História Nascida a meia noite - Camren - Capítulo 10


Escrita por:

Postado
Categorias Ariana Grande, Fifth Harmony
Personagens Ariana Grande, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Visualizações 50
Palavras 1.042
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Mistério, Romance e Novela, Saga, Sobrenatural, Yuri (Lésbica)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 10 - Capítulo 10


Fanfic / Fanfiction Nascida a meia noite - Camren - Capítulo 10 - Capítulo 10

      - Relaxa - disse ariana em voz tão baixa que, camila teve certeza, ninguém mais ouviu. Nem mesmo ela tinha conseguido ouvir direito por causa das batidas do seu próprio coração.

- as apresentações serão feitas depois do almoço - disse uma voz feminina. Camila achou que era holiday de novo, mas não tinha certeza.

Todos continuavam olhando. Olhando para ela. Sua mente e seu coração dispararam. Sons confusos retiniram em seus ouvidos.

Desviou o olhar para a porta, lutando contra a vontade de sair correndo. Correndo pra valer. Mas não, nunca tinha a sido Boa na corrida e muitas aberrações estavam entre ela e a saída. Então, coisa curiosa, lembrou - se de algo que ouvirá sobre animais selvagens. Se você corre, eles pensam que você é o seu jantar e irão persegui - lo.

Duas vezes merda! Tudo bem, é só respirar fundo. De novo. Seus pulmões se dilataram. Aqueles não eram animais selvagens, apenas adolescentes desajustados.

Nesse instante o celular de camila tocou anunciando nova mensagem. Provavelmente de Taylor. Camila ignorou. E pela primeira vez, achou que talvez tivesse errado ao considerar a situação da amiga pior que a sua. Não estava cem por cento certa disso, mas algo lá no fundo lhe dizia que aquilo não era o mesmo que ir a uma festinha do Justin Bieber.

Mas o que mais podia ser ?

E por que ? Por que, entre tanta gente estranha na sala, ela tinha sido escolhida ? Era por que não arqueada a sobrancelha ? Ora, podia fazer isso tão bem quanto qualquer pessoa. Aliás, começaria a praticar logo que ficasse sozinha. O problema era que não entendia bem o significado do gesto. Seria a versão de Shadow Falls de um aperto de mão secreto ?

- vamos, vamos com isso! - retornou à voz cantarolante. - veteranos, para fora. Novatos, fiquem Onde estão.

Camila sentiu um ligeiro alívio quando as pessoas pararam de olha - lá e começaram a se movimentar, pegando bolsas e mochilas. Ou pelo menos algumas pararam. Camila virou - se para a direita e notou que a garota de cabelos pretos e olhos esmeraldas brilhantes continuava imóvel, olhando para ela. Lauren Jauregui. Lembrou - se do nome, embora já houvesse passado muito tempo desde que a vira pela última vez.

Graças a Deus foram embora, lembrava - de das palavras do pai. Podem ter certeza, aquela garota ainda será uma serial Killer. Camila sentiu o coração se comprimir e estremeceu. Haveria mesmo uma possível assassina no acampamento ?

Seria mesmo ela ? Bem, talvez estivesse enganada. Que droga! Já fazia uns dez anos. Calafrios percorreram sua espinha. Então a garota se virou e foi se juntar ao grupo dos veteranos que saiam.

Dinah deu alguns passos, parando diante de camila.

- Boa sorte - disse. Camila não sabia se ela estava zombando ou falando sério, então respondeu apenas com um aceno de cabeça.

A garota loira, vindo logo atrás, riu para camila.

- Eu não queria estar no seu lugar - disse em um tom de brincadeira e saiu atrás de dinah.

Firmando os joelhos para não desabar, camila só voltou a si quando pelo menos metade da turma já tinha saído. De seus conhecidos do ônibus, só ficaram a garota fria, a garota gótica, ariana e o sujeito dos piercings.

- muito bem - disse holiday - agora, quem souber por que está aqui vá para a esquerda. Quem não souber, para a direita.

Camila se lembrou de ter sentido que aquilo era pior do que ir para a delegacia e começou a se movimentar para a direita; mas, vendo que todos se dirigiram para a esquerda e não querendo ser de novo o alvo de todos os olhares, foi para junto de ariana.

Ela lhe lançou um olhar incrédulo. Decidida a praticar a " coisa das sobrancelhas ", camila franziu a testa.

Notou então que apenas quatro pessoas haviam se dirigido para o lado direito da sala. Uma delas era o sujeito dos piercings.

Holiday examinou os dois grupos e sky, entrando, fixou ao lado da líder de cabelos ruivos.

- os da direita venham comigo. Sky conversará com os outros.

Holiday deu alguns passos e parou, olhando por cima do ombro. E fixando camila diretamente, disse :

- acompanhe - me, camila.

Espantada pelo fato de a mulher saber seu nome, balançou a cabeça.

- sei por que estou aqui - mentiu.

- sabe mesmo ? - perguntou holiday.

Decidida a ir até o fim, respondeu :

- fui pega numa festa Onde havia drogas.

Risinhos chegaram aos ouvidos de camila.

Holiday fez uma cara feia para os gozadores e com um gesto ordenou que camila a seguisse.

- será porque meus pais vão se divorciar ? - indago noutro então, desesperada.

Holiday não disse nada e nem precisava. O olhar que lançou a camila era o mesmo olhar " não discuta " da mãe. E a única vez que camila discutiu, ficou de castigo por um mês. Seguiu então holiday e cruzou a porta com as outras quatro pessoas.

Quando passaram pelo grupo que já estava lá fora, camila percebeu que todos os olhares se voltavam para ela. Dinah acenou e murmurou " Boa sorte ". Por algum motivo, camila suspeitou que as intenções da garota talvez fossem verdadeiras.

Percebeu, em seguida, Lauren Jauregui ao lado da garota gótica que há tinha levantado a mão para perguntar sobre ela. Suas cabeças estav muito próximas e as duas sussurravam, olhando para camila como se ela fosse uma estranha no ninho. Camila não podia deixar de concordar com elas. Notou então que lauren também estava usando roupas góticas. Pelo menos, sua camiseta era preta - e lhe caia perfeitamente, ajustando - se como uma luva a parte superior do peito esbelto. Que injustiça, ela não precisava seguir a moda para parecer bem!

Ao se dar conta de que estava olhando demais para os peitos de lauren e de que a garota gótica tinha nos lábios um sorriso malévolo, virou -se para o outro lado e fingiu que não tinha notado aquela reação. Ah, se pudesse fingir que nada daquilo estava acontecendo! Nesse instante, o sujeito dos piercings emparelhou-se com ela. Camila olhou para ele e tentou sorrir.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...