História Naruto: Em Busca De Um Mundo De Paz - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Personagens Originais
Tags Amizade, Drama, Jinchuuriki, Naruto, Romance
Visualizações 487
Palavras 1.081
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Ficção, Hentai, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom pessoal aqui esta mais uma fic de minha autoria, eu espero que vcs possam apreciar ela da mesma maneira que apreciam a outra em que eu escrevo.

Boa Leitura, e Rumo a 10 favoritos kkkkkkk

Capítulo 1 - Vai, e não olhe para trás


Fanfic / Fanfiction Naruto: Em Busca De Um Mundo De Paz - Capítulo 1 - Vai, e não olhe para trás

Minato estava no porão de sua casa, junto com sua esposa e seu filho que coçava seus olhinhos, mas com muito medo dos barulhos de explosões que ouvia. O loiro de cabelos rebeldes diz a amada.

— Não tem outra saída Kushina, vai para casa da sua mãe, eu o protejo com a minha vida.

— Não Minato, por favor não peça uma coisa dessas, não quero ir embora.

— Kushina, não há o que fazer, se eu tentar proteger os dois, eles vão pegar o Naruto, você acabou de voltar de uma missão importante, não está em condições para batalhar, faça o que eu estou pedindo, eu não quero que o amor da minha vida se vá.

Kushina fica corada com as palavras de seu amado, ela dá um breve beijo no seu esposo e olha para seu único e pequeno filho até então.

— Você vai ser um bom menino Narutinho?

— Sim Ka-chan, mas porque está...

Kushina dá um beijo na testa de seu pequeno em quanto suas lágrimas saiam como uma cachoeira de seus olhos, ela olha para ele frente a frente, notando assim o olhar confuso de seu filho em relação ao que estava acontecendo, ele não sabia o motivo desse ataque, só sabia que naquele momento, sua vontade de chorar era inevitável, ele chora brevemente, e ela alisa seu rostinho. Dizendo logo em seguida.

— Não chore meu amor, seja forte nesse momento difícil, você tem sangue Namikaze, e além de tudo é um Uzumaki, seja forte. — Enquanto falava Kushina se tremia e chorava com seus olhos fechados por estar ardendo. — Só seja forte, eu amo você dois.

— Vai logo Kushina, não dificulta as coisas.

— Está bem, eu sei. — Ela limpa suas lagrimas e faz alguns selos. — Hiraishin no Jutsu. (Técnica do Deus do Relâmpago)

Kushina some e Minato fica aliviado, ele sente uma mão em seu ombro, e sem pensar ele agarra seu filho e pula para frente, com isso ele vê a silhueta de um homem, a sobra escondia seu rosto exceto por seus olhos que brilhavam em um tom roxo amedrontador, a luz da lua que vinha por uma pequena janela só permitia ver a roupa do sujeito, um sobretudo preto com nuvens vermelhas espalhadas pelo mesmo.

Minato com Naruto agarrado em si pega atrás dele uma pequena mochila.

— Se segura campeão — Naruto agarra fortemente em seu pai, ele vai a toda velocidade a escada que leva para fora de sua casa, uma energia na cor azul se forma na sua outra mão — RASENGAN!

Um rombo se abre e os dois passam por ele, ao sair, a chuva estava intensa, com muitos relâmpagos e trovões que assustava o pequeno rapazinho.

Minato põe ele no chão e se ajoelha para ficar na altura dele. Naruto só tinha uma expressão de assustado olhando para seu pai, apesar de também se sentir seguro.

— Oto-san, você não vai me deixar sozinho, não é?

— Nunca! Estarei sempre com você. — Minato coloca a mochila nas costas de seu filho. — Isso é o que vai nos unir. — Ele aponta para seu peito. Ele dá um Kunai personalizada para o pequeno. — O que você tem suas costas, é a sua origem, nunca se esqueça que você é Naruto Uzumaki, do Pais dos Redemoinhos.

Uma explosão ocorre e uma ave branca feita de argila está sobrevoando o local da explosão, um loiro muito exibido está de pé em cima da criatura que aparentava estar sendo controlada por ele.

— Mas que droga hein Sasori, o Jinchuriki tinha que ser logo filho dessa praga amarelada.

— Nós damos conta, Pain está conosco.

— Ele é um exibido, nos dois daríamos conta sozinhos

Um homem de cabelos laranja com os olhos roxos se aproxima dos outros dois.

— Dei um objetivo a vocês dois da última vez, e ambos voltaram de mãos vazias, vim junto para me certificar que trariam o Jinchuriki desta vez. Kuchiyose no Jutsu! (Jutsu de invocação)

Um enorme cachorro de três cabeças é invocado pelo que parece ser o líder da organização.

Minato fica com Naruto atrás de si impedindo qualquer mal acontecer com seu filho, ele então junto as duas mãos.

— Kyaaaaaaaaah! — Sombras em um local perto de seus olhos aparecem na cor alaranjada, seus olhos tornaram-se da cor amarela e sua pupila ficou em um formato retangular. — Estou pronto. — Minato se abaixa e olha fixamente para seu filho. — Aqui ira virar uma are de guerra meu filho, não será possível você ficar comigo agora.

— Vai me deixar, disse que iriamos ficar juntos. — Ele se ajoelha chorando um pouco.

— Eu não menti, estaremos sempre juntos aqui. — Ele aponta para a direção do seu coração. — Você é forte, vai superar tudo, e superaria mil vezes se preciso fosse, se levante, e deixe que essa noite sua alma guiará a você, estarei sempre com você agora vai, não olhe para trás nunca, vá sempre em frente, não importa o que aconteça, me prometa isso.

— Mas....

— Me promete?

— Sim senhor. — Confirma com a cabeça.

— Bom garoto vai para a ponte do país, não é longe, e siga seu caminho, VAI!

Naruto sai correndo do campo de batalha sem olhar para trás com uma Kunai de seu pai, e uns pertences na mochila e com suas lagrima nos olhos

A cada explosão que ele ouvia, mais a certeza de que não veria mais seu pai aumentava, apesar de suas esperanças ainda serem grandes, a chuva escondia sua tristeza e esse pavor que o consumia a cada passo que ele dava.

— Papai, não vou fraquejar, vou ser um grande ninja, vou fazer com que você sinta muito orgulho de mim, eu prometo

 

Cinco dias depois

Dentro da mochila que o garoto levava tinha alimentos, mas que infelizmente acabou nos primeiros dias, sobrevivendo assim de frutas que pegava, mas o jovem loirinho estava sem rumo, com sede, e fome, e sem nenhum lago ou árvore para se afugentar, a chuva já tinha parado, foi quando ele sentiu uma forte dor em seu estomago de tanta fome, ele então se ajoelhou e logo se deito sem forças, ao ver uma pequena sombra ao olhar de onde ela vinha, percebeu um cachorro preto aparentemente nada simpático. Naruto pensou então.

— “É assim que termina? ” — O pobrezinho acaba desmaiando.

O cachorro pega ela pela gola com sua boca e o arremessa para cima, e Naruto cai em suas costas, o cachorro então corre em uma determinada direção. O loirinho não sabia, mas ele estava sendo resgatado por uma das vilas mais forte de todo o mundo ninja. 

 


Notas Finais


Espero que tenham gostado da minha nova fic se possível deixem o feed de você para que eu possa saber se vocês estão gostando, e logo mais vai ter pokémon de volta


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...