História Necessitado - Yoonkook - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Min Yoongi (Suga)
Tags Bottom!yoongi, Jungkook!top, Pwp, Yoongi!bottom, Yoonkook
Visualizações 436
Palavras 655
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ecchi, Ficção, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Não sei oq eu tô fazendo
Eu tô com sono
Eu acabei de acordar e fui escrever esse plot
Em fim, boa leitura

E eu juro que não sei oq tô fazendo da minha vida.

Capítulo 1 - One



Yoongi estava necessitado. Sim, ele admitia isso, afinal ele estava muito necessitado. A pouco mais de duas semanas Jungkook passava mais tempo no escritório do que em casa, poucas vezes vinha para almoçar e quando chegava estava completamente cansado e de saco cheio. Para resumir, nas palavras de Yoongi, ele estava a duas semanas sem sexo. 

Sempre foram um casal que se deixasse, transavam até em público, mas agora Yoongi já estava começando a duvidar se o pinto do esposo ao menos subia. Ou que Jungkook andava fodendo com o computador do escritório, porque não era possível. Min Yoongi estava só o cúmulo, e a única coisa que ele queria era sentar no pau do marido e só sair quando estiver cheio de porra. Por acaso era pedir demais? Aparentemente, sim. 

Mas isso não ficaria assim, Jeon Jungkook viria para casa e iria o foder até que suas pernas ficassem moles. Ou ele não se chamava Jeon Yoongi.


[...]


Ocupado demais corrigindo um documento, Jungkook tentava manter o foco sobre o computador. Seu celular vibrava em seu bolso feito louco e isso já estava o tirando do sério. A paciência que Jungkook possuía – quase nenhuma – já estava indo aos poucos para o ralo. 

Estava odiando seu trabalho ultimamente, pois graças a um erro de um idiota na sua equipe, foi necessário dobrar o tempo de trabalho de todos para consertar o maldito erro de venda. Resultado, um Jungkook esgotado, estressado, acabado e morrendo de saudades do seu pequeno. Desde que começou a passar mais tempo no escritório, poucas vezes via o marido. Pois a noite chegava tão cansado que só queria tomar banho e ir dormir. Algumas vezes que almoçava em casa tinha que comer rápido para voltar mais rápido para o escritório. No fim a atenção com o marido era quase zero.

Tentou mais uma vez se focar no que fazia, mas parecia que seja lá quem mandava mensagem, queria o ver fora do sério. Quando tentou digitar e corrigir o documento, gritou frustrado ao digitar a tecla errada. 

Se fode. Pensou ele pegando o aparelho em seu bolso direito, vendo mais de 60 mensagem do marido. Por falar nele.


Me: Yoongi, qual é o seu problema? 

   [18:24

Meu dengo: Tesão acumulado, esse é o meu problema

[18:24]

Meu dengo: Porque não vem ,pra casa pra gente resolver ele? 

[18:24] 


Me: Vai tomar no seu cu, Yoongi. Eu tô tentando trabalhar porra

[18:25]


Meu dengo: Tomar no cu é o que eu mais quero agora. Principalmente se for com você

[18:25]


Meu dengo: Imagine só Jeon, você me jogando na cama

[18:25]


Meu dengo: Puxando meus cabelos 

[18:25]


Meu dengo: Me chamando de putinha enquanto se enterra em mim com força 

[18:26]


Meu dengo: Vem 'pra casa amor, vem foder sua vadia. Você não tem noção do quanto ela tá necessitada

[18:26]


Mordendo o lábio inferior, Jungkook não se conteve ao deixar um gemido sôfrego escapar. Sentia seu membro dá sinais de vida, e uma pré-ereção se formar.


Me: Yoongi…

[18:26]


Me: Eu tô no escritório amor…

[18:27]


Me: Não faz isso comigo

[18:27]


Meu dengo: Então vem pra casa me foder

[18:27]


Meu dengo: Vem ensinar sua vadia o lugar dela 

[18:27]


Meu dengo: Eu estou tão necessitado Jungkook 

[18:28]


Meu dengo: Minha entrada está piscando, amor

[18:28]


Meu dengo: Ela quer tanto seu pau

[18:28] 


Me: Yoongi...

[18:28]


Meu dengo: Vem 'pra casa me foder Jungkook

[18:29]


Meu dengo: Encher meu cuzinho de porra 

[18:29] 


Meu dengo: A gente pode foder pela casa toda, de todos os jeitos 

[18:29]


Jungkook fechou os olhos e respirou com força. Seu membro dolorido pulsava e sua boca salivava ao pensar em encher o rabo do marido de palmadas, até ver o mesmo implorando para ser fodido. Por outro lado, ainda estava acanhado no escritório, e cheio de coisa para fazer. Decisões difíceis. 


Me: Me espera na cama, sem roupas e de pernas abertas

[18:30]

 

Me: Vai pagar por ter me deixado duro no trabalho 

[18:30]


Me: Melhor se preparar sua puta, porque eu vou encher esse seu rabo gostoso de palmadas 

[18:31]


Meu dengo: Como quiser senhor 

[18:31]





Notas Finais


Boa noite senhoras e senhores
Eu tô indo dormir
Até a próxima
Inté


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...