1. Spirit Fanfics >
  2. Naruto:Uma nova chance >
  3. Capítulo 17

História Naruto:Uma nova chance - Capítulo 24


Escrita por:


Notas do Autor


Eae pessoal tudo bem com vocês!? Bom, estou voltando com essa fanfic, então espero que gostem desse capítulo!

Capítulo 24 - Capítulo 17


Naruto Povs

Eu e Saphire estávamos trocando golpes rápidos e precisos, vez ou outra acertávamos um ao outro, mesmo assim, eu conseguia sentir uma hesitação vindo dela. Claro, isso não mudaria minha forma de pensar, ela pode ser minha mãe e mesmo assim tentou me matar... porque... porque eu estou hesitando!?

Saphire: Acabou. – Ela atravessou sua espada no meu ombro, aquilo me fez gritar muito alto, aquela espada realmente tinha uma Aura muito densa e se eu não tomar cuidado, com certeza vou acabar sendo morto. – Você está hesitando, você realmente não está me levando a sério.

Naruto: Não fode comigo! Você acha que é fácil... Lutar contra minha própria mãe!? – Do nada o castelo começou a desmoronar, e no último andar eu consegui sentir uma energia muito familiar. – Aquele velhote...

Saphire: Jin... como ele passou por mim? – Ela tira a espada do meu ombro, e começa a correr para a sala do trono, mas para no meio do caminho e volta a falar. – Terminamos isso depois Naruto, tente não morrer até lá.

Depois disso ela simplesmente subiu as escadas, provavelmente tentaria proteger o Maou, infelizmente, não posso seguir ela, fiquei muito ferido depois de tudo isso, e ainda tenho que ir atrás das garotas. Então sem muita escolha, e com pouco poder mágico para manter minha transformação, saí do castelo antes que tudo fosse destruído. Agora que tudo está mais calmo eu consigo perceber o quão forte eu estou agora, sinto todos as magias que Lailah e Maria me ensinaram nesses meses, além disso, tenho quase certeza que minha força física também aumentou bastante, isso me lembra o que meu pai me falou sobre minha mãe, mesmo assim, eu achava que era tudo invenção dele... pelo visto deveria ter acreditado nele. Quando eu cheguei em casa, pude ver que todos estavam me esperando na sala, Mio estava desesperada interrogando Lailah que tentava manter a calma, claramente sem sucesso. Mas não tive muito tempo para ficar admirando aquilo, já que acabei voltando ao normal, e com isso, fiquei completamente exausto, mesmo assim, ainda tinha forças para andar, então ao entrar em casa todos me olharam surpresos.

Naruto: Eae. – Mal terminei de falar, e Mio e Maria já estavam se jogando em cima de mim, chorando bastante. – Desculpa ter preocupado vocês.

Mio: Idiota! Você tem ideia do quanto nos preocupou!?

Maria: Isso mesmo! Não é justo Naruto-San!

Foi aqui que eu senti uma grande culpa, provavelmente por causa da ilusão que minha mãe me fez passar, tudo que passei com Hinata... um futuro que seria provável caso eu não tivesse falhado em selar Kaguya. Mesmo assim, fico feliz por ter dado errado, assim pude conhecer todas elas.

Lailah: Bom, eu sei que esse reencontro é algo lindo de se ver, e eu mesma não quero interromper mas... – Nem deixei ela terminar, apenas corri e a abracei o mais forte que eu pude. – Naruto... Sama?

Naruto: Nada de “Sama”, Onee-Chan. – Todos na sala ficaram surpresos com o que eu disse, e Lailah deu um sorriso gentil, e também me abraçou. - Deveria ter me dito antes, tive que despertar meus poderes para descobrir isso.

Lailah: Eu fiz uma promessa, você tinha que descobrir sozinho, mas como você ainda está vivo? Que tipo de ilusão aquela maldita colocou em você?

Basara: De quem você está falando?

Naruto: Nossa mãe. – eu então fui para um dos sofás e respirando fundo comecei a falar. – Ela me colocou em uma ilusão, que pouco a pouco sugaria minha vida, ela me colocou em um “mundo paralelo” onde eu estava casado e tinha dois filhos, a cada hora era um ano de vida que se passava lá e consequentemente eu ficava mais velho, e consequentemente iria morrer, mas tive a ajuda de um velho amigo consegui retornar, acabei lutando com nossa mãe mais uma vez, e no fim, consegui fugir. Mesmo assim, não faço ideia do que fazer, a pessoa que eu mais confiava acabou de tentar me matar, então, estou completamente perdido.

Basara: Deixa de ser idiota! – Basara fala comigo num tom mais algo, ganhando minha atenção. – Ela tentou te matar, você deveria apenas esquecer isso e seguir em frente, principalmente porquê eu e essas garotas nunca te abandonaríamos nem vamos te trair.

Naruto: Valeu maninho, bom, me pergunto o que esse mundo nos reserva para o futuro, espero não ter mais tantos problemas, seria problemático. – Eu falo arrancando risos de todos ali presentes, mas acabei percebendo uma coisa. – Cadê a Alisha?

Nesse momento todos começaram a olhar um para o outro, receosos, e isso estava começando a me deixar um pouco preocupado, até onde eu me lembro, Alisha nunca iria desaparecer assim do nada, principalmente enquanto eu estava em perigo, não é seu estilo.

Yuki: Ela recebeu uma mensagem de casa, então teve que voltar. Provavelmente será repreendida por ter te ajudado você.

No fim, eu acabei criando mais problemas do que eu gostaria, mesmo que eu fosse atrás dela agora, eu só conseguiria piorar a situação, então apenas decidi deixar ela resolver tudo sozinha, afinal, desde quando Alisha tem dificuldade para resolver problemas? Bom, outra coisa que eu não tinha reparado antes, é que meu ombro estava completamente curado, provavelmente era por causa da minha nova transformação. Depois de tudo aquilo, Mio e Maria começaram a ficar muito mais próximas a mim, as duas não queriam mais dormir nos seus quartos e acabavam indo para o meu, graças a isso eu também não conseguia dormir, por muito tempo isso até que foi divertido, mas recentemente isso está me preocupando, principalmente com Mio, essa obsessão dela pode ser vista como rebeldia pela pacto mestre-servo, e isso pode levar a alguns problemas futuros.

Mio: Onii-Chan... – Mais uma vez Mio estav na porta do meu quarto, eu não deveria achar isso, mas ela com esse pijama e com o cabelo solto, ela fica muito sexy, mas parece que minha preocupação era verdade, a marca do pacto estava aparecendo em seu pescoço, além disso seu rosto estava muito vermelho e ela estava ofegante. – Você está bem?

Naruto: Vem aqui. – Ela veio andando calmamente até mim e se sentou do meu lado. – não precisa se preocupar, eu estou bem... mas acho que você que não está né? – Dito isso eu dei um beijo nela que rapidamente correspondeu, mas para provoca-la parei logo em seguida dando um sorriso de canto.

Mio: Malvado... Não é justo você me provocar desse jeito. – Ela fala inflando as bochechas, me fazendo dar uma risada.

Naruto: Certo, desculpe por isso. – Eu então me deito por cima dela e começo a desabotoar seu pijama, e quando ia tocar seu seio direito. – Maria, você nunca cansa de ficar espionando?

Maria: Ops hahaha, fui descoberta. – Maria então aparece na nossa frente, dando uma risada nervosa.

Mio: Sua...

Naruto: Se queria se juntar era só ter dito, você não precisa mais ficar espionando, afinal você também é minha namorada. – Depois de falar isso nós três tivemos uma noite muito divertida, e depois disso, as duas deixaram de se preocupar tanto com isso.

- Em outro Lugar –

Autor Povs

Em um lugar isolado da cidade, um estranho portal tinha sido aberto, e de lá saíram duas pessoas, porém, oque eles não esperavam era que eles estariam cercados por vários demônios.

???: Então esse é o comitê de boas vindas? Estou surpresa.

???: Chega disso, não vai demorar muito para “ele” descobrir onde estamos, então temos que encontrar o Naruto rápido.

???: Então é melhor você acabar com eles rápido.

???: Não precisava nem ter dito. – E então saca sua Katana, partindo para cima dos demônios.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...