1. Spirit Fanfics >
  2. Naruto Shippuden - Capítulo 02: O Informante da Akatsuki >
  3. Naruto II

História Naruto Shippuden - Capítulo 02: O Informante da Akatsuki - Capítulo 5


Escrita por:


Capítulo 5 - Naruto II


Fanfic / Fanfiction Naruto Shippuden - Capítulo 02: O Informante da Akatsuki - Capítulo 5 - Naruto II

Deitado em sua cama, Naruto observava o teto de madeira enquanto se questionava se foi um erro que cometeu, repassando a conversa várias e várias vezes em sua cabeça, enquanto a noite terminava.

Quando Sakura correu para fora, ainda se lembrava de como Ino olhou para todos com total desaprovação. Tenten foi a primeira a ir embora e logo foi Kiba, acompanhado de Shino e Hinata, o qual nem teve oportunidade de conversar. Shikamaru e Choji continuaram na mesa, juntamente de Lee e Neji.

-Bom... Essa noite foi algo, mesmo... -Dizia Lee, coçando a cabeça, sorrindo nervosamente.

-O que esperava Lee... -Neji fala, tomando um gole do chá que pediu. -Que o Kiba não fosse fazer uma cena? – Shikamaru, mordiscando o pão dizia.

-Tenten também foi uma estrela. E junto da Sakura... –

-Shikamaru, você também atiçou ela um pouco. -Choji diz. -Não precisava ficar falando aquelas coisas também. -Revirando os olhos, Shikamaru o responde:

-Tanto faz cara... Só quero terminar de comer... –

-Shikamaru. -Naruto o chama, fazendo-o encará-lo, ainda com um pedaço de pão na boca. -O que exatamente aconteceu entre vocês? –

-Ela não te falou? –

-Muito por cima. – Ele olha para Neji, que apenas levanta os ombros.

-Bom... por onde eu começo... -Shikamaru pondera, mas Choji o corta.

-O que exatamente ela disse pra você? –

-Bem... Ela falou que vocês estavam me zoando e zoando o Sasuke, tá ligado? Aí ela culpou você por eu ter quase morrido ou algo assim... –

-Não só ela... -Shikamaru o interrompe.

-Como assim? –

-O Shino também o culpou pelo Kiba ter quase morrido. -Lee diz.

-O Shino? – Narutodiz surpreso. -Mas ele parece ser tão de boa. –

-É mais rancoroso do que imagina... – Shikamaru diz.

-Nossa... Bom ela falou também que você a chamou de inútil... –

-Porque ela me chamou de “líder de merda que não consegue se quer delegar tarefas”, mas tudo bem... –

-Ahn... Mas ela tentou conversar contigo, não? –

-Sim, tentou. Depois dela ter tentado justificar todas as suas ações com ela ser uma criança, mas ela nunca levou em conta que eu tinha a mesma idade que ela. –

-Mas ela se desculpou? –

-Sim... E eu escolhi não perdoar. -As suas palavras eram frias e calculadas. Como se jogasse uma partida de shogi com elas. -Eu tenho esse direito. Ah! E não vamos esquecer das coisas que ela disse ao Choji, não é mesmo? – Ele colocou a mão no ombro dele. -Disse que foi o primeiro a cair e abandonado por ser um “gordo inútil”, não é mesmo? –

-Shikamaru...-Choji diz. -Ela pediu desculpas... –

-Vai você então falar com ela. Eu não perco meu tempo mais. – Apesar de ter ouvido o suficiente e compreendido... de certa forma algo a mais ainda faltava ser dito naquele momento.

-E... a Tenten. O que aconteceu entre ela e a Tenten? Ela me parecia mais brava com ela do que com você Shikamaru. E se fosse o mesmo motivo de Shino... Não faria sentido. –

Os quatro se entreolharam e ficaram meio paralisados, como se não soubessem trazer o assunto de forma simples. Como se fosse um fantasma, maior do que aparentava. E de todas as pessoas de quem esperava vir a explicação, foi Lee que o falou naquela hora.

-A Tenten... Ela é órfã... -Diz Lee. -Seus pais foram mortos durante um ataque em Konoha. –

-Ahn... Tá mas e como isso tem haver? Eu sou também, assim como o Neji, tá ligado? –

-O ataque a Konoha... -Lee começou. -O ataque foi feito... pelos pais dela. – Quando lembrava do fato, Naruto ainda sentia o mesmo choque do que na hora.

-O que? –

-Os pais dela... -Neji começou. -...eram ninjas infiltrados da Vila Oculta da Névoa. Eles foram enviados para a Vila para conseguirem informações sobre os jutsus dos Naara, Inuzuka, Akimichi, Yamanaka, além de outros jutsus poderosos. Porém eles foram descobertos e para escaparem eles causaram um ataque em massa com bombas em várias partes da Vila. Incluindo residências de ninjas próximos deles. –

-Eles atacaram os amigos deles? Mas por quê? –

-Queima de arquivo. -Shikamaru diz. -Queriam encobrir traços por completo da existência deles. Histórias pessoais, jutsus da Vila da Névoa, muitas informações que possam ter escapado deles com a convivência e não queriam arriscar esse fato. –

-E um desses ninjas... -Choji começou a dizer, olhando de relance para Lee. -Eram os pais dele. – Lee se encolhe em sua cadeira, pegando a mão na perna debilitada. “Os pais da Tenten... mataram os pais do Lee...”

-E... Onde eles estão agora? – Naruto questiona, tentando tirar o pensamento de sua cabeça.

-Suicido. - Shikamaru diz. -Deixaram Tenten no berço enquanto se matavam em outro cômodo. –

-Nossa... -Mas ainda assim... -Mas...E porque a Sakura? –

-Nos Exames Chunins... -Lee começou. -Tenten e Ino se enfrentaram. Tenten começou a falar mal da Ino, porque pensou que a desestabilizaria se a fizesse, assim como aconteceu na luta dela com a Sakura. Ela não contava com o fato da Ino saber a historia dos pais dela. –

-Como assim? –

-Sakura-san viu nos arquivos da Hokage e contou a Ino que em um momento de raiva no meio da luta expôs tudo para todos ouvirem. –

-Tenten perdeu a luta. -Neji complementou. -Desde então, ela odeia Ino e a Sakura por fofocarem sobre ela e não falarem pra ela sobre os pais dela. –

As explicações foram dadas. Muita informação agora fazia mais sentido em sua cabeça. Não fazia ideia de que tanta coisa ocorreu entre eles quando partiu. Todos entendiam o lado do outro. Todos sabiam o que havia ocorrido entre eles e sabiam como cada um pensava, mesmo assim nenhum fazia esforço de tentar reconciliar. Naruto não conseguia compreender isso e somente serviu para revirar seu estômago a noite inteira. “Talvez Iruka-sensei tenha razão...” Ele pensou, abraçando seu travesseiro, enquanto aguardava a luz da lua se tornar a luz do sol.

Os olhos profundos e a sensação péssima de falha faziam com que a tarefa de sair de sua cama acabasse sendo mais fácil do que o esperado. Hoje era o dia em que conheceria seu time novo. Apesar de ter tentado a todo custo convencer outros de participarem da missão, todos estavam ocupados com seus afazeres, sendo úteis à sua vila de alguma forma. “Enquanto isso o Genin aqui faz besteira atrás de besteira...”

Terminando de se arrumar, ele se dirige ao ponto de encontro que a vovó o mandou ir para conhecer seus companheiros. O sol raiava já e esquentava a vila, que estava já trabalhando intensamente. As barracas de frutas já estavam montadas com pessoas das mais diversas formas, cores de pele, cabelo e olhos, com as maneiras mais diferentes de se falar. Estava tão aéreo em seus pensamentos que acabou esquecendo de comer algo e acabou comprando um espetinho de lula de uma barraca.

Enquanto terminava e se aproximava do local percebia que eles o esperavam. A silhueta vermelha de Sakura era evidente, mas os outros dois... Um vestia as roupas típicas do esquadrão de elite da vila, mas o outro... o outro...

-AH!!!- Gritou, quando se aproximou e percebeu de quem se tratava.

-Olá. -Cumprimenta o moleque que havia atacado ele, Shikamaru, Ino e Choji noutro dia. Vestindo o mesmo traje esquisito mostrando o abdômen branco como um leite vencido, Naruto permanece com o rosto de choque.

-Ahn,você conhece o Sai, Naruto? -Sakura o questiona.

-Conheço. Conheço sim. O branquelo aí me atacou noutro dia desses. –

-Peço desculpas por antes. -Ele diz, com um sorriso tão falso que até mesmo o Kiba conseguia perceber. –É que eu queria verificar se precisaria compensar muito pelo meu time. –

-O que quer dizer com isso, branquelo de uma figa?! – Ele grita.

-Aham! -O jonin mais velho arranha a garganta. -Bom, já que todos se conhecem aqui... de certa forma... melhor eu me apresentar de uma vez. Me chamo Yamato e estarei encarregado de cuidar de vocês, enquanto Kakashi-sen... ahn... Kakashi se recupera. E bom...como sabem, estaremos em uma missão o qual a cooperação máxima de vocês é essencial. –

-Não se preocupe com isso, nos daremos muito bem... -Disse Sakura.

-Concordo com a testuda. -Sai replica. Naruto nota a veia saltar na testa de Sakura e rapidamente a segura.

-O QUE VOCÊ DISSE, SEU BRANQUELO COM CABELO DE TIJELA! AH, MAS EU TE MATO!!! –

“Droga... Não vou conseguir segurar ela por muito tempo.”

Foi quando ia soltá-la que Yamato faz selos de mão e uma enorme jaula de madeira aparece.

-Olha, não tenho tempo de colocá-los dentro dessa jaula até se darem bem. Melhor cooperarem... -Então, esbugalhando os olhos, quase como se saltassem das orbitas, olhando profundamente para a alma dos três... -...OU IRÃO SE ARREPENDER. - ...foi que Naruto sentiu a opressão do novo líder. “Será uma longa, missão, tá ligado...”



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...