1. Spirit Fanfics >
  2. Naughty Sweetheart (Imagine - Jungkook) >
  3. Chapter XVIII.

História Naughty Sweetheart (Imagine - Jungkook) - Capítulo 19


Escrita por:


Notas do Autor


Lamento o atraso.

TENHAM UMA ÓTIMA LEITURA!💜

Capítulo 19 - Chapter XVIII.


Fanfic / Fanfiction Naughty Sweetheart (Imagine - Jungkook) - Capítulo 19 - Chapter XVIII.

Naughty Sweetheart 

(Chapter XVIII)


— Você ainda tem o descaramento de perguntar? Como se atreve a me deixar sozinha, com o nosso filho, Jeon Jungkook? — Para a surpresa do moreno, bem como espanto, você deixou escapar o que ele tanto queria ouvir, sem ao menos perceber. — Se você ousar fazer isso de novo, te mato, seu patife! — Bradou contra o seu marido, desferindo tapas em seu peitoral.

— Se me matar, como vai criar o nosso filho sozinha, carinho? — Segurou os seus pulsos, mais uma vez, recebendo sua plena atenção, proferindo em um tom meramente baixo, calmo.

— O que disse? — Indagou, perplexa, com o que acabara de escutar. ‘’Será que eu contei sem perceber? Não, eu não faria.’’ Pensou momentaneamente. — Ainda não te perdoei e você já está pensando em filhos, Jungkook. Realmente, você é um descarado. — Meneou a cabeça negativamente, sorrindo do próprio comentário, tentando contornar a situação.

— Por que eu sou o descarado, Sra. Jeon (S/N)? — Arqueou a sobrancelha, mirando-a atentamente. — Foi você quem mentiu e ainda tentou defendê-lo, sem mencionar que pretendia esconder a gravidez e ainda assim, eu quem estou errado. De fato, esse seu pensamento, é interessante. — Pronunciou, calmamente, uma vez que não está, realmente irritado, apenas esclarecendo os fatos.

— Você está sendo sarcástico, Jeon Jungkook? — Indagou incrédula, com a atitude do marido, pois é a primeira vez que ele a trata de tal maneira. 

— Não, é impressão sua, carinho. — Sorriu, mantendo um semblante calmo.

Todavia, quanto mais o moreno nega, mais certeza você tem, de que essa não é a maneira que o seu marido costumava tratá-la, entristecendo-a, momentaneamente. Apesar de que, você tem consciência de que a culpa é parcialmente sua. ‘’O que eu não daria, para ter o seu amor de volta, Jungkook. Essa sua indiferença, me machuca.’’ Pensou intimamente.

— Jungkook, você me odeia por ter mentido? — Indagou, mesmo incerta de suas palavras.

— A resposta é tão clara quanto o dia. — Respondeu vagamente, deixando-a ainda mais perdida em seus próprios pensamentos. 

— Então, deveríamos nos divorciar. — Mordeu o lábio inferior, a fim de evitar que uma lágrima escapasse.

Diante de sua tola afirmação, o moreno suspirou pesadamente, fechando os olhos por breves segundos, logo voltando a mirá-la. — Quantas vezes tenho que repetir para que entre nessa sua cabecinha, (S/N)? — Indagou, com certa impaciência. — Eu não quero o divórcio e não pretendo te deixar, especialmente, agora que você carrega um filho meu, em seu ventre. — Pronunciou calmamente, segurando os seus ombros, com cautela, a fim de mirar em seus olhos, mais atentamente.

— Não quero que se prenda a mim, apenas por causa de um filho. — Sibilou num tom brando, mirando Jungkook.

— Eu pareço alguém que faria algo do tipo? -- Confrontou-a, mantendo-se firme em sua postura. — Jamais permaneceria com uma mulher que não amo, por um filho. A única coisa que não quero, é ficar longe de minha esposa e filho, sem motivos, para tal. — Explicou calmamente, no intuito de convencê-la de que o divórcio, não deveria ser cogitado.

— Sinceramente, dessa vez, fiquei assustada. — Confessou, deixando um longo suspiro escapar, aliviando aos poucos, o semblante. 

— Quem se atreveu a intimidá-la, carinho? Diga-me que tomarei vingança por ti. — Jungkook mirou-a seriamente, arrancando-lhe um riso divertido.

— Idiota. — Sibilou em meio aos risos. — Você é o único que poderia fazer tal coisa. Quando foi que eu permiti que alguém me intimidasse? Só o meu marido é corajoso o suficiente para fazê-lo. — Confessou, bagunçando os fios do moreno.

— Então, o que temia? — Indagou, ainda perdido com a sua confissão inesperada.

— Não está claro? Te perder, seu idiota. — Respondeu como se estivesse explícito.

— Huh. Sendo franco, ainda é estranho para mim, vê-la sendo tão aberta com os próprios sentimentos. Pergunto-me se há alguma razão para tal mudança. — Externou os seus pensamentos, mirando-a com mais atenção.

— Nada em específico. Apenas me dei conta de que, justamente por não ser franca com o que sinto, que quase te perdi. — Confessou, segurando as mãos de Jungkook, acarinhando sutilmente, desviando o olhar para baixo, talvez por vergonha do que dissera.

— Como pode ser tão meiga, huh? — Sibilou com sutileza, erguendo a sua destra, a fim de tocar a sua face, de modo que você voltou a mirá-lo. — Volte a dormir, está tarde e você precisa descansar. — Avisou sutil, esboçando um sorriso, que imediatamente, fora retribuído por ti.

— Não quero dormir. — Murmurou baixinho, desviando o olhar.

— Mas a Sra. vai, não é um pedido, é uma ordem. — Dessa vez, o moreno manteve a voz altiva, a fim de passar firmeza em seu tom.

— Se eu dormir… — Ponderou por um instante. — Tenho medo que você vá embora. — Externou o seu receio, por fim, recebendo a compreensão do moreno.

— Eu não irei. Confie em mim. — Puxou-a para mais perto de si, fazendo-a sentar-se em seu colo, envolvendo o seu corpo.

Imediatamente, você repousou a cabeça em seu peitoral, aconchegando-se em seus braços. — Senti falta do seu calor. Cada noite, sem ti, era uma tortura. — Confessou, por fim, aos poucos adormecendo com as carícias de seu marido.

— Durma bem, carinho. Lembre-se que te amo. — Fora a última coisa que escutara, antes de adormecer por completo.


— Jungkook… a campainha está tocando. — Murmurou, ainda sonolenta.

— Ignore, apenas deixe tocar. — O moreno sibilou, prensando-a mais contra o seu corpo.

— Deve ser urgente. Não para de tocar. Deixe eu ir atender. — Pediu calmamente, mirando-o de soslaio. — Volto logo. — Avisou, finalmente, ficando livre dos braços cálidos do marido.

Sem pensar muito a respeito, você apenas pegou o robe da camisola e vestiu, logo dirigindo-se a sala, em seguida, abriu a porta do apartamento, deparando-se com alguém que para ti, era desconhecido.

— Quem é você? — Indagou, assim que avistou a loira, esbanjando um sorriso, que logo se desfez ao vê-la.

— Stacy Miles. — Apresentou-se a contragosto. — O Jungkook está? — Indagou, no maior descaro.

— Por que está procurando ele? — Retrucou, agora, mantendo uma feição mais séria.

— Preciso de motivos, para encontrar o meu noivo? — Respondeu, sem sequer hesitar, esbanjando um sorriso, ainda que estivesse mentindo, descaradamente. — Sou a única que deveria perguntar. Quem é você, para está em seu apartamento? — Confrontou-a, mantendo uma pose altiva.


Notas Finais


Como podem ter percebido, a secretária apareceu de novo e já veio para causar mais problemas, todavia, não pensem que era a isso que estava me referindo, logo vocês irão descobrir. Afinal de contas, ainda há muitas coisas a serem descobertas, incluindo a morte do irmão do Jungkook, o desentendimento com o avô, bem como, algumas outras revelações que talvez, não tenham se dado conta. Mas a questão é: ''Que tipo de obstáculos, esse casal, ainda vai enfrentar?''

Contem-me o que pensam, amo interagir com vocês: #UmaMentiraDescabida

Bjs.😘😘
💜Amo vocês, meus anjos!💜💜
Nos vemos em breve.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...