História Nas mão de um masoquista - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias 50 Tons de Cinza
Personagens Personagens Originais
Tags A Submissa
Visualizações 58
Palavras 862
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 36 - Capítulo 36


Eu estava no quarto deitada escutando só uma pequenos gemidos da minha mãe , eu pensava muito no Frankie e de como a nossa relação ia bem .

Meu telefone toca e era  mensagens do Frankie pego meu celular e vejo duas , nem respondi apenas coloquei o celular em cima do criado mudo e me virei para nao cair na tentação de responder .

No dia seguinte eu e minha mãe decidimos ter o nosso dia juntas para conversa melhor e  nos divertir , estávamos no pequeno barzinho .

- O que você vai querer ?

- Cerveja !

- Duas cerveja por favor. - Não demorou para as bebidas chegar . - podemos fazer mais vezes isso sabia ?

- Sim , Claro que pode... - fui interrompida com o toque do celular peguei o aparelho e vir que era Frankie  , respondo e desligo.

- Sabe que não pode beber Né Baby ? - Escuto sua pais

atrás de mim e travo na hora .

- Frankie ? - Ele se sentou ao meu lado pegando minha bebida e colocando na outra mesa . - Não avisou que viria !

- Desculpa amor ! 

- Ma...mãe esse é o Frankie meu namorado .

- Futuro Marido ! - Ele fala me olhando .

- Que maravilha , formam um belo casal meu anjo . gostei de você rapaz agora eu vou deixa - los conversa . 

- Mãe ! 

- Estou lá fora querida . - ela sai e eu olho para Frankie .

- Perdão ! 

- Sabe que não pode beber . 

- É só uma cerveja ! 

- Ana lembro - me muito bem do que aconteceu quando bebeu .

- Foi aquele dia ! . - dei um beijinho  em seu rosto .- vai dormi comigo ?

- Sim ! - Nos levantamos e voltamos para casa , Frankie se deu muito bem comeus pais e isso me deixou muito feliz , chamei o Frankie para o meu quarto .

- Não olha a decoração sabe eu era muito infantil .

- E ainda é !  - Entramos 

- Antes eu falava que quando eu tivesse uma menina todas essas coisas iria pra ela , mais é só coisa da minha cabeça sabe .

- Sei - sentamos na cama 

- Quer tomar um banho e descansar ?

- Não obrigado . 

- E que tal agente ... - subir em cima do mesmo e rebolei em seu colo .- Sinceramente eu estou com saudades .

- Desculpa Ana mais eu não estou com vontade , deixamos pra outro dia. - Sair de cima do mesmo .

- Certo , eu vou descer fique a vontade a casa e sua. - Fiquei um pouco envergonhada pelo seu ato , mais acho que ele não se senti bem trazar comigo na casa dos meus pais.

- Querida pode me ajudar a servi a mesa ?

- Claro mãe como nos velhos tempos . 

- é meu amor ! Cadê seu namorado ?

- No quarto . 

- ele é bem na dele né ?

- Sim mais logo quando pegar mais intimidade ele se solta mais .

- Que bom querida ele é um tremendo gatinho - rimos .

- Isso eu sei. - Colocamos a mesa e chamei meu pai , depois subir para chamar o mesmo .

- Frankie ? Vem almoçar .

- Estou indo .  - entrei e Fechei a porta e vir que meu moreno não estava bem .

- Amor o que ta acontecendo ?

- Nada Ana 

- Você prometeu que entre agente não haveria segredos .

- Cabeça ta doendo . 

- Eu trago sua comida pra cá - toquei no pescoço dele e estava quente . - esta com febre , vem vamos tomar .

- Eu me cuido .

- desde que começamos a namorar eu tenho a responsabilidade de cuidar do meu moreno .

- Ana sua teimosa 

-Frankie seu insuportável - tirei sua camisa e acariciei seus cabelos pretos e o mesmo me abraçou .

- É tão bom ficar com você .

- adoro suas carícias agora vem tomar banho - Segurei na mão dele e ele se levantou , entramos mo banheiro e vir o mesmo tirar a calça e a cueca . - Vou pegar uma toalha pra você . - sair do banheiro indo no meu guarda - roupa pegar uma toalha e volto .

- Ta tudo bem ?

- Sim - me sentei na enorme pia de concreto a espera do gostosão . - pode me dar a  toalha ? - peguei e dei pra ele .

Depois que saimos do banheiro me sentei na cama e vir ele colocando sua cueca e depois a calça . 

- deita aqui que eu vou trazer um copo de suco e sua comida . - E assim ele fez , descir e todos comiam .

- Não vai comer ?

- Não o Frankie não esta se sentindo bem ! . - Coloquei comida no prato um guardanapo e um copo de suco e subir . - voltei .

- Sabe que não precisa né ?

- Precisa sim .  - Coloquei a bandeja em cima da cama peguei o prato e fui colocando em sua boca .

- Eu só disse que estava com dor de cabeça e você já ta assim .

- Eu gosto de cuidar do que é meu , assim era com meus pais quando adoecia eu cuidava e cuido .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...