1. Spirit Fanfics >
  2. Naruto Raikami: O Conto de uma Lenda. >
  3. Arco 1: Vida Shinobi - Sabedoria, o passar dos meses.

História Naruto Raikami: O Conto de uma Lenda. - Capítulo 4


Escrita por: Kitsune_W

Capítulo 4 - Arco 1: Vida Shinobi - Sabedoria, o passar dos meses.


Fanfic / Fanfiction Naruto Raikami: O Conto de uma Lenda. - Capítulo 4 - Arco 1: Vida Shinobi - Sabedoria, o passar dos meses.

O trabalho se provou um desafio tão grande quanto a Academia Ninja, mesmo com as instruções de Usui e Kuroka postas em prática durante o expediente, Naruto sofreu bastante nas garras dos clientes do restaurante Hanagawa, diversas pessoas frequentavam o estabelecimento desde calmas e compreensíveis, até estouradas e mal-educadas. No fim, o jovem Raikami obteve experiências valiosas nesse pouco tempo de trabalho.

Foram horas sendo xingado de um lado e elogiado do outro, até que o anoitecer chegou e com ele a diminuição no número de clientes no restaurante da esposa de Azai. Agora, Naruto estava lidando sozinho com uma mesa de clientes enquanto Kuroka, Usui e Aoi estavam próximos ao balcão junto de Azai que se esforçava para não fumar dentro do estabelecimento. 

-Kuroka: Enfim um descanso. - Suspirou aliviada sentando em um banco junto ao balcão.

-Usui: Concordo, hoje foi tão movimentado. - Disse com uma expressão calma em sua face, seu tom de voz cansado mostrava o quão real ele estava sendo.

-Aoi: Ei, ei. O que acharam do Naru? - Perguntou com um sorriso animado para os dois mais velhos, parecia curiosa quanto a resposta.

-Azai: Ahaha, também quero saber dessa. - Usando de uma risada forçada e sem graça, Azai se intrometeu nessa conversa.

-Kuroka: O que achamos? Bem... - A bela mulher disse levando a mão esquerda ao queixo e aderindo uma postura pensativa, ela até mesmo olhava para o teto buscando uma resposta satisfatória, mas nada vinha a mente.

-Kuroka: Ahhhh, sabe que sou péssima nisso taichou. - Resmungou murchando sua expressão enquanto seu olhar caía em direção ao chão de forma insatisfeita e rendida.

-Azai: Sim, sei disso muito bem. Aliás, não me chame de "taichou", essa época já passou há 9 anos. - Concordou exibindo calma e neutralidade em seu rosto, mas repreendendo a garota por usar tal título.

-Kuroka: Desculpa. - Murmurou calando-se.

-Usui: Bem, eu diria que ele é esforçado e esperto. - De forma avaliadora Usui proferiu essas palavras, ganhando um olhar atento dos outros três.

O loiro não se deu conta deste olhar, já que ele olhava para Naruto indo atender uma mesa, enquanto proferia tais palavras. Apesar dos sons de dúvida durante sua fala, Usui parecia sincero e certo do que dizia.

-Azai: Em que sentido? - Perguntou calmamente, Aoi assentia repetidas vezes ao seu lado concordando com a questão.

-Usui: Ele é esperto para prestar atenção nas explicações e dicas, além de ser esforçado para corrigir seus erros. Eu diria que a única falha dele nesse serviço, é não ter experiência, no geral ele foi uma ótima aquisição chefe. - Respondeu calmamente, sua precisão e simplicidade com as palavras pareciam ser antigas mas ainda afiadas. Ganhando até mesmo um olhar surpreso e admirado de Kuroka.

-Azai: Ótimo, foi bom tê-lô acolhido. - Alegre com o que ouviu, Azai sorriu largamente.

-Aoi: Concordo! - Exclamou animada em concordância com o pai.

Alheio a tudo isso estava Naruto, sem saber que estava sendo observado ou avaliado o jovem de cabelos alvos caminhava calmamente em direção à uma mesa específica, onde três homens estavam presentes. Estes três usavam um colete verde e bandanas em suas testas, eram ninjas de classe alta ou média de Konoha.

Em sua mão direita Naruto carregava uma bandeja de alumínio aonde três copos de água com cubos de gelo dentro repousavam, já na esquerda uma pequena caderneta junto a uma caneta preta se faziam presentes. Com calma e seriedade Naruto andava em direção ao trio, mas quando estava próximo a mesa tropeçou na cadeira de outra mesa e sem resistência caiu para frente.

-Naruto(pensando): Droga! - Resmungou mentalmente. 

Plaft!

O som da bandeja chocando-se com o chão ecoou pelo local, não só ele mas dois sons de quebra também se fizeram presentes no local. Por sorte Naruto usou sua mão esquerda soltando o que segurava no processo, e se segurando antes de cair de cara no chão. Usui e Kuroka o ensinaram o que fazer nesta situação, de longe ele era observado pelas pessoas que o analisavam.

-Naruto: Desculpe-me caros clientes, eu irei- Forçando uma expressão suave e levemente arrependida, Naruto se erguia só chão enquanto olhava os três homens de antes.

Mas, o garoto parou sua frase assim que viu o estado de um de seus clientes, um dos copos não caiu no chão e nem quebrou. Muito pelo contrário, ele voou da bandeja antes de Naruto ir ao chão e caiu sobre a mesa antes derramando sua água na bandana de um dos ninjas, ele fez merda.

-Ei pirralho!! - O homem exclamou ebtredentes, uma expressão amarga de irritada se apossou de seu rosto e o som de seu punho colidido a mesa ecoou nos ouvidos do albino.

-Naruto: Sinto muito, o erro foi me-

-MAS É CLARO QUE FOI SEU!! VEJA COMO ESTOU MOLHADO SEU MOLEQUE IDIOTA!!! - Impiedosamente o homem cuspiu aquelas palavras contra o rosto de Naruto, seu tom irritado e exaltado fez o corpo do garoto tremer de medo, ele era apavorante.

A bronca fora direta e os insultos dolorosos, mas como foi ele quem cometeu o erro deveria aceitar calado, afinal enfim ele estava em Konoha, o quão duro deu pra chegar até ali? Perder tudo por responder uma simples bronca, não era uma opção para ele. Calando sua vontade de responder, Naruto forçou seus lábios ouvindo tudo em silêncio. Mas seu olhar afiado e pouco amigável foi percebido pelo homem.

-HÃ?! O QUE HÁ COM ESSE OLHAR!! AO INVÉS DE CONTRATAREM UM PIRRALHO MALDITO COMO VOCÊ, DEVERIAM FECHAR ESSA ESPELUNCA AQUI!!! - Berrou mais uma vez, ainda mais exaltado do que antes. Ele apontou com o dedo de sua mão esquerda para a face do albino, ele estava perigosamente próximo do rosto de Naruto.

Mesmo assim ele permaneceu calado, deveria ouvir sobre seu erro em silêncio e com seriedade. Mas, "espelunca"? O que o restaurante Hanagawa tinha haver com isso? O erro foi seu e de ninguém mais, no entanto, este homem à sua frente culpava o estabelecimento inteiro. Ninjas não deveriam ser calmos e observadores? O que era este homem à sua frente.

-VAMOS, DIGA ALGUMA COISA!! - Exigiu irritado, sua rudeza já estava se tornando difícil para suportar.

Ele queria ouvir algo? Muito bem, ele falaria algo direto para esse homem rude e irritado. Tentou se manter calado, mas os insultos tomaram proporções infundadas. Era sua obrigação, respondê-los. De seu lugar, Kuroka e Usui fizeram menção de se intervir na briga, mas Azai os impediu e enquanto limpava suas mãos com um pano branco, ele caminhou em direção à confusão soltando o pano sobre uma das mesas.

-Ei para com isso. 

-Sim, o garoto não fez por querer. Você tá exagerando.

Diferente do primeiro, os outros dois sentados na mesa repreendiam sua atitude, perceberam que foi um erro simples e bobo não era algo proposital, então não era necessária uma comoção em cima disso. Mas, o que estava de pé agora, discordava disso.

-CALEM A BOCA!! - Ele gritou para os outros dois, parecia muito irritado.

-Naruto: Caro cliente, poderia por favor parar de falar tanta merda? - Questionou friamente mas com uma educação surpreendente, um olhar frio e pouco amigável jazia em seu rosto, olhando fixamente para o meliante.

-COMO É QUE É?! - Questionou insatisfeito e irado.

-Naruto: Eu errei, permita-me compensar isso. Mas, esta casa e seus companheiros não tem nada haver com isso, não desconte neles. Pare de agir feito um idiota. - Respondeu de forma direta e séria, não temendo as represálias por dizer o que sentia.

Tudo bem ser insultado por um erro, mas o restaurante que lhe acolheu e que o permitiu habitar em Konoha para realizar o sonho que seus pais deram a vida para abrir uma pequena possibilidade de sucesso, não merecia ser taxado como "espelunca". Ele era uma criança de 10 anos, ser frio e indiferente ainda era difícil para ele, seus ânimos se elevaram e Naruto falou mais do que devia.

-É assim que fala com um cliente? Eu vou te ensinar boas maneiras seu pirralho! - Sua voz ficou perigosamente calma, ele olhava Naruto com desprezo e insatisfação. Sem dó o ninja ergueu seu punho direito fechado e mirou no rosto do garoto.

Só então, Naruto se deu conta do que havia falado. Um debate de palavras era diferente de um embate físico, como ele que nem sabia desferir uma sequência de socos poderia se igualar a um ninja experiente? Mesmo assim, recuar em suas palavras estava fora de questão nesse caso, havia somente uma opção. Naruto forçou seus dentes e de olhos abertos se preparou para receber o golpe, a recompensa por seu erro.

-Aoi: Papai? - Ao longe e pequena azulada questionou, ao ver seu patriarca já atrás de Naruto.

A mão esquerda de Azai pousou sobre o ombro esquerdo da criança o puxando para trás, tirando Naruto da frente daquele homem enquanto murmurava uma única frase.

-Azai: Com licença. - Disse em um tom sério e pouco amigável.

Em um minuto Naruto viu Azai falando com ele, e no outro ele observou o punho direito do Hanagawa colidir com o nariz do ninja à sua frente.

-MERDA!! - O homem gritou após sentir a dor, seu nariz sangrava sem controle.

-O QUE VOCÊ FEZ MALDITO?! - Ensandecido ele questionou.

No entanto a resposta não ecoou, fazendo o homem olhar para frente em busca dela. Ele apenas se deparou com Azai acendendo um cigarro já posto em sua boca, o moreno tragou o cigarro soltando soltando fumaça logo em seguida, o olhar em seu rosto não era nenhum pouco gentil ou mesmo compreensivo.

-Azai: Algum problema? - Questionou calmamente, colocando sua mão esquerda no bolso após acender seu cigarro.

-QUEM ESTÁ COM UM PROBLEMA É VOCÊ!! - Diante a postura indiferente dele, o homem se irritou e avançou contra Azai.

Um ninja experiente e forte, apesar de tê-lô pego desprevenido Azai não tinha chance. Ou, foi o que Naruto pensou já que diante a sequência de socos desferidos, nenhum atingiu Azai que desviava graciosamente deles.

-MALDITO!!! - Gritou recuando seu punho esquerdo para trás e deixando seu abdômen aberto.

Grande erro, antes que ele atacasse Azai fez um rápido movimento atingindo o estômago desse homem com seu pé direito coberto por seu sapato social preto, saliva escorreu pela boca do indivíduo o ataque foi muito forte. Ele estava prestes a cair de joelhos no chão, mas antes que pudessem fazer isso, o joelho desta mesma perna de Azai colidiu com seu queixo e ele caiu para trás completamente desmaiado no chão.

Ele foi completamente humilhado. Pensou Naruto.

-Azai: Usui. - Chamou-o rapidamente. 

-Usui: Hai? - Perguntou se levantando e ficando de prontidão.

-Azai: Jogue-o para fora. - Ordenou o moreno.

-Usui: Ok. - Proferiu indo de encontro ao ninja caído e levando-o para fora do estabelecimento. 

-Azai: E você garoto. - Falou olhando seriamente para Naruto, talvez ele fosse apanhar também?

-Azai: Se não pode defender o que pensa não exprima o que têm aí, nem sabe Taijutsu ainda, não é? - Repreendeu o albino seriamente, e no fim sua repreensão era mais do que justificada.

-Naruto: Sim, desculpe. - Respondeu de forma sincera e direta, curvando a cabeça em uma singela reverência.

-Azai: Hahahahaha não se preocupe, acontece muito isso aqui. Semana passada tive que derrubar uns 10 idiotas. -  Com uma gargalhada descontraída Azai aliviou aquele clima sério e pesado.

-Naruto: Onde aprendeu a lutar assim? - Curioso ele questionou, após ver a postura descontraída do moreno se sentiu confortável para fazer isso.

-Azai: Ahhh, deixa isso pra lá. Vocês dois aí, não tem nada haver com isso. Façam logo seus pedidos. - Resmungou se virando e andando de volta ao balcão, não sem antes falar com seus dois clientes restantes.

-H-Hai!! - Responderam em uma só voz.

-Aoi: Ei papai! Onde aprendeu a lutar assim? - Animada ela questionou seu progenitor, seus olhos brilharam em curiosidade e expectativa. 

-Azai: Se parar de fazer xixi na cama eu falo. - Respondeu prontamente.

-Aoi: E-E-Eu não faço isso!! - Resmungou toda vermelha de vergonha.

Diante a essa situação de agora Naruto apenas suspirou pesadamente, às coisas ocorriam de forma rápida e terminavam de maneira simples, esse restaurante era realmente um ambiente único. 

Vendo a expressão levemente alarmada e receosa do duo de homens que ainda restava naquela mesa, Naruto se apressou em buscar dois copos de suco com Kuroka. Retornando até a mesa em questão, o albino os serviu para os dois homens.

-Naruto: Por conta da casa. - Em um tom calmo e levemente amigável ele falou, ser gentil e acolhedor era um dos primeiros passos em um bom atendimento. Ele aprendeu isso após Kuroka lhe dizer várias vezes, e após receber dezenas de reclamações ao longo da tarde.

-Poxa, obrigado garoto. - Sinceramente um dos homens agradeceu, apesar de sorrir de maneira contrariada. Ele parecia insatisfeito.

-Desculpe nosso outro amigo, ele esteve semanas fora da vila e voltou muito estressado. - De forma calma e amigável o segundo pediu, recebendo um simples aceno do albino.

-Mas devo dizer, depois disso tudo. Me sinto insatisfeito em receber algo por conta da casa, fomos nós que fomos rudes. - O primeiro falou, seu rosto descontente porém calmo expressava isso muito bem.

-Naruto: Quanto a isso não se preocupe, o erro inicial foi meu. Isso é pra consertar ele. - Disse calmamente, tentando tranquilizar o garoto.

-Sabemos disso, mas os xingamentos vieram de um de nós. 

-Sim, também temos culpa aí.

Os dois certamente eram boas pessoas, nem foram eles que falaram mal e mesmo assim se sentiam deslocados com a gentileza recebida do Raikami. No entanto, o que fazer para quitar essa "dívida" que eles pareciam nutrir, particularmente Naruto não tinha nada em mente.

Por longos cinco minutos ele ficou ali parado ouvindo a insatisfação do duo, enquanto tentava pensar em algo para encerrar esses comentários. Até que, a lição de Iruka veio à sua mente "Observem o ambiente, extraíam o melhor dele." Em resumo era isso que o Umino disse, e agora Naruto estava em um restaurante falando com dois ninjas de elite que sentiam uma dívida sem fundamento com ele.

Não era essa uma situação perfeita para aprender mais? Dois ninjas experientes que saíam da vila em missões e lutavam em diversas áreas e territórios, aprender ou obter algo deles seria um ponto certeiro contra o teste de Iruka. Com isso em mente Naruto engoliu a saliva de sua boca, fitando ambos e enfim expondo uma pequena questão.

-Naruto: N-Nesse caso, poderiam me dizer mais sobre o ambiente de uma luta ou algo do tipo? - Apesar de ter sido meio duvidosa e desleixada, sua questão continha o objetivo central. Com sua voz calma e um pouco alta ele atraiu a atenção dos dois ninjas.

-Tudo bem, mas por que quer saber disso? - Perguntou curioso o primeiro ninja.

-Naruto: Coisas da Academia sabe, não posso me dar ao luxo de falhar. - Respondeu com um sorriso curto e meio sem graça no rosto, talvez uma tentativa de ganhar a simpatia dos clientes.

-Ah te entendo bem garoto, a taxa de admissão é cara e se falhar um ano tem que pagá-lá no ano seguinte mais uma vez. - Em compreensão à Naruto o segundo ninja expôs a dura realidade.

-Mas sobre o ambiente: em uma batalha ele é muito importante, serve para defesa, ataque, emboscadas, fugas e reuniões. Terra, água, areia, lama e até árvores ajudam em uma luta. - De forma precisa e detalhada o segundo ninja explicou para o albino, sendo seguido pelo primeiro e assim ambos alternavam entre si na explicação.

Em resumo, o que os ninjas disseram foi algo baseado em sua própria experiência pessoal e não em algo teórico como Iruka fez, com sua caderneta ao invés de anotar os pedidos Naruto anotou tudo o que eles disseram, os discípulos de clãs nobres sabiam técnicas que ele não compreendia, esse foi seu modo de compensar isso reunir informações e usá-las para aprimorar a si mesmo.

Os dois ninjas disseram: Tudo conta em um ambiente, a árvore pode ser um escudo, uma moita um esconderijo e às vezes essas duas podem trocar de posição. Em um deserto a areia pode ser uma arma letal, jogue-a nos olhos do inimigo e ele se focará em limpá-la abrindo a guarda para um golpe fatal. Estando em um pântano lamacento, faça uma armadilha cruel prenda o inimigo na lama e finalize-o como quiser. E em um lago? Esconda-se no interior dele e ataque por baixo. 

Dezenas de possibilidades bem explicadas e algumas até experienciadas foram expostas ao albino, no fim, Naruto gastou cerca de 10 folhas anotando letra por letra, detalhe por detalhe.

-Naruto: Valeu, agora estou entendendo isso muito melhor. - Agradeceu com um sorriso sincero no rosto, mas só então se deu conta dos vários minutos que gastaram ali. Azai deveria estar irritado esperando pelos pedidos.

Com destreza Naruto os colheu e seguiu rumo ao balcão os entregando ao cozinheiro, foi uma manhã, uma tarde e uma noite movimentada. Ele estava esgotado, mas deveria se acostumar afinal talvez sua rotina ficasse pior com os treinos e tudo mais que a academia tinha a oferecer.

Depois desse episódio bom e ruim ao mesmo tempo, o restaurante fechou e após se despedir de seus companheiros Naruto subiu para o segundo andar, tomando um longo banho o albino trocou de roupa e foi diretamente dormir. No dia seguinte, após fazer suas higienes e tomar café com Azai ele rumou para para Academia mais uma vez, mas mais animado com as descobertas da noite anterior.

Horas depois - na academia ninja:

Sentado junto a Aoi e Shino no mesmo lugar de antes, Naruto e os demais alunos assistiram a mais uma aula de Iruka. No fim, o teste seria dado mais tarde e no primeiro período de aulas eles tiveram três novos ensinamentos, divididos com calma e explicados com precisão por Iruka. Sendo eles:

Shurikenjutsu: Técnica de arremesso de Shurikens, mas Kunais também podiam ser incluídas. Em resumo, eles iriam treinar com as estrelas ninjas de verdade e aumentar sua destreza e precisão com elas, afim de se tornarem cada vez mais hábeis em usá-las. Foi o primeiro tópico ensinado por Iruka.

Taijutsu: São técnicas de combate corpo à corpo, podem ser tanto medíocres quanto artísticas. Nessa áreas eles aprenderiam a lutar como aprendizes shinobi, mas isso já os deixaria acima de qualquer civil comum seja ele um adulto ou uma criança. Essa foi a segunda parte dos ensinamentos de Iruka.

E por fim, o professor de penteado esquisito foi direto para a terceira parte.

Chakra: Aqui foi explicado o que é o Chakra: a energia usada pelos ninjas que todos possuíam, sendo ela a fusão da energia física e da energia mental que quando unidas permitiam ao ninja usar e moldar o Chakra, resultando nos tão aclamados Ninjutsus e derivados. No entanto, apenas o conceito de Chakra foi abordado e a profundidade do assunto foi deixada para uma próxima aula.

Mesmo assim, as explicações não foram muito longas e nem cansativas. Assim sendo, muito tempo sobrou nesse primeiro período de aula, e usando de sua boa vontade como educador Iruka resolveu iniciar a prática dessas três áreas, com a devida permissão recebida do diretor da Academia Ninja o professor guiou seus alunos até uma sala.

Essa sala era grande e espaçosa, não havia absolutamente nada nela além das paredes, chão e teto, e é claro algumas janelas abertas para arejar o lugar. Com lentidão e calma Iruka ficou na frente de todos os seus alunos, as crianças estavam ajoelhadas em duas fileiras clássicas; meninas na frente e meninos atrás, e diante deles Iruka fez diversas posições e golpes estranhos que muitos ali, com exceção de Shino, Shikamaru e Sasuke não compreenderam.

Segundo Iruka esses eram golpes básicos e simples, um estilo de Taijutsu inicial desenvolvido pelo atual Hokage para os jovens ninjas da folha, os olhos de todos brilharam ao receber esta informação e sem demora eles começaram a treinar e repetir os gestos e ataques de Iruka, sendo especionados pelo mesmo é claro. Mesmo assim, ninguém dominou as técnicas logo de cara e assim Iruka passou para o próximo treino prático.

Manifestar o Chakra, unir a energia física e mental era um desafio e tanto. Primeiro eles tinham que ficar em silêncio absoluto, unir suas mãos em um selo de mão tradicional e liberar seus poderes, ou ao menos tentar sentí-los. No fim, apenas Sasuke, Shikamaru, Ino, Shino, Chouji, Kiba, Hinata e alguns outros obtiveram sucesso nesse treino. Ser treinador por um clã desde jovem mostrava seus efeitos.

E então, o último treino foi passado. Disparar shurikens contra um alvo parado, Iruka mostrou posturas e gestos para segurar e disparar os projéteis e os jovens ficaram ali por 2 horas, até o segundo período enfim chegar.

-Naruto: Dro...ga. - Resmungou insatisfeito ao ver seus resultados de 0 acertos, grossas gotas de suor escorriam por sua face ofegante e cansada.

-Shino: Tch, que fracasso. - Murmurou insatisfeito consigo mesmo, ele estava frustrado diante de seu resultado de 3 acertos de 20 tentativas.

-Iruka: Vamos voltar para à sala, irei repassar minha explicação sobre o Ambiente. Depois aplicarei o teste. - De maneira direta e séria ele falou.

-Hai! - Todos responderam, mas Naruto ergueu sua mão ganhando a atenção do professor.

Exprimindo um simples "O que foi?" com uma expressão compreensiva no rosto, Iruka questionou o Raikami.

-Naruto: Sensei eu gostaria de ficar aqui treinando mais com as Shurikens que me deu. - Pediu calmamente, recebendo os olhares de todos da classe.

-É um exibido.

-Nem o Sasuke-kun que é o melhor pediu por isso.

-Tem razão, ele é um folgado.

Seus colegas de classe não perderam tempo em julgá-lo, principalmente as meninas que diminuíam todos para exaltar o garoto Uchiha, em especial Sakura e Ino. No entanto, com uma expressão calma e um olhar sério e concentrado no rosto, Naruto ignorou à todos e se focou em Iruka.

-Iruka: Tem certeza, perderá a explicação. - Alertou calmamente. 

Esse era um ponto negativo, mas quantas vezes ele leu suas anotações sobre os relatos de ontem dos dois ninjas? Dezenas? Ou talvez uma centena? Nem mesmo ele sabe, mas de tanto ler e reler Naruto decorou tudo sobre o assunto, ou seja, ele sabia muito bem o que fazer.

Em contrapartida ele foi o pior em Shurikenjutsu, em Taijutsu ele ficou na média entre os bons e os horríveis. Mas com as estrelas ninja ele foi o pior da classe, em seguida vinha Shikamaru com apenas 1 acerto. Então diante o alerta de Iruka, só havia uma coisa a ser dita.

-Naruto: Sim! Perderei a explicação se puder treinar um pouco mais. - Muito determinado e firme no que dizia ele insistiu.

-Iruka: Ahh, tudo bem en-

-Shino: Nesse caso, irei acompanhá-lô. - Disse calmamente ganhando atenção do professor.

-Shino: Meus resultados não foram satisfatórios, além disso eu já sei tudo sobre o outro assunto. Não há problema, não é? - Falou de forma calma calma séria erguendo sua mão esquerda e ajeitando seus óculos no rosto.

-Iruka: Ok, Ok. Mas na hora do teste, vocês virão. - Avisou se retirando junto aos demais alunos.

Os dois companheiros de assento ficaram para trás, sem demora eles recuperaram suas Shurikens fincadas pelo pátio na parte detrás da academia e voltaram a atirá-las contra os troncos de madeira parados metros à frente deles.

Shino havia errado 17 projéteis, novamente ele só obteve 3 acertos. Mesmo com a expressão sombria e fria de pura insatisfação que jazia em sua face, algo consolava o Aburame. Seu olhar vagou para Naruto e depois para o alvo que o albino marcou como seu, em seguida Shino voltou seu olhar para a frente e arrumou seus óculos uma vez mais.

-Shino(pensando): O que me consola diante esse meu imenso fracasso, é saber que têm pessoas piores do que eu. Obrigado. - Com palavras educadas e sinceras o Aburame agradeceu mentalmente, após ver o total de 0 acertos de Naruto mais uma vez.

-Naruto(pensando): Tsk! A explicação do Iruka-sensei foi sem sentido, enquanto ele falava ele atirava as shurikens e ficou ofegante além das malditas atrás de mim estarem "Sasuke-kun" a explicação inteira. Eu não entendi nada!! - Exclamou expressando toda sua insatisfação mentalmente, ele certamente não estava calmo ou feliz. Seu rosto amargo e sério mostrava isso muito bem.

Só que, Shino estava ao seu lado. Naruto lembrou-se de que aparentemente o Aburame era inteligente, ou seja, ele tinha um ótimo guia ao seu lado.

-Naruto: Ei, Shino. - Chamou-o calmamente pelo moreno, tentando conter a raiva e insatisfação de antes.

-Shino: Hum? - Murmurou se virando em direção ao Raikami.

-Naruto: Eu não entendi a explicação de antes, você entendeu? - Perguntou calmamente. 

-Shino: Sim, mas ela é meio errônea e pouco conclusiva. - Respondeu de forma direta e sincera, ganhando um olhar interesseiro do Raikami. Suas informações eram sempre boas, um sorriso ladino surgiu na face de Naruto, Shino não o viu pois era curto e discreto mas muito afiado.

-Naruto: Em quais pontos, poderia falar mais detalhadamente? - Perguntou em um tom calmo e um pouco mais sério.

O albino ganhou um olhar atento do Aburame, por longos segundos Shino permaneceu calado até que enfim respondeu ao albino.

-Shino: Ele mostrou posições para disparar, mas não mostrou os detalhes mais básicos. se segurar a Shuriken forte demais na hora de disparar a trajetória é dura demais, se segurar ela muito mole o disparo vai pra qualquer lado. Além disso, você quem define a melhor posição pra disparar apesar de achar que o indivíduo deveria saber todas. - Respondeu de maneira calma a lenta, usando de uma explicação direta e simples com o albino. Como sempre, sua inteligência era elogiável.

-Naruto: Então a posição eu defino no início mas depois devo treinar todas, além disso uso um meio termo pra pegar na shuriken. Nem muito forte nem muito fraco, não é? - Simplificando mais a explicação, Naruto interrogou o Aburame mais uma vez afim de um raciocínio mais conclusivo.

-Shino: Sim, isso mesmo. - Respondeu prontamente. 

-Naruto: Nesse caso, e sobre o Taijutsu dele? - Perguntou calmamente, se ele estava respondendo sobre uma coisa qual o problema de dizer sobre todas.

-Shino: Muito bom, porém muito direto. Deveríamos colocar nosso próprio jeito nele, se você é bom com socos adicione mais socos nos golpes que ele mostrou, se for chutes então chutes. Isso também é a base pra você formar seu próprio Taijutsu mais pra frente. - De maneira calma e direta direta respondeu, dando um elogio às técnicas mostradas mas expressando algo mais técnico relacionado ao futuro delas.

-Naruto: Entendo. E o Chakra? - Enfim ele expôs sua última questão.

-Shino: A explicação dele foi porca. Primeiro deveria ter ensinado sobre a energia física e mental, você consegue sentí-las melhor depois de treinar. Corrida e flexões ajudam na física, já na mental leitura e meditação são boas opções. Depois disso é mais fácil uní-las e gerar o Chakra. - Encerrou de forma precisa e calma, suas explicações foram ótimas e diretas além de suas palavras simples facilitarem na compreensão.

-Shino: Ah. - Resmungou olhando para o Raikami. 

-Shino: Miserável, você me usou pra compreender as coisas melhor e ter resultados mais produtivos. - Insatisfeito ele reclamou com o albino, mas o sorriso ladino de Naruto se alargou mais e se tornou um sorriso satisfeito. 

-Naruto: Talvez nos tornemos bons amigos. - Comentou sorrindo de forma satisfeita e ignorando a próxima reclamação de Shino.

Graças a explicação lenta de Iruka os dois garotos ganharam mais uma hora de prática, usando o máximo das informações que obteve de Shino, Naruto conseguiu melhorar seu desempenho nessa área. Não estava ótimo, mas quando Iruka o chamou para a sala ele já havia superado Shikamaru e Shino.

-Shino: M-Maldito. - Murmurou incomformado, agora o Raikami obteve 4 acertos.

Shino estava desolado com seu próprio fracasso, mas algo se acendeu em sua mente. Shikamaru, sim Shikamaru. 

-Shino: Ele é pior do que eu, isso. Estou bem por enquanto. - Satisfeito e feliz com isso o Aburame foi em direção à sala de aula.

O teste foi aplicado e após isso os alunos liberados, Iruka ficou sozinho corrigindo os teste. Como esperado Sasuke recebeu a melhor nota com um esplêndido 9, mas ao corrigir o teste de Naruto o olhar do Umino se arregalou ao ver que um único aluno conseguiu um 10 e superou o Uchiha. Um aluno que não tinha nada, superou alguém de um clã renomado.

-Iruka: É só um teste, não posso me animar muito. Mas, esse garoto promete. - Com uma expressão séria ele falou enquanto segurava o teste de Naruto em sua mão.

E assim o primeiro teste se passou, Shurikenjutsu, Taijutsu e Chakra foram os pontos principais abordados por Iruka. Por seis meses o Umino focou neles desenvolvendo seus alunos ao máximo, seis meses se passaram desde que Naruto passou a frequentar a Academia Ninja. 

Mesmo que inferior a dos outros, enfim o jovem Raikami sentia sua evolução.


Notas Finais


A última expressão e gesto do Iruka, é basicamente a imagem do capítulo.

É isso, já está na hora de acelerar um pouco as coisas, essa fase dele na Academia ainda tem coisas relevantes creio que mais uns 3 ou 4 acontecimentos, mas logo ela se encerrará.

Até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...