História Nas Montanhas - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Acampamento, Amizade, Drama, Férias, Romance
Visualizações 3
Palavras 751
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 10 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - A primeira noite


Ando por aí procurando por Melissa um pouco ansiosa... Não quero que ele olhe pra mim daquele jeito de novo, eu não consegui fazer e nem falar nada... Que frustração! Ele me acha bonita mesmo ou... Só está brincando comigo?

Depois de um minuto finalmente a encontro com a barraca já pronta.

- Melissa! Que fofa! - Digo me referindo a barraca.

- Não te falei! - Diz ela. - É pequena e fofa, e ainda cabe nós duas aí.

- Obrigada por carrega-la até aqui!

- Não foi nada! - Ela me puxa para mais perto e sussurra. - Olha ali do lado.

Olho em volta mas não sei do que ela está falando. - O que eu devo que olhar?

- Boys in the nitgh! Às 12 horas!

- 12 horas? Mas ainda nem são 20h...

- Mica! Você deve aprender a usar a linguagem da guerra se quiser sobreviver!

- Por que estamos sussurrando? Isso é realmente necessário?

Melissa bufa pra mim e em seguida aponta descaradamente pra onde devo olhar. Eu não deveria ficar surpresa, era um garoto, pior, dois. E um deles era...

- Menina do bebedouro! - Diz ele a uma barraca de distância e do seu lado um outro garoto que parecia ser mais velho.

Bato na mão de Melissa e a arrasto até dentro da nossa barraca. - Você enlouqueceu? - Digo enfurecida.

- Hanm? Porquê? Você os conhece? Aquele menino te chamou de bebedouro?

- Menina do bebedouro!! - Digo a corrigindo. - Eu não os conheço, mas aquele menino me cercou quando fui pegar água. E ele também viu quando a gente correu atrás do ônibus.

- Um stalker? - Diz assustada.

- Não!! É só uma coincidência estranha!

- Uma bela coincidência você quer dizer! Eles são uns gatos!

- Você escutou quando eu disse que ele "me cercou"? Como uma presa fácil.

- Meninas! - Chama alguém do lado de fora fazendo eu e Melissa darmos um leve grito.

Colocamos a cabeça pra fora devagar e era quem eu temia!

- Olá! - Diz com um sorriso besta. - Vocês se importam de sair?

- Claro que não! - Diz Melissa sendo mais rápida que eu na resposta.

Saímos e ficamos de pé um de frente para o outro. Eu tento no máximo evitar contato visual.

- Vimos que vocês estavam olhando pra gente e resolvemos vir aqui... pra conversar. - Diz ele. - Vocês podem me chamar de Ed. Esse é meu irmãozinho!

Irmãozinho?? O cara parece o Thor!!

- Se apresenta cara. - Diz Ed batendo nas costas dele.

- Meu nome é Noah. É um prazer conhecê-las. Diz sem nenhum tipo de expressão.

- Ele não tem expressões faciais Mica! - Diz Melissa cobrindo a boca e olhando pra mim, mas é óbvio que eles escutaram. Aperto o braço dela com força esperando que ela não fale mais nada.

- E o nome de vocês? - Pergunta Ed.

- Meu nome é Micaela... - Digo envergonhada e ainda sem conseguir olha-lo direito. - Essa é minha prima, Melissa. - Completo.

- É um prazer! - Diz ela.

- Vieram só as duas?

- Sim! E vocês? - Pergunta Melissa.

- Só nós dois também.

- Aah! Mas isso é o destin... cof cof, digo, que legal né Mica!

Todo mundo sabe que essa tosse é falsa Melissa!!

- Não é legal, Mica? - Diz Ed com o mesmo sorriso besta no rosto.

Qual é a desse garoto??

- É só vocês dois mesmo? - Pergunto séria. - Eu te vi encher várias garrafas de água!

- Huuuuum... desconfiada! - Diz pegando meu nariz mas eu logo tiro a mão dele.

- A água é pra mim! - Interrompe o irmão dele. - Eu bebo muita água e não gosto de ter que ficar indo toda hora pegar.

- Ainda sem expressões... - Diz Melissa. Eu aperto seu braço de novo e ela se contorce de dor. - Tá bom eu fico quieta!! - Termina.

- Desculpa... por desconfiar de você. - Digo envergonhada.

- Você pode se desculpar jantando com a gente. - Diz Ed se aproximando e eu dou um passo pra trás. - O que acha?

Não consigo dizer nada... ao mesmo tempo que ele é intimidador, ele também me faz sentir algo que nunca senti...

- Eu topo! - Diz Melissa.

- Então está combinado! Encontro vocês em dez minutos. - Diz acenando e voltando pra barraca.

Melissa... Eu juro que ainda te mato! 


Notas Finais


E aí? Curtiram?
Comentem o que acharam! Beijos!
Próximo capítulo vem amanhã!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...