História NarutoDxD: Dragon Slayer - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpem pela a demora de 2 meses mais eu tive que dar um tempo pra fazer outros projetos, das minhas outras fanfics e eu sei que vcs esperaram ansiosamente a volta dessa delicia... pois bem aí está um cap de 6K.
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 10 - Amazonas, e uma noite muito picante.


Fanfic / Fanfiction NarutoDxD: Dragon Slayer - Capítulo 10 - Amazonas, e uma noite muito picante.

(...)

Depois da luta contra os anjos caídos e a descoberta de que a reencarnação de Indra estava a solta, o loiro junto das garotas vai pra sua casa, enquanto Kiba, Koneko e alguns que estavam por ali foram pra seus lares, após arrumarem a bagunça, Naruto agora se encontrava sentado no sofá e olhando para um canto qualquer da casa, raciocinando os fatos que ocorreram na luta.

— “Parceiro, no que tanto pensa??” — Questionou Ashura um tanto preocupado com ele, o mesmo não falava nada desde que eles haviam chegado em sua residência.

— “A assinatura de poder que ele liberou na luta, foi muito mais forte que da ultima vez que você o viu.” — Responde o loiro ainda fisgado pela a aparição de seu “irmão” ele não sabia como responder a isso de forma a altura, mas ele não iria deixar que ele fizesse quaisquer mal a quem ele se importava, mas antes que ele pudesse perguntar qualquer coisa para Ashura, uma ruiva aparece no local aonde o mesmo pensava e ela se senta ao lado dele.

— Como você está?? — Perguntou ela de uma maneira preocupada, ela sabia que ele estava pensativo pelo aparecimento de Indra, alguém que literalmente tinha como prazer matar demônios, ou melhor dizendo sua própria carne e sangue.

— Eu estou bem, mas ainda tenso pelo o que pode acontecer com o Clã dos Demônios. — Conclui ele olhando nos olhos de Rias, que estava do mesmo jeito que ele.

— Já tomei as providencias, avisei ao meu Onii-Sama, para ele espalhar para meus pais, tios, primos e primas. — Falou a Gremory com um tom ainda cansado, ela só queria paz, poder viver naquela casa no campo com Naruto, sem ter de se preocupar com suas responsabilidades de herdeira de um alto clã do inferno.

— Mas e você Rias, como está em relação a tudo isso que vem acontecendo, tipo, agora que tem a solta um psicopata que mata demônios? — Questiona ele para a jovem que ficou um pouco cabisbaixa, mas logo abriu um sorriso.

— Não é diferente dos idiotas que você já derrotou, e mesmo porque, ainda temos você do nosso lado... — Explicou ela com seu jeito analítico de ver as coisas, mesmo a ruiva aparentando estar bem, estava receosa e preocupada, com o rumo que as coisas estavam tomando. — N-Na próxima semana está agendado meu suposto casamento, com aquele traste. — Avisou ela para o loiro que viu ela ficar cabisbaixa e deixar algumas lagrimas saírem de seus olhos.

— Rias... — Naruto foi até ela e limpou suas lagrimas, e logo em seguida a puxou para um beijo, que começou calmo se intensificando aos poucos, porém depois de alguns segundos a mesma se lança a ele, e envolve seus braços nele, e eles caem no sofá com a garota por cima dele, que pediu passagem de língua que foi cedido por parte dos dois, e o jovem se separa dela com eles respirando profundamente. — Eu quero te fazer minha... — Sussurra ele no ouvido dela de um jeito rouco, para ela que gemeu ao ouvir isso.

— D-D-Depois do uhhh... — Ele deu um chupão em seu pescoço impedindo-a de falar, que tentava conter seus gemidos para não alertar as que estavam na cozinha, porém com os chupões e as mordidas na orelha dela, ficava difícil de se resistir. — D-Depois de j-j-jantarmos... — Termina ela com um sorriso malicioso para ele, que assentiu e eles se soltam com mais um beijo, e logo ficam de pé com eles seguindo até a cozinha.

—Estou com fome e você? — Indagou ele com seu sorriso cativante para a jovem que sorriu, e se levantou junto dele, e eles seguem para a cozinha aonde estava as duas magas, e a dragoa de olhos azuis, Akeno e Sona conversando e elas esperavam o jantar que Grayfia, estava a fazer, quando elas veem o seu Rei, elas ficam preocupadas com o tempo que ele havia gasto na sala pensando no que tinha que acontecer.

— Naruto você está bem?? — Perguntou sua rainha branca entrando no recinto, a mesma olhava com seus olhos acinzentados, demonstrando seu medo com seu mestre, ela estava preocupada pela a terrível implosão de poder que havia sentido naquela igreja.

— Eu estou... mas vocês demônios estão em sérios problemas, Grayfia-Chan, convoque todos os satãs, clãs demoníacos e os dos anjos, quero avisar até mesmo ao clã dos Youkais, pois a situação do céu e do inferno depende dessa reunião. — Respondeu-o de uma forma séria para sua albina que tentava assimilar o pedido do seu mestre.

— Eu já até entendo o porque desse pedido, foi aquela energia maligna que nos sentimos na catedral... — Conclui-o a feiticeira da magia negra de um jeito que alguns diriam fofo, mas ela falava na maior seriedade que podia.

— Eu vou desintegrar essa maldade com meu Raio Explosivo de Luz Branca. — Kisara falou com seus orbes brilhando em azul puro e muito forte, a moça que guardava em seu interior o Olhos Azuis estava com muita raiva desse espirito maligno, e apoiada pelo os ser de dentro dela motivava ainda mais esse ódio contra ele.

— Se alguma de vocês sentirem a presença do Indra, não tentem o enfrentar, fujam... nem mesmo o Maou junto com o Arcanjo Miguel podem derrota-lo. — Terminou ele olhando para elas esperando a resposta delas, que ficaram com olhares espantados, e quando ele se virou ele viu as duas anjas com o mesmo olhar das suas serva.

— C-Como assim?!?? — Assustada estava Nero que ficou com seus olhos arregalados pelo o que ela havia ouvido dele.

— É o que vocês ouviram, se eu absorvo a força de qualquer dragão que eu queira, o Indra pode absorver a de qualquer demônio que ele queira, e o problema disso é que a muito mais demônios do que dragões, nessa terra. — Afirmou ele para com todas as jovens que estavam naquela cozinha e elas não conseguiam crer no que escutavam. — E se qualquer uma de vocês o encontrar nunca o olhe nos olhos, sempre tente desviar o olhar deles, pois só com um olhar ele pode te colocar em uma ilusão mental. — Explicava ele para todas as garotas que estavam na mesa de jantando.

— Mas, espera, se nem nosso Onii-Sama e o Maou-Sama juntos conseguem derrota-lo, como vamos impedi-lo?? — Perguntou a Pendragon para o Uzumaki que olhou para ela e sorriu em pura determinação.

— Mordred, eu sou a chave para derrota-lo, somente eu posso destruí-lo, mas por enquanto eu não quero comprar briga com ele e a Chaos Brigade. — Arfou ele cansado e ele se senta em sua cadeira esperando que uma certa albina servisse o jantar para o mesmo, e suas convidadas. — Por enquanto não á com o que se preocupar, graças a armadura de ouro e os poderes de Ashura, eu fiz uma barreira em volta de toda casa. — Diz ele aliviando um pouco a tensão do lugar.

— S-Se não se importar podemos ficar aqui?? — Repergunta Mordred, meio que desconfortável de estar desacatando a ordem de seu irmão de não se aproximar do “monstro”, que o seu irmão Castiel o chamava.

— Como eu disse umas horas atrás, podem ficar aqui o tempo que quiserem, já que a missão de vocês é me observar. — Proferiu-o calmamente para as anjas que se sentaram para comer, e Grayfia serve um enorme porco assado, seguido de várias saladas, e por fim uma garrafa de vinho tinto suave.

— Que bom então, por nos deixar ficar aqui. — Disse agora Nero de um jeito apático e a mesma segue junto da sua irmã que estavam sentadas em uma das cadeiras da mesa de jantar.

— Itadakimasu. — Uníssono todos que estavam naquela mesa, e eles começam a atacar a carne de por que ao que parecia estava uma delícia.

— Mana e Arki... vocês me disseram lá na igreja, que tinham um presente pra mim, o que é? — Indagou-o curioso, antes de pegar um pedaço de carne e levar a boca.

— Não é bem um presente, é mais um poder do nosso pai. — Falou a morena de cabelos loiros para o seu Rei, que ficou bem intrigado por o que poderia ser.

— Um poder? Como assim? — Questiona agora a herdeira dos Gremory, tomando um pouco do vinho.

— É a essência da magia negra de Mahad, o maior mago de todos. — Mana explica com seu sorriso encantador, enquanto com seu hashi comia um pouco da deliciosa e suculenta carne, e a mesma estende sua mão no ar, e uma esfera de energia aparece. — Ele quis que entregássemos isso, ao Buster Blader, que no caso é você Naru-Sama. — Murmurou ela para todos, e o Naruto viu que a energia era algo surpreendente, e que ela saiu da mão da jovem, e foi até ele.

— “Estenda uma de suas mãos garoto.” — Mandou a voz de dentro da esfera e ele sem pestanejar, a estendeu e a mesma adentrou na sua mão fazendo um símbolo aparecer nela, ele brilhava em uma forte luz roxa.

— O círculo mágico negro do papai! — Afirmou Arki com um lindo sorriso, vendo o circulo se formar na mão dele, e depois ficar como se fosse uma tatuagem, e o mesmo aperta seu punho aonde tinha o símbolo e logo varias faíscas negras surgem em suas mãos.

DARK MAGIC ATTACK!! — Gritou ele jogando um copo de vidro para cima e disparando uma esfera de energia negra que ao se chocar com o objeto, nem os cacos se restaram.

— C-C-Como você fez essa magia se adquiriu esse poder não faz nem 10 segundos?!!? — Questionou a maga negra, com seus olhos esbugalhados e assustados, elas demoraram quase 10 anos para aprender a controlar esse poder, coisa que ele fez em meros segundos.

— Quando eu absorvi essa essência de Mahad, eu também consegui sua experiencia de vida podemos assim dizer. — Falou ele com um sorriso no rosto, e ele logo se senta novamente na mesa e pega um pedaço de carne com seu Hashi e o come. — ISSO ESTÁ DIVINO!!! — Isso arranca uma risada das garotas que voltam a se deliciar com o baquete feito pela Lucifuge.

(Quebra de Espaço.)

Nas proximidades de Kuoh, haviam 4 jovens que estavam ao redor de uma fogueira, elas comiam um Javali que haviam caçado, depois de limparem a pele, elas assavam a carne na fogueira, duas delas estavam montando um acampamento improvisado construindo 4 colchões feitos de palha e folha das árvores que tinham encontrado.

— Hika, já terminou de fazer os nossos colchões?? — Pergunta Helena para a sua amiga que olhou para ela meio sem forças.

— J-Já estou terminando... e nosso jantar?? — Indagou de volta para a ruiva que ficou mostrou a mesa feita de madeira que ela havia feito. — Que bom, estou morrendo de fome. — Respondeu ela com sua inexpressão que se mostrava ser muito fofa, e a mesma quase desmaia de cansaço, mas é segurada pela sua irmã.

— Não se preocupe Helana-San, ela vai ficar bem só precisa de um pouco de comida e descanso. — Disse a outra albina que estava sorrindo e mandando um sinal positivo para muviana, que assentiu e ela voltou para a mesa, para ver Yuzuriha terminar de servi-la com os poucos pratos, talheres e copos que elas haviam trazido do abrigo de Rozan, e ao que parecia dava de perceber que a loira estava ainda abalada por ter perdido sua antiga vida que ao ver, era algo que a mesma amava com todas as forças.

— Como você está?? — Perguntou a ruiva para a loira que a olhou com sua expressão tristonha.

— Estou levando como posso. — Responde-a friamente e seco, é ela não estava nada bem e isso era algo notado pela a jovem que compreendia da dor dela, mas não precisava se pressionar por isso e nem se culpar por isso.

— Eu entend... — Antes que ela pudesse falar a loira fecha a cara e olha nos olhos dela.

— CALA A BOCA!! Não quero sua compreensão, eu estou sozinha nesse mundo que eu não tenho nada para amar, sem meus amigos e irmão, nada... só o que me restou foi minha armadura. — Respondeu ela agora abaixando seu rosto, e deixando suas lagrimas saírem, a mesma caiu no chão e deixou suas lagrimas escorrerem pelo á terra.

— Escuta aqui, não que você não nos considere suas amigas ou coisa parecida, mas é sério, aja como uma Amazona de Athena, nos estamos em uma missão seríssima, mesmo entendo sua dor, não temos tempo pra isso. — Falou a jovem calmamente e ainda assim de forma dura sem um pingo de sentimentalismo, como uma verdadeira amazona o faria.

Até que elas sentem a presença de 1000 energias que circulavam toda a área aonde elas estavam, e todas que estavam ali se levantam e ficam totalmente atentas com qualquer som que viesse elas atacariam sem dó e piedade.

— Sabemos que estão aí apareçam. — Proferiu a jovem ruiva calmamente para as 1000 energias que a mesma sentia, e era nada mais nada menos do que sombras, ou era o que elas achavam, eram monstros humanoides todos negros exalando forte energia das trevas, as amazonas já estavam todas juntas, mesmo exaustas por percorrer uma parte do oceano pacífico.

Todas estavam assustadas pela a grande obscuridade, dos seres que apareceram e ao que pareciam eles eram marionetes de algum ser extremamente poderoso, se podia dizer que eles eram 5 vezes mais poderosos em termos de energia, do que os espectros de Hades ou os marinas de Poseidon.

— Quem são vocês?!? — Questiona a sagitariana para com os tais humanoides que olham para elas com olhares opacos e sem vida.

— Somos... aquilo que sempre vai restar no final... A MORTE. — Respondeu um dos seres com uma voz que foi capaz de dar calafrio em todas as garotas que ficaram levemente assustadas. — Nos a mando do Demon Slayer-Sama iremos as exterminar, e depois as estuprar. — Falou o ser com seus olhos brilhando em pura energia das trevas, eles esperavam qualquer descuido por parte das amazonas que já vestiram suas armaduras e já estavam prontas para o combate.

— Não sabemos quem é esse maldito, mas se tentar nos atacar iremos os transformar em pó!! — Rugiu a loira de prata, e todas elas estavam elevando seus cosmos, mesmo cansadas elas ainda tinham um pouco de energia.

— ATAQUEM-NAS!!! — Gritou uma voz grossa que parecia ser o líder dos tais soldados negros, que partiram para cima das jovens garotas.

MURALHA DE CRISTAL!!! — Proliferou a jovem fazendo uma barreira de cristal em volta de delas, as protegendo dos ataques dos tais inimigos, mas ao que parecia ela não iria aguentar por muito tempo. — D-Droga são muitos, n-não sei por quanto tempo eu irei aguentar. — Disse ela para a suas amigas que ficaram mais tensas ainda, elas estavam esgotadas, não tinham energia nem para fugirem se quisessem.

— Uma hora ou outra, seu poder irá se esgotar e aí as farei minhas escravas. — Ria a voz de dentro da densa floresta, e ele não estava errado a fina parede de cristal mesmo repelindo os soco das criaturas, uma hora ela iria estourar, e quando isso acontecesse seria o fim das jovens amazonas.

— O que vamos fazer?? — Perguntou a aquariana preocupada com isso, ela mal tinha energia pra uma das suas técnicas mais básicas, que era o pó de diamante, ela já estava com sua visão um pouco turva pela a extensa caminha sobre o mar do pacífico central.

— Tudo o que podemos fazer é depositar todo nosso cosmo na minha flecha, e torcer que ela mate o suficiente para que possamos fugir. — Disse a jovem para a todas, e todas concluem que essa era a melhor alternativa, e após isso elas começam a queimar mais seus cosmo o máximo que podiam.

— EXPLODA COSMO!!! — Gritam todas em volta de Seika que carregava toda sua energia em sua flecha de ouro.

(Quebra de Espaço.)

— Como eu comi, obrigado pela comida Grayfia, agora se me da licença eu vo... — O mesmo sente um cosmo gigantesco vindo de alguns quilômetros, e ele olha para a sua janela ele conseguia sentir. — Eu já volto meninas, me esperem aqui em casa. — Mandou ele para todas as jovens que estavam na cozinha, mas quando ele iria correr ele foi segurado por Akeno e Kisara.

— O que foi mestre? Nos diga o que está acontecendo. — Exigiu a de cabelos esbranquiçados com um tom de azul claro, ela aparentava estar um pouco preocupada.

— Eu senti a mesma energia de Indra, vindo de uma floresta não tão distante daqui, se ele estiver lá, posso dar um fim a uma guerra e impedir várias mortes. — Explica ele nervoso e ansioso, ele queria ir lá o mais rápido possível.

— Mesmo que ele esteja lá, e se for uma armadilha, ele sabe que você que está em Kuoh. — Nero disse de uma forma séria, e muito preocupada com ele, mesmo tendo conhecido a poucas horas, ele era muito diferente da discrição assombrosa que seu irmão havia feito.

— Mesmo que seja uma armadilha, eu tenho que correr o risco, estou indo. — Respondeu ele para a anja que se levanta no exato segundo da cadeira.

— Não vai sozinho não... ou vamos com você, ou pode tirar o cavalinho da chuva. — Contra pois a resposta dele ainda voraz, e de um jeito mandão e ele ficou um pouco assustado pelo o modo tirano que ela havia dito.

E um clima pesado de faroeste ficou na sala de jantar com ele querendo fugir, para ir ao encontro de Indra, e as jovens o impedindo de ir, porém ele aponta para um canto da casa mesmo correu até o seu quarto e o tranca com um selo mágico, e ele abriu sua urna de ouro, e logo a sua armadura de leão, responde ao seu chamado e cobre o seu corpo, e pela a janela o mesmo dispara como se fosse uma flecha. — “Eu senti esse enorme cosmo vindo de não muito longe daqui, e junto dele eu senti a mesma energia de antes.” — Pensou ele falando mentalmente com Ashura.

— “Realmente eu sem... EI ESPERA SUA VEZ!!” — Gritou ele para um rapaz que invadiu a cabine de voz aonde Ashura conversava com ele, e logo tomou o controle de lá.

— “Naruto, aqui quem tá falando é o Regulus, vá o mais rápido possível lá, eu e os outros cavaleiros de ouro sentimos daqui, 4 cosmos e 1 deles é de Yuzuriha, uma amazona de prata.” — Avisa o jovem levando um estabefe de Ashura o jogando fora da cabine de conversa, e logo ele se senta para falar com ele.

— “Que cara mais folgado, vá pra um outro canto seu arrombado.” — Xingou o Buster Blader para com o cavaleiro de ouro, que mandou um dedo do meio pra ele e ele ficou deveras puto, e o Naruto arfou e riu de leve ouvindo isso, e ele cessa a comunicação com Ashura e os demais, e continua correndo.

Depois de 2 minutos dele correndo, com ele cruzando a densa floresta arrancando tudo que tinha pela frente, ele chega em uma clareira e vê as 4 jovens cercadas por um exercito de humanoides e elas ao que pareciam se preparavam para atacar todo o exército com uma flecha dourada, que emanava um forte cosmo, só o que elas não sabiam era que se liberassem aquela flecha dourada talvez morressem no processo.

— Tenho que os destruir rápido! — Exclamou ele acumulando muita energia no punho, e logo se pode ver um leão gigantesco se resplandecer no solo aonde elas estavam, e elas ao ver isso cessam o ataque e abrem um sorriso ao ver quem estava em cima de uma árvore. — OUÇAM O PODEROSO LEÃO EM SUA PLANITUDE, RUGIDO REAL!!! — Gritou ele e a marca do leão no solo liberou um intenso clarão de energia levando todos os humanoides as alturas de uma só vez, e eles caem no chão todos praticamente sem vida, porém alguns se levantam e se regeneram.

— Quem é ele?!? — Se perguntou a Hika com seus olhos brilhando ao ver finalmente um cavaleiro.

— Ele deve ser o cavaleiro que estávamos procurando, o Leão Dourado. — Respondeu Helena com seu sorriso no rosto, elas agora estavam salvas, por aquele loiro que elas nem conheciam e o mesmo pula no solo caindo com tudo.

— E então? Vamos dançar? — Questiona ele divertido para com os monstros que ficam muito irritados.

— ATAQUEM-NO!!! — Mandou a voz que vinha de dentro da floresta, e todos os monstros partem pra cima do Uzumaki, que com seus punhos cheios de faíscas douradas, ele dá um soco no primeiro, e chuta o segundo que se esbagaça todo junto com uma das fileiras que vinha da esquerda.

Naruto pula, e desfere esfera amarela que estava em sua mão esquerda contra um dos inimigos, para logo em seguida pegar um deles pela a perna, e usar como arma batendo assim nos outros.

— ME SOLTA!! — Exclamou ele, e o mesmo sorriu ao estilo Light Yagami com esse pedido.

— Você quer que eu te solte? — O mesmo o jogou no ar e o chuta em uma linda voadora, que atingiu um monte deles que caíram todos em um só lugar, e ele altera de poder sacando das costas sua espada. — Forças do vento, transcenda na minha lâmina, o poder dos céus, dê a ela o poder devastador dos tornados... DESTRUCTION WIND!!! — E ele dispara várias navalhas de vento que vão contra todos os inimigos que estavam em sua frente.

— AHHHHHHHH!!! — Todos os humanoides esperneavam de dor ao sentir as finas facas de vento perfurar seu corpo, e seguir destruindo tudo o que tinha pela frente e quando ele percebeu que alguns já estavam mortos mais ainda restava meros 400 pra ele matar.

— IREMOS TE MATAR SEU MALDITOOOO!! — Esbravejam os que sobraram partindo pra cima, só que Naruto sorria para eles.

— Que assim seja irei exterminar todos vocês com um só golpe. — O mesmo juntou seus punhos e os trouxe ao seu tórax, e logo ele foi ao ar e uma verdadeira ave de fogo apareceu atrás dele. — Morram com o bater das assas da fênix, AVE FÊNIX!!!!! — E uma grande carga de chamas é liberada pelas suas mãos que vão até os inimigos restantes, os evaporando, não restando nada, e após isso ele caí no chão com chamas circulando sua armadura dourada, e ele se vira e vê que ainda não tinha acabado, havia em cima de um galho um jovem de cabelos pretos que vão até o pescoço, ele tinha olhos que lembravam muito o cara que Naruto estava atrás.

— Olá meu caro irmão. — Se apresenta ele com seus dois olhos brilhando, o esquerdo emitia um avermelhado com 3 tomoes negros, e o outro era todo roxo esbranquiçado e seguido de vários tomoes.

— Indra... — Proferiu-o rangendo os dentes, e o Uzumaki parte pra cima dele com um soco armado, porém quando o atingi, ele passa por dentro dele como se ele fosse somente uma projeção astral.

— Calma Ashura... eu não estou aqui... pelo menos não ainda. — Ria o moreno da tentativa fútil de ataque dele, ele provocava o máximo que podia.

— Só covardes que se escondem atrás de uma ilusão, saía e me enfrente. — Disse ele com seu poder transparecendo pra fora do corpo, e fazendo o mesmo rir mais forte do seu irmão.

— Em breve meu caro irmão, mas assim como você eu estou me armando, não se preocupe eu irei te destruir e garantir minha soberania. — O Uchiha disparava isso com seu ego completamente inchado, e antes dele sumir ele vira seu olhar novamente para ele. — E GARANTO TRAZER A GUERRA SANTA DE NOVO!!! MUAHAHAHAHA!!! — Gritou ele com sua voz infundida com a verdadeira de Indra, e isso fez os olhos de Naruto ficarem dourados e exalarem um alto nível de poder, e quando ele iria sumir ele deixa um mero cartão escrito com sangue.

— Então seu nome é Sasuke Uchiha. — Murmura o loiro olhando para o papel que estava em suas mãos e ele o esmaga e queima, com seu poder, e o mesmo pula no campo de batalha, e vai andando até as 4 amazonas que estavam encarando-o ainda intrigadas por ele usar uma arma.

— Você é o cavaleiro de leão certo?? — Questiona a ruiva para ele, que a olhava de cima a baixo.

— Sim... sou Naruto Uzumaki, o Cavaleiro de Ouro da casa de Leão. — Responde jogando sua espada para o alto, e depois virando pescoço para lado para ela cair na sua capa e logo assim sumir.

— E p-por que você usa armas?? — Pergunta Hika curiosa, pois nos seus estudos com o seu mestre, ela soube que cavaleiros não podiam usar nenhuma arma somente os punhos.

— Bom, eu sou o que eles chamam de caso à parte, eu utilizo armas, porque eu não sou somente um cavaleiro de ouro, eu também sou a reencarnação de um guerreiro antigo, o famoso Buster Blader. — Explicou ele de forma simples e fácil para elas, e ele vê que Helena quase ia ao chão, mas ele a segura usando seus braços, e percebe que ela havia desmaiado por conta do cansaço físico.

— Estamos muito debilitadas por conta da longa viagem a pé que levamos pra chegar aqui. — Arfar a sagitariana para ele que percebe que elas tinham seus motivos para não ter conseguido lutar.

— Enten... — O mesmo não termina de falar pois recebe um cruzado de direita de uma jovem que vinha voando em alta velocidade, era Kisara junto das outras jovens.

— Isso é pra você aprender a nunca mais tentar dar um perdido em nós. — Avisou a azulada para ele com rindo, e as amazonas de prata fica em posição de combate, e a mesma resposta das que haviam chegado.

— Elas atacaram um de nós, vamos acabar com ela. — Proliferou a anja de ouro, erguendo sua flecha contra a albina/azulada que estava a sua frente, que fez uma pequena esfera azul aparecer bem na sua boca e quando iria ter uma destruição por parte da dragoa contra as 4, Naruto as impede com suas mãos.

— Parem! Kisa-Chan, elas não são inimigas, são outras detentoras de armaduras de ouro. — Avisa ele para a jovem albina, que cessa seu ataque junto da outra albina, ele suspira e logo olha para a Gremory, que estava o olhando com um olhar ciumento e possesivo.

— Você fez aliança com os demônios? — Questionou Yuzuriha para ele, e ele assente indo até aonde estava Rias, e fica ao seu lado.

— Sim ele fez, algum problema?? — Repergunta de volta, a ruiva com seu olhar que metia medo até no mais forte shinigami, e a loira riu com essa confiança da jovem e as duas trocaram olhares raivosos, com isso o leão dourado suspira.

— CHEGA!! — Esbravejou ele para as duas que ficaram assustadas, e ele faz alguns selos mágicos com as mãos e teletransporta todos que ali estavam com seu círculo mágico de volta para a casa, e ele se depara com Grayfia o encarando irada por ele ter dado um perdido nela. — “Ahr... vamos ter uma longa conversa.” — Pensou-o olhando para frente e Ashura ria vendo isso na sua mente, e era algo engraçado por parte dos outros cavaleiros de ouro na mente do Uzumaki.

(Quebra de Tempo.)

Depois de ter chegado em casa, o mesmo pegou o avental das mãos de Grayfia, e foi fazer um jantar extra, para as jovens amazonas, enquanto a Lucifuge fazia um quarto para as 4 novas da casa, e após de terminado ele serve vários espetinhos de carne de porco e de boi, seguido de um arroz e vários tipos de salada, para as 4 que estavam com água na boca vendo aquelas delicias que ele havia feito.

— Podem atacar, hahaha. — Riu ele no final vendo as 4 comerem como se fosse a última comida da terra.

— ISSO ESTÁ.... DELICIOSO! — Exclamou Saika com seus olhos azuis brilhando e ela com os hashis, volta a atacar a comida junto das outras 4 jovens que nem falar estavam conseguindo.

— Aproveitem o jantar e depois conversaremos. — Falou ele indo em direção a sua sala, e sentando em seu sofá e relaxando seu corpo, e após alguns segundo o loiro vê sua ruiva indo até ele. — Rias, vem cá. — Naruto chamou-a e ela foi até ele e logo se sentou ao seu lado, e ela virou seu rosto ainda irritada. — Eu sei que está com raiva, mas prometo compensar isso quando todos estiverem dormindo... — Sussurrou-o no ouvido da jovem e ali mesmo eles se beijam, com ele a puxando pra si e colocando em cima de sua cintura.

— Eu não consigo ficar com raiva de você, só estou um pouco decepcionada com esses acontecimentos que te baleiam de garotas tão bonitas quanto eu. — Ele a beija de novo, e aperta sua bunda por cima da roupa, fazendo-a dar um leve gemido.

— Rias Gremory, você é a ruiva que me atiça... que me deixa louco para tela somente pra mim, que me fascina, você vai ser a minha primeira esposa, e depois dessa noite eu irei a fazer somente minha. — Diz ele seriamente sem demonstrar duvida ou questionamentos, e após isso eles se beijam novamente.

— Eu te amo Naruto. — Afirma a jovem para ele com suas testas juntas eles se beijam de novo, e se levantam indo novamente até a sala de jantar, só que dessa vez com eles de mãos entrelaçadas, meio que ocultando das demais garotas.

Logo depois, do longo jantar o loiro pediu que Grayfia, providenciasse um par de pijamas para as novas integrantes da casa, e ele com a desculpa de que estava cansado foi se deitar, e quando todos da casa ao que pareciam estavam dormindo ele escuta leves batidas em sua porta, e ele se levanta da sua cama e vê que sua ruiva estava lá.

— Como estou? — Perguntou ela com um sorriso malicioso para ele, e ele estava babando com o que via, ela estava com uma lingerie branca que cobria seus seios, e uma fina alça branca transparente cobria a sua calcinha branca mostrando todo o seu lindo corpo.

— Como sempre estará, linda... — E ele a puxa pra dentro do quarto, e com um toque fecha, a porta colocando um selo mágico anti-som, que cobriu todo o cômodo, ninguém iria os incomodar, ou era o que ele pensava.

Com um simples movimento, Naruto roubou os lábios da ruiva em um delicioso beijo, e erguendo no ar, com ela se envolvendo suas pernas na cintura dele, e eles caem com tudo na cama, e ele continuam a se beijar tão intensamente que para a garota, nada em volta deles existia, só ela e ele naquela cama, ele se separa do beijo e começa a beijar o pescoço da jovem, pra depois começar os chupões por lá.

— Ahhh... — O mesmo agora mordiscava a orelha esquerda da ruiva, após isso ele desceu até os seios dela, e com uma única puxada de seus dentes arrancou o sutiã dela, deixando a mostra seu lindo par de peitos, e o loiro foi rápido com uma mão ele massageava e com sua boca ele chupava o outro. — Ahh... ASSIM M-M-MESMO... — Ele gemia tão intensamente ela queria que todos soubessem que ela era dele.

— Eu quero mais sua safada. — Rugiu ele para ela que deixou colocou sua língua para fora, somente para ele a chupar com a sua e a mesma inverteu as posições, ficando agora por cima dele.

— Agora é minha vez de lhe dar prazer. — Ela fica de frente para a cueca do jovem, para ver elevação que ele demonstrava ter, se ela medisse seria uns 17 centímetros, algo surpreendente para um homem, mas ele não era qualquer um não é mesmo? Ela começa com leves chupões por cima da cueca, na parte superior.

— Ahhh... eu n-não esperava que receber um b-boquete era tão bom assim. — Ele estava extasiado com a sensação, e depois que ele disse isso, Rias tira sua cueca e vê o seu pau de frente, e ela começa a o chupar enquanto brincava com suas bolas, fazendo-o gemer em um nível considerado.

— Dá pra mim... eu quero o seu l-l-leite N-A-R-U-T-O. — Ela pedia enquanto chupava e ele agora com uma de suas mãos, começa a foder a boquinha da Gremory, que após poucos minutos ela sentiu todo o sêmen de Naruto se esvair, e ela o tomou todo. — Vejo que ainda está duro, mas eu quero que você retribua o favor. — Falou ela para ele que olhou para a calcinha dela, que estava toda molhadinha, e ele a rasga, e a coloca de frente para ele, e sem pestanejar, enfia sua língua na buceta da garota. — Argh!!! — Ela de um alto gemido ao sentir os fortes chupões e a língua do loiro a invadir internamente, e com isso ele continuou.

— Que sabor bom. — Diz ele continuando a chupar a buceta da garota, e a lubrificar para o que iria vir a seguir, mas o mesmo começa agora a beliscar com suas mãos, o clitóris da ruiva e ele agora com seus dois dedos, enfiou na jovem.

— AHR... A-Assim e-e-eu v-vou goz... — Ela goza nos dedos do rapaz, que mesmo assim não parou de enfia-los até que ele se sentisse satisfeito, e após isso, ele a deitou na cama e olhou em seus olhos.

— Tem certeza? Após isso aqui não tem volta, você será minha até na morte. — Disse ele e ela simplesmente ergue seus braços e o abraça com eles.

— E-Eu quero... — Responde ela com seu rosto corado, e o mesmo colocou seu amigo de baixo, em cima da vagina da garota, e começou a esfregar ele nela, e com e logo enfia lentamente e quando iria romper o hímen dela, e ele olha nos fundos dela, e a beija e assim ele rompe, e os gritos de dor são abafados pelo beijo do casal. — V-Vai mais rápido, me fode. — Pediu ela e o loiro acelerou os movimentos, vendo que a dor dela foi trocada por prazer e ele continuou a bombar nela, com rapidez e força vendo que aquela posição já estava saturada, eles trocam, com a garota em cima dele, com ela quicando no membro dele.

— Ahh!! — O gemido dos dois ecoavam pelo o quarto e quem estava fora não conseguia ouvir nada, mas o que eles não sabiam era que uma jovem dragoa, estava os espiando de dentro do guarda roupas do Uzumaki, e ela não estava sozinha, ela estava junto da Himejima, que após isso não resistem a luxuria e saem de lá indo as duas nuas vendo eles trazarem.

— Podemos nos juntar a festinha de vocês? — Perguntou a Lúcifer para Rias que sorriu maliciosamente e assentiu, e elas sobem na cama com Akeno ficando com sua bucetinha em cima do loiro.

— Me chupa!! — Exigiu ela e o mesmo enfiou sua língua na buceta da morena, que de um alto gemido, enquanto a ruiva continuava a quicar no membro dele, com os dedos ele masturbava a albina que estava do lado dele, enfiando seus dedos na sua vagina com toda rapidez e força que ele tinha.

— “É Vali, eu vou comer a sua irmã hahahaha!!” — Riu ele na sua mente, tentando se conter com a Gremory que continuou a quicar só que dessa vez mais rápido nele, que com sua outra mão dava tapas na bunda da ruiva.

— Ah!! E-E-EU VOU GOZAR!!! — Gritou Akeno em cima dele se contorcendo gozando em sua boca, ele tratou de beber todo o melzinho dela, e após isso ele trocou as posições, colocando a jovem Gremory de quatro, e ele começou a fode-la com mais força e intensidade e com seus dedos ele enfiava em Kisara e Akeno.

—Ahh!! — As três gemiam sentindo toda aquela intensa luxuria por parte do Uzumaki, e o mesmo depois de muito tempo enfiando em Rias, sentiu seu pau formigar, dando indícios que ele iria gozar.

— E-Eu vou gozar... — Avisou ele para a ruiva que mal conseguia responder por estar com sua língua pra fora, e seus olhos revirados de prazer.

— D-Dentro... quero Ahrh um filho seu... — Pediu ela entre gemidos, e o mesmo enfia com tudo no final encostando na boca do útero da jovem e logo ele espora tudo dentro dela, e ele tira e percebe que ele ainda estava excitado, fazer o que... suas células Uzumaki lhe davam muita resistência, e Rias havia desmaiado por ela ter gozado junto dele.

— Minha vez... tire minha virgindade. — Exigiu a de cabelos brancos azulados, e ele por cima dela enfia devagar nela e começa a fode-la lentamente, até que ela se acostumasse com a dor. — AHHH!! RÁPIDO FAZ MAIS RAPIDO!! — Gemia ela, e ele começou a fode-la com mais força e para não deixar certa morena entediada, ele comia as duas ao mesmo tempo, alternado em seu pau e seus dedos.

— Ahhh... — Elas gemiam ao sentir toda aquela explosão de fogo, que aquela cama gerava, e ele continuou a fazer isso por muito tempo, mas logo se entediou da posição e a trocou.

— Agora é a nossa vez Kisa-Chan. — Disse Akeno, elas começam a fazer uma espanhola dupla no loiro, e com tamanha velocidade das duas ele iria gozar rápido ou era o que elas pensavam.

— Ahhh... que g-gostoso. — Arfou ele sentindo os movimentos dos seios das duas no meio do seu pau, e a cada sentimento era mais emoção que ele tinha sentido com qualquer punheta que ele já havia feito, e ele se liberta das duas e com Kisara em baixo de si, ele enfia seu membro na buceta dela e começa e começa um vai e vem rápido e frenético.

— Ahhhh!! — Ela gemia sentindo sua buceta formigar, e ela iria gozar, mas não seria só ela Akeno estava gozando nos dedos de Naruto.

— AHHHH!! — Gozou pela a segunda vez a morena, e ela e Naruto trocam um delicioso beijo de língua, e após alguns minutos ele sente seu membro inchando, e despeja tudo dentro de Kisara e caí no meio da cama e por cima disto, Akeno se senta em cima do membro dele com tudo.

— Ahh!! — Gemeu ele mostrando cansaço, ele era um homem forte, mas não era de ferro, e Akeno adorava ouvir aqueles gemidos dele e sentir seu pau batendo em seu útero.

— Q-Quero... ahhh... seus filhos Naru-Kun. — Diz a morena beijando-o e continuando a quicar sobre o membro dele, e ela continuou a sobre ele, até que o mesmo desperta sua fúria e alterna as posições agora ele a colocou de 4 e começou a fode-la sem dó ou piedade, ela era virgem a poucos minutos atrás, mas ele estava como se fosse um animal. — MAIS FORTEEE!!! — Gritou ela e ele atendeu o pedido, e continuou a bombar dentro dela mais forte e mais rápido, vendo ela se delirar de prazer e ele vendo que não iria durar muito tempo, já que tinha gozado tantas vezes, ele sente seu pau latejar de novo e goza dentro de Akeno vendo ela desmaiar que nem seu rei, e ele caí no meio da cama com todas as 3 em cima dele.

— E-E-Eu amo todas vocês. — Disse ele para as 3 que estavam apagadas, e ele apaga junto delas.

.........................................................................................................................................


Notas Finais


1.Oq acharam do cap?
2. E o Hentai? finalmente né kkkk, quem será as próximas vitimas?
3. Mais ruivas podem aparecer no próximo cap? fica essa no ar...

Até a próxima meus caros!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...