História Nas Mãos do Rei - Jikook ABO - Capítulo 20


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Hot, Jikook, Medieval, Romance
Visualizações 286
Palavras 2.041
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


ASHUASHUASHUASHUA

Capítulo 20 - Encontro e confusão.


Já era noite, e eu havia acabado de tomar meu tão relaxante banho de banheira. Sai enrolado em meu roupão felpudo e abri o guarda roupa, pensando seriamente no que usar pro meu "encontro". Seria até um pouco mais complicado escolher, porque eu não tinha mais aquelas peças femininas.

- Talvez esse aqui? - Puxei uma blusa de botões com manga e uma calça de veludo rosa. Nem sei como isso veio parar aqui - Não..muito estranho - Botei de volta no lugar e puxei uma bermuda de malha azul com uma camisa de seda beje - Talvez pra uma outra ocasião... - Suspirei e a coloquei pendurada novamente.

- Nessa moleza você vai perder a peça - Me assustei com Jim sussurrando em meu ouvido - Calma princeso, sou eu, seu fado madrinho - Sorriu largo piscando diversas vezes.

- Você não é fado, é vidente macumbeiro, só aparece nas horas que eu preciso - Faço o sinal da cruz e me encolho.

- Não foi isso que aquela fada madrinha dez com a Cinderela?

- Quem e Cinderela?

- Ah, isso não vem ao caso - Tossiu e segurou meus ombros - Eu sei que você tem um encontro hoje porque você não é nem um pouco discreto, agora eu quero saber com quem, uh?

- Bem, é um alfa da padaria que eu conheci...

- Padaria? Sério Jimin? - Perguntou arqueando a sobrancelha.

- Os pãezinhos de lá são uma delícia - Faço biquinho e choramingo.

- Eu sei, eu sei - Me imitou - Já provou o pudim de chocolate? É uma coisa divina!

- Não, mas vou experimentar - Dei pulinhos.

- Ok, ok...agora foco - Limpou a garganta - Você tem um encontro com um alfa que conheceu a pouco tempo, que não é o Jungkook, certo...precisamos de uma roupa chique e que caia bem em você - Me analisou - Só que você fica lindo até vestido com um saco de batatas.

- Ah, obrigado...eu acho...

- O que procuramos não está aqui, mas isso não é problema - Sorriu - Feche os olhos e abra apenas quando eu pedir.

- Lá vem... - Fiz o que ele pediu.

- Essa vai ficar boa - Senti uma pinicada - Não, não...muito colorida...talvez essa... - Ficou um calor de repente - Ixi, estação errada...

- Acabou?

- Claro que não meu querido, não sou o flash.

- Quem é flash?

- Ninguém importante - Quase cai no chão mais uma vez - Mas que droga...todas são bregas demais.

- Que tal uma calça simples e uma blusa colada? Eu não me importo tanto em parecer chique.

- Aaah, você me deu uma ótima ideia! - Ouvi sua risada escandalosa ecoar pelo meu quarto - Jimin, você vai arrasar com essa - De repente algo apertou minhas pernas, coxas e bunda - Pode abrir princeso.

Meio receoso, dei uma espiadinha e quase cai pra trás quando vi o que estava vestindo.

- Não... - Arregalei os olhos.

- Sim sim - Bateu palminhas.

Uma calça de couro super chique com uma corrente de lado, uma camisa despojada branca e uma bota marrom incrivelmente linda.

- Jin, você é um anjo que caiu do céu - Sorri e ele deu um tapa em minha bunda. Estou muito chocado com a audácia dele - Onde arrumou essas roupas chiques?

- Do fu... - Tosse - Quer dizer, mágica!

- Uau... - Dou uma volta - Eu amei - Sorri largo.

- De nada minha criança, sei que sou demais - Disse debochado.

- Ai ai - Revirei os olhos e vi que meu cabelo já estava seco - É assustador o jeito que você faz o visual completamente pronto.

- Sou seu fado madrinho querido, não se esqueça - Cruzou os braços.

- Hum... - Olhei o relógio e me assustei - Caramba, é melhor eu ir...

- Vai dar tudo certo princeso - Segurou meus ombros.

- Eu espero...

 

•••

 

Não sei como consegui, mas entrei no meio da multidão e avistei dois lugares disponíveis num banco. Fui até lá e me sentei, a apresentação ainda não tinha começado, isso era bom.

- Será que eu posso me sentar ao seu lado, belo ômega? - Senti aquele cheiro gostoso que eu passei a gostar também. Sorri e olhei o alfa.

- Claro senhor Taemin - Cheguei um pouco pro lado e ele se sentou.

- Está tão maravilhoso esta noite - Segurou minha mão e a beijou - Parece um príncipe de uma época que não é nossa - Sorriu.

- Quis mudar um pouco o visual, o que achou?

- Essa calça ficou perfeita em você - Colocou a mão em minha coxa - Aliás...o que não fica bem em você? - Sorriu ladino e piscou.

- O-obrigada... - Corei e abaixei a cabeça ao sentir ele acariciar minha perna.

- Jimin...sabe, eu...

- Boa noite platéia querida! - Todos responderam eufóricos - Sejam bem vindos a nossa mais nova peça! Romeu e Julieta! - Me virei pra frente e Taemin pareceu ficar sem graça - Esperamos a colaboração de todos, para que possam ter uma ótima apresentação! - Me levantei um pouco pra ver se conseguia enxergar - Por favor, aproveitem!

- Que bom que é de graça - Ele comentou - Vai que eles não são ons interpretadores? - Riu, eu adorava seu humor.

Voltei a me sentar normalmente quando os personagens entraram, a peça se passava pacificamente e era muito interessante.

Senti Taemin rodear meu pescoço e se aproximar, eu não podia negar, seu calor também era bom e eu queria mais.

Poderia agarra-lo a qualquer momento, se eu não estivesse me sentindo um pouco constrangido e com a impressão de que estava sendo observado de dois ângulos diferentes.

Foi meia hora de apresentação, e então deu-se o intervalo de quinze minutos. Aproveitei para correr de meu assento e ir até uma barraquinha onde tinha água de graça, pedi um copo cheio e bebi sem interrupção. Eu estava queimando e sentindo coisas que não era pra eu estar sentindo.

- Você parece bem nervoso, tá tudo bem? - Um cara de cabelos castanhos e aparentemente alfa me pergunta.

- Ah, eu só estou com calor - Me abanei com o guardanapo, mas foi inútil.

- O primeiro cio é sempre o mais complicado..

- Todos dizem isso, mas espero que o meu demore o tempo que precisar pra acontecer...

- Qual é o seu nome ômega?

- Jimin, e o seu alfa?

- Yoongi - Sorriu. Sorriso bonito.

- Você também está aqui pra ver a peça?

- Na verdade só quero a comida mesmo - Riu.

- Eu ainda não comi, vou esperar a peça acabar e talvez eu compre alguns lanchinhos.

- Entendi...bom, eu vou dar uma volta pela vila, espero que nos encontremos de novo - Piscou.

- Claro, até mais Yoongi - Sorri.

- Até Jimin - Seu as costas e sumiu no meio da multidão.

Pedi mais um copo de água e assim que deu um sinal de dim de intervalo, corri para ir ao meu lugar, mas fui puxado quase que brutalmente e senti minhas costas irem se encontro com a parede, sem muita força.

- Então ao invés de estar dormindo pra acordar cedo amanhã, você está em um encontro com dois alfas? - Cruzou os braços e rosnou.

- Aish, quer controlar minha vida agora Jungkook? - O imitei.

- O que eu disse sobre não ceder aos encantos dos alfas? Eles podem ser perigosos - Se aproximou e segurou minha cintura.

- Eu sei me virar sozinho - Revirei os olhos.

- Jimin...não é a questão de se virar sozinho - Segurou meu rosto - Nossos lobos podem ser traiçoeiros...

- Eu me arrisco - Mordo o lábio.

Ele ri.

- Você é incrível - Roçou nossos lábios - Quer se controlar de qualquer maneira, mas o resto não se controla perto de você.

- O que isso quer dizer? - Segurei sua camisa e a apertei contra meus dedinhos.

- Que você é irresistível - Se aproximou do meu pescoço, onde deixou alguns beijos molhados, me fazendo estremecer em seus braços - E bem sensível... - Riu soprado e voltou a me encarar.

- J-Jeon...tenho que voltar pra lá... - Me senti totalmente quente e seu cheiro viciante me excitava.

- Você não precisa... - Me deu vários selinhos - Podemos voltar pro castelo...

- Jimin, cadê você?! - Ouvi a voz de Taemin e fiquei estático ao ver sua silhueta parada em frente ao canto onde estávamos - Você me deixou esperando pra ficar se pegando com um cara qualquer? - Sua expressão era de choque.

- Olha como você me chama, plebeu! - Jungkook se virou e encarou Taemin com com desgostoso.

- Ma-majestade? - Arregalou os olhos - Mi-mil perdões! - Se curvou diversas vezes - Pensei que fosse outra pessoa...

- Não gosto de pessoas do seu tipo - Arrumou a franja.

- Jeon, deixa ele... - Puxei seu braço - Ele é meu amigo...

- Amigo? Mas eu te amo Jimin!

Arregalei os olhos desacreditado.

- Que história é essa? - Jeon rosnou e puxou Taemin pelos cabelos - Como ousa plebeu?!

- J-Jungkook, para...ele não tem culpa!

- Você estão tendo um caso e não assumiram? Isso é contra as leis de Loren!

- Eu apenas amo ele e quero cuidar dele majestade - Taemin se ajoelhou e implorou pra que Jeon aceitasse.

- Não aceito enquanto Jimin não responder minha pergunta - Me olhou com os olhos cerrados - Você também o ama?

Eu estava perdido e confuso, não sabia o que responder. Minha boca estava seca e minha cabeça latejava. Alfas estavam me deixando realmente sensível.

Comecei a quase hiper ventilar quando os dois me analisaram e perceberam que eu não estava bem.

Jeon tentou se aproximar, mas eu recuei, Taemin veio e eu sai correndo daquele canto. Precisava respirar ar puro, o cheiro daqueles dois me deixava atordoado, era demais pra mim.

Passei pela multidão, empurrando todos até fazer meu caminho de volta pro castelo. Quando entrei, não demorei a subir as escadas e ir para o meu quarto, andei até a sacada e respirei fundo sentindo o vento bater contra meu corpo e algumas lágrimas caírem.

- Como foi o encontro Jimin? - Jin se pôs ao meu lado sorrindo, mas assim que o olhei ele pareceu preocupado.

- O Jeon também tava lá - O abraço apertado.

- Oh...mas ele tinha saído.

- Sim, mas voltaria tarde por conta de um compromisso, talvez a peça...

- Tudo bem, tudo bem...e por que está chorando?

- Porque alfas me deixam sensível e confuso, Jungkook me fez uma pergunta simples e eu não sabia responder.

- O que ele perguntou?

- Se eu amo o Taemin...

- Você o ama?

- Eu não sei Jin...

- Mas eu sei - Limpou a garganta - Você está confuso e @ época do cio só piora as coisas. Não é segredo pra ninguém que o Jeon gosta de você, ele perguntou porque estava com ciúmes.

- Eu só não quero ter que sofrer assim por alfas Jin...

- Você não vai sofrer pequeno, seu lobo quer tudo a qualquer hora, você só precisa saber se controlar.

- Vou tentar...

- Descansa a cabeça e o corpo, você precisa estar pronto pro treino de amanhã - Afagou meus cabelos.

- Como sabe?

- Tenho meus informantes - Me deitou na cama - Não fique dizendo que vai sofrer, porque você não vai, é só uma fase, está bem?

- Tá bem - Fungo e dou um pequeno sorriso.

- Agora descanse - Beijou minha testa - Avisarei pra Jeon sobre você quando ele chegar - Se afastou e apagou a luz - Boa noite Jimin...

- Boa noite Jin... - Me virei pro canto e ouvi apenas o barulho da porta sendo fechada.

Aish, se Taehyung estivesse aqui, ele saberia me ajudar com os meus problemas. Não posso mais ficar babando por alfas e deixando isso me dominar. Foco Jimin, foco.

 

Continua...


Notas Finais


MUAHAHAHA, pensaram que iam ficar sem capítulo? Em plena véspera do meu niver e do Jimin?
Que issuuu...

Desculpem se ficou ruim ou muuuuito bosta, eu tô com muita inspiração, mas meu dom de escrever tá caindo ;-:

Ai, tô pensando em fazer um.presente pro Minnie, mesmo que ele não veja :')

É amanhã que eu fixo mais velha xente, ain meu kokoro...

~ Kim


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...