História Navegando para o Amor! - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Backstreet Boys
Personagens AJ MacLean, Brian Littrell, Howie D, Kevin Richardson, Nick Carter, Personagens Originais
Tags Amizade, Backstreet Boys, Hot, Romance
Visualizações 58
Palavras 4.231
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Festa, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 19 - Room Talk!


Fanfic / Fanfiction Navegando para o Amor! - Capítulo 19 - Room Talk!

Clarrie e Ally mal podiam acreditar que Anna tinha feito sexo com alguém, muito menos que esse alguém fosse casado, muito menos ainda que fosse um dos Backstreet Boys e ainda mais que tivesse sido Brian Littrell! Dos cinco, ele era quem elas nunca imaginariam que faria isso e que trairia a esposa. Clarrie e Ally gritavam pulando na cama em cima de Anna que estava tapando o rosto com as duas mãos, completamente envergonhada.
- Oh meu Deus! Oh meu Deus! – gritou Ally extasiada e chocada ainda pulando na cama. – Eu não estou acreditando! – disse boquiaberta e eufórica e parou de pular olhando chocada para Clarrie. – Anna ungida deu a xavasca santa para o papa Brian Littrell! Eu não posso acreditar nisso, não! – disse e Clarrie começou a rir sentando na cama. – Isso é demais para mim! Eu não consigo acreditar!
- Gente, por favor! Parem! – pediu Anna com as mãos no rosto e Ally puxou os braços dela, tirando as mãos do rosto dela. – Ele é casado! – disse ela com aflição.
- Oh, a gente sabe muito bem disso! – disse Ally sorrindo chocada balançando a cabeça. – E você tentando impedir eu e a Clarrie de provocar AJ e Nick! Sua danada! Ficou dizendo que ia dar merda e a merda começou com você! – riu alto sentando na cama ao lado dela que ainda estava deitada e tapou novamente o rosto.
- Eu não sabia! – disse ela com a voz abafada.
- Não sabia o quê? – perguntou Clarrie.
- Não sabia que era o Brian! – ela disse com a mão tapando o rosto e Clarrie e Ally olharam para ela, confusas. Anna tirou as mãos do rosto respirando fundo e olhando para as duas, constrangida. – Eu estava bêbada demais e...
- E...? – disseram as duas olhando para ela.
- E eu fiquei o chamando de Jack o tempo todo! – ela disse constrangida e as duas ficaram confusas.
- Jack? – perguntou Ally franzindo o cenho.
- Por que Jack? – perguntou Clarrie confusa. – Ele te disse que se chamava Jack?
- Não... Eu que o chamei de Jack... Por causa do... Do... – disse ela envergonhada olhando para as duas sem querer falar.
- Do...? – as duas perguntaram.
- Do Titanic... – ela disse com a voz baixa, envergonhada. Clarrie e Ally olharam para ela pasmas e começaram a rir alto. – Eu estava muito bêbada! Eu só o reconheci quando a gente... Acabou...
- Oh meu Deus! – disse Ally sem conseguir parar de rir alto jogando a cabeça para trás.
- Não, não... Conta isso desde o início! – disse Clarrie segurando o riso. – Nos conta tudo! – disse rindo fraco e Anna suspirou sentando-se na cama se cobrindo com o edredom e começou a contar desde que saiu do quarto da Clarrie, procurando por Bruno Mars pelo navio, culpando Ally que riu deitando na cama sem conseguir parar de rir. Clarrie também ria olhando para Anna, mas tentando segurar o riso e Anna continuou a contar o que houve depois.

Nick estava em seu quarto junto com AJ, Howie e Brian. Brian estava sentado na beirada da cama com Howie sentado ao lado dele, enquanto Nick e AJ estavam em pé, encostados à bancada do quarto de frente para eles. Brian estava nervoso, tenso e tentava se explicar para os três que ainda estavam chocados. Ele contou a eles que tinha discutido com Leighanne antes da festa e depois da festa, por que Leighanne teve uma crise de ciúme besta.
- Mas foi ciúme besta mesmo? – perguntou AJ desconfiado.
- Claro que sim AJ! Eu não estava fazendo nada de mais! – ele respondeu indignado. – Estava fazendo gracinha para as fãs, de brincadeira! Leighanne que viu coisa onde não tinha! Eu não tive a intenção nenhuma de fazer o que fiz ontem, mas aconteceu! Foi totalmente impulsivo!
- Mas como foi que aconteceu? – perguntou Howie e ele suspirou.
- Eu saí da cabine ontem para me acalmar, não queria mais discutir... Então saí do quarto e fui tomar um ar...
- Foi tomar um ar? – perguntou AJ espantado querendo rir.
- É, qual é o espanto? – perguntou Brian.
- Nenhum... – respondeu com um risinho. – É que agora eu entendo a minha falta de ar ontem! – disse e riu com Nick rindo alto que tapou a boca quando viu a cara de Brian, mas sem conseguir parar de rir.
- Sério que você vai me zoar agora? – perguntou Brian nervoso, aborrecido e se levantou da cama. – Vocês não estão levando a sério! – disse se virando e Nick o segurou.
- Não, não, espera aí, Brian! A gente está levando a sério sim! – disse e Brian se virou para eles nervoso soltando o ar pelo nariz. – AJ... – Nick se virou para AJ segurando o riso. – O caso é sério! Sem gracinhas!
- Eu sei que é, foi só para descontrair Brian, você está muito tenso! – disse ele sorrindo.
- Claro que eu estou tenso AJ! Fiz uma besteira ontem!
- Ok, relaxa, senta ai vai! – disse AJ e ele voltou a sentar-se na cama. – Continue...
- É, continua – disse Howie segurando o riso e Brian suspirou e continuou a contar o que tinha acontecido. Tinha ido para a popa do navio, tinha ficado lá sentado e quando pensou em voltar para a cabine, Anna apareceu ali indo até a balaustrada do navio e subiu ali.
- Se eu não estivesse ali na hora, ela tinha caído no mar! – ele disse espantado e os outros três estavam chocados. – A essa altura nós teríamos uma pessoa desaparecida no mar!
- Pior, daquela altura ela teria morrido – disse Nick pasmo.
- Enfim... Ela estava muito, muito bêbada! Não me reconheceu, ficou me chamando de Jack, mesmo que eu falasse que meu nome era Brian!
- Jack? – perguntou Howie confuso.
- É... – Brian riu. – A doida achou que estava no Titanic! – ele disse rindo e os três riram alto. – Primeiro disse que estava procurando pelo Bruno Mars no navio! – disse Brian rindo com todos os três rindo mais ainda. – depois quando chegou ali e viu a balaustrada disse que queria ver se a Rose poderia ver mesmo as hélices do navio! – disse rindo mais e os três não conseguiam parar de rir. Nick já estava chorando de rir, curvado com as mãos na barriga.
- Oh meu Deus – disse Nick rindo. – Ela estava bêbada demais!
- Muito! Você nem faz ideia! – disse Brian olhando para Nick. – Eu achei perigoso deixar ela ali sozinha e fiquei com ela lá até ela se lembrar do número da cabine dela, por que claro, ela não lembrava! – ele disse com os três parando de rir. – Ficamos conversando, ela me falou dela e ela é uma boa moça! A família dela é muito tradicional e a pressiona bastante, mas enfim... – ele suspirou. – Estávamos conversando quando ela pulou em cima de mim e me beijou! Eu afastei ela imediatamente, dizendo que era casado... Ela ficou constrangida... Mas...
- Mas...? – perguntaram os três.
- Mas mesmo achando errado, eu... Gostei! – disse ele tenso contraindo o rosto. – Tinha muito tempo que eu não beijava alguém assim! Anos de casado, os beijos viraram selinhos e agora até isso é raro também!
- É, eu sei como é... – disse Howie.
- Até eu! – disse Nick. – Quatro anos de casado e eu e Lauren é só mais selinho... – ele disse olhando para os três. – É assim: “amor isso...”, selinho – fez biquinho dando beijo no ar. – Amor, dá um beijo, outro selinho – deu outro beijo no ar. – Gente, cadê os beijos de quando namorávamos? – perguntou indignado olhando para os três. – Os beijos de tirar o fôlego de língua?
- Eu também estou assim... Só damos beijos de língua quando rola sexo! – disse AJ.
- Isso aí! – disse Nick apontando para ele.
- Comigo nem assim mais! – disse Brian e os três olharam para ele espantados.
- Não está rolando sexo na casa dos Littrell? – perguntou AJ pasmo.
- Até rola... Mas não é mais frequente como antes... São quase 20 anos de casado AJ... E quando rola... Não é do mesmo jeito que rolou ontem! Tem anos que não fazia sexo daquele jeito! – ele disse e os três olhavam para ele curiosos. – Quando rola comigo e com a Leigh, nós já estamos deitados na cama, dá aquela vontade, a gente faz e depois dorme! O tesão que eu senti ontem... – assobiou virando o rosto. – Não sentia há muito tempo! – disse enfático.
- Então, espera aí... – disse Howie com a palma da mão virada para Brian. – Deixa ver só se entendi uma coisa...  Você não está arrependido?! – perguntou ele duvidoso.
- Aí é que está... Não estou! – disse e os três olharam para ele espantados e chocados. – Fiz besteira, mas não me arrependo!
- Oh meu Deus! – disse Nick boquiaberto e riu. – É o fim dos tempos!
- O Apocalipse está chegando! – disse AJ também chocado.
- Mas eu pensei que pelo seu nervosismo e essa tensão toda... Você estivesse arrependido! – disse Howie olhando pasmo para Brian.
- Não... O motivo por eu estar assim é que... – ele olhou para os três que esperavam ansiosos ele falar. – É que... Eu queria de novo! – disse e os três ficaram mais chocados ainda. – Eu não consigo tirar o que aconteceu ontem da cabeça, mas não de uma forma ruim, querendo esquecer, pelo contrário, queria de novo!
- Oh meu Deus! – disse Nick tapando a boca com a mão, completamente chocado.
- E eu não sei o que fazer, por que a Leighanne está aqui e a garota... Pareceu ficar muito, muito nervosa e arrependida quando me reconheceu!
- Ela te reconheceu só depois? – perguntou Howie espantado e Brian assentiu.
- Depois que acabamos – ele disse e ficaram pasmos. – Eu disse a ela que a culpa tinha sido minha, que ela estava bêbada... – suspirou. – E agora eu não sei como vou olhar para a cara dela!
- Isso se você a ver – disse Howie. – Tem duas mil pessoas nesse navio!
- É, mas a cabine dela é a U79! – ele disse esticando o braço para frente. – Nesse corredor! – ele disse e os três olharam pasmos para ele.
- Está dizendo que a garota está na cabine aqui perto da gente? – perguntou Nick espantado para ele que assentiu.
- Duas portas depois da sua! – disse Brian e Nick ficou paralisado.
- Quem é a garota Brian? – perguntou AJ já desconfiado.
- O nome dela é Anna... Ela é uma daquelas três que estavam dançando bêbadas ontem no bar! – ele disse e os três olharam para ele estupefatos. Nick e AJ se olharam e abriram a boca, chocados.
- Ooh! – os dois disseram alto chocados e taparam a boca rindo. Howie apenas tapou a boca, pasmo. – Oh meu Deus! – os dois disseram incrédulos sem conseguir acreditar.
- Qual delas? – perguntou Howie.
- A que estava de saia cinza e blusa branca – disse Brian sem entender o motivo do surto de Nick e AJ. Então Howie também ficou chocado e ele ficou mais ainda sem entender nada.
- É a outra que estava dançando sozinha, não é? – perguntou Howie para AJ e Nick ainda chocados que assentiram.
- Ok... Alguém me explica o que está acontecendo?! – pediu Brian.
- As outras duas estão provocando AJ e Nick! – disse Howie rindo para Brian. – As outras duas querem eles! – explicou e Brian olhou pasmo para Nick e AJ que ainda estavam pasmos, mas sorrindo.
- Uma delas é a minha vizinha! – disse Nick apontando com o polegar por cima do ombro. – E eu estou desde ontem resistindo ao máximo para não fazer nada, mas quer saber? Depois disso... – gesticulou para Brian. – Não quero saber de mais nada! É hoje que eu peço camisinha emprestada! – disse batendo com a mão na bancada do quarto.

No quarto de Anna, Clarrie e Ally não conseguiam parar de rir de Anna contando dela bêbada chamando Brian de Jack e estavam chocadas que Brian a beijou quando ela pediu e o que aconteceu depois.
- Oh meu Deus! – disse Clarrie. – Então eu tinha razão, Brian tem outro Brian dentro dele, não é?
- Com certeza tem! Gente foi errado, muito errado, mas foi bom demais! – disse Anna com a mão na cabeça e as duas ficaram em êxtase. – Ele é muito bom! Deus!
- Ah agradeça mesmo ao seu amigo! – disse Ally sorrindo balançando a cabeça. – Seu primeiro homem casado foi Brian Littrell!
- Pelo amor de Deus, isso fica só entre a gente! – disse Anna tensa.
- Claro, Anna! Precisava nem falar isso! – disse Clarrie e sorriu maliciosa. – Mas e aí? Arrependida?
- Eu não sei... Estou confusa! Estou arrependida, mas eu gostei demais! O arrependimento é só por ele ser casado! – disse tensa. – Eu, eu não faria de novo... Se for isso o que querem saber!
- Mesmo? – perguntou Ally espantada e Anna assentiu veemente.
- Claro Ally! Ele é casado! Você mesma disse que uma vez só não tem problema!
- Ah então agora você concorda? – ela perguntou sorrindo estreitando os olhos.
- Não! Ainda acho errado! Mas aconteceu e não tem nada que eu possa fazer para consertar e voltar atrás! Mas não vai acontecer de novo!
- Isso se você não der perda total e chamá-lo de Jack de novo! – disse Clarrie e ela e Ally riram de Anna que fez careta para as duas.
- Há-Há, muito engraçado! – ela disse irônica.
- Eu ainda não acredito que a ungida e o ungido transaram! – disse Ally rindo. – E eu descartei o Brian na minha escolha! Ele era a minha escolha número um! A ungida pegou meu marido! – disse ela indignada e Clarrie riu. – Brian tirou a unção dela! – disse rindo chocada.
- Tirou e colocou né? – disse Clarrie rindo olhando para Ally que riu alto. – Tirou e colocou, tirou e colocou, tirou e colocou – disse ela fazendo movimento de vai e vem e as duas riram alto com Anna olhando séria para as duas rindo.
- Depois jorrou o óleo santo nela! – disse Ally rindo alto e Clarrie deitou na cama rindo sem parar.
- Vocês não prestam! – disse Anna mexendo no cabelo. – Vocês vão me zoar com isso pelo resto da vida!
- Ah com certeza nós vamos! – disse Ally ainda rindo. – Mas... – disse respirando fundo parando de rir. – Eu fico feliz que você sobreviveu e está aqui para contar isso para a gente!
- Por que eu quase caí do navio? – perguntou Anna em dúvida.
- Não... Por que você não foi sugada para dentro do nariz dele! – disse Ally séria e Clarrie riu alto sem conseguir parar de rir. Até mesmo Anna tentou segurar o riso, mas sem sucesso.
- Meu Deus, Ally... – disse Anna rindo fraco e Clarrie não parava de rir.
- É sério! – ela disse com semblante sério. – Tem uma história de uma garota que ele só foi cheirar o pescoço dela pra sentir o perfume e a coitada foi sugada para dentro do nariz dele! – ela disse ainda séria e Clarrie ria ainda mais. Anna também ria, mas de um jeito mais contido com a mão encostada à boca. – A pobrezinha ficou desaparecida por três meses sem conseguir achar a saída! – continuou ela e Clarrie já chorava de rir deitada na cama com as mãos na barriga, rindo altíssimo. A medida que Ally ia falando, ainda séria, dando veracidade a história, Anna ia rindo mais. – Mas quando ela conseguiu sair finalmente, ela saiu rica!
- Por que ela saiu rica? – perguntou Anna rindo fraco.
- Ela achou muitas moedas no nariz dele! – disse Ally séria com cara de espanto e Clarrie não parava de rir.
- Como essas moedas pararam lá? – perguntou Anna rindo.
- O Nick! – disse Ally séria. – Ele fazia o nariz do Brian de cofrinho e colocava moedas lá desde 1993! – ela disse séria e Clarrie deu uma risada estridente com Anna rindo também alto e aí Ally começou a rir.
- Para! Para! Para! Pelo amor de Deus, para! – disse Clarrie alto rindo sem parar. – Eu vou morrer de rir!
- Vocês sabem por que ele não teve mais filho? – perguntou Ally séria.
- Não – responderam as duas tentando parar de rir.
- Pois eu sei! – ela disse e Clarrie e Anna já olharam desconfiadas de que ela viria com outra história.
- Ai meu Deus, lá vem! – disse Anna já rindo.
- Não, por favor! Não me faça mais rir desse jeito! – disse Clarrie ainda se recompondo do ataque de risos.
- Gente é sério! A Leighanne ficou traumatizada! – ela disse espantada, bem séria.
- Ai eu vou me arrepender de perguntar, mas... Por quê? – perguntou Anna sorrindo.
- Logo quando aquele monstrinho nasceu, Brian deu um beijo nele e logo depois cheirou a cabeça do filho pra sentir o cheirinho de bebê dele, ele foi sugado, mas ficou só com as perninhas para fora e Leighanne no desespero puxou para fora! – ela disse séria e as duas riram alto. – Isso aconteceu outras vezes, então Leighanne traumatizou e não quis mais filho, ficou com medo de Brian sugá-los! – disse ainda séria com as duas rindo sem parar. – Brian tinha que usar máscara sempre que ficava com o filho no colo!
- Ai Ally, você não existe! – disse Clarrie parando de rir enxugando o rosto das lágrimas e sentando-se na cama. – Ai, Deus! – riu fraco e suspirou. – Mas, então... Vamos tomar café ou não? Eu estou com fome!
- Oh não! – disse Anna sacudindo a cabeça. – Eu não vou sair da cabine! Vou ficar aqui dentro até esse cruzeiro acabar!
- Ah, mas não vai mesmo! – disse Ally.
- Eu não vou ter coragem de olhar para Brian, Ally!
- Você não sabe se vocês vão se cruzar no corredor. É só olhar primeiro se ele está aí fora! Ontem foi só o primeiro dia, nós temos muito para aproveitar ainda! Se liberta, você está longe de Nova Iorque, ninguém te conhece aqui além de nós duas! É a sua chance de se divertir de um jeito que você nunca mais vai poder! Permita-se, só se vive uma vez! Vamos! – disse e se levantou da cama. – Levanta daí, toma um banho, se arruma, fica linda e vamos tomar café! Hoje o dia vai ser maravilhoso!
- E enquanto você se arruma, eu e Ally arrumamos essa bagunça que vocês deixaram! – disse Clarrie apontando para as roupas e Anna escondeu o rosto nas mãos.
- Ai, está bem! – ela disse sorrindo destapando o rosto e se levantou da cama enrolada no edredom. – Prometo que serei rápida! – disse ela passando para o banheiro e fechou a porta. Ally e Anna se olharam ainda pasmadas e começaram a catar as peças de roupa da Anna jogadas pelo quarto e arrumou o quarto, escondendo qualquer vestígio do que houve ali.

No quarto de Nick, AJ e Nick estava chocados e revoltados. Tinham tentado resistir ao máximo a tentação, e Brian, que dos cinco sempre pensaram que nunca faria tal coisa, fez! Nick estava decidido a não resistir mais e mais do que isso, ia virar o jogo.
- Nick, Nick... Pensa bem no que você vai fazer! – disse Brian.
- Ah eu já pensei e muito! Eu estou me segurando desde ontem Brian! Precisei de dois, dois banhos frios! – disse levantando dois dedos para Brian. – Tive que me segurar ontem para não puxar aquela mulher aqui pra dentro e mandar deitar na minha cama! – disse gesticulando com o braço esticado. – E aí você, com Leighanne no quarto, transa com outra e eu com Lauren em Key West vou ficar me segurando?! Mas nem pensar! – ele disse indignado e decidido. – Hoje eu peço camisinha emprestada e faço essa cama tremer! – disse batendo palmas e apontou para a cama com veemência.
- Isso! – Howie levantou os braços comemorando e abriu a mão para Nick, para um toca aqui. Nick bateu na mão dele animado.
- Se você for fazer isso mesmo, não ponha a culpa em mim! – disse Brian sério.
- Ah não, quanto a isso não se preocupe! A escolha é somente minha! – ele disse enfático. – Se ela continuar me provocando hoje eu ia acabar não resistindo mesmo – ele deu de ombros. – Então foda-se! Só que agora eu também vou provocar! Vamos ver se ela aguenta! – ele disse sorrindo malicioso.
- Eu acho que também vou espalhar meu cheiro... – disse AJ e Nick olhou para ele surpreso e também deram um toca aqui rindo.
- Isso! Isso! – Howie disse erguendo os braços para cima e levantou-se da cama pulando. – Poxa eu também quero! Acho que vou arranjar alguém hoje!
- Ai meu Deus... Eu causei uma avalanche – disse Brian baixando a cabeça apoiando nas mãos.
- Vamos mostrar para aquelas duas que não podem provocar nós dois assim! – disse AJ rindo para Nick. – Vamos virar esse jogo! – eles deram outro toca aqui e Brian balançou a cabeça para os lados.
- Agora sim! – disse Howie empolgado. – Agora sim esse cruzeiro ficou bom! – riu. – É o cruzeiro mais louco de todos!
- Que Deus nos ajude! – disse Brian e os três sorriam travessos.

Anna ficou pronta e estava com um vestido lindo floral, leve. Ally abriu a porta do quarto dela e olhou o corredor, vazio, saiu do quarto com Clarrie atrás dela e Anna por último batendo a porta. Quando começaram a andar, a porta do quarto de Nick abriu e elas olharam para trás. Howie saiu de lá de dentro, com AJ saindo em seguida, depois Brian e por ultimo Nick fechando a porta e os sete se olharam. Anna olhou pálida para Brian que também a olhava estático. Nick olhou para Clarrie e sorriu de canto. AJ olhou para Ally com olhar instigante e Howie só observava os seis, empolgado, sem saber para quem olhava para ver as reações. Elas se viraram e continuaram a andar para irem para o elevador. Eles também andaram para a mesma direção.
- Esse cruzeiro é o melhor de todos! – disse Howie sorrindo empolgado começando a andar atrás deles, com os seguranças deles indo atrás.

No corredor do elevador, as três esperavam o elevador chegar, nervosas, com exceção de Ally que estava rindo com malícia.
- Puta merda, puta merda, eles estão vindo para cá! – disse Anna baixinho, nervosa e se sacudindo.
- Dá para se acalmar?! – disse Ally rindo.
- Você viu a olhada que o Brian me deu? – perguntou ela nervosa.
- Claro que eu vi! Mas estava olhando mais para a olhada do AJ em mim! – disse rindo. – E aquele sorriso do Nick... Puta que pariu, Clarrie... Ele te comeu com aquele sorriso!
- Fiquem quietas! – disse Clarrie olhando para a porta do elevador, pedindo para que chegasse logo. Então a porta do elevador se abriu e eles chegaram ao corredor com elas entrando no elevador e eles entrando logo atrás. Clarrie e Ally se ajeitaram no fundo do elevador, Anna na lateral encostada à parede, envergonhada. Nick e AJ também foram para o fundo, Brian parou na outra parede de frente para Anna que mantinha a cabeça baixa, olhando para os pés e Howie ficou no meio de frente para a porta junto com dois dos seguranças. A porta do elevador se fechou e a tensão ali dentro era palpável. Howie tentava segurar um sorriso. Nick sorria de canto apenas com os lábios. AJ se posicionou atrás de Ally encostado á parede do fundo e Brian olhava para Anna que olhava para o chão, sem conseguir encará-lo.
- Então vizinha... – Nick quebrou o silêncio falando baixo. – Se divertiu muito ontem?
- Muito... – respondeu Clarrie balançando a cabeça.
- Me desculpe, mas... É legal ficar te chamando de vizinha, mas quando vou saber seu nome? – ele perguntou rindo fraco e ela riu do mesmo modo. Ela pensou em fazer que nem a Ally e só dizer se ele merecesse, mas não ia fazer isso ali, com Brian, Howie, AJ e os seguranças ali.
- É Clarrie! – respondeu olhando para ele ao seu lado.
- Prazer, Clarrie! – ele pronunciou o nome dela e o som do CL e RR, provocou um arrepio nela. Nick sorria olhando para ela. – Dormiu bem?
- Dormi sim, obrigada! E você? – perguntou olhando para ele.
- Não muito... – ele disse e virou o rosto olhando para frente. – Não consegui tirar o que disse da cabeça! – ele disse e ela prendeu a respiração, pasmada. Ally e Anna ouviram e ficaram pasmas. Sem pensar muito Anna levantou a cabeça para olhar pasmada para Clarrie e Nick e seus olhos foram para o de Brian a olhando e corou voltando a olhar para baixo. Ally se ajeitou no elevador e fingiu um desequilíbrio indo para trás e se batendo em AJ.
- Opa, desculpa, me desequilibrei – disse ela sorrindo olhando para trás para ele e ele sorriu.
- Tudo bem, pode se desequilibrar em cima de mim sempre que quiser! – ele disse e ela virou o rosto para frente pasmada e querendo rir. Howie tentava segurar o riso e a porta do elevador se abriu. Os seguranças e Howie saíram primeiro, seguido de Brian e depois Nick que sorria travesso. – Eu preciso te devolver – disse AJ falando por trás de Ally.
- Devolver o quê? – ela perguntou com ele passando do lado dela para sair.
- Isso! – ele pôs a mão na bunda dela e agarrou, passando por ela e saindo do elevador com ela boquiaberta, mas querendo rir. As três dentro do elevador olhavam para fora dele, boquiabertas, chocadas, sem conseguir sair do lugar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...