquer jovem de hormônios quentes que este colégio possa vir até, cientes do que vão ter que enfrentar caso queira tirar minha Ásia-chan de mim. - Ele explicou, antes de piscar com um olho, de forma charmosa.

Ásia gaguejou, e virou-se para encarar Kunou que chegava ao seu lado. Como ela não tinha ainda muita confiança em si próprio, e nem era muito extrovertida, ela via em Kunou, sua amiga intima, um porto seguro.

Kunou, sorriu ao se aproximar.

- Bem, se é pra marcar território, acredito que eu deva sofrer a mesma punição, então… - Ela disse baixo o suficiente apenas para quem estava ao redor ouvir. As pessoas de fora do grupinho não puderam ouvir nada… Afinal, Kunou planejava manter uma aparência de garota boazinha.

Yuuto e Issei tiveram reações diferentes ao ouvir isso vindo da garota… Yuuto sorriu sem graça, enquanto Issei engasgou em um olhar de descrença.

As garotas que acompanhavam Naruto simplesmente afiaram seus olhos… Elas já tinham conhecimento da personalidade estranha de Kunou.

Koneko, que também acompanhava o grupo, simplesmente a encarou por um segundo, antes de voltar a degustar um doce.

O loiro sorriu.

- Não posso fazer isso… Afinal você é a minha irmãzinha e… - Ele foi interrompido por uma dor excruciante vinda da ponta de sua orelha.

Era Sona, que havia decidido dar uma lição de moral em seu ‘Onii-sama atrevido e de moral inadequada’ devido a sua demonstração anterior.

- H-Hey! Sona-chan, isso dói! Para! - O loiro disse, enquanto se sentia sendo puxado um pouco distante do resto do grupo.

Rias, Akeno, e o restante do pessoal encarou a situação com olhares divertidos. Eles tinham certeza agora que a vida na escola já não seria mas tão chata.

(…)

Naruto encarou sua irmã com um olhar frio, enquanto passava a mão pela orelha vermelha que pulsava de dor.

Por outro lado, Sona também o encarava com o mesmo olhar frio. Parecia uma competição!

O loiro virou-se para o lado, e viu Ásia sentado de um lado, colado a ele, enquanto do outro lado, estava Kunou. Ao redor da mesa, também estava Yuuto, Issei, Rias, Akeno, e Sona, que estava de frente para ele. Koneko também deveria estar presente, mas ela havia se retirado para comer algum doce.

Alguém realmente deveria controlar a glutonaria desta criança… Mesmo assim, uma dúvida permeava a mente de Naruto desde que conheceu a garota: Como ela poderia comer tanto, e não engordar uma grama?

Todos estavam envolvidos em suas próprias conversas, exceto Naruto e Sona, que se encaravam.

- Alguma queixa? - Sona perguntou depois de um tempo.

- Nenhuma… - O loiro respondeu, enquanto apertando os olhos.

- Ótimo! - Sona falou, antes de mudar de assunto: - Mais tarde, na hora do almoço, irei lhe apresentar para minha nobreza, e poderemos resolver sobre como iremos separar a Regência dos Sitris sobre Kuoh.

O loiro deu de ombros.

- Não tenho interesse, você é a próxima chefe do clã, pode fazer isso sozinha. - Naruto respondeu, calmamente. - Eu deveria ter esse ano de férias antes de assumir a Regência de Kyoto, não tenho interesse em nenhuma trabalho.

- Vai sim, querendo ou não!

- Vou não! Não tem como me forçar!

- Vai sim!

- Vou não!

- Vai sim!

- Vou não!

- Vai não! - Sona de repente trocou as palavras com um olhar esperto em seu rosto, enquanto o loiro simplesmente rebateu automaticamente.

- Vou sim! - Ele disse, e logo em seguida não teve resposta… Levou 3 segundos, até ele perceber o que tinha acontecido, e engasgar sem palavras. - Q-Quer dizer…

- Tarde demais, Onii-sama. Você já concordou. - Sona falou, ao se levantar da mesa. - Te vejo mais tarde.

Naruto a encarou, com a boca aberta, e um olhar desacreditado enquanto observava sua irmã sair com elegância que um verdadeira Princesa do Inferno teria.

Depois de mais alguns segundos o Rei Macaco finalmente teve uma mudança em seu rosto: Uma carranca se formou, enquanto seus lábios tremiam.

- I-Isso… Não é justo! - Ele disse, antes de bater as mãos na mesa e se levantar para gritar em direção de Sona, que já desaparecia longe. - Você me enganou, Sona! Não vale!

Não houve resposta…

Então, ele só pode se sentar completamente injustiçado. De repente, ele havia perdido a vontade de viver.

Ásia consolou ele, o abraçando, enquanto Akeno e Rias zoavam como sempre Sona fazia isso antes, e ele sempre caia.

A cada segundo as duas garotas se sentiam mais e mais próximas de Naruto de novo, ele não era realmente diferente de antes.

Yuuto e Kiba, por outro lado, aproveitou essa chance para se aproximar do loiro, que, na visão deles, parecia ser alguém bastante interessante.

(…)

Ao chegar em sua casa, Naruto tinha um olhar mal-humorado.

Seu primeiro dia foi tranquilo… E sufocante. Ele só queria poder voltar a acordar as 10:00 da manhã, e passar o dia jogando… Como ele fazia quando estava no Mundo Gourmet.

E claro, ele também adoraria, além disso, ter suas adoráveis garotas para lhe fazer companhia.

Um sorriso apareceu em sua cara quando olhou para Ásia de um lado seu, e Kunou do outro, além de Daisy que ele carregava em seus braços… E aumentou ao ver Yasaka sentada no sofá lendo alguma coisa meio desinteressada.

Seus olhos vasculharam ao redor a procura de Kuroka, mas não encontrando-a, ele se consolou ao deduzir que ela estava provavelmente dormindo.

Yasaka ao vê-lo entrar na casa, abriu um pouco os olhos, antes de fechar o livro que lia e se levantar.

- Que bom que chegaram, preciso realmente de ajuda. - Yasaka falou.

O loiro piscou, não esperava essa recepção.

- Nem mesmo um “olá, senti saudades… Como foi a escola?” - Ele perguntou.

Yasaka sorriu.

- Pelos seus rostos, eu posso deduzir que Ásia provavelmente gostou, da mesma forma que Kunou e Daisy, apesar de parecer que Kunou não gostou tanto das aulas… - As duas garotas mais velhas citadas, piscaram, surpresas com a dedução precisa. - Quanto a você, devo crer que se pudesse nunca mais apareceria naquele lugar.

Yasaka sorriu, enquanto os três a encararam.

- Acertei, não acertei? - Ela piscou charmosamente, enquanto o loiro piscou atordoado.

- C-Como? - O loiro disse simplesmente.

- É o trabalho e a obrigação de um líder saber ler as pessoas, entender o que querem e tomar decisões que faram o melhor para ele. - Yasaka falou. - Agora, apressem-se: Ásia-chan e Kunou-chan, vão tomar um banho e se limpar, por favor… Levem Daisy com vocês duas. - Ela virou-se para Naruto. - Você, loiro lindo, me acompanhe… Estamos indo comprar algumas coisas necessárias para esta casa se tornar um verdadeiro lar e… - Ela foi interrompida por uma voz.

- Amor, você chegou!? - Uma voz gritou de dentro do corredor, enquanto de dentro dele veio Seekvaira com um olhar de apreensão, antes dessa apreensão se tornar clara felicidade.

Yasaka que já se apressava para levar o loiro para fora da casa parou em seus passos, antes de revirar os olhos, e se virar para encarar Seekvaira.

- Seek-chan… - O loiro disse, surpreso por ela estar ali. - O que faz aqui?

Seekvaira cruzou os braços debaixo dos seios, fazendo-os parecer maiores, enquanto se aproximava do loiro.

- O que? Não esta feliz em me ver? - Ela perguntou.

O loiro rapidamente negou.

- N-Não, claro que não… E-Eu… Só estou surpreso. - Ele respondeu, enquanto Seekvaira se aproximava e lhe roubava um beijo.

Yasaka que agora estava do seu lado, revirou os olhos. De novo.

Ao fim do beijo, Seekvaira lhe deu a resposta:

- Bem, seus pais acharam que seria uma boa ideia eu e Ravel vir passar um tempo aqui com vocês para nos aproximarmos mais. - Ela disse, com um sorriso calmo.

O loiro piscou, antes de notar.

- An? Ravel? Ela também esta aqui? - Naruto perguntou ainda mais surpreso.

E como se fosse para responder sua pergunta, outra pessoa apareceu por dentro do corredor: Ravel.

- Ma-Marido? - Ela perguntou ao entrar, enquanto seus olhos focalizavam em Naruto. Ela parecia entre o envergonhado e o sem jeito.

-…

-…

- Eh? Marido?!


Notas Finais


digam... sentiram algo estranho nesse capítulo? eu meio q sinto q algo ficou errado... poderiam procurar algum erro e me avisar? dsclp


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...