1. Spirit Fanfics >
  2. Naruto e Hinata- Olhos perolados >
  3. Temos ordens

História Naruto e Hinata- Olhos perolados - Capítulo 8


Escrita por:


Notas do Autor


Ontem foi um dia muito corrido, por isso não postei!! Sem mais enrolação, vamos pro capítulo❤️

Capítulo 8 - Temos ordens


Fanfic / Fanfiction Naruto e Hinata- Olhos perolados - Capítulo 8 - Temos ordens

Anteriormente:

Assim que entrei no quarto, me joguei na cama, encarando o brilho da lua na janela:

Hinata: Naruto Uzumaki... ( dei um sorriso e fechei os olhos) 

Historia on:

Naruto

Acordei com uma ligação do meu chefe. Ele disse que precisava de nós o mais rápido possível na boate. Nós, lidamos com o homem mais poderoso de Konoha, ou melhor dizendo, o criminoso mais poderoso de Konoha! Então estavamoa acostumados com essas reuniões repentinas:

Naruto: Shikamaru acorda... ( joguei um travesseiro nele) 

Shikamaru: Me erra, to de ressaca! ( ele se virou na cama) 

Levantei da cama, com a maior paciência do mundo, e dei um tapa em sua orelha! Fazendo o mesmo, dar um pulo da cama: 

Shikamaru: QUE FOI CARALHO? ( ele quase caiu por levantar muito rápido) 

Naruto: Jiraya precisa nos ver, disse que é  importante ( disse olhando o celular) 

Shikamaru: Esse cara não da sossego nunca, puta que pariu hoje é domingo! ( disse botando as duas mãos na cara) 

Sasuke: Da pras duas putas calarem a boca? tem mais gente no quarto... ( dizia colocando o travesseiro na cara)

Ignoramos a presença de Sasuke, e começamos a nos arrumar: 

Naruto: Acorda os moleques, vou tomar um banho rápido ( disse fechado a porta) 

Sai do banho, e todos estavam prontos tomando café! Minha mãe estava sentada no sofá, tomando um xícara de chá... sua aparência estava cada vez mais desgastada, por conta da quimioterapia:

Naruto: Bom dia mãe( dei um beijo em sua testa) 

Kushina: Bom dia meu amor, seu irmão não vai trabalhar? ( disse me dando um sorriso) 

Neji: E-ele ta de folga hoje... fez muita hora extra semana passada! ( dizia tentando disfarçar) 

Como eu ja havia dito, Sasuke é o único que trabalha por conta própria. Mas minha mãe acha, que ele trabalha conosco no tal “restaurante”: 

Kushina: Vão sair hoje a noite? ( disse dando de ombros o outro assunto) 

Gaara: Sim, vamos nos encontrar com umas amigas ( ele se levantou pra deixar o prato na pia) 

Kushina: Amiga? ( ela deu um sorriso malicioso) 

Shikamaru: Umas garotas que conhecemos na sexta... ( disse dando de ombros) 

Kushina: Meninos, venham aqui... ( ela nos olhou) 

Nos sentamos de frente pra ela, enquanto a mesma prosseguia o assunto: 

Kushina: Estou doente, e ficando velha! Vocês já sao adultos e responsaveis... não acham que está na hora de me darem netinhos de presente? ( disse dando um largo sorriso) 

Shikamaru: Ta amarrado em nome do senhor, vai livrando todo esse mal... ( disse se levantando pra irmos embora) 

Kushina: Oras, a maioria ja tem vinte anos nas costas, qual o problema de me darem essa benção? ( fez um bico) 

Neji: Estamos indo dona Kushina... ( deu um sorriso e beijou sua testa) 

Kushina: Não se deem por vencidos, não vou desistir tão facilmente... com certeza Sasuke vai adorar a ideia! ( disse mostrando a língua) 

Nós demos uma longa gargalhada dessa frase, e fomos em direção a porta: 

Naruto: Voltamos antes do almoço, avise o pai do ano que saimos! ( dei uma piscadinha e fechei a porta) 

Seguimos em direção a boate onde trabalhavamos. O lugar ficava fechado de dia, então o movimento era apenas dos empregados, e das strippers...

Gaara: O que caralhos Rin ta fazendo aqui? ( apontou pra garota encima do palco) 

Naruto: Nem quero saber... vamos logo antes que ela note nossa presença! ( disse passando reto) 

Batemos na porta, e esperamos nosso chefe dar permissão: 

Jiraya: Entrem rapazes ( a voz ecoou atras da porta) 

Entramos e ficamos de frente para sua mesa. Eu sempre tive muita intimidade com Jiraya, ele me treinou como seu pupilo quando aparecemos procurando emprego, nossa intimidade era algo... diferente:

Naruto: Eai sabio tarado, qual a de hoje? ( dei um sorriso sarcástico) 

Jiraya: JA TE FALEI PRA NÃO ME CHAMAR ASSIM MOLEQUE DO CARALHO ( ele cuspiu as palavras) 

Naruto: Quanto estresse, ja vi que não comeu nenhu... ( fui repreendido pelo seu olhar mortal) 

Ele serviu mais whisky em seu copo, e prosseguiu com o raciocínio: 

Jiraya: Bom, chamei vocês aqui pra um motivo simples! Como sabem, meus esquemas estão cada vez melhores, e meu plano pra tomar posse da prefeitura está quase completo... ( deu um gole da bebida) 

Eu e meus irmãos nos olhando, não entendendo onde ele queria chegar: 

Jiraya: Como sabem, seu irmão Sasuke, é o único de Konoha a traficar drogas, certo? ( nos fitou novamente) 

Naruto: Onde o senhor quer chegar? ( eu engoli seco) 

Jiraya: Quero que seu irmão trabalhe pra mim! Ele é o traficante mais eficiente do país do fogo, contruindo seu império de drogas sozinho. E sabem como é, não posso ter uma pessoa dessa competindo comigo... ( ele deu um sorriso sadico) 

Neji: Com todo respeito senhor, Sasuke é um lobo solitário, gosta de fazer sua própria sorte, então com certeza ele não aceitaria! ( disse calmo) 

Jiraya se levantou de sua cadeira, parando em frente a mesa, nos fitando: 

Jiraya: Então é bom que ele mude de princípio jovem Neji... não queria ter que matar um garoto tão competente como ele! ( deu novamente um sorriso sadico) 

Nós ficamos estáticos, sem saber como agir ou pensar! O único som que emanava daquela sala, era o bolo que se formava em nossa garganta:

Naruto: Não pode estar falando sério... ( o olhei com odio) 

Em um meio tempo, Jiraya jogou o copo contra a parede, e me pegou pelo colarinho:

Jiraya: Espero que eu tenha me feito claro! Agora mudando de assunto... ( dizia na maior naturalidade) 

Estavamos imóveis, todos com o mesmo olhar assustado... 

Jiraya: Quero a Akatsuki fora da cidade ainda hoje, não me interessa como vão tira-los daqui, só quero eles fora do meu caminho! Tem um membro deles infiltrado na Konoha high school, quero que descubram quem é! Eles provavelmente estão se alinhando a Hiashi Hyuuga... ( a preocupação em seu olhar era evidente) 

Só conseguiamos acentir tudo que ele falava! Sabiamos que ia ser quase impossível, convencer Sasuke a trabalhar pro mesmo... temiamos sua vida: 

Gaara: Mais alguma coisa, senhor? ( dizia afrontoso) 

Jiraya: Estão dispensados, espero que eu tenha sido bem claro em minhas ordens rapazes... ( deu um sorriso sadico) 

Saimos da sala sem dizer absolutamente nada, nossa fúria valia mais que mil palavras... 

Naruto: PORRA ( dei um chute em uma cadeira do bar) 

Gaara: Sasuke não vai aceitar, sabem disso né? ( colocou as mãos no rosto) 

Neji: Não temos tempo pra isso Gaara! Vamos primeiro resolver a fita da Akatsuki, e depois falaremos com ele... uma coisa de cada vez ( disse indo em direção a porta) 

Seguimos o caminho em silêncio, o clima estava completamente desfavorável pra qualquer tipo de conversa. Chegamos em casa praticamente na hora do almoço, encontrando Sasuke cozinhando, enquanto discutia com Kushina: 

Sasuke: Ja disse que não mãe, não vou ter um filho... ( ele revirava os olhos) 

Kushina: Você ja tem idade meu filho, não quer ver sua velha mãe se tornar avó antes de morrer? ( ela disse séria) 

Depois disso, eles notaram nossa presença, e a sala ficou em silêncio por conta do comentário da minha mãe:

Naruro: Quem disse que a senhora vai morrer? ( deixei minhas chaves na mesa e fui até ela) 

Shikamaru: Você vai sair dessa mãe, não fale desse jeito ( disse indo até a mesma) 

Kushina: Desculpem meus amores, eu não queria ter dito isso... ( passou as maos no rosto) 

Sasuke odiava esse assunto, e sempre que esse clima se fazia presente, ele mudava drasticamente de assunto: 

Sasuke: Venham comer, não fiquei aqui igual otario pra vocês comerem comida fria... ( disse apático) 

Depois do almoço, minha mãe foi pro quarto para descansar. Enquanto nós fomos até o quarto para conversar: 

Shikamaru: Jiraya quer que nos livremos da Akatsuki! Ele disse que um deles está infiltrado em Konoha high school, acha que  estão envolvidos com Hiashi Hyuuga... ( disse olhando pro Sasuke) 

Sasuke: A sorte desse velho é que eu odeio esses caras, porque não trabalho pra ele( disse dando um sorriso sadico) 

Eu e meus irmãos nos olhamos, com certeza pensando a mesma coisa! Mas apenas demos de ombro: 

Naruto: Hoje no racha, acabaremos com isso! ( deitei na cama) 

Sasuke: Ah esqueci de avisar, vamos buscar as meninas na casa da Sakura... ( disse apático) 

Nessa hora um frio de formou minha barriga, não sei se seria uma boa envolver Hinata nessa: 

Naruto: Ta louco porra? Temos trabalho a fazer... ( o fitei na mesma hora) 

Sasuke: Temos trabalho uma vírgula, vocês tem trabalho! Eu só ajudo porque somos família, e porque eu odeio esses caras. E em relação as meninas, fica suave, na hora que fomos ao ataque, deixaremos elas com Kankuro... ( deu um sorriso malicioso) 

Shikamaru: Que seja, só quero acabar com isso logo! ( bocejou) 

Naruto: Ainda acho burrice... ( continuei fitando Sasuke) 

Sasuke: Hoje iremos correr, esqueceu dobe? ( disse enquanto mexia no celular) 

Naruto: Não, pegaremos eles depois da corrida ( me dei por vencido) 

Minha cabeça esta perdida em pensamentos! Meu irmão, a ameaça de Jiraya, o que minha mãe havia dito, Hinata... não quero envolve-la nisso, por mais que nos conhecemos a pouco tempo, me importo com ela! Me importo muito...


Continua...



Notas Finais


Daqui a pouco vou postar outro! Obrigada por ler❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...