1. Spirit Fanfics >
  2. Nct Book - Especial Neo Culture Technology >
  3. Jaemin

História Nct Book - Especial Neo Culture Technology - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Oii
Espero que gostem

Todo sábado será postado um capítulo.

Capítulo 1 - Jaemin


Fanfic / Fanfiction Nct Book - Especial Neo Culture Technology - Capítulo 1 - Jaemin

                          🍨Signal🍨
                                               _Twice


   "Por que você não percebe meus sentimentos?..."

                 °•°•°•°•°•°°•°•°•°•°•°••°•°•°•°•°°•°••°

Há semanas venho observando você, algo em você me chamou a atenção, seu jeito bobo , seu sorriso, sua personalidade... tudo em você me chama a atenção!

Talvez você nunca sinta o mesmo por mim, eu sei que nada que eu faça chame sua atenção para mim...




Cada dia que passa eu quero poder estar com você, mas por que é tão difícil te esquecer?


-Ainda pensando nele? _ Yeji chama minha atenção a ela.

-Talvez, me diz, o que posso fazer para esquecer esse sentimento?_ digo cabisbaixa, a dias estou com esse sentimento, preciso acabar com ele, esse sentimento me sufoca.

-Eu ja disse, confesse esse sentimento a ele._diz ela bebendo seu suco, talvez fosse uma forma, ja que com o fora dele eu poderia seguir em frente, ou não...

-Arriscado de mais, não acha? Tenho medo de sair machucada!

- Então prefere se machucar guardando esse sentimento ai com você? Se você não dizer , eu digo!

- Você não teria coragem!_ ela me olha com um olhar desafiador, era perigoso desafia-la, porém ela não seria capaz de dizer nada a ele, eu acho...

-Tudo bem._diz se levantando

- Não_digo incrédula.

- Como posso comprimenta-lo, chamarei por Jaemin, ou Nana?

- Não brinque com fogo, pois posso muito bem fazer aquilo..._digo afim de ameaça-la.

-Você achou mesmo que eu ia fazer isso?_diz sorrindo sem graça.

-Vamos, ou se não levaremos outra bronca da senhora Lee._digo assim que o sinal toca, fazendo nós voltarmos a aquelas salas infernais, já não aguentava mais ficar naquela escola.


                               🕒 •••🕘


O ultimo sinal tocou fazendo todos levantarem de suas cadeiras eufóricos, Yeji arruma suas coisas com uma rapidez, parecia estar em uma competição, enquanto eu pus um de meus livros dentro da mochila ela já estava pronta.


Dá pra ser mais rápida, vamos perde-los de vista._diz Yeji, motivo? Chama- se Lee Jeno, o gatissimo jogador de basquete da nossa escola, o time só tinha meninos bonitos, parecia um dos critérios do time.

Já havia arrumado minhas coisas quando Yeji me puxa pelo braço me levando atè a entrada da escola, onde ja estava mais calmo, ja que a manada ja tinha diminuido.


-Parabéns, perdemos eles de vista, DE NOVO!_diz dando um tapa em minha cabeça.

-Nossa precisava disso não, quanta delicadeza senhora Yeji, já vemos eles todo santo dia, por que quer ver eles na hora da saída?

-Por que , eu soube que ele mora perto da minha casa, porém nunca o vi por lá, então iria segui-lo para ver onde ele mora!_ Louca? Nem um pouco!

-Ele quem?_diz alguém atrás da mesma, perguntando justamente o que eu perguntei.

-E te interessa?

-Sempre delicada né, Yeji._diz o chinês com um tom debochado.

- Olá para você também Renjun_falo ao mesmo que percebe minha presença ali.

-Olá querida ______, como vai? 

-Bem como sempre, então o que faz por aqui? Pensei que ja tinha ido com seus amigos.

-Eles estão resolvendo umas coisas com o treinador, falando neles, estão vindo._logo o grupo se aproxima de nós, e lá estava ele, Na Jaemin, meu primeiro amor , o qual não consigo esquecer, falando em esquecer, até esqueci como se respira.


-Olá gente_diz o mais novo do grupo, do qual não lembro o nome, pois ele está no 1°ano do médio, só presto atenção nos do 3° ja que o meu "amor" esta no terceiro.

-Olá_ diz o resto do grupo, já que o mais novo havia corrido para alcançar Renjun antes dos outros.

Ficamos conversando um bom tempo e logo após fomos embora, estava indo sozinha já que Yeji segue um caminho diferente do meu, quando sinto alguém tocar meu ombro, levo um pequeno susto, me viro a pessoa com um pouco de medo , mas logo tudo passa.


-Me desculpe, não quis te assustar!_diz Jaemin, ele parecia estar um pouco cansado, parecia ter corrido para me alcançar.

-Não foi nada, então você mora neste bairro?

-Não, é no próximo.

-Sério? Também moro lá.

-Então vou te acompanhar!


                              •••


- È aqui! Obrigada por me acompanhar!

- De nada, sua casa è bem perto da minha, especificamente na frente, é só atravessar a rua_diz apontando para a casa do outro lado da rua.

- Bem perto mesmo!_digo sorrindo ao mesmo, estava tentando esconder meu nervosismo.

-Te espero lá, você vai ir não?

-Ir? Ir onde?_pergunto confusa, logo percebo o quão lenta eu sou.

-A minha casa! Adoraria lhe apresentar minha mãe, já que somos vizinhos e colegas de escola.

-Ah sim, eu prometo que vou._prometer? E quem disse que eu cumpro promessas?

-Tudo bem, te espero, até mais ______._se despede, dando um beijo em minha bochecha, desde quando se tornou tão atrevido?, porém não posso negar que gostei.



                                 •••


Eu e Nana ficamos muito próximos meses, mas algo ainda me incomoda, esse sentimento ainda continua a me atormentar, não basta apenas te-lo como amigo? Por que meu coração insiste em querer algo a mais?


Yeji estava muito agitada hoje, quase insuportável, mas ainda a amo, è quase impossível se irritar com a mesma, pois basta um jesto fofo que minha raiva passa.

O por que da agitação? Tem nome e sobrenome, Lee Jeno, o menino a chamou para tomar sorvete, isso já a fez criar muitas expectativas, mas como eu, ela também está na " friendzone"

Enquanto ela falava sobre como estava feliz por finalmente sair com Jeno, ela fala algo que foi como uma indireta para mim.


-Quando tiver uma oportunidade, direi o que sinto, não se pode guardar um sentimento como esse, você pode perder um futuro com essa pessoa, e tudo por causa de você mesma_diz Yeji, apontando seu pirulito em minha direção. -E sim foi uma indireta para você também mocinha!_diz ela pondo o pirulito na boca novamente.

-Não tenho interesse nos seus conselhos, se quisesse, procuraria alguém melhor, não?

-Por que você é assim? Por isso ninguém te quer.

-Nossa, magoou!_digo pondo a mão no peito, fazendo um draminha.

-Até mais senhora solitária, alguém esta a me chamar, adios!_ diz ela, logo saindo indo em direção do grupinho do Jeno.

-Oi_diz Nana, me fazendo levar um pequeno susto e assim me fazendo virar para frente, ele se encontrava fofo o cabelo rosado.

-Oi_digo, pelo fato de estar perto podia jurar que ele podia ouvir meus batimentos acelerados.

-Estará livre amanhã a tarde?

-Acho que sim, mas por que perguntou hoje?_digo rindo do mesmo.

-Ansiedade, não consigo controlar_diz rindo, se o sorriso dele me causava algo? Não, não, eu só morria por ver tal fofura.


                    ☀️_dia seguinte_☀️


È um belo dia de sabado, poderia estar fazendo várias coisas legais, como, comer e assistir séries o dia todo. Mas o fato de Jaemin me chamar para sair não me deixava estar tranquila, eu estava eufórica.

A tarde veio rapido demais, acho que o relógio estava ao meu lado, fui ao banheiro rapidamente, de banho tomado , porém o fato de não saber o que usar pela primeira vez se fez presente em minha vida.


- Agora sei o que as meninas sofrem!


Liguei para Yeji que atende imediatamente, parecia estar esperando por minha ligação.


-Já até sei o por que da ligação, estou indo ai agora mesmo._na mosca, ela realmente sabia do porquê da ligação.


Assim que ela chegou, fomos nos duas contra o tempo, com meu guarda-roupa revirado e finalmente com uma roupa própria para ocasião, eu diria... Era um vestido florado, bem soltinho e leve, ótima para um dia de verão. Assim que terminamos ouvimos a campainha soar, desci o mais rápido possível, me despedi de minha mãe e logo sai dando de cara com o menino mais perfeito deste universo.


-Você está linda!_diz com um sorriso no rosto.

-Você conseguiu me superar._digo olhando sua vestimenta, era um look bem casual.

-Então , vamos?

-Vamos!_ digo sorrindo e indo com o mesmo.


Fomos a sorveteria do nosso bairro, era bem aconchegante , o dia foi bem descontraido, conversamos sobre diversos assuntos, era divertido passar o dia com o mesmo, até que eu penso sobre o que Yeji disse, eu posso mesmo perder um futuro com Jaemin por eu não dizer o que sinto?, sou muito ruim com palavras, com certeza eu iria gaguejar e daria tudo errado, então mostrarei com gestos.


Enquanto ele falava sobre algo que eu não fazia questão de saber, acabei por tomar coragem para enfim me declarar, mas algo me surpreendeu.


-Eu quero te dizer que..., eu não posso!

- O que? Não pode falar, não tenha medo!

-Eu gosto de você _____, gosto muito, mas não como apenas uma amiga!

-C-como? Isso é sério?

-Sim, eu sei que você não sente nada por mim e que...

- Jaemin, você é bobo? Eu também gosto muito de você, eu passei meses tentanto de dar sinais sobre o meu amor, mas você parecia ignora-los.

-Eu... realmente fui um burro_ele ri e eu também.


Assim passamos o resto do dia conversando.

Estavamos em frente de minha casa quando ele paga em minha mão.

-_____, eu... você quer namorar comigo?

-Eu... é claro que sim!_digo pulando animada.

-Espera como assim?, sem pedir para mim?_ uuma terceira voz surgiu. Era minha mãe que estava na porta, com uma cara ameaçadora, mas logo sorriu.


Fomos para dentro, e oficialmente começamos a namorar.


            Enfim, ele recebeu meu sinal...


Notas Finais


Desculpe algum erro!

Até sabado?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...